História Skins: American Reboot - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Skins
Personagens Personagens Originais
Tags Skins
Visualizações 2
Palavras 1.415
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Michelle


 Skins:

Capítulo 8: Michelle

Michelle estava em uma festa com a galera, ela estava em um beco meio sujo, transando com Tony. Mas Tony era fraco, então não durou nem 2 minutos. Eles entraram de volta no lugar dá festa, dessa vez, estava faltando gente, Nick não estava, nem Daisy. Michelle começou a beber um pouco pra se animar mais.

-Tony!? Vamos pra casa!-Disse Michelle.

-O que?-Perguntou Tony, por causa do barulho.

-Vamos pra casa, eu quero fazer mais!-Disse Michelle.

-Ah, ok, pode ir lá, eu vou na frente!-Respondeu Tony.

Então Michelle saiu daquela loucura toda e foi direto pra casa. Ela tirou suas roupas, seu sapato e se deitou. Nem esperou Tony. Ela decidiu deitar e dormir.

No dia seguinte...

Ela acordou e foi se vestir pra ir pra escola. Ela havia deixado um Post in dizendo:"Consulta médica no ginecologista as 8:15 AM". Então ela foi.

Ela entrou no consultório e se deitou em uma mesa, enquanto o médico examinava sua vagina.

Depois do exame...

-Bom, Michelle, está tudo bem com sua, uhn... "Princesinha".-Disse o médico.

-Ok, doutor, eu tenho que ir pra escola.-Respondeu Michelle.

-Eu te ligo com o resultado!-Disse o médico.

Então Michelle pegou seu atestado e foi pra escola.

Quando ela chegou, ela foi entregar o atestado pra diretora dá escola.

-Tudo bem, senhorita Michelle, poderá revisar com seus amigos mais tarde.-Disse a diretora.

Quando Michelle chegou no refeitório dá escola, o médico ligou pra ela.

-Michelle? Então, o seu caso é bem mais sério do que eu pensei.-Disse o doutor.

-O que foi, doutor?-Perguntou Michelle.

-Você tem uma Dst, chamada "Clamídia".-Respondeu o médico.-Mas, fique tranquila, eu vou passar uma receita pra você e com medicamentos você ficará novinha em folha.

Então Michelle desligou o telefone, e foi direto a raiz do problema, Tony.

-Seu canalha! Seu filho da P***! Onde você andou metendo essa sua salsicha podre, seu babaca?-Perguntou Michelle, aos berros.

-Oi, mamilos.-Disse Tony.

Então Michelle deu um soco na cara de Tony e um chute em seu saco.

-Não me chame e "Mamilos", seu escroto!!-Gritou Michelle.-Acabou, Tony.

Então Michelle foi pro corredor, Daisy foi atrás dela.

-Michelle, calma aí, hey, não fica assim com o Tony, ele é assim mesmo.-Disse Daisy.

-Como assim "Ele é assim mesmo"?-Perguntou Michelle.

-Ah, o Tony ele já pegou várias aqui, tipo... A Adriana, a Kelly, a Kitty grande, Kitty pequena, Kitty branca, Kitty morena.-Disse Daisy.

-Como assim?-Perguntou Michelle.

-Ah, e tem a Heather do coral.-Disse Daisy.

-Que filho de uma P***! Ele jurou que não tinha feito nada com ela...-Respondeu Michelle.-Você também trepou com ele, Daisy?

-O que? Não, Michelle!-Respondeu Daisy.

-Ou você só usa essa imagem de virjem, de santa, mas, novidade! De santa, você não tem P**** nenhuma!-Gritou Michelle.

Daisy deu as costas e foi embora, deixando Michelle sozinha.

-Valeu, Daisy! É para isso que servem os amigos!-Gritou Michelle.

Então Michelle foi pra casa, lá, ela viu uma foto de Stanley, quando eles eram crianças. Eles eram melhores amigos, desde cedo, desde que eles eram bebês, eles diziam querer se casar, querer viver como príncipes, estava tudo bem, até uma pessoa chamada "Antony 'Tony' Snyder" aparecer. Ele estragou a amizade deles. Então Michelle teve uma ideia. Nick estava em casa sozinho, ela devia desculpas por ter sido tão babaca com ele no dia do coral, ela bateu na porta, e Nick apareceu.

-Oi, Chelly.-Disse Nick.-O que cê tá fazendo aqui?

-Eu te devo desculpas, Nick.-Disse Michelle.

-Desculpas? Desculpas do que, fofa?-Perguntou Nick.

-Por ter sido tão C***** com você, eu tava errada me passando por certa.-Respondeu Michelle.

-Ah, não fica assim não, Chelly, você tava irritada com toda aquela presepada que o Tony envolveu na gente.-Disse Nick.-Eu entendo você.

-Que bom.-Respondeu Michelle.-Você viu no pátio, né? O Tony me passou Clamídia.

-Chelly, eu quero te falar uma coisa... Eu já sabia da Heather, eu peguei o Tony na casa dela.-Disse Nick.

-Nick... Por que você não me disse?-Perguntou Michelle.

-Eu... Eu não achei certo...-Respondeu Nick.

Nick ficou um tempo calado. Então ele convidou Chelly pra entrar e entrar no quarto dele.

-Olha isso aqui, Michelle.-Disse Nick, entregando um exame.

-Leucemia? Quem tem leucemia?-Perguntou Michelle.

-Moá... Eu, Nicholas Tennant, eu... Fiz essa tomografia.-Respondeu Nick.

-Você... Falou pra Tea?-Perguntou Michelle.

-Não. Eu... Não tenho coragem... Eu amo ela demais, e... Não quero ver ela machucada.-Respondeu Nick.-Eu tô confiando em você, Chelly.

-Hey, hey, tudo bem... Você ainda tem chance de voltar com ela, o erro não foi seu.-Disse Michelle.

Então Michelle voltou pra casa. Quando Michelle chegou Tea estava esperando na porta da casa dela.

-Tea, o que faz aqui?-Perguntou Michelle.

-Então, eu vi o que fez com Tony... Olha, eu sei que você tá brava com ele, mas, dá uma segunda chance.-Disse Tea.

-Não, Tea, você não escutou? Eu peguei Clamídia daquele traste!-Respondeu Michelle-Aliás, o Nick quer te ver.

-Nick...?-Perguntou Tea.

-Tea, você ainda gosta dele?-Perguntou Michelle, encima.

-Sim, mas... É que... Ele foi muito babaca comigo, eu ainda tô pensando no que eu vou fazer.-Respondeu Tea.

-Tea, o Nick é um cara muito legal, ele é um dos raros, um cavaleiro, e quer que você seja a princesa dele.-Disse Michelle.

Então Michelle entrou e dormiu. Mas acordou de madrugada com dores na vagina, ela já pensou que estava ferrada, pois seus remédios não estavam lá no momento. Quanto mais o tempo passava, mais a dor aumentava. Ela pensou que se talvez ela dormisse e tomasse os remédios no dia seguinte talvez a dor passasse.

No dia seguinte...

Michelle acordou melhor, então decidiu ir pra escola pra tentar esquecer essa parada aí da Clamídia.

Quando ela chegou na sala de aula, ela esbarrou na mochila da Tea. Caiu uma cartelinha de exame dela, dando resultado:Clamídia.

-Ah... Claro, então foi você, né?-Perguntou Michelle.

-Michelle... Eu sinto muito!-Respondeu Tea.

-Você não passa de uma vadia traíra, não sei como o Nick ainda gosta de você...-Disse Michelle.

Nick estava em seu lugar, então Michelle sentou perto dele.

-Relaxa, Nick, eu sei que você é um cara responsa que não vai pegar Clamídia também.-Disse Michelle.

-Calma aí, o Tony pegou da Tea, ou a Tea do Tony?-Perguntou Nick.-Tem essa também, pois eu transei com a Tea sem camisinha uma vez, e eu tô bem.

-Putz... Não tinha pensado nisso.-Respondeu Michelle.

Então o dia começou a passar.

Michelle estava melhor, então ela foi na casa de Stan pra fazer uma surpresa pra ele.

-Oi, Chelly...-Disse Stan.

Então Michelle já deu um beijão em Stanley. Ela não quis nem saber, ela subiu com ele pro quarto e começou a tirar a roupa.

-Chelly, calma aí, o que você tá fazendo?-Perguntou Stan.

-Não se faça de besta, Stanley, eu sei que você sempre quis isso.-Respondeu Michelle.

Então Michelle enfiou a mão na calça de Stan, ela fez 3 movimentos de "Vai e vem" e Stan gemeu muito alto.

-Stan... Você não...?-Perguntou Michelle.

-Sim... Foi mal.-Respondeu Stan.

Então ele pegou uns lenços pra Michelle limpar a mão.

-Ah, Stan... Tanto tempo esperando e acontece isso...-Disse Michelle, com desânimo, pois ela queria muito aquilo.

-É... Mas vamos ter outra chance eventualmente?-Perguntou Stan.

-Claro que sim.-Disse Chelly, dando um beijinho em Stan.-Eu... Eu trouxe camisinhas pra você não pegar Clamídia também.

Então Michelle deitou no peito de Stan.

-Mas, Chelly, veja pelo lado bom, você me fez G**** mais rápido do que a Sasha Grey já fez -Disse Stan.

Então Michelle olhou bem no fundo dos olhos de Stan.

-Eu te amo, Stanley.-Disse Michelle.

-Eu te amo, Chelly-Respondeu Stan.

Quando Chelly voltou pra casa, Tony estava na porta da casa dela.

-O que você quer aqui, Tony?-Perguntou Michelle.

-Eu... Eu vim... Ver...-Respondeu Tony, em partes.

-Pois bem, não tem nada pra ver aqui.-Disse Michelle.-Me deixa em paz, Tony.

-Calma aí, mamilos.-Disse Tony, segurando o braço de Michelle.

-Não... Me chame... De... Mamilos!-Gritou Michelle, arranhando a cada de Tony.

Michelle entrou em casa e foi direto pro seu quarto. Ela de deitou na cama e se perguntou, "Quando que eu vou parar de ser tão trouxa e idiota?". Então ela se deitou pro lado e tentou dormir, mas ela queria algo mais. Não estava satisfeita, ela queria que Stan estivesse ao lado dela naquele momento. Ela se descobriu naquela noite, ela descobriu que na verdade, usava Tony pra mascarar aquele sentimento por Stan. Então, ela tentou dormir pra passar a vontade.

Na manhã seguinte...

Ela acordou com a mesma sensação da madrugada anterior. Só que, dessa vez, ela tinha os remédios em mãos. Então ela os tomou. Mas antes de sair, pois era um sábado, ela decidiu fazer uma pesquisa, pra saber mais formas de tratamento da Clamídia. Ela então olhou pro passado, e percebeu o quão burra ela foi por ter namorado o Tony. Ela então saiu sem rumo pelas ruas frias do Canadá...

No próximo capítulo: Iremos conhecer Daisy, uma jovem doce, fofa e pura, que busca apenas paz e distância de certos tipos de pessoas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...