História .sleepwalker (interativa) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Apenas Um Show, Gravity Falls, Interativa, Star Vs As Forças Do Mal, Steven Universe
Visualizações 54
Palavras 654
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom, eu depois de quase um mês sumido do site, resolvi começar do zero, apaguei todas as minhas histórias; recomeçando com essa.
O spirit foi infectado por kpop, socorro… não ta fácil de encontrar uma interativa boa como antes!

Bom, essa fanfic vais er baseada em Apenas um show e Gravity Falls, tendo todo aquele suspense de ambas as séries, mas também aqueles momentos contraditórios de Apenas um show.

Boa leitura!

NOTA: Quem enviou ficha pra minha última fanfic "Summer Falls", pode adapta-lá para essa fanfic, se quiser. "sleepwalker" é uma nova versão de "Summer Falls"

Capítulo 1 - Max


Fanfic / Fanfiction .sleepwalker (interativa) - Capítulo 1 - Max

Max

 

  O prateado havia acabado de descer do ônibus, há alguns passos de sua primeira carreira. Sua feição não era nada feliz, praticamente tinha sido expulso de casa há alguns dias, sendo obrigado a arranjar o primeiro emprego que encontrasse: trabalhar no parque da cidade vizinha. Caminhava extremamente incomodado, sapatos apertavam seus pés fazendo alguns calos, provavelmente despelando em carne viva a essa altura, não aguentou mais, então sentou-se em um banco, tirou seus tênis antigos e jogou no lixo; observou seus pés descalços, se lembrando do quão ruim sua vida havia se tornado após largar a faculdade, sacudiu a cabeça e continuou o caminho, acalmando-se aos poucos ao som de sua música preferida. Não demorou muito até ver uma casa rosada no meio do parque: seria ali onde passaria seus próximos anos. Tentou se convencer que seria algo positivo e que gostaria de viver assim, já ouviu muitas coisas boas do pessoal que trabalhava por ali; diferente da cidade, havia algo que incomodava alguns.

 

 - Garoto, vai ficar encarando por muito tempo? - perguntava uma voz mais velha, voltando toda a atenção do prateado. - Ah, um cabelo cinza, eu vi algo assim em um currículo recentemente. Você deve ser Max, certo?

 

 - Sim, sou, prazer! - o garoto falava meio sem jeito, soltando uma das alças de sua mochila pesada para extender a mão.

 

 - Bom, seu currículo foi um dos que mais serviu para o cargo, está contratado. - disse o que provavelmente seria o chefe do parque enquanto lia sua prancheta, ignorando totalmente o cumprimento do mais novo. - Pode começar amanhã de manhã. - estava se afastando, voltando a fazer suas atividades, quando foi interrompido pelo garoto.

 

 - Espera! E-eu não tenho pra onde ir por hora… será que eu poderia começar hoje? - o prateado dizia com cara de choro.

 

 - Tanto faz. - falou o mais velho jogando as chaves do quarto que Max ficaria. - Você será colega de quarto de Joshua, espero que não se incomode, é o único quarto disponível no momento.

 

  Max agradeceu, por um lado estava bem animado, mas por outro, ter um colega de quarto não o animava muito, suas únicas experiências não foram nada boas. Adentrou a casa, dando de cara com um corredor não muito extenso, do lado direto uma entrada para a sala de estar, no final do corredor a cozinha e embaixo da escada, uma porta, que provavelmente seria o banheiro. Encarou sua chave, "4B", o número de seu quarto. Subiu as escadas lentamente, observava os  contrastes de cores, um jogo de rosa e marrom, uma decoração meio vintage, tinha quase certeza que a casa era antiga. O segundo andar não havia nada mais do que algumas janelas e quatro portas, procurou pelo número de seu quarto e entrou; a pintura não era muito diferente dos corredores, mas havia uma decoração um pouco diferente, podia perceber que alguns dos objetos eram feitos à mão, um estilo conceitual.  "tumblr".

 

*toc toc* 

 

 - Você deve ser o novo empregado que o Victor me mencionou há pouco tempo. - um garoto sorridente bate na porta, sua voz era muito doce e suave com um timbre levemente grosso. - Sou Josh, ele deve ter falado de mim pra você. - ele complementa ainda com o sorriso no rosto.

 

 - Sim, ele mencionou. Sabe onde tem algum colchão sobrando? - Max responde um pouco seco.

 

 - Haha! Acho que o Victor não explicou direito como funciona por aqui; basicamente você compra tudo o que precisa. Mas eu tenho um colchão inflável, se quiser.

 

 - Por favor, me diz que isso foi irônico. - resmunga Max com desânimo no rosto.

 

 - Infelizmente não. Mas relaxa, vai ser fácil, trabalhar em um parque é divertido, o tempo vai passar sem você nem perceber. - Josh conforta o novo amigo com suas palavras, dando tapinhas em seu ombro e com seu sorriso de sempre.

 

[…]


Notas Finais


Regras e fichas nos comentários!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...