História Singular - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Emma Swan, Regina Mills (Rainha Malvada)
Tags Swanqueen
Exibições 75
Palavras 1.813
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Depois do beijo


Fanfic / Fanfiction Singular - Capítulo 11 - Depois do beijo

Regina ficou sentada na escada por um tempo pensando em tudo que aconteceu e principalmente no beijo, podia sentir o gosto, as sensações e o medo que sentia de mexer com os sentimentos de Emma e a fazer sofrer, ou se apaixonar tanto a ponto de sofrer tudo de novo se não desse certo. Se levantou, entrou em casa e sabia que não conseguiria ficar sem fazer nada, não queria ficar se torturando pensando no que ia acontecer, foi até o quarto colocou um shorts, uma blusinha prendeu o cabelo em forma de coque, chinelos, foi para lavanderia, pegou alguns produtos de limpeza e foi para fora. Ergueu as coisas do chão, pegou a mangueira e começou a lavar a calçada, lavou toda a parte de cima depois desceu para a garagem, lavou o carro, colocou ele na rua e lavou a garagem nem viu o tempo passar pois estava com o mp3 e cantava e se distraia, lógico que a maioria das músicas agora tinha um outro significado, agora tinha uma loira que se encaixava no perfil de cada letra, já eram 20:30 quando entrou no banheiro para um banho. Saiu do banheiro já sabendo o que fazer e falar para Emma, não ia esperar para falar pelo whats, resolveu escrever um email e contar o que sentia, abriu o notebook porque é melhor pra digitar e começou.

Oi Emma,

Estou escrevendo esse email, porque acho melhor pra tentar dizer o que está se passando em minha cabeça depois do beijo. 
Emma meu coração parece que vai parar toda vez que penso em você, que lembro do quase beijo no cinema e do nosso beijo, eu sei que provavelmente você está muito mais confusa, cheia de dúvidas… mas porque eu estou escrevendo? Emma eu quero que saiba que acima de qualquer sentimento que eu tenha por você, eu a respeito, você e seu filho, desde o primeiro momento que a vi no consultório, eu senti algo que a muito tempo não sentia, eu me senti viva e preparada pra amar novamente, e também senti que algo nos unia, eu não sei o que tem acontecido comigo ou até mesmo com você, mas eu sei que quero ter a oportunidade de te conhecer e que você me conheça mas quero lhe dar o espaço e tempo que precisar e também continuo afirmando que sei separar as coisas, e se tiver que acontecer algo entre a gente que exista antes de tudo uma amizade linda. Por agora agradeço a Deus por conhecer essa pessoa linda que você é, linda na aparência e incrível pra conversar, pra conviver.

Beijos

Regina Mills

PS: Te espero no whats.

Regina enviou o email e deixou o celular ao seu lado da cama, tentou descansar um pouco até receber a notificação do email ou do whats.

******

Emma pegou o celular, mas antes de abrir a tela voltou a pensar no beijo, passou os dedos nos lábios, lembrando daqueles lábios carnudos tocando a sua boca com delicadeza, foi um beijo carinhoso, meigo, gentil e doce. Ela estava realmente mexida com tudo o que vinha acontecendo e pensava se teria estrutura de viver um romance com outra mulher, por estarmos aprisionados em um padrão de comportamento moralista, ela pensava que não queria deixar de viver a vida da maneira que gostaria para fazer a vontade de outras pessoas e seguir um padrão, mas antes disso ela queria descobrir o que sente, se esse sentimento é real e se é recíproco. 
Destravou a tela do celular e viu que não tinha nenhuma notificação no whats, mas tinha uma notificação de email ela entrou na sua conta e viu que era da Regina, sentiu um aperto no peito. Porque ela mandaria um 
email, deve ser pra dizer que se confundiu e não quer mais me ver…" Aí que nervoso… Emma você nunca foi medrosa, abre logo esse email e encara logo, o que tiver que ser será."
A loira leu o email com o coração nas mãos mas logo se tranquilizou, não era um adeus e sim uma declaração e um cuidado a mais dessa mulher que a encantava a cada dia, ela então respondeu.

Oi Regina

Fiquei feliz com seu email, isso só prova o que eu já sabia, você é uma pessoa admirável. Regina meus sentimentos não são diferentes que o seus, o meu coração também parece que entra em pane toda vez que me lembro do beijo e isso é a todo segundo, se estou confusa? Sim! Confesso, nunca pensei sentir isso tudo depois de tanto tempo, e muito menos esperava sentir por uma mulher. Eu nunca duvidei de seu respeito por mim e meu filho, esse sentimento que existe algo que nos une eu também sinto, é como se já te conhecesse porem sei que não, é claro que quero continuar te conhecendo, e que nossa amizade cresça e se fortaleça, também agradeço por conhecer você e a Lola, você também é muito linda e eu amo sua companhia, obrigada pelos elogios e não sou assim tão incrível pra conviver, sou chata e bagunceira. Kkk

Beijos

Emma

PS. Me chama no whats depois de ler.

Enviou…foi no whats e escreveu:

Emma
— Oi Regina respondi seu email, aguardo vc ler…
Regina
— Acabei de receber a notificação, vou ler e já volto. Bjs
Alguns minutos depois.
Regina
— Oi, eu li…e fico feliz em saber que sente o mesmo, e um alívio em saber que podemos continuar nos conhecendo melhor.
Emma
— Claro que sim, como eu disse eu adoro sua companhia, ou mesmo conversar com você por aqui.
Regina
— Sim eu creio que esse tempo aqui, pode ser de grande importância, uma ótima maneira pra gente se conhecer melhor.
Emma
— Sim, também acho, porque durante a semana temos nossos trabalhos e compromissos o que dificulta o contato, pelo menos as noites podemos nos falar.
Regina
— Os nossos dias corridos não nos impede de mandar um "bom dia" ou um Oi de vez enquando né?
Emma
— kkk Claro que não, só não respondo mesmo se estou com paciente dentro da sala.
Regina
— Sim eu também.
Emma
— Está muito linda na foto do perfil.
Regina
— Eu digo o mesmo, vou confessar uma coisa, eu já tinha te adicionado aqui desde o dia que a Lola sumiu, e sempre entrava aqui na sua página só pra olhar sua foto.
Emma
— Tá, então vou confessar…também fiz isso kkk.
Regina
— Emma, quando a gente vai poder nos ver de novo?
Emma
— Eu não sei…durante a semana é um pouco complicado por causa do Henry, vamos conversando, e combinamos.
Regina
— Tudo bem. Essa semana tenho pacientes até tarde, vai ser corrido pra mim também.
Emma 
— Regina não pense que eu não quero, eu quero muito, só preciso digerir com calma tudo isso.
Regina
— Eu sei linda, e respeito seu tempo.
Emma 
— Obrigada.
Regina
— Não precisa agradecer.
Emma
— Vamos dormir?
Regina
— Sim, boa noite linda, dorme com Deus.
Emma
— Amém, você também dorme com Deus, até amanhã, boa noite.
As duas se deitaram e ficaram um bom tempo sonhando com o próximo encontro.

******
Regina acordou suada e ofegante no início da manhã, foi um sonho diferente de tudo que já tinha sonhado, não parecia um sonho, parecia uma visão, foi um beijo e era a Emma só que estava diferente, parecia um filme antigo, o cabelo as roupas tudo estranho, mas o beijo, o beijo era emocionante, quente, porem doce e cheio de sentimentos como se elas tivesse acabado de se reencontrar, que sensação mais louca, que beijo delicioso.
Pegou o celular e enviou uma mensagem para Emma.
Regina
— Bom dia Emma, não vai acreditar, mas sonhei com você. Tenha um ótimo dia, estou saindo pra correr. Beijoss

Se levantou, colocou sua roupa e tênis pra corrida, fez sua higiene matinal, abriu a porta para Lola, colocou ração, tomou um café com torrada e saiu.

*****
Emma abriu os olhos e ficou ali olhando para o teto como sempre fazia, alguns segundos depois pegou um porta retrato que estava no criado mudo, era uma foto do Killian, ficou olhando para o porta retrato e disse:
— Oi Killian, será que pode me ouvir? Eu preciso te dizer uma coisa, durante todos esses anos eu nunca olhei para outra pessoa, você sabe que meu processo de luto foi muito longo, eu só trabalhei, estudei e cuidei do nosso filho, quase não sai, eu realmente não queria conhecer ninguém, mas aí aconteceu uma coisa, uma coisa muito louca, eu me apaixonei por uma mulher, quer dizer eu acho que estou apaixonada porque estou me sentindo boba igual adolescente, eu sei que se esse amor se concretizar eu terei que enfrentar muitas coisas, várias barreiras, principalmente a do preconceito, e hoje eu estou aqui pra dizer que nossa história foi linda, você foi meu primeiro amor, mais hoje quero conhecer essa pessoa que mexe tanto comigo, e eu precisava de alguma forma, encerar nossa história em meu coração, me ajude a cuidar do nosso filho da melhor forma, e se conseguir, me ajude para que as pessoas aceitem um novo amor em minha vida, mesmo que esse amor seja por uma mulher, você nunca será esquecido em nossas vidas, mas hoje você vai sair do meu quarto, eu vou te levar para o quarto do nosso filho, obrigada por tudo Killian.
Emma abraçou o porta retrato, enxugou as lágrimas, se levantou e levou o porta retrato até o quarto do Henry. Saiu do quarto ainda tinha alguns minutos para acordar o filho, voltou para o quarto, pegou o celular e então viu a mensagem de bom dia da Regina.

Regina
— Bom dia Emma, não vai acreditar, mas sonhei com você. Tenha um ótimo dia, estou saindo pra correr. Beijoss

Pov Emma 
Como pode um simples "Bom dia" me deixar assim, igual boba, o que será que aconteceu no sonho, será que foi igual o que eu tive. Vou responder.
Emma
— Bom dia Regina, que você tenha um ótimo dia, que coragem para correr esse horário…não vai me contar sobre o sonho? Beijosss

Eram 7:45 hrs quando deixei Henry no colégio e fui para o trabalho como sempre fazia, mas hoje, parecia que o dia estava muito mais lindo, eu estava mais leve e disposta a viver o que a vida estava me oferecendo.
No horário de sempre passei pela casa da Regina, avistei ela um pouco mais afastada, mas já estava com o sorriso lindo de sempre nos lábios, não sei porque, mas estacionei o carro próximo a ela, que se aproximou chegando ao meu lado.
— Bom dia Emma, não devia ter parado, olha meu estado? - Disse apontando para o rosto suado.
— Continua linda. Só parei pra dar bom dia pessoalmente.
— Ah para…você que é, que bom poder receber esse bom dia pessoalmente, pena que não posso te tocar…kkk.
— kkk, já vou, ah quero saber como foi o sonho.
— Ah não…não vou dizer.
— hummm então posso imaginar. Kkk…deixa eu ir…Beijo.
— Beijo, vai com cuidado.
— Pode deixar.

Pov Regina

E eu achando que ia só ver ela, e ela me para…que linda, ah aqueles olhos, será que ela já gosta tanto de mim como eu dela, será que eu estou amando essa mulher?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...