História Singular - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally, Camila Cabello, Camren, Dinah, Fififth Harmony, Justin Bieber, Kendall, Kristen Stewart, Kylie, Lauren Jauregui, Norman, Robert Pattinson, Selena Gomez, Taylor Swift, Zayn
Exibições 95
Palavras 2.549
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Se preparem, qualquer erro me desculpem e boa leitura! :)

Capítulo 11 - Não entendi um pouco direito


Lauren POV:

Eu estava sentada na minha cadeira na sala de aula, todo mundo conversava enquanto eu ficava girando o celular na minha mão esperando o professor mads chegar na sala, olhei para os lados e vi dinah e mani sentada perto da mesa onde ally sentava, eu não estava muito para papo hoje, tive um monte de sonho estranho onde via a imagem do zayn na minha frente rindo e eu tentando socar a cara dele sem sucesso. Eu estava olhando a hora no meu celular quando vi alguém entrar pela porta, camila, ela entrou cumprimentou as meninas e deu um abraço em cada uma, falou um pouco mais e foi botar suas coisas na carteira dela, botou a bolça na mesinha e tirou o casaco pesado, em um momento ela olhou para os lados e seu olhar se cruzou com o meu, aquele momento meu coração palpitou, senti minha mão suar e um frio na barriga, pena que esses poucos segundos de olhares acabaram e ela apenas virou o rosto e foi falar com as meninas novamente, senti como se tivessem me dado um banho de água fria, nossa me senti quase nada. Quando o senhor mads apareceu na porta da sala, dinah e mani foram se sentar nas cadeiras de sempre ao meu lado. Ele começou a aula normal, e me senti obrigada prestar atenção para poder ignorar minha vontade de andar ate camila e falar algumas verdades ou apenas perguntar esse jeito dela comigo. Prestei atenção a aula toda ate ele passar uma pequena atividade para ele dar o visto, todos começaram fazer as questões em silencio. Quando só faltava uma questão para eu responder senti uma vontade grande de olhar para ela, olhei e vi que ela estava com o lápis na boca lendo atentamente uma questão, tirou o lápis da boca e começou escrever o que achei ser a resposta da atividade, enquanto ela escrevia ela começou morder seu lábio inferior, comecei pensar como seria se o nosso beijo tivesse rolado, qual devia ser o gosto de seus lábios, a textura....Esses pensamentos pararam quando senti um olhar queimar ao meu lado, virei o rosto e vi Dinah me olhar atentamente, quando a gente se olhou ela levantou a mão e fez um sinal de que estava de olho em mim com dois dedos, arregalei os olhos e encolhi os ombros, ela me olhou semicerrados e voltou a atenção para suas questões. Balancei a cabeça levemente e voltei a atenção para as questões, mesmo sabendo que hoje Dinah ia arrumar um jeito de me botar na parede, isso estava me deixando nervosa mas tentei esquecer e comecei escrever. 

-Quem terminou levanta a mão por favor -professor mads perguntou minutos depois. 

A maioria da sala e eu levantamos a mão.

-Podem trazer aqui na minha mesa, de 6 em 6. -quando ele acabou de falar eu me levantei junto com outras 5 pessoas para levar a apostila, fizemos uma fila ao lado do birô. 

Não sei se por sorte eu azar camila ficou bem na minha frente na fila, e veio os flashs do que aconteceu na dinah, nunca senti tanta vontade na minha vida de ter aquela sensação de volta, o corpo quente dela encostado no meu, aquele cheiro de shampoo de frutas vermelhas, a pele macia... sai de meus devaneios quando vi a fila andar e o senhor mads assinar a apostila dela, quando ela abaixou para poder mostrar onde era para o senhor mads, porra meu deus me segura, respirei fundo e me segurei. Quando ele terminou de dar o visto na atividade ela ia se virar para voltar pra sua carteira, quando ela fez acabou ficando de frente para mim, como ela era só uns cm menor que eu abaixei um pouco o rosto e olhei para seus olhos e ela para os meus, vi que ela ficou vermelha mesmo sem demonstrar muitas expressões na face. Rapidamente ela foi para sua carteira e se sentou, vi que ela deu um longo suspiro e arrumou seu cabelo voltado sua atenção para qualquer ponto da sala de aula. Eu sei que ela pode tentar me ignorar o máximo que for, mas suas palavras de verdade sobre querer aquele beijo não vai sair dos meus pensamentos. Quando voltei para minha cadeira e ele terminou de dar todos os vistos acabou dando liberdade para todos conversarem baixo faltando 5 minutos para o intervalo, como falei eu não estava muito para papo hoje e já tinha falado isso para as meninas, enquanto dinah e mani conversavam eu apenas olhava para minha apostila. 

-Lauren, você ainda vai comigo para a biblioteca pegar o livro né? -Dinah falou chamando minha atenção. Vi mani também esperar um resposta. 

-Sim, vou sim, falei que ia então eu vou, você sabe que vai ser difícil achar né? -falei

-Vai sim, era para essa escola já ter um procurador de livro oficial para a gente não perder tempo. -falou. 

-Nossa dinah deixa de ser preguiçosa. -mani falou. 

-Isso você ta falando porque não é você que vai procurar né mani. -retrucou 

-É muito fácil, deixa de frescura. -mani falou revirando os olhos e ri daquilo, engraçado ver elas discutindo. 

-Então vai la bucetuda. -Dinah falou e eu tive vontade de gritar com aquela frase de tando rir. 

-Sou mesmo, mas achar o livro é trabalho seu e da lauren, eu ein. -mani deu de ombros. 

-Ta bem mani, aff, chata. -Dinah falou se ajeitando na cadeira. Eu não consegui controlar minha risada, quase sufoco tentando deixar ela baixa, e as duas me olharam com cara seria mas eu não parei de rir. 

-Nem me olhem assim, vocês fossem eu estariam rindo também dessa discussão sem sentido. -falei e voltei rir. 

-Ah vai pra merda branquela azeda. -Dinah falou e mani fez um som nasal como um ''rum'', foi mais uma coisa para me fazer rir. 

Quando tocou para o intervalo mani, ally e camila foram para o refeitório, eu e dinah fomos direto para a biblioteca. Era uma sala ampla com algumas estantes de madeira cheias de livros, algumas mesas para quem quiser ir estudar ou pesquisar algo, na entrada tinha um birô para a senhorita Streep ficava sempre olhando alguma coisa no computador ou lendo um livro. 

-Lauren me ajuda sua morta- Dinah falou já sem paciência por não achar o livro. 

-Eu já to procurando sua chata, para de me pressionar que acho rápido. -falei enquanto procurava na estante da frente onde dinah procurava. 

-Ain não consigo achar. -Falou irritada passando a mão no cabelo.

-Achei!!!- falei puxando o livro da estante e dando um gritinho de felicidade. 

-Ai meu Deus aleluiaaa!!- Dinah falou aliviada fazendo sinal de amém com as mãos. 

-Nunca te vi tão religiosa. -falei rindo dela

-Cala a boca e me passa o livro. -Falou puxando o livro de minhas mãos. 

-Ai mal agradecida. -falei cruzando os braços e semicerrando os olhos pra ela. -Qual as palavrinhas magicas jane? -esperei batendo pé no chão. 

-Serio isso? -falou fazendo cara de tédio. Não fiz nada apenas fiquei na mesma posição. -Ta bemmm. -falou vindo mais perto e me dando um abraço. -Obrigada por achar rápido Lauren. -falou lenta sem muita vontade e saiu logo do abraço. 

-Isso mesmo, por nada jane. -falei rindo da cara dela. 

-Babaca, vamos pegar logo a licença com a senhorita streep. -falou indo para o birô e fui junto.

A gente já tinha ido para o refertório encontrar o pessoal mesmo faltando só uns minutos para acabar, chegando la vi todo mundo de sempre na nossa mesa mas não vi camila junto, olhei para os lados e vi ela com a outra turminha sendo abraçada pelo pescoço pelo zayn, nossa se comam logo que todo mundo já sabe, pensei bufando de raiva. Quando eu e dinah chegamos perto do pessoal eles falavam sobre uma festa que Vero ia dar na casa dela sexta feira, vero já estudou com a gente mas acabou repetindo de ano por casa de uns problemas ai e ficou na parte da tarde, infelizmente pois eu adorava conversar com ela e lucy a namorada dela, lucy fazia o segundo ano mas foi para a tarde né, ficar com a namorada. Devia ir a maioria dos segundos anos já que antes era uma turma formada. 

-Vocês vão mesmo? -Perguntei

-Claro que sim, saudades uma festinha. -Harry falou

-Sim, nossa quero me divertir um pouco. -Troye falou

-E você ally, vai com a gente? -mani perguntou. 

-Ah, não vai fazer mal né, e vocês vão estar lá. -falou dando de ombros e sorrindo. 

-Isso ai, vamos nos divertir, mas e a camila vai? -Dinah perguntou e não entendi a olhada que ela me deu, acabei ficando vermelha e pigarreando. Acho ate estranho pois dinah não me perguntou nada na biblioteca. 

-Possivelmente os da turminha ali vão e ela vai junto, e se não forem a gente leva ela né. -Harry falou. 

-Sim, nossa não vejo a hora da semana acabar. -Mani falou, a gente devia dormir lá já que todo querem beber. -falou olhando para todo mundo. 

-Eu não posso, tenho prova de direção no sábado. -falei dando de ombros em pé com as mãos no bolço da calça. 

-Aff lauren, tudo bem, pelo menos uma boa causa. -harry falou. 

Todos voltaram sua conversa e senti um olhar queimar nas minhas costas, virei rapidamente e vi camila me olhar, na hora que virei ela arregalou os olhos e voltou sua atenção para qualquer lugar, ela sempre faz isso, esse pouco tempo e camila cabello já me deixa confusa, preciso de terapia já falei. O sinal tocou e a gente foi para a aula, foi normal como sempre, quando o sinal tocou para o final das aulas eu falei que precisava ir ao banheiro e entreguei minha mochila para a mani levar com ela enquanto isso, cheguei no banheiro e fui para uma das cabines, enquanto estava lá escutei alguém entrar, terminei de fazer o que tinha que fazer e sai da cabine dando de cara com a kylie de costas para a pia me olhando.

-Te achei. -falou

-Eu estava na escola o tempo todo. -falei rindo indo lavar minhas mãos. 

-Não gosto e falar contigo e suas amigas por perto. -falou me olhando

-Kylie você sabe o porque disso e..

-Tudo bem, tudo bem, eu tava de procurando para outra coisa. -cortou minha fala e chegou mais perto me prensando na parede, antes que eu possa falar qualquer coisa ela atacou meus pescoço com tanta vontade que se fosse outra pessoa ia jurar ser minha morte agora, ela puxava meu cabelo e eu segurava sua cintura, ela colocou uma perna entre as minhas fazendo pressão no meu sexo, não vou ser mentirosa e falar que odiava aquilo, pois eu estava amanda, porra muito bom, gemi quando ela botou mais pressão, abaixei minhas mãos para sua bunda, quando ela encostou os lábios na minha boca foi quando escutei alguém entrar no banheiro, me larguei rapidamente da kylie e para meu imenso azar quem estava com uma cara de assustada e a boca em formato de O era ela mesma, camila. 

-Camila agente só estava. -kylie começou falar e camila desfez a cara de assustada para uma cara sem expressão negando com a cabeça e me olhando, eu apenas olhava para ela sem saber o que falar, ela deu com os ombros e entrou em uma das cabines do banheiro. 

-Lauren eu vou indo, kendall deve ta me esperando.- kylie falou saindo do banheiro sem eu menos dar um tchau. 

Não sei o que me deu eu apenas andei para a pia me olhando no espelho, abaixei minha visão e vi um par de all star por baixo da cabine, arrumei meu cabelo e me virei de frente para a cabine. Criei coragem e falei. 

-Uma hora você vai ter que falar comigo, a gente tem um trabalho muito grande pra fazer. -falei e não escutei nenhuma resposta. Vi a cabine se abrir e sair uma camila ainda sem expressão sair de la indo para a pia lavar as mãos, enquanto ela lavava as mãos me virei para ela. -Serio camila, aquilo nem foi muita coisa, desculpa ta, mas nem sei se peço desculpas já que você mesma falou que gostou, eu só queria ficar de boa contigo para fazer o trabalho, ta bem você não quer falar comigo, ok, mas pelo menos umas palavras vai, pelo trabalho então? nem precisa voltar ser minha amiga. -falava isso tudo enquanto ela pegava uma folha de papel enxugado as mãos. 

Estava começando me achar uma idiota em tentar fazer ela falar comigo, observei ela jogar o papel na lixeira, quando achei que ela ia embora me surpreendi em ver ela parar na minha frente me observando. Ok, isso ta estranho, ela não para de me olhar, quebrei o contato visual olhando para os lados e voltei para sua atenção. 

-Okay, não precisa me matar com o olhar, eu juro ta bem? eu juro nunca mais fazer nada, não sei que merda passou na minha cabeça, ate tento esquecer sua palavras ta be.. -Quando ia terminar minha frase só senti os lábios dela colidirem com os meus, mano isso sim me assustou, ela segurava meu rosto com as duas mãos ainda com os lábios nos meus, eu parecia uma idiota de olhos arregalados tentando entender, parei de tentar entender aquilo e me joguei de cabeça naquele beijo.

Segurei sua nuca e ela desceu as mãos para minha cintura, aprofundei o beijo, o gosto dela era maravilhoso, ela parecia um pouco nervosa mas começou pegar o embalo, senti camila arfar quando nossas línguas se tocaram e ela apertar mais minha cintura, mordi seu lábio inferior sem perder o contato do beijo, ela poucos segundos depois devolveu na mesma moeda, nossas línguas brincavam uma com a outra, nossos lábios se sugando, a boca macia dela, o jeito como ia ficando cada vez mais quente. Terminei o beijo com um selinho ainda de olhos fechados. Quando pensei em falar alguma coisa só sentir camila sair de perto, abri os olhos e só deu tempo de ver ela saindo pela porta do banheiro, e eu fiquei ali, estática sem entender porra nenhuma, levei minha mão ate a minha boca sentindo ela um pouco inchada depois do beijo, porra o que foi aquilo? camila deu a louca? sera que ela gostou? pois eu gostei muito. Porra que menina louca, onde fui me meter......

Sai do banheiro rapidamente, quando cheguei no estacionamento só tinha dois carros e o da dinah com ela no banco do motorista e mani no do carona, quando cheguei e entrei no banco de trás elas começaram. 

-Porra lauren tava fazendo o banheiro pra mijar é? -mani falou 

-Deu caganeira foi lauren? -dinah falou ligando o carro. 

-Não foi nada tem como a gente ir logo, quero chegar em casa. -falei 

-Ui ta irritada, ta bem eu que quero ir, demora da porra. -dinah falou arrancando com o carro para nos levar pra casa. 

E o caminho todo eu não conseguia parar de pensar naquilo que aconteceu, não entendi foi nada, ah mas eu vou dar um jeito de entender, ah como vou, ela deve achar que sou otária mas ta bem enganada camila, bem enganada. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...