História Sirens - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Nórdica
Exibições 6
Palavras 274
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas da Autora


Espero que gostem!! :)

Capítulo 1 - Prólogo


Sabia, no instante em que tomei a primeira gota de álcool que ficaria bêbada depressa.

O mundo dava voltas e meu estômago embrulhou. Provavelmente despejaria toda aquela quantidade de álcool ali mesmo, na beira da praia. Mas eu não me importava. Algo me dizia para ir mais além.

Molhei os pés e uma sensação boa me possuiu. Dei mais um passo. Meu corpo pareceu ganhar vida própria. E fui mais fundo, mais além.

Uma voz abafada me chamou. Mas eu ouvia apenas os batimentos do meu coração. Num ritmo rápido e irregular.

Eu me afogaria. Sabia no instante em que me enterrei no mar e por mais que eu tentasse nenhum músculo se mexia. Podia ver meu fim. Que droga de morte. Bêbada, afogada e com um vestido branco coberto por vômito. Fechei os olhos e me deixei ser levada porque parecia o certo.

Minha cabeça parecia explodir e meus pulmões lutavam por ar. Mas algo me impedia de voltar para superfície. Bom, é isso. Adeus mundo!

Fui sugada para fora do mar - minha alma, provavelmente - e mãos quentes me envolveram de encontro a um coração que batia forte.  

E então eu ouvi. Veio baixinho como um sussurro em meu ouvido. Um som doce, diferente de tudo o que eu já ouvi. Ele me envolvia e me livrava da prisão na qual eu estava.

Abri os olhos lentamente. E não era um anjo que veio me buscar. Era o Nathan. E naquele momento eu soube que seria a última vez que eu veria seus olhos verdes cristalinos. Porque ele olhou em meus olhos sussurrou:

- Volta a dormir, amor. Eu amo você.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...