História Sister of Bangtan. - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 218
Palavras 1.101
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Acho que esse vai ser o último por hoje.
Espero que tenham gostado.

Boa leitura!

Capítulo 41 - Saturday


Matt pov.

Encaro seus olhos, meu coração parece pular uma batida cada vez que me aproximo. Meu polegar acaricia sua bochecha enquanto nossas respirações se misturam.

Se ela não quisesse teria se afastado, certo?

Então é um sinal para que eu continue?

Cada centímetro que existe entre nós é quebrado por mim. Por alguns segundos não fizemos nada, apenas ficamos com nossos lábios encostados, pude ver seus olhos se fecharem e aquilo foi como um passe livre para mim.

Pedi passagem com a língua enquanto ela aproxima o corpo, uma de suas mãos segurou meu ombro e a senti apertar minha camisa.

Céus! Por que raios não fiz isso antes?

Aos poucos vamos nos separando, sorrio a vendo ainda de olhos fechados.

-... Ainda assim, perto dos meus lábios, seu cheiro é doce. -Canto baixo, apenas para que ela ouça.

A vejo sorrir e abrir os olhos.

- Coffe, é meu ponto fraco, você sabe. - Me empurra de leve.

- Claro que eu sei. - Sorrio. Nós encaramos por alguns segundos em silêncio e rimos.

- Agora sim Chen e Soomin surtam. - Fala.

- Com certeza. - Balanço a cabeça. - Quando saí daqui?

- Semana que vem.

- Nosso encontro ainda está de pé? - Passo os dedos em volta dos lábios. 

- Se você me der o sorvete que prometeu. - Me cutuca.

- Então você vai interresada no sorvete? - Coloco a mão no peito, fingindo estar ofendido.

- E por quem vai pagar também.  - Se levanta.

Solto um risada baixa e me levanto também. 

- Acho que está na hora da mocinha ir pro quarto. - Seguro sua mão entrelaçando nossos dedos.

- Me senti uma criança agora. - Ri.

- Você é uma criança, MayMay.

- Você beijou a criança aqui. - Me olha arqueando uma das sobrancelhas.

- Opps! -faço uma careta - Acho que temos um problema então, isso é pedofilia.

- Idiota. - Me empurra de leve.

(...)

Duas semana depois


Maya pov


"Sempre cansada, por que os caras desprezíveis

Tentam falar comigo? Vão embora, tão clichê

O mesmo charme e as mesmas palavras não me fazem sentir nada

Por favor, apareça agora. Onde você está, meu amor? Venha e me salve"


Releio a primeira parte da música escrita no papel mais uma vez e suspiro. 

Vamos Maya, você consegue, apenas deixe as palavras fluirem.

Bato o lápis freneticamente na mesa, tentando pensar em algo. Vejo Matt deixar o celular sobre a mesa branca redonda e puxar o papel de minha mão. Ele me olha por alguns segundos, como se pensasse em algo. Sorri e puxa a caneta de minha mão escrevendo poucas palavras ali.

O observo colocar a caneta na boca e fazer um careta e em seguida sorrir voltando a escrever. Ele puxa a cadeira para o meu lado e passa a folha sobre a mesa, leio o que ele escreveu e sorrio.


"Você está procurando um homem autêntico

Você pode se divertir se quiser antes de vir pra mim

É tão tão óbvio o que eles se tornam depois

Desligue todas as ligações e mensagens deles

Garota, um olhar e tudo o que eu vejo é você

Todo dia, toda noite, baby, 365 dias no ano

Eu sou todo seu e eu nunca

Vou sair do seu lado"


- Hm... Parece que alguém leva jeito. - Balanço a cabeça.

- Você também não é nada mal. - Sorri.

Vejo Chen e Soomin se entreolharem e vir pro nosso lado.

- O que estão fazendo? - Chen pergunta.

- A música do Debut, PDNim precisa dela pronta em duas semanas.

- hm... - ele puxa a folha se sentando. - Legal,  gostei. - Passa para Soomin. - Mas vem cá... Vocês acham que me enganam?

- Oi? Como assim, Chen?

- Esses carinhos e sorrisinhos um com o outro, eu tô de olho. Não vai achando senhor, Matthew, que vai tirar ela de mim assim. Pode tirar o cavalinho da chuva.

- Meu cavalinho já está fora da chuva a muito tempo, Chen. - Matt brinca.

- Não fica esperto pra você ver... - Cruza os braços.

- Awwn, ele está com ciúmes. -o puxo pela blusa o abraçando. - Amo você,  Chen... Você sabe.

Chen e eu havíamos saído do hospital a quase uma semana, já havíamos voltado para nossas atividades normais, ou pelo menos a maioria delas. O que era ótimo para a gente. Ainda não havíamos voltado para o colégio, pelo o que parece entraríamos em um colégio novo e eu só torcia para que Chen fosse da minha sala.

- Então o casal MM é real?

- MM me parece nome de bala. - Rio.

- É porque somos doces de mais, MayMay.

- Nossa, Matt... Que bosta! - Chen ri alto. - Meu Deus, o que você tá falando. O amor realmente mexe com as pessoas.

- Eu sabia que iria dar nisso. - Soomin sorriu.

- Ah, parem com isso. Vamos focar na música. - Reviro os olhos. - Depois vocês falam sobre Matt e eu.

- Concordo.

- Ei... Vocês tem notícia sobre quem vai ser o novo manager? - Chen perguntou.

- Hm... Acho que PDNim ainda está escolhendo. - Apoio os braços no mesa. - Mas até o debut precisamos de um, então até a semana que vem, ele ja deve ter achado alguém. 

Ele balança a cabeça e se afasta indo até o sofá, ele se senta ali e fecha os olhos. Chen e eu sabíamos que as coisas estavam um pouco complicada para nós. Mal estávamos dormindo e quando dormíamos tinha pesadelos, o médico receitou um remédio para isso e indicou um psicólogo. Não era o tipo de coisa que gostávamos, mas era preciso. Alcanço meu celular e abro nossa conversa.

May: você está bem?

Olho para ele e espero que ele note a mensagem.

Chen: Estou, só uma dorzinha chata de cabeça.

May: Tem remédio na minha mochila.

O vejo levantar e caminhar até minha mochila, após achar o remédio ele saí da sala, provavelmente atrás de água. 

-... Então eu acho que poderíamos colocar essa parte e mudar essa. - Soomin fala apontando para algo na folha.

Matt balança a cabela concordando e risca algo na folha.

- Ok. Vamos terminar isso depois, estou morrendo de fome. - Matt se levanta.

Vejo Soomin se levantar e sorri enquabto digita algo no celular.

- Na verdade,  vou almoçar com um amigo hoje. A gente se vê mais tarde. - Ela acena antes de pegar suas cousas e sair.

Matt e nos encaramos por um tempo e rimos.

- Ei, você me deve um encontro.  - Me cutuca.

- E você me deve um sorvete.

- Sábado? - Me olha sugestivo.

- Sábado! - Confirmo.


Notas Finais


E então? Vocês Eram MM Shipper ou Chaya Shipper? Não ficaram bravas, não é? Hahah

Uma pergunta rápida: Vocês gostam de BigBang? Ou já ouviram alguma música?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...