História Skyller: A Vingadora - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Capitão América, Gavião Arqueiro, Homem de Ferro (Iron Man), Inumanos, O Incrível Hulk, Originais, Os Vingadores (The Avengers), S.H.I.E.L.D., Thanos, Thor, Viúva-Negra (Black Widow)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Dra. Helen Cho, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), James Buchanan "Bucky" Barnes, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Loki, Maria Hill, Natasha Romanoff, Nick Fury, Odin, Personagens Originais, Peter Parker, Pietro Maximoff (Mercúrio), Sam Wilson (Falcão), Scott Lang, Steve Rogers, Thor, Visão
Tags Asgard, Avengers, Capitãoamerica, Clint, Gavião, Homemdeferro, Hulk, Hydra, Inumana, Loki, Romanoff, Shield, Steverogers, Thanos, Thor, Tonystark, Vingadora, Vingadores, Visão, Wanda
Visualizações 96
Palavras 3.487
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pennywise na mídia 🙄

Capítulo 31 - Loki fazendo Cosplay


Fanfic / Fanfiction Skyller: A Vingadora - Capítulo 31 - Loki fazendo Cosplay

P.O.V. Aaron

Passo a mão na minha tatuagem com o símbolo da HYDRA que eu tenho no pescoço,  e suspiro. Eu não vou mentir não, aquela base vai me deixar saudades. Foi lá que eu cresci. De um jeito bruto, mas cresci. Eu não gosto muito do povo daqui. Simpatizo apenas com a minha irmã, a Pepper, a Wanda e o Pietro, quê eu conheci ontem. O tal do Pietro, que eu descobri ser irmão da Wanda, também não é desses que gosta de sair do quarto. Só o vi uma vez ontem.  Mas é uma boa pessoa. Por falar em Wanda:

Ouço um barulho da salto, e olho para o lado, vendo ela descer as escadas. Meu Deus, essa menina é linda!

-Por que não usou o elevador? - pergunto, franzindo o cenho.

-As vezes é bom largar um pouco o sedentarismo. - ela põe as mãos na cintura. - Trouxe uma coisa pra você. - Wanda sorri, e na hora que vai passar a mão no bolso, arregala os olhos.

-Deixa eu adivinhar. Esqueceu seja lá  o que foi que você iria trazer lá em cima? - arqueio uma sobrancelha. Wanda bufa, concordando com a cabeça e se virando pra subir novamente.

-Para de bobagem Wanda. - me levantando do sofá. - Vamo de elevador, eu já ia subir mesmo. - minto, levantando do sofá e apertando o botão do elevador.

Ele logo para, e o Steve Rogers está lá dentro.

-Oii Steve. - ela comprimenta.

-Olá Wanda. - Sorri, balançando a cabeça. Depois ele olha para mim. - Olá Aaron.

-Iai. - digo, desconfortável, me encostando na parede do elevador  de braços cruzados.

-Você se parece com a Skyller. - comenta. O olho estranho. Tamanha mentira.

-Tá me chamando de feio por que? Nunca te fiz nada. - finjo indignação. Ele e Wanda riem.

-Para com isso Aaron, a Sky é linda. - Ela comenta.

-Sim, ela é. E perfeita. - O Rogers dá um sorriso idiota. Opa!

-Ei! Quieta o faixo aê Capitão! É dá minha irmã que estamos falando. Deixa a minha baixinha que ela ainda é neném. - faço careta, pois os dois riem mais. - Eu ein. - nego com a cabeça.

Segundos depois, o elevador para no segundo andar. Saio, assim como Wanda.

-Me espera aqui. - ela diz, enquanto entra na porta onde provavelmente é seu quarto.

Okay, ontem a noite foi estranho. Mas eu sabia que seria. Reencontros a parte.

Flashback on.

-Vaza daqui foguinho! - Skyller me empurra. Nós dois estávamos assim algum filme qualquer no quarto dela.

-Vou porque eu quero e tô com sono, não porque você mandou. - pulo da cama. - E esse filme que você escolheu é uma bosta. Na moral, nunca mais que eu assisto "Como eu era antes de você"! Perda de tempo! - afirmo, batendo a porta para evitar a traveiseeirada.

-Vai tomar no cú! - Ouço a mesma gritar. Dou de ombros.

Desço até o primeiro andar da Torre, pegando algo pra comer na geladeira.

Vou é pro meu quarto, isso sim. Olho no relógio e é quase meia noite.  Suspiro, achando um pacote de biscoito.

-Ei! - alguém me chama. - volto a cabeça uns 360° graus. É a Wanda, com toda certeza. Ela me olhava estranha. Estava parada na porta da cozinha com um vestido branco em meio a escuridão. A cozinha está sem iluminação alguma. A única luz que chega aqui é a da sala. Mas ainda assim eu podia ver seu rosto. - Eu sei quem é  você!

Sotaque adorável o dela.

-Ah, conhece é? - arqueio a sobrancelha, engolindo o seco. - Legal. Agora, eu já vou indo. - passo por ela, e chegando na sala. Me jogo no sofá, ligando a TV.  Mas quando eu olho pra cima, ela está na frente da TV, de braços cruzados.

-AI CRIATURA! QUER ME MATAR DO CORAÇÃO?!

-Aaron, certo? - diz, me ignorando. Apenas balanço a cabeça. - Foi você não foi?

-Eu o que? - me finjo de idiota. Não pera... Eu sou idiota. Normal.

-Foi você que me salvou no dia da explosão e que estava aqui no dia da festa?! - pergunta, quase acusando. Concordo com a cabeça lentamente.

-Era eu sim. Por que? Achou ruim, Wanda? - Eu tenho que aprender a controlar essa minha língua!

-De jeito nenhum. - ele sorri de orelha a orelha. - Obrigada Aaron. De verdade. - balanço a cabeça.

-De nada... - franzo o cenho. - Como sabe meu nome?

-Meio que leio mentes. Descobri seu nome daquele dia mesmo. - Wanda faz uma cara fofa. Eu ein... que loucura. - E eu sei que você deve estar pensando que eu sou estranha, não é? - ela prende o riso.

-O que?! Eu?! Nãããoooo magina! - digo forçado, e acabo soltando uma risada.

-E você? Como sabe o meu nome?

-Via Skyller. - respondo. Ela murmura um "aaah" bem desanimado, mas logo levanta a cabeça.

-Então você é o irmão dela mesmo? Que loucura cara! O cara que sequestrou ela é o próprio irmão! E ainda por cima o mesmo que salvou a minha vida e impediu que eu virasse picadinho. Parece que o destino brinca com as pessoa né non?

Sorrio de lado.

-E sabe o que é mais loucura? Eu ter te  conhecido na base da HYDRA na época dos experimentos Struker e agora, depois de todos esses anos, estar falando com você de novo. - o queixo dela caí.

-Comoassim? - enrola a língua. - A gente se conhece?!

-Não vou você que chegou gritando que sabia quem eu era? - arqueio a sobrancelha.

-Não nesse sentido! Quer dizer, eu sabia que seu nome era Aaron. Mas não que a gente já tivesse se visto antes daquele dia. - abaixo um pouco a cabeça.

-Sabe aquele garoto todo magricelo, que mal aguentava segurar um peso de 3 kilos? Prazer, Aaron Salvatore!

Wanda franze o cenho por alguns segundos.

-Eu não acredito... Era você?- concordo com a cabeça, vendo a Wanda franzir o cenho. - Que porra louca... - concordo com a cabeça, sem dizer uma única palavra. Ambos ficamos em silêncio por alguns instantes.  Eu por realmente não ter o que falar. Fico encarando a TV, que ainda transmite a porcaria que eu estava assistindo no quarto da Sky.

-Eu amo esse filme! - Wanda comenta animada. - Cara, nenhum pouco clichê. - ela me encara. - Você gosta?

-Adoro! - minto, abrindo um sorriso. - Bem... original. - puta que pariu, que horror.

-Olha só... - ela sorri. - Parece que temos algumas coisas em comum!

-É... - comento, meio forçado. - Mas ou menos.

Silêncio novamente. Nossa, que uó.

-Escuta... Aaron. - diz baixinho. Quase num sussuro, engolindo o seco. - Obrigada mesmo... - interrompo ela.

-Tudo bem Wanda. Não foi nenhum sacrifício. Claro que eu quase fiquei sem a minha cabeça por não ter levado a Skyller naquele dia... - sorrio. - Mas é a vida. Não me arrependo de não ter te deixado morrer. Relaxa. - ela suspira, concordando com a cabeça levemente. O clima pesa de novo. Mordo o lábio, encarando a mesma sem ter o que dizer.

-Oi molecagem! - Ouço alguma voz dizer. Ambos olhamos ao mesmo tempo para um garoto de uns 20 anos, com o cabelo loiro oxigenado e curto. Okay, o sotaque é igual o dá Wanda. Deixa eu adivinhar? Pietro Maximoff?

Flashback off

-Mano, você tá no mundo da lua mesmo. - saio dos meus devaneios quando vejo a Wanda estalar os dedos na minha cara. - Tava pensando em quê?

-Comida. - minto, mordendo a boca por dentro. Ela balança a cabeça, e depois sorri, mostrando algo que segurava atrás das costas. Arregalo os olhos, vendo um anel masculino, que tem uma pedra vermelha.

-Isso é meio que...  - começa, atrapalhada. - Bom. É teu. Pega - estica a mão. Franzo cenho.

-Eu me inscrevi em alguma rifa e não lembro? - pergunto, com graça. - Pra que isso Wanda?

-Hahahaha... - ela ri forçada, revirando os olhos. - Muito engraçado Aaron. - concordo com a cabeça. Wanda suspira. -  É seu. Como um agradecimento pra... você sabe.

-Olha... Eu vou repetir mais uma vez. Não precisa me agrade... - sou interrompido.

-Não perguntei se você quer. Estou te dando. Presente não se nega. Enfia no rabo ou sei lá... faz o que quiser.... - arregalo os olhos, concordando com a cabeça um pouco com medo.

P.O.V Skyller.

(...)

-Por aqui. - Tony diz ao resto do pessoal, indicando para eles entrarem na sala de cinema.

-Fiquem a vontade senhores. - Loki completa, com um sorriso diabólico.

-O que vocês estão aprontando? - Steve nos olha desconfiado.

Balanço a cabeça.

-Vingancinha básica, nada de mais.

-E como a Kahley não está aqui, devo supor que ela é o alvo disso. - Bruce deduz.

-Acertou miseravi... - Tony morde o lábio, se sentando.

-Então a Kahley vai ser alvo de uma vingança de Skyller, Tony e Loki?? - Pepper pergunta, quase incrédula.

Concordo com a cabeça.

-Cruel... - ela diz, e depois olha pra cima com um sorriso. - O que estamos esperando! Vamos começar! - bate palmas, animada.

A olho estranha.

-Pietro ainda não chegou. - digo, reparando que ele foi o responsável por destrair a Kahley.

-Tô aqui. - a voz dele diz. Olho para a porta, onde ele está entrando com uma cara nada boa. - A loira já tá dormindo.

-Comecem essa porcaria logo! - Natasha revira os olhos.

-Skyller... - Steve repreende, negando. - Não é uma boa idéia.

-Relaxa aí picolé. - pisco, me virando. - Que horas são, Tony?

-Hora do lanche! - ele cantarola, fazendo mãos de jazz. O encaro cínica. - 22:30.

Nem me surpreendo por a Kahley estar dormindo essa hora. Fala sério, é da Kahley que estamos falando. Aquilo é igual um panda. Come e dorme em qualquer lugar possível.

-Qual vai ser? - Clint pergunta, se espreguiçando em uma das poltronas.

-Vocês já vão ver. - vou no notebook, ligando tudo, e logo a imagem das câmeras aparece na tela.

-Epa! - Wanda, que, assim como meu irmão, estava caladona, murmura indignada.

-Que foi Wandinha? - pisco os olhos, inocente.

-Quando essas câmeras foram instaladas? - Steve pergunta, cruzando os braços.

-Instalei hoje a tarde, antes de você chegar da missão. - digo, sem dar atenção, ignorando o fato de que ele me chamou pra um encontro a umas oito horas e meia.

-Nossa casa virou BBB agora foi? - Natasha faz bico. Mando o dedo.

-Vai Loki. - o empurro.

-Calma quirida, você acha que atuar é coisa fácil? - faz um jesto com as mãos, - É preciso de preparo e... - o interrompo.

-Foda-se, não me interessa. Vai logo que é o melhor que tu faz. - Loki revira os olhos.

-Peguem leve. - Pietro avisa, se sentando no fundo junto a meu irmão e Wanda. - Ou é comigo que vocês vão se ver. - Me seguro pra não manda-lo tomar no cú.

-Uuuuhhh.... - Natasha diz, debochada.

-Ai que medinho. - Aaron revira os olhos. - Manda bala ae tio da macumba. - balança a cabeça para Loki. - O que quer que esse cuzão aqui for fazer com quem bagunçar com a loira do banheiro, vai ser rápido. Acreditem. - Rio. Que trocadilhozinho barato.

-Vai tomar no cú Aaron. Quem sabe assim você para de fogo no rabo. - Pietro o empurra.

-E os trocadilhos não param! - Clint ri.

Ouço um grito fino de Pepper, Bruce e Thor.

Olho na direção deles e vejo um palhacinho macabro vestido de uma roupa encardida (mídia).

Que merda é essa?! Penso, mas tenho uma coisa muito melhor pra me concentrar. O Thor pulou nos braços do Bruce, e está gritando feito loko.

-ASSOMBRAÇÃO! ATRÁS DE VOCÊ SKYLLER!! - arqueio a sobrancelha.

-Irmão, você nunca tinha me dito que jogava contra o time da casa? - o Loki... ou melhor, o palhaço fala. Nossa, até a voz mudou. O cara é bom mesmo nesse negócio de ilusão.

-Aff... e só você Loki. - diz a nova loira do Tchan, descendo do colo do Bruce, que estava corado.

Vixe, tô desconfiando já.

-Eu até daria uma explicação de como sou foda, mas vou deixar pra depois. - Murmura. - Me chamem de Pennywise a partir de agora crianças. Tenho que ir trabalhar. - e ele saí da sala de cinema.

Tony tranca a porta logo em seguida.

-Que comecem os jogos. - murmuro diabólica, me sentando ao lado de Steve.

-Não acharia ruim se você tivesse pulado no meu colo de susto, como o Thor. - ele sussura com a voz. Me arrepiei todinha agora! Controlo o sorriso, me mantendo seria. Aí Jesus. Eu fico loka!

-Mas não eu... - murmuro. Quê? Que merda eu disse?! Ah, foda-se. - O show vai começar. - digo, vendo o... Pennywise entrar no quarto da Kahley, que está dormindo com a maior cara de vaca.

Ele se posiciona no canto da parede, segurando um balão vermelho nas mãos.

-Macabro... - Wanda diz, e nós fazemos um "SHIIII" coletivo.

-Marilene não se mete. - brinco, e o balão começa a flutuar em cima da Kahley.

Algum barulho ensurdecedor se faz presente, provavelmente no quarto dela. A mesma acorda com tudo e olha pra cima, vendo o balão.

-Aí que bonitinho. - força um sorriso, e depois o desmancha, estourando o balão com um laser. - Pega seu filho da puta. Isso é por roubar oxigênio que muita gente podia estar respirando. - franzo o cenho.

-An? - Bruce murmura. - Mas o ar do balão não é o gás hélio? - Bruce pergunta baixo.

-Ela faltou às aulas de ciências. - explico, revirando os olhos.

-Você estourou meu balão? - o palhaço pergunta, com uma voz assustadora.

A cabeça da Kahley gira uns 360° graus, igual aquela menina do exorcista.

No minuto em que seus olhos batem em Pennywise, ela solta um grito, mas um grito, que mano, puta que pariu....

-AAAAAAAAAAAAAAAAAAHHH!!!!

Ouço o riso de Pepper.

-Isso é música para os meus ouvidos! - diz, maldosa.

-Quê isso tia Pepper. - meu irmão murmura amedrontado. - A sinhora tá trevosa hoje!

-Calem a boca! - digo, prestando atenção na tela. - Espera aí, o que? - me pergunto, vendo a Kahley pendurada no lustre igual um gatinho assustado. WTF??! - Como ela chegou aí?

-Foi tão rápido que nem eu mesmo acompanhei. - Steve murmura.

-Desça daí minha pequena. Vamos nos divertir. - diz o palhaço, sorrindo. Kahley nega com a cabeça, tão ligeiro que chegou a dar tontura ne mim. 

-Nem morta seus testa de montanha! - diz, com a voz tremendo. Prendo o riso.

-Então eu vou te pegar aí em cima... - ele sobe em cima da cama, tentando puxar o pé dela.

-AI MEU DEUS, SAÍ CAPETA! - ela da um chutão na cara dele, quê caí zonzo no chão. Nesse mesmo segundo, Kahley desce, correndo pra fora. - EU TÔ FODIDA! TEM UM DEMÔNIO ATRÁS DE MIM! ALGUÉM ME AJUDA, SOCORRO! - ela para no meio do corredor, observando a Torre fazia. - Puta que pariu, não tem ninguém nessa casa não? - pergunta em voz alta, sem obter resposta. Logo ela arregala os olhos. - A GELADEIRA TÁ DESPROTEGIDA!! - grita, e saí correndo escada a baixo, logo chegando na cozinha.

-O quê?! - perguntamos em um som coletivo.

-Tem um demônio perseguindo essa garota e ela pensa em salvar a geladeira? - Natasha pergunta incrédula.

-Eu faria o mesmo. - Thor dá de ombros. Concordo com a cabeça, voltando novamente a atenção a tela.

De onde ela tirou essa corrente? - pergunto internamente.

É, ela está acorrentando a geladeira.

-Pronto, pelo menos nisso esse diabo não mexe. - bate às mãos, como se estivesse tirando a poeira.

-Lady Kahley... - o palhaço grita de algum canto. - Eu vou te achar...

-ME ACHAR É FÁCIL NÉ BEBÊ?! QUERO VER CONSEGUIR TIRAR MINHA COMIDA DE MIM, SEU BISAVÔ DO CHUCK! TU VAI MORRER É DE FOME VIADO! - grita da cozinha, cruzando os braços.

-Mas meu lanchinho vai ser você my lady. - ele aparece atrás dela do nada. - Vou devorar a sua carne, enquanto me alimento do seu medo.

Ela solta um riso nervoso.

-Em primeiro lugar... Puta que pariu, agora meu cú ficou "flop, flop"! Tá de um jeito que não passa nem bluetooth!  - em seguida, faz uma cara de desespero. - Em segundo, PUTA QUE PARIU DE NOVO, FODEU! - E saí correndo de novo, desta vez para a sala, e se escondendo atrás do sofá.

-Não adianta se esconder pequena. Já falei que eu te acho...

-Senhor, me proteje meu Deus. - ela sussura. - Eu sei que o senhor está aí, em algum lugar, pensando em que merda eu vou fazer agora ou simplesmente rindo da minha cara. Mas não deixa esse cão que parece que tá chupando manga desde que veio ao mundo me pegar não tá! Eu juro que eu nunca mais como os biscoitos do Thor que ele esconde em cima da geladeira, belez? Belez...

-Eu tô te ouvindo. - o palhaço diz, entrando na sala. - Vem comigo Kahley, você também vai flutuar.

-Não, obrigada, eu já flutuo sem precisar ser arrastada para o inferno. - ela sussura baixinho.

-Estou te vendo...

-VAI! PEGA ELA! - Pepper grita, ficando de quarto em cima da mesa de projeção. - VAI! ELA TÁ ATRÁS DO SOFÁ! ALI, SEU INÚTIL!! - arregalo os olhos.

-Pepper, calminha aí amor. - Tony murmura, puxando a namorada. 

Eu ein. Porra louca.

- Como Zaqueu, eu quero subir, o mais alto que eu puder. Só pra te ver, e olhar para ti. E chamar sua atenção, só pra mim. Eu preciso dê ti, senhor. Eu preciso dê ti, ô pai... - ela cantarola, e eu prendo o riso.

Aos poucos, a Kahley vai olhando para os lados, até que bate o olho em um ponto fixo.

-Isso é uma câmera? - pergunta, pra si mesma. Se passam exatos 5 segundos, e ela arregala os olhos, indignada. - SKYLLLER!!! - grita, com raiva, levantando com tudo.

-Olha só quem... - ela interrompe ele.

-VOCÊ TAMBÉM TÁ NO MEIO DESSE B.O NÉ PALHAÇO VAGABUNDO?! FULEIRO! DESGRAMADO! SATANÁS! TESTA DE APARA RAIO! - grita, pulando de trás do sofá.

-O quê? - pergunta confuso.

-Acha que é bom tá brincando assim com às pessoas seu filho da puta?! Pois agora eu também quero brincar. E eu vou brincar de enfiar o cabo de vassoura no orifício do cú do palhaço. - ela corre em cima dele, dando uma voadora.

Sem me segurar, eu gargalho, assim como todo resto.

-Me espera aí seu imundo! - Kahley sai correndo para a cozinha, e volta com a vassoura, se deparando com a sala vazia e o palhaço correndo pela escada.

-VOLTA AQUI SEU ARROMBADO! TÁ PENSANDO QUE VAI ESCAPAR ASSIM É SEU ZÉ BOSTINHA?! - ela sai correndo atrás dele com o cabo de vassoura, e consegue alcança-ló um pouco, dando uma vassourada. - TOMA-LHE! - o Pennywise, desliza e saí rolando escada a baixo, caindo já na forma de Loki. - Aaah, então era tu né seu buceta... - ela vem descendo. - Tem problema não. Vai pegar do mesmo jeito.

-AI SENHOR, EU TÔ ME MIJANDO! - grito, apertando a barriga.

-EU JÁ MIJEI FAZ TEMPO! - Pepper diz, gargalhando.

-Eu percebi Pepper! E bem em cima de mim, ainda por cima. - Tony diz amargo.

A Kahley começa a ser várias vassouradas no Loki, e ele encolhido no shawn.

-PARA COM ISSO CARALHO! FOI A SKY QUE MANDOU!

-Vai tomar de costa, vai tomar de frente. - cantarola, o ignorando. Ela posiciona a vassoura. - Vai toma, vai toma seu gostoso, - e nesse momento, a sala toda faz um "aaah" coletivo bem sofrido, vendo o Loki tomar uma vassourada no cú.

-AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!! - grita, e eu começo a rir de novo. - ESSA CARALHA DOI PORRA! ESSA CARALHA DOI MUITO!! - ele dá um chute na canela da Kahley e saí correndo de novo, dessa vez com a mão na bunda e dizendo um "ai" a cada passada.

-Volta aqui bebê. - ela sorri. - Vamos flutuar. Ou melhor, você vai flutuar, por que eu vou te mandar pro espaço caralho!!

-MALUCA, PSICOPATA!! - grita, passando pelos corredores e parando em frente a porta do cinema, quê estava trancada. - ABRAM! POR FAVOR ABRAM! ELA ESTÁ DESCONTROLADA! VAI SAIR FURANDO O COFRE DE TODO MUNDO! NÃO ME DEIXEM SOZINHOS NESSA, AMIGOS!

-Abre pra ele Tony! - empurro.

-Eu não! Tô nem doido de levar vassourada atoa. No cú, pra piorar!

Abro a fechadura da porta, e o Loki entrar igual um foguete. Quando eu olho pro fim do corredor, e Kahley vem vindo com a maior cara de psicopata. Quando ela me vê, me encara com ódio, acelerando o passo.

-AfêMaria... - murmuro, me arrepiando toda. - Eu não sei se eu rio ou choro.

-Deixa que eu cuido dela. - Pietro diz, aparecendo igual um relâmpago ao meu lado.

-Tem certeza? Acho que você não volta com vida. - Wanda murmura.

-Vai logo. - empurro ele pra fora, voltando a trancar a porta. Todos eles me olham. - Que foi? Antes um morto do que a turma toda.

Ouço o grito do Pietro.

-É, esse já era. - Tony afirma, sorrindo.

-Você tá bem, Loki? - Steve pergunta.

-Acho que nunca mais eu vou poder cagar tranquilamente. - ele choraminga, me fazendo rir.


Notas Finais


🤐🤐🤐 Senti a dor do Loki 😂😂😁
Deadpool tomou um tiro no cú. A dor foi 1000 vezes pior kkkjjjjkkk
Minha prima me chamou pro rolê mas eu preferi ficar em casa, aí deu pra terminar o capítulo 🙂🙂🙂
Eai, ficou bom???? Espero que tenham gostado.

OBS: Eu não sei se vcs percebem, mas eu vivo trocando o elenco desse livro. Principalmente a Sky.
E sim, esse elenco ainda está previsto a mudanças.
Pelo simples motivo de eu achar os personagens gatoes e querer usar eles na história né babys 🙄
Tanto que, como Skyller, já foram postas no elenco a Lucy Hale, a Emeraude Toubia e agora a Nina Dobrev (e sinceramente, espero q ela fique até o fim 😋😋)
E como eu mudei a atriz principal, cancela o trailer book okay babys? Eu vou retirar do YouTube jaja
Mas é isso
Bjoes ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...