História Skool Luv Affair - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Exibições 82
Palavras 1.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Harem, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Surprise ?


P.O.V Alika

Ao chegar em casa, Omma vem correndo até mim com um sorriso estampado em seu rosto.

- Quero que conheça um amigo meu, querida. – ela diz me puxando até à cozinha, onde encontro um homem coreano com um nariz engraçado e não muito acima do peso.- Alika, este é Bang Sihyuk; Sihyuk, esta é minha filha, Alika. – Ele se levanta ao nos ver e estende sua mão com um sorriso tímido.

- É um prazer conhecê-la, sua mãe falou muito sobre você.

- Por que só estou conhecendo o senhor agora ? – digo olhando desconfiada para Omma, que parece engolir seco.

- B-bem... você parecia ocupada com as provas , então decidi não te incomodar com isso.

- Mas você disse que... – Sihyuk começa a falar, porém Omma joga um limão da cesta de frutas nele. – Ei !

- A-Alika... p-por que não vai para o seu quarto ?? Aposto que tem um monte de dever para fazer. – ela diz de forma nervosa, com o rosto extremamente vermelho. Omma me empurra para fora da cozinha e me leva até às escadas . Antes de subir, dou um sorriso de lado e falo baixinho :

- Depois você vai me contar essa história direito.

P.O.V Yoongi

Não acredito que Seokjin também está gostando da Alika, ela parece uma espécie de imã de homens. O pior é que todos os três; Hoseok, Jimin e Seokjin têm mais chance que eu, afinal, eu nunca fui exatamente um “doce” de pessoa com ela. Aish ! Essa garota está acabando comigo ! Invés de escrever letras de músicas, fico pensando em como conquistá-la, mas nada vem em mente . O jeito vai ser pedir ajuda para a pessoa com o maior número de ex-namoradas que conheço.

- Nunca pensei que receberia uma ligação de Min Yoongi.

- Ha-ha. Esqueci o quanto você é engraçado, Namjoon.

- Eu sei que ligou para pedir alguma coisa, então vamos direto ao ponto : O que você quer, tampinha ?

- Preciso de ajuda com uma garota, e você é a única pessoa que conheço que teve um namoro quase bem sucedido.

- Obrigado pela parte que me toca. Mas enfim, duas perguntas : O que eu ganho com isso e quem é a azarada ?

- Dinheiro, é claro. Por que precisa saber quem é ? – digo, mantendo minha voz séria, escondendo minha timidez. Não quero que saibam dos meus sentimentos por ela, é pessoal.

- Preciso saber que tipo de garota eu vou ter que fazer gostar de você.

- Não é mais fácil me dizer o que devo fazer ? – tento mais uma vez fazê-lo desistir da ideia de saber sobre Alika.

- Yoongi, você está dificultando meu trabalho aqui. Pare de enrolar e fale logo.

- Alika, minha vizinha. – digo dando um longo suspiro no final.

- A garota negra que diz que meu pênis é pequeno ? O que você e o Jin viram nela ?

- Você vai ajudar ou não ? – digo já impaciente.

- Eu duvido que alguém consiga se apaixonar por um baixinho ranzinza como você, mas vou te ajudar, pelo dinheiro. Já vou avisando, não vai ser barato.

P.O.V Alika

Estava deitada em  minha cama, lendo “Se eu ficar”. Não entendo a lógica dos romances adolescentes, um garoto ou uma garota de 16 anos  faz praticamente de tudo para conquistar quem ela/ela acredita ser o amor da sua vida. Um “eu te amo” na adolescência é muito vago, pois essas paixões nunca são para sempre. De qualquer forma, esse livro está se saindo como um dos melhores romances que já li, a história é tocante e emocionante, não se trata apenas do romance entre Mia e Adam, que em minha opinião , é lindo e dramático, mas não de um jeito meloso. Sem dúvida, é impossível não se afeiçoar à família de Mia, mesmo que ela seja tão diferente  deles , por gostar de música clássica invés de punk, e ser introvertida, eles a amam. E seu irmão caçula é, provavelmente, a criança mais legal dos livros.

Minha concentração na leitura é interrompida pelo meu celular, que vibrava em cima do criado mudo. Estico meu braço para pegá-lo e atendo, sem ao menos ver quem é.

- Alô ?

- Hey, Alika ! Adivinha quem é ? Uma dica : é o garoto mais legal e engraçado que você conhece. – Ouço uma voz masculina se esforçando, de forma falha ser sexy, e com uma risada escandalosa no final.

- Hoseok, você interrompeu minha leitura, então eu realmente espero que seja algo importante ou você não vai ter o prazer de fazer filhos.

- Ei ! Por que precisa ser tão agressiva ? Eu liguei para te convidar para sair.

- Você sabe que temos aula amanhã, certo ?

- Sim, eu sei, mas qual é o problema ? Você parece muito estressada desde que aconteceu aquelas coisas com o Taehyung, talvez sair de casa te ajude a pensar numa forma de se reconciliar com ele.

Talvez Hoseok tenha razão. Ficar trancada dentro do quarto não vai me ajudar a resolver esse problema com Taehyung.  Dou um longo suspiro e digo :

- Vai ter comida ?

- Sim, claro.

- Ah, então eu quero.

- Tudo bem, passo aí em 20 minutos. Fique bem bonita, desculpe, esqueci que você já é.

- Não seja ridículo, eu já sabia disso. Não se atrase. – digo, desligando o celular.

Que tipo de pessoa convida outra para sair no meio da semana ? O importante é que vai ter comida, seja lá onde iremos. Espera, porcaria, eu deveria ter perguntado onde vamos para saber que tipo de roupa usar. Qualquer coisa confortável deve servir.

Vou até meu guarda-roupa e escolho uma calça jeans skinny, camiseta preta, jaqueta e uma bota de cano curto. Por sorte, minha pele não é oleosa, então acredito que passar apenas um primer esteja de bom tamanho. Passo a máscara de cílios e um hidratante labial, dou uma ajeitada em meus cachos e estou pronta. Pego minha bolsa e desço as escadas , seguindo em direção à sala de estar para esperar Hoseok, que chega em menos de 5 minutos. Abro a porta e ele olha para mim, espantado.

- Você está muito bonita. – ele diz, ficando levemente corado.

- Ei, você também está uma gracinha. – quando digo isso, Hoseok fica mais vermelho ainda. Ele veste uma camisa estampada por baixo de um moletom cinza, calça jeans e tênis. – Vamos ?

Saindo de casa, vejo Jimin dando em cima de uma garota extremamente bonita, mas que não parecia dar muita bola.

- Jimin ! Pode parar de dar em cima da minha irmã só por um momento ?! – Hoseok diz irritado.

- Isso é como um encontro de casais ? – Sussurro no ouvido de Hoseok. Ele se vira para mim, com um sorriso falso no rosto.

- Surpresa ?


Notas Finais


Procurem saber quem é Bang Sihyuk, acho que vocês podem se surpreender.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...