História Sleeping Knights - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sword Art Online
Tags Amizade, Amor, Aventura, Decisões, Sobrevivencia, Sword Art Online
Exibições 26
Palavras 1.555
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Romance e Novela, Survival, Violência
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 27 - Uma garotinha chamada Sara


Yuki chegou ao nível 46 por volta de 6 horas da manha, ja fazia quase um dia que Sakura havia morrido, só restavam mais dois dias para o efeito da Flor de Pneuma. Por esta razão, ele decidiu seguir em frente, mesmo muito cansado. Yuki caminhou por 8 horas seguidas sem parar nem para comer, nem para descansar, mas não encontrou nada que se parecia com uma Dungeon, o terreno era cheio de montes e monstros com aspecto de insetos gigantes, eles tinham um ataque forte, mas uma defesa fraca, então Yuki podia mata-los rápido. Próximo as 14 horas Yuki não aguentou mais e caiu desmaiado sobre uma montanha, ao lado de uma arvore, uma sombra formada pelas folhas o cobriam, o dia estava muito agradável. Lá ele ficou.

 

Enquanto estava desacordado, Yuki teve um sonho onde via Sakura, eles estavam na sua casinha, passavam o dia inteiro juntos, ao cair da tarde eles faziam uma caminhada pelo campo, o sol estava se pondo, tudo era tão perfeito, até que um monstro apareceu. Era Illfang the Kobold Lord, o Boss em forma de cão do primeiro andar. De repente Yuki se viu usando sua armadura, Sakura estava no ar em cima do Boss, ele reviveu a cena da luta do primeiro Boss, mas desta vez, quando o Monstro aplicou os tres Hits em Sakura, Yuki não podia defende-la, e na sua frente ela explodiu em milhoes de pixels. “Nãaaaaaaaaoooooooooo” - Acordou Yuki em gritos.

 

Ele abriu os olhos e viu uma imagem de uma pessoa que estava abaixada na sua frente. Era uma garotinha, devia ter uns 14 anos, ela olhava para ele muito preocupada. Yuki olhou ao redor e o sol ja estava se pondo, eram 19 horas. “Droga!” - Yuki resmungou levantando. “D- Desculpe, quem é você?” - Yuki perguntou a garota. “Meu nome é Sara, e o seu? O que você estava fazendo dormindo no ultimo andar liberado? Isso é extremamente perigoso” - Questionou Sara.

 

“Meu nome é Yuki, eu liberei este andar, e preciso liberar o próximo esta noite. A questão é: O que uma garotinha como você esta fazendo neste andar?” - Yuki colocou. “Você quer liberar um andar em um dia, sem nem ter achado a dungeon ainda? Bem… Vamos lá então, eu te ajudo. Eu posso ser uma garotinha, mas eu sou level 68, e eu sei quem é você, você é o Yuki que todos falam... pra uma lenda você dorme bem pesado” - Disse Sara se levantando.

 

“68??? Como assim você é level 68? Você é só uma garotinha…” Yuki questionou assustado. “Ei, só porque sou nova n quer dizer que nao posso ser forte. Mas em fim, vamos para onde?” Sara respondeu. “Olha Sara, nao me leve a mal, mas eu acabei de perder alguém e nao estou afim de fazer time com uma garota.” Yuki colocou. Sara olhou pra ele com um olhar extremamente triste, quase enchendo os olhos de lagrimas, respirou e disse: “Ok entao, se quiser ir sozinho pode ir, mas eu sei onde está a dungeon.”.

 

“Você sabe? Como assim? Voce acabou de entrar nesse nivel!” Yuki questionou. “Sim, mas no caminho pra ca eu passei por uma caverna e tenho certeza que a Dungeon é lá” Sara respondeu. “Aff, quer saber, vamos lá, me mostra o caminho dona sabe tudo” falou Yuki tirando o sorriso do rosto.

 

A dupla foi caminhando em um passo acelerado até uma montanha muito peculiar, nela haviam varias entradas, como se fossem varias cavernas, a montanha possuia varios kilometros de comprimento, era muito grande. “Hehe legal dona sabe tudo, e agora, qual dessas é a Dungeon?” - Yuki questionou com um ar sarcastico. “Você é muito burro né…” Respondeu Sara. Yuki olhou pra ela com cara de bravo, mas ficou pensativo. “Isso tudo ai é a Dungeon, estamos em um andar de insetos, pois bem, isso ai é um formigueiro, ta tudo ligado!” - continuou Sara. “F-formigueiro?” Perguntou Yuki assustado. Sara olhou pra ele desconfiada de algo. “Pera ai, você tem medo de formiga?” Perguntou ela puxando uma gargalhada. “Medo não, tenho nojo, é uma longa historia sobre um garoto doente fazendo um tratamento medieval com formigas ok?” Yuki respondeu bravo. “Haha tudo bem medrosão, se vc precisar eu te salvo, vamos lá!” - respondeu Sara ainda em gargalhadas. Yuki ficou vermelho de raiva, mas seguiram em direção a uma das entradas.

 

Logo ao entrarem, perceberam o numero enorme de formigas que tinha la dentro, bem, formigas de 2 metros de altura, elas eram rápidas e fortes, mas tinham defesa muito fraca, então os dois foram rápidamente limpando os tuneis por onde passavam. A cada 5 minutos chegavam a uma conexão onde tinham de escolher entre 2 ou mais passagens, tudo era interligado, sempre optavam por descer ou ir mais a fundo da caverna com o intuito de chegar onde era a mais provável localização do Boss, mas o tempo todo se viam do lado de fora da Dungeon, todos os caminhos pareciam leva-los para o mesmo lugar, o lado de fora.

 

O tempo ia passando e nenhum progresso era atingido, eles entraram na Dungeon as 20 horas, ja eram 2 horas da manha e não haviam encontrado a porta do Boss, tudo parecia ser igual, todos os caminhos eram exatamente iguais. Depois de 4 horas de busca, os dois cairam no chão esgotados, Yuki parecia um zumbi, ja estava acordado lutando havia 2 dias (ele desmaiou antes, mas não recuperou suas forças). Os dois não conseguiam mover mais um dedo, mas Yuki não podia deixar o cansaço o vencer, ele se apoiou na sua espada e com dificuldade foi se por em pé, mas quando conseguiu se esticar, suas pernas fadigaram e ele caiu no chão novamente. “Yuki, pare, você está muito fraco, precisa descansar!” Sara exclamou. “Não posso, eu preciso chegar a tempo pra salvar a Sakura!” Yuki respondeu enquanto tentava mais uma vez se levantar. “Sakura? Hey, senta e me conta o que aconteceu, depois de me contar nós dois nos levantamos e continuamos a procurar ok?” Sara pediu suspirando. Yuki olhou pra ela, abaixou a cabeça pensativo, então se sentou na frente dela encostado nas paredes da caverna onde estavam.

 

Yuki explicou tudo a Sara, desde quando entrou no Beta, quando foi salvo pela Sakura lá, e como ele salvou ela depois, contou até quando estragou tudo com a Sassa e como cuidou da Sassa depois escondido e como havia acabado com os Smileys Clowns. Ao finalizar ele mostrou o item a Sara, os olhos daquela garotinha brilhavam.

 

“Eu sabia! Eu sabia que você era um heroi!” - Sara disse com lagrimas nos olhos e um grande sorriso. “Heroi? Eu estraguei tudo, isso tudo é culpa minha!” - Disse Yuki cabisbaixo. “Não, não é culpa sua não, você esta sempre pensando mais nos outros, a questão é que quando tentamos agradar a todos, acabamos não agradando ninguém. Yuki, eu devo minha vida a você!” Disse Sara tentando anima-lo. “Deve sua vida? Como assim?” - Yuki questionou assustado. “Devo sim!” Disse ela levantando. “Sabe, a um mes atras eu era só mais uma garotinha tentando sobreviver nesse jogo, até o dia em que um grupo de malfeitores capturou eu e meus amigos. Eram do Smiley Clowns. Infelizmente eles mataram todos os meus amigos, eu estava pronta para morrer, quando chegou o dia marcado para me levarem, eu estava com uma espada escondida, não para atacar os soldados da Guilda, eu estava pronta para me matar.” - Uma lágrima escorre pelo rosto de Sara - “Quando finalmente a porta do cativeiro abriu, o homem em frente a porta não me mandou sair, nem entrou, ele só ficou lá naquela porta, com sua capa e sua mascara, eu não sabia se ele estava olhando para mim, confesso que me deu muito medo, mas ai ele disse: Viva! E Saiu da porta, deixando ela aberta. Eu corri daquele lugar com todas as minhas forças até alcançar a cidade. No outro dia fiquei sabendo que aquele homem havia matado todos daquela Guilda. Desde então eu treino dia e noite, para ser tão forte quanto ele um dia, pelo que tenho visto, ainda faltam 10 leveis….” - Sara limpo as lagrimas do rostou e puxou um sorriso leve - “Mas vou dizer que se o homem que me salvou é este medroso que tem medo de formigas que está na minha frente, não vai ser tão dificil alcançar ele afinal.” Finalizou com um sorriso caloroso.

 

Yuki não podia se conter, começou a chorar como uma criança, os dois se levantaram e se abraçaram chorando. “Eu não sei onde a Sakura está, mas eu sei que ela está orgulhosa de você Yuki!” - Disse Sara. Os dois ficaram ali abraçados por um instante, então se recomporam e tomaram suas armas.

 

“Eu acho que não estamos no lugar certo, estamos aqui a quase 5 horas e não chegamos a lugar nenhum, vamos procurar la fora por outra Dungeon.” Yuki suspirou, mas imediatamente Sara pulou sobre ele tentando tomar o item de Sakura que estava amarrado sobre o pescoço de Yuki. Mas ele imediatamente a empurrou para trás. “Hey, Não toque nisso! NUNCA!” - Exclamou ele irritado. “Y-Yuki, olha!” Sara falou apontando para o item.

 

A luz da pedra brilhava muito forte e a luz só aumentava. “Sakura…” Suspirou Yuki.


Notas Finais


Uma curiosidade:
-Na HQ de SAO, Kirito treinava nesta Dungeon quando estava no nível 69. então, tecnicamente, o Yuki é mais desenvolvido que o Kirito nesta parte da historia, e Sara está no mesmo nível de habilidades que ele.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...