História Shy Love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias VIXX
Personagens Hongbin, Hyuk, Ken, Leo, N, Ravi
Tags Hetero, Leo, Ravi, Shylove, Suhyung
Exibições 29
Palavras 1.257
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey Hey!
Olha eu dando o ar da graça depois de um tempo voando por aí... Kkk
Como estão? Espero que todos bem 😉
Capítulo novo (sqn) mas repaginado pra vcs que acompanham a fic.
Tenho que avisar que a partir daqui vcs vão começar a ficar entre 3 rapazes, então vai ser um "retângulo" amoroso (ou quadrado se preferirem)
Então preparar e...
Go! Go! Go!

Capítulo 5 - Encontro Secreto (Part. 2)


Fanfic / Fanfiction Shy Love - Capítulo 5 - Encontro Secreto (Part. 2)

- Pov. Suhyung -

 

O celular parou de tocar, mas para meu desespero, ele voltou a tocar logo em seguida. - Leo não ia desistir tão fácil assim - Eu não pensei duas vezes, deixei Ravi pra trás e sai correndo, esbarrando e atropelando as pessoas pelo caminho até estar fora da casa, mas de nada adiantou, até de fora era possível ouvir o barulho da música alta. O desespero tomou conta de mim, e sem saber o que fazer, sentei no meio fio enquanto encarava o aparelho em minhas mãos, que não parava de tocar.


- Hey, está tudo bem? - Levantei o rosto para ver quem falava  e bem a minha frente estava Hongbin, me fitando com olhar de preocupação.


- E-eu estou bem é só... - Voltei a fitar o celular que agora havia parado de tocar.


- Tem certeza que esta bem? - Aproximou-se.


- Não! - Levantei - Eu preciso sair daqui, eu não posso atender o celular aqui! - Agarrei meus cabelos com força andando de um lado para o outro. - Eu sabia que isso ia acontecer, eu sabia!


- Ei, calma, não fique assim. - Ele se calou, parecendo estar pensando em alguma coisa e do nada  agarrou o meu braço com força.  - Vem, eu posso te ajudar.


- Que?! P-para onde esta me levando? - Tentei me soltar mais ele era mais forte que eu e continuou me puxando de volta para a casa.


- Você não quer ir a um lugar sem barulho? - Meu celular voltou a tocar.


- Quero! 


- Então vamos. - Me dei por vencida e deixei que ele me levasse para onde quer que fosse.

Hongbin acabou me levando de volta para dentro da casa, afinal por que me trouxe pra cá? Não percebe que aqui a música é ainda mais alta? Eu tentei questiona-lo, mas ele não me deu ouvidos e continuou me puxando pelo braço até pararmos de frente para uma porta de madeira escura. Rapidamente ele a abriu e notei que aquela porta dava numa escadaria que parecia não ter fim. Não entendi qual era o seu plano mas permaneci calada e apenas deixei que me guiasse escada abaixo. Conforme descíamos o som ia ficando cada fez mais distantes até chegar a um ponto que se tornou totalmente inaudível. Aquilo era uma espécie de porão.


Ele finalmente me soltou e se pôs de frente pra mim.


- O que esta esperando? Atenda logo!


Levei um tempo observando o local que até esqueci do celular que tocava freneticamente em minha mão.


- Alô.


- Suh?


- Sim, oppa? - Tentei ao máximo não demonstrar a falta de folego em minha voz, já que estava cansada após ter descido uma escada enorme, correndo.


- Tudo bem? - Pela voz ele parecia estar desconfiado.


- Tudo otimo! E você?


- Bem... Por que não atendeu antes?


- Ah é que eu... Eu estava... - Não sabia oque dizer. Olhei por um instante para Hongbin e ele fez uma mímica como se estivesse pintando as unhas.


- É que eu estava pintando as unhas. - O QUÊ?!


- Hum... Estou ligando porque você esqueceu o seu livro de física aqui, se quiser posso ir na sua casa deixa-lo.


- NÃO! - Berrei desesperada. - Quer dizer... N-não é preciso. A omma já está dormindo e eu também estou indo dormir. - Inventei uma desculpa.


- Tudo bem, amanhã eu te devolvo.


- Ok, obrigada...


De repente se fez um silêncio incômodo.


- Suh?


- Sim.


- Obrigado.


- Pelo o que?


- Por se importar comigo, por cuidar de mim como fez hoje, por ser sempre tão verdadeira e por ser alguém que eu possa confiar. - Aquelas palavras me acertaram em cheio. Por um momento pensei em me confessar e contar toda a verdade para Leo, mas preferi sustentar a mentira do que magoa-lo com a verdade.


- Não precisa agradecer, é pra isso que servem os amigos! - Falei com tom de ânimo, porém minhas feições não eram nenhum pouco animadas.


- Bom mais uma vez obrigado, agora vá dormir, nos vemos amanhã de manhã.


- Tudo bem. Boa noite.


- Boa noite, Suh. - E desligou.

Encerrei a chamada desanimada, olhando fixamente para um ponto qualquer daquele lugar pouco iluminado e abafado. Me sentia horrível, uma mentirosa traidora que não merecia a amizade de Leo. Senti minhas mãos ficarem fracas o que fez com que o aparelho que estava em minhas mãos caísse no chão. Eu não me importei, nada mais importava. O fato de mentir justamente para a pessoa que mais confiava em mim era doloroso e em poucos segundos as lagrimas vieram banhar o meu rosto.


- Não chore. - Hongbin pegou o celular do chão e se aproximou de mim.


- Eu sou uma pessoa horrível, uma mentirosa! E mesmo assim, Leo confia em mim... 


- Não diga isso. - Inesperadamente Hongbin me abraçou de uma forma carinhosa. Por um momento pensei em afasta-lo de mim, mas eu precisava daquilo. - Não se auto crucifique, você não fez nada grave. - Levantou meu queixo me fazendo olhar em seus olhos. - E se Leo for realmente seu amigo, ele irá te perdoar. - Sorriu enxugando minhas lágrimas com a ponta dos dedos.  - Agora pare de chorar, e vamos voltar para a festa, Ravi hyung deve estar a sua procura.

Forcei um sorriso e apenas afirmei com a cabeça. Voltamos em silêncio à festa e acabamos esbarrando com N no meio da sala de estar.


- Suhyung! Hongbin! - Exclamou vindo em nossa direção. - Estava procurando por vocês. - Parou a nossa frente nos encarando desconfiado. - Vocês estavam juntos?!


- N-nós...


- Suhyung estava lá fora falando ao celular,  eu a encontrei e decidimos voltar juntos. - Inventou uma desculpa.


- Humm... Bom,  Ravi esta a sua procura, venha. - Me puxou pela mão e Hongbin veio logo atrás.

Ravi estava nos fundos da casa  acompanhado de Kem e Hyuk, que riam de alguma coisa que não me interessava saber, e quando me viu chegando acompanhada de N e Hongbin, os três logo se calaram.


- Suh onde estava? - Ravi veio de encontro a mim.


- Desculpe ter saído correndo, eu precisa atender a uma chamada.


- Virou mulher maravilha agora? - Ken riu de sua piadinha idiota.


- Não, mas gostaria de ter a força que ela tem para calar a boca de uma certa pessoa. - Disse irritada.

Em resposta Ken fez uma cara feia e os meninos começaram a zoa-lo, enquanto o mesmo me fitava com ódio mortal nos olhos, mas eu nem liguei, afinal não tenho medo de cara feia.


- Tá bem vamos parar com isso, por que já são meia noite. - QUE?! JÁ SÃO MEIA NOITE? EU TENHO QUE IR PRA CASA!


- O que significa que a festa esta apenas começando! - Comemorou N.


- É isso ai, hyung! - Hyuk fez um toque esquisito com N.

De repente N pegou o microfone que estava em cima da mesa e subiu em um banco.


- Ae galera! - Todos pararam o que estavam fazendo para prestar atenção no moreno. - Já são meia noite, o que significa que tá na hora da... GUERRA DE BIQUÍNI!!  - Todos gritaram levantando as bebias. - Onde estão as meninas?

Pelo visto eu era a única que não gostava daquela ideia, podia até imaginar no que isso aí dar, e pra não sobrar pra mim, preferi me distanciar.


Continua...
 


Notas Finais


Uhh!
Tentarei não atrasar mais nas postagens dos próximos capítulos 😉
😘💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...