História Six Months - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucy Hale, Zayn Malik
Personagens Zayn Malik
Tags Criminal, Drama, Liam Payne, Lucy Hale, Romance, Violencia, Zayn Malik
Visualizações 154
Palavras 1.471
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, migosss!

Capítulo 21 - Capítulo 20


Fanfic / Fanfiction Six Months - Capítulo 21 - Capítulo 20

- Eu… eu -gaguejei sem saber o que responder- Não vou fazer nada demais, pode voltar a dormir.

- Zayn você vai torturar alguém -ele disse firme e eu olhei me fazendo de desentendido 

- O que você está falando ? 

- Eu ouvi sua conversa com Liam, e você prometeu que não ia mais fazer isso. 

- Então você deu de escutar atras da porta ? Que bonito! -bati palmas irônico 

- Isso não importa agora… Você tem certeza que vai fazer isso ? 

- Eu não vou torturar ninguém, já tenho um plano para isso. 

- Eu vou com você -ela se levantou procurando uma roupa para vestir 

- Enlouqueceu ? É óbvio que você não comigo. 

- E quem vai me impedir ? -perguntou arrogante 

- Lauren… -a repreendi- É perigoso

- Eu não estou nem aí. 

Ela se vestiu e desceu atras de mim. Certamente ela não confiava em mim o suficiente para acreditar que eu não iria torturar ninguém, mas preferi não dizer isso para evitar possíveis discussões. 

Era a primeira vez que meus capangas iriam torturar uma pessoa, foi eu quem sempre fez as piores torturas possíveis mas agora com essa fase de “bom moço” que estou, preciso que façam o trabalho por mim. 

Desci as escadas do porão ao lado de Lauren que infelizmente não desistiu da ideia de ver isso. Eu implorei para ela não ir mas a garota é teimosa demais. 

Anne estava amarrada na cadeira e já estava muito machucada, seus lábios estavam cortados e seu maxilar roxo. Quanta crueldade. Lauren se sentou em uma cadeira um pouco mais afastada e eu me aproximei de Anne para começar o interrogatório. 

- Vamos lá Anne -olhei em seus olhos- podemos acabar logo com isso se você me disser onde está Taylor. 

- Eu não vou falar nada para vocês. Eu estou ferida mas ainda protegerei minha gangue e meu namorado. -a garota era extremamente marrenta 

- Eu posso te matar, não se esqueça disso -ameacei 

- Eu não tenho medo de você Zayn Malik, pra mim você não passa de um garotinho mimado e arrogante tentando ser como seu pai mas nunca chegará aos pés dele. Você é um lixo! -cuspiu em meu rosto

Ouvi aquelas palavras, limpei meu rosto e fechei meus olhos controlando a raiva que senti naquele momento, me afastei dela e novamente meus capangas começaram a bater na garota. No meio de socos e chutes, eu observava Lauren sentada com os olhos cheios de lágrimas e a mão sobre a boca, implorando em silêncio para que aquilo acabasse logo. Para mim aquela cena já era comum mas sabia que pra ela era muito pesado, mas quem quis presenciar isso foi ela mesma. 

- Zayn -ela disse indo até mim segurando minhas mãos- Faz eles pararem, por favor -sua voz era falha 

- Ela precisa de uma lição. -falei seco 

- Mas não assim. Por favor -suplicou 

Passei a mão pelos meus cabelos e confesso que aquela cena já estava me matando também. Nunca vi ninguém ser torturado, foi eu quem sempre fazia isso e presenciar isso acontecendo é muito desagradável, ainda mais com uma mulher. 

- Chega -falei autoritário- parem com isso. 

Pedi para meus capangas se retirarem do local deixando apenas nos três, Anne sangrava ainda mais, porem, não perdia sua marra. 

- Vai Anne, eu não tenho a noite toda! 

- Eu já disse Malik. 

- Anne -ouvi a voz de Lauren- por favor! 

- A vadiazinha resolveu abriu a boca ?! Se eu não devo satisfações ao Malik, não é uma qualquer como você que vai tirar algo de mim. 

- Sua… -avancei para cima dela mas Lauren me segurou

- Zayn não. 

- Porra Lauren, para de ajudar essa imunda. Deixa eu fazer as coisas do meu jeito.

- Eu já disse que não gosto do jeito Malik. Deixa eu ajudar, eu sou mulher como ela e sei que vou conseguir tirar algo dela. 

- Essa DR vai até quando ? -Anne perguntava irônica. Que garota infernal 

- Eu vou deixar você dez minutos com ela Lauren, se eu descer e ela ainda não tiver aberto esse bico, eu mato ela. 

Lauren P.O.V

Zayn saiu me deixando sozinha com ela e eu tinha dez minutos para fazê-la abrir a boca ou carregaria a culpa da morte dela pelo resto da minha vida. 

- Vamos, Anne -me aproximei- Diga onde ele está 

- Não -respondeu firme 

- Sabe, desde que eu fui obrigada a morar nessa mansão eu venho tentando lutar contra o amor que eu sinto por Zayn… 

- Me poupe com esses discursinhos baixo. -me interrompeu 

- Cala boca que eu não terminei -disse autoritária, aquela garota tinha o dom de irritar qualquer um- Você acha que eu quis me apaixonar pelo Zayn ? Você realmente acha que eu queria um monstro como ele ao meu lado ? -ela olhava atenta- você não imagina quantas e quantas noites eu jurei para mim mesma não sentir nada por ele. Mas eu acabei deixando acontecer e foi uma das melhores coisas até então. Eu sei que isso não tem nada a ver com o que você está passando, mas eu só tô tentando dizer que algumas coisas, quando permitimos contar ou sentir, são libertadoras. E pra você é libertador, literalmente. 

- Você promete que eu vou sair viva disso tudo ? 

- Prometo. Alguém vai matar esse tal cara e você vai estar livre dessa gangue, pronta pra viver sua vida normal de novo. Eu sei que no fundo você não gosta de estar metida nisso. Ninguém gosta.

- Taylor está no galpão abandonado, ao lado da antiga estação. 

Ouvi aquelas palavras e respirei aliviada e sei que ela também.

- Você jura ? 

- Sim. 

- Ele está sozinho ? 

- Ele tinha alguns homens com ele minutos antes de eu ser pega, agora eu não sei mais. 

- Certo. 

- Ah -gaguejou- você poderia pedir para me soltarem só depois dele ser morto ? Eu quero zelar pela minha vida. 

- Ok. 

- E ai Anne -Zayn dizia descendo as escadas com a arma em mãos- preparada para morrer ? 

- Zayn, ele está no galpão abandonado! 

- Como conseguiu tirar isso dela ? 

- Poder Waves! -pisquei- Vamos ? 

- Vamos ? -perguntou irônico- eu vou, você fica!

- Zayn para de me tratar como criança, eu quero ir.

- Não. Já não bastou ter visto essa cena de tortura aqui embaixo ? Eu quero te proteger! 

- Eu não to nem aí. Eu vou. 

- Droga -bufou 

Zayn P.O.V

Seguimos até o galpão onde , segundo Anne, Taylor se encontrava. Louis, Liam e mais alguns dos meus capangas seguiram juntos. Taylor era um dos alvos mais importantes da gangue, ele fazia parte da gangue que tirou a vida do meu pai. 

Nos dividimos em grupos, para procurar ele lá dentro, o galpão era enorme e Taylor sempre foi bem preparado. 

Depois de alguns minutos andado entre aqueles corredores escuros, encontramos ele com alguns capangas no corredor principal. Lauren ficou escondida atras de algumas caixas observando tudo. 

- Malik e companhia -ele disse irônico- Que prazer em revê-los. 

- Eu vou acabar com você -Louis disse com raiva 

- Se acalme pequeno plebeu de olhos azuis. E então Zayn, parece que você fez mais algumas tatuagens ? Está mais desenhado que a última vez que nos vimos, no dia em que seu pai foi morto por sua culpa.

Estremeci ao ouvir aquela frase e senti todos me olharem com pena, droga, eu odeio que sintam pena de mim. 

- Vai pro inferno -Serrei meus olhos aos seus

- Eu vou e certamente encontrarei seu pai lá 

Não aguentei tanta provocação e parti para cima dele, sendo barrado por dois de seus capangas que me jogaram ao chão e começaram a me bater. 

Liam e Louis partiram para cima dos outros e aquilo virou uma mini guerra. Acertei alguns socos naquele capanga com quem lutava e senti um gosto insuportável de sangue nos meus lábios. Consegui sair daquilo e peguei a arma em mãos mirando para Taylor. 

- Vai, Zayn -ele provocava- Atira se tiver coragem 

- Zayn não -a voz de Lauren ecoou por aquele corredor- Por favor, não faz isso

- Trouxe o bolo para a festa, Zayn ? -ele perguntou tirando sarro e surpreso por ver Lauren ali

- Lauren eu preciso -eu soava frio com aquela situação

- Você prometeu, por favor não faz isso -senti o desespero em sua voz 

Olhei seus olhos cheios de lágrimas implorando para que eu não atirasse, Louis estava no chão esperando que o tiro fosse disparado. 

- Lauren, me desculpe -voltei meus olhos para minha mira em Taylor- mas eu preciso -engatilhei a arma 

- Zayn… -ela suplicou pela última vez

Continua...


Notas Finais


Zayn culpado pela morte do pai ? Será ? Eita, eita...
Comentem!! ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...