História Smile - Capítulo 5


Escrita por: ~

Exibições 21
Palavras 1.445
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Ecchi, Fantasia, Luta, Magia, Orange, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shoujo-Ai, Sobrenatural, Super Power, Terror e Horror, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


oieee
olha eu aki de novo
o capitulo hoje ta pequeno
eu não sabia como fazer pra ligar um capitulo no outro então surjiu a brilhante ideia de torturar minha sofi psicologicamente de novo <3

Capítulo 5 - Vozes Vozes gritos Tortura


Fanfic / Fanfiction Smile - Capítulo 5 - Vozes Vozes gritos Tortura

– one chan....eu achei que você nos amava...- ouvir a voz da Alice, umas das garotas que sobreviveu do dia que o tonne e os capangas dele estupraram as garotas de nove e dez anos, enquanto eu estava presa. Ela estava na minha frente, ela estava de cabeça baixa e sua voz estava falha e com um timbre de choro

- eu amo vocês !!!! são tudo pra mim !!! sempre foram !!! de onde tirou isso alice ??? – falei atordoada sentindo um aperto no peito

- você nos deixou...você nos abandonou....por dois meses....sabe como eu fiquei ??? – disse a garota levanto o rosto e me olhando com os olhos já vermelhos e as lagrimas caindo pelas bochechas. Mas o que me intrigava mais, era o fato dela estar com hematomas no rosto...varios hematomas e cortes pequenos. Senti meu coração falhar, tremi as mãos, e dei um passo paralisando antes de dar o próximo

- o que....o que.....o que aconteceu ???? o fizeram com você ???? – perguntei levando as mãos ate a cabeça, evolvendo os dedos no cabelo e puxando enquanto tremi o queixo em desespero

- o que fizeram com ela ? só com ela ? fizeram com todas nos !!! acha que depois de ir embora iria conseguir ficar em paz ??? sinceramente sofia...eu não sei de onde eu tirava tanta admiração de ti – ouvi a voz da lud e me virei na direção da voz, pude ver seu rosto com cortes profundos e hematomas roxos

- lud eu...eu....eu não...eu....

- você prometeu....você prometeu cuidar de nos....você PROMETEU SOFIA !! – gritou ela começando a chorar

- EU PROMETI SIM !!! EU PROMETI !!!! EU CUIDEI !!! EU VOU CONTINUAR CUIDANDO !!!!! – gritei com as lagrimas caindo tanto dos meus olhos quanto dos dela

- não adianta....não precisamos mais de seus cuidados....afinal...as crianças já não estão mais aqui...você conseguiu....se livrou delas – disse com uma cara amargurada

- NÃO !!! ISSO E MENTIRA !!! NÃO LUD !!!! EU NUNCA QUIS ME LIVRAR DE NINGUEM !!!! EU VIVI MINHA VIDA POR ESSAS CRIANÇAS !!! POR VOCÊ !!!! POR TODOS !!!! – cai ajoelhada não conseguindo acreditar no que ela estava dizendo, sentia meu peito despedaçar a cada palavra...eu dei minha vida por essas crianças....como pode ? como pode falar que eu queria me livrar delas. Levei minhas mãos ate meu rosto e o mesmo estava encharcado de lagrimas

- tia soso...eu sinto a sua falta....porque nos abandonou ??em....se éramos um incomodo tão grande porque não foi embora antes....- ouvia vozes muitas vozes, vozes misturadas vindas de todos os lugares

- mentirosa

- egocentrica

- arrogante

- sínica

- sem coração

- você prometeu !!!

- você prometeu soso !!!

- você nos enganou....

- eu sinto sua falta...

Tudo estava ficando cada vez mais insuportavel, as palavras eram como tiros, tiros que despedaçavam cada pedacinho do meu coração.

- MENTIROSA !!!!

- VOCÊ REALMENTE DEVERIA GOSTAR DELES NÃO É ???

- VOCÊ NOS ENGANOU !!!

- VOCÊ QUEBROU SUA PROMESSA !!!!

- você me desapontou Sofia....nunca pensei que iria nos abandonar.....

- NÃO !!! NÃO !!! NÃO !!! NÃO !!! EU NÃO QUIS !!!! EU NÃO OS DEIXEI !!! EU NUNCA QUIS !!! – eu gritava e esperniava chorando descontroladamente

- mas você o fez...”

 

 

- Sofia !!! ow !!! Sofia !!! acorda !!! Sofia !!! – ouvia uma voz distante mas as vozes das crianças não saiam da minha mente

- não...eu não....eu nunca....não por favor....não diga isso...- senti alguma coisa me balançar

- Sofia acorde !!!! – sacudiram meu rosto e levantei com tudo arregalando os olhos respirando fundo e forte, senti meu corpo suado e pesado com alguma coisa sobre mim. levei as mãos ate meus cabelos que estavam ensopados de suor

- o que foi sofi ? – ainda não conseguia raciocinar direito. Olhei pra garota loira que me encarava com expressão preocupada no rosto, arregalei os olhos

- as crianças !!! – a garota se assustou pelo meu tom elevado, nem pensei duas vezes, sai da cama correndo acabando por puxar a agulha que estava presa em minha veia, o que doeu pra caramba, retirei ela sem um mínimo de gentileza e sai correndo ouvindo os gritos da garota

- pra onde vc vai Sofia ???? SOFIA ???? – não dei ouvidos, eu so tinha uma coisa em mente agora....o que aconteceu no orfanato por esses dois meses...

 

Não sei por quanto tempo eu corri, nem por onde passei, meu corpo estava no automático tudo que entrava na minha frente eu desviava e pulava por cima. Pulei por cima de carros, motos, pessoas e ate muros. Meu sangue fervia, meus músculos estavam tensos, sentia a adrenalina correndo em meu sangue, meus pés estavam pedindo socorro. Ate que...eu cheguei no lugar que eu mais esperava....só que....não tinha mais nada lá....nada....não tinha a grade de entrada...nem os muros...nem a casa....só avia entulhos e mais entulhos....meu orfanato...minhas crianças....

- mas....o que....- senti meu corpo cair no chão, senti meu coração bater mais rápido, senti as lagrimas queimarem meu rosto....meu pulmão doer, meu garganta arde e minha voz sumi. Tremi os ombros e joguei a cabeça pra trás chorando e gritando alto feito criança....

- naaaaaaaoooooo !!!! naaooo !!! não pode ser....nao po...pode se..ser....- não conseguia controlar o choro. Não conseguia controlar a respiração, estava surtando, entrando em pânico, tendo um ataque, tudo isso junto.

- SOOOFI !!!! SE ACALMA !!! RESPIRA !!!! – ouvi a voz da Iris, senti todo o meu desespero se torna um sentimento...uma emoção....raiva

- O QUE VOCÊ QUER ???? EM ??? O QUE VOCÊ SABE SOBRE MIM ???? O QUE QUER DE MIM ???? – gritei levantando e indo pra cima dela, ela estava suada e ofegante, isso mostra que ela correu atrás de mim, ela tinha uma mão sobre o peito enquanto tentava recuperar o fôlego

- nossa....alguem já te falou que você corre muito rápido ??? – disse ela perdendo o ar e botando as mãos apoiadas no joelho, minha raiva só aumentava, tinha vontade de arrancar a cabeça dela, mas antes iria acabar com essa carinha ingênua e idiota dela.

- sofi...eu...eu quero ser sua amiga...sei que você sofre. Sei que você sofreu...deixe me tentar tirar a sua dor....- disse ela dando um sorriso fofo, o que só   me deixou com mais raiva, sua voz, seu cheiro, seu jeito de falar, tudo seu me dava raiva. Muita raiva

- o que ? você sabe ? quer me ajudar....ja que você quer me ajuda...me faz um favorzinho...EU QUERO QUE VOCÊ SE FODA !!!! – gritei e ela riu, ela deu um passo na minha direção sorrindo, dei um passo pra trás virando o rosto me controlando pra não avançar sobre ela e espancar a garota

- você ta com medo...ta com medo de perde tudo o que é importante pra você. Você ta confusa, ta se sentindo vazia, ta se sentindo irritada por estar com medo. E esse medo vira raiva...você sente raiva...raiva daqueles que tentam e querem te ajudar. Mas você sabe que eles não podem....eles nunca conseguiriam te entender...a menos que eles passem pelo o que você passou...essa raiva vai ficando mais forte porque você não sabe como reagir a uma pessoa que quer te ajudar mas mal sabe ela que só piora as coisas...que te faz se sentir fraca...a raiva faz com que você pense que e forte...mas ela que te faz fraca pois ela expõe seus sentimentos, Ela expõe seu lado frágil....seu lado quebrado....seu lado machucado e triste...então por conta disso...você que descontar em mim....eu aceito...eu aceito tudo !!! todo o fardo !!! eu aceito Sofia !!!! – sabe aquela raiva toda que estava me consumido...me sufocando...me fazendo querer explodir o sorriso dela....pois....foi pro inferno !!!

- Iris....- ela tinha me abraçado nesse meio tempo...tinha me abraçado e estava fazendo cafuné em meus cabelos com um sorriso enorme nos lábios

- hmm....- ela fez um som nasal dizendo para prosseguir

- qual sua idade ? – me separo do abraço

- ahn....12 anos – disse ela botando a ponta da língua pra fora e piscando um olho, fitei ela sem reação

- entendo...- olhei pro orfanato e mordi o lábio com os olhos marejando – o que aconteceu aqui....?

- bom era isso que eu iria lhe dizer ontem...quando terminasse de me contar tudo !!! depois de fazerem o boletim de ocorrência de estupro e espaçamento checamos nos exames que o culpado era o tonne, em menos de 5 horas nos viemos pro orfanato e prendemos todos....e depois de um mês o orfanato ou melhor, a casa, foi demolida. – ouvi a voz da policial atrás de mim, me virei pra ela arregalando os olhos

-O QUE ??? COMO ASSIM ???? E AS CRIANÇAS ???? ONDE ELAS ESTÃO ???? 


Notas Finais


>>> GOSTARAM ?? >>>
>>>> COMENTEM >>>>
>>> FAVORITEM >>>
>>>> SE GOSTARAM CLARO !!! >>>


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...