História Smile - Capítulo 6


Escrita por: ~

Exibições 18
Palavras 1.618
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Ecchi, Fantasia, Luta, Magia, Orange, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shoujo-Ai, Sobrenatural, Super Power, Terror e Horror, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


não tenho muito o que dizer
é..ola
como vcs vão ^^ ?
nota : o sorriso que ela dá e o mesmo da capa

Capítulo 6 - Bati meu recorde de quase morte em um dia soquenão


Fanfic / Fanfiction Smile - Capítulo 6 - Bati meu recorde de quase morte em um dia soquenão

-  O QUE ??? COMO ASSIM ??? E AS CRIANÇAS ??? COMO ELAS ESTÃO ??? 

 

 

- so-so...sofia !!! se acalme !!! - disse a policial se afastando de mim, senti meus olhos queimando..mas não era por conta das lagrimas 

- minhas...crianças....O QUE FEZ COM ELAS ???? - esbravejei me saindo de iris que tentou me segurar, fui pra cima da policial com raiva. se eu sou louca por estar indo pra cima de uma policial ? sim eu sou muito louca 

- sofia !!! se acalme !!! não fizemos nada com suas crianças elas estão bem agora !!! - disse a policial se afastando de mim e levando a mão ate o local onde ficava o esprei de pimenta. eu ri. 

" ela esta mentindo....mentindo..." ouvi uma voz sussurrando em minha mente, olhei pro canto dos olhos, sorrir da mesma forma que sorria quando perdia o controle da situação. 

- mentirosa....- não pude reconhecer minha voz...ela estava grossa alterada e roucamente assustador. 

- SOFIA !!! PARA !!! - ouvi a voz da iris mas não me importei, encarei a policial, ela tinha tirado a arma do cinto e estava me olhando como se eu fosse uma coisa de outro mundo, joguei a cabeça de um lado pro outro observando seus movimentos, ouvindo usa pulsação seus musculos se tensionarem, ela estavam com medo...mas de que ? afinal...

avancei sobre a policial e pude ver que minhas garras estavam amostra. ela se desviou de mim, e tentou me acerta na nuca, mas rapidamente eu me virei de frente pra ela e segurei sua mão, senti uma pressão absurda sobre meus olhos e nuca, senti alguma coisa subindo pela garganta, virei o rosto pro lado e abri a boca. pude senti o gosto de sangue se apossando da minha lingua, tossi varias e varias vezes com sangue jorrando da minha garganta, soltei sua mão e me afastei dela levando a mão ate o rosto, meus olhos sangravam e meu nariz também senti todo meu corpo se partindo ao meio e fechei os olhos lentamente caindo no chão como se fosse um peso morto. 

 

 

- sofia....ei...sofia....acorda....psiu... - ouvi uma voz distante e abri os olhos de leve, pude ver a doutora leila me olhando com aquele olhar curioso dela 

- boa noite linda - disse ela sorrindo, franzi o cenho e estreitei os olhos 

- o que...oque aconteceu ? - perguntei levando uma mão no olho 

- bom...você atacou uma policial no meio do nada...digamos que seu corpo ainda não suporta sua transformação...e que varias veias suas foram completamente dilaceradas pela pressão....sorte sua que não esta cega....- ela disse me encarando, fechei os olhos e relaxei na cama 

- ei, vou ser presa por isso ? - ainda estava com a mão sobre o rosto 

- não não. a policial esta se culpando pelo seu quase infarto ! hehehe - falou divertida, abri os olhos e encarei ela 

- que horas são ? - ela olhou pro relogio de pulso 

- umas....nove e meia da noite - levantei uma sobrancelha 

- ta de plantão ? - sentei na cama e vi a iris sair do banheiro 

- não não - disse sorrindo - eu só fiquei preocupada com ti...agora estou indo, seu jantar estar no criado mudo -  ela sorriu divertida e levantou da poltrona, ela deu um tapinha na testa da iris que estava me olhando 

- aahh !!! e amanha nos iremos na rua. vc precisa de documentos !!! e de roupas !!! - arregalei os olhos e ela sorriu - tudo por minha conta - e saiu do quarto 

- EI !!! MAS EU !!! - ela me cortou 

- NADA DE MAS !! CALADA !!! -  pude ouvir ela gritar e então os passos dela não eram mais ouvidos 

- sua mãe e louca sabia....- olhei pra ela, ela andou ate mim sem dizer nada, sentou nos pés da cama e ficou olhando pras mãos 

- você....você....você hoje mais cedo...você ia mata la ? - perguntou me olhando com um olhar preocupado - eu tive medo....eu...me desculpa...eu gritei e gritei você varias vezes...mas você não me ouvia...seus olhos estavam sangrando muito...bem antes de você ataca la...seu nariz também....eu fiquei com muito medo sofia !!! - disse ela com uma voz chorosa, e então ela se virou pra mim e agarrou meu pescoço me abraçando 

- ahn....desculpe...eu...- ela me apertou mais e eu senti falta de ar, dei leves tapinhas no braço dela, mas ela apertou mais me fazendo sufocar - i....i...IRIS !!! - gritei sem folego e ela frouxou o abraço rindo 

- desculpe - ela se afastou e piscou um olho me dando lingua, massageei a garganta fazendo careta 

- não....malvada...- ela fez um bico fofo e se levantou pegou a comida e botou em meu colo

- você passou o dia todo fazendo uma transfusão...tem que comer - disse olhando em meus olhos - sabe...seus olhos...vivo me perguntando de qual cor são....- disse ela com os olhos brilhando 

- ahn....azul...violeta ? - rio e ela também, pois meus azuis são tão escuros que chegam a se torna roxo 

- eles ficaram de cor roxa....e suas pupilas ficaram finas....quando....você surtou - disse sorrindo travessa

- ahn....serio ? deve ser por isso que sinto eles queimando....que estranho....- começo a comer com todas as forças de novo 

- você esta mesmo com fome em - rio ela, sorrir e continuei comendo - sabe....eles começaram a sangrar quando ficou roxo tbm....- ela abaixou a cabeça, olhei pra ela 

- eu te assustei ? 

- não !!! não mesmo !!!! eu só fiquei com medo de te perde !!! é...o....ou melhor..ahn...digo....é....aahhh !!! - ela estava igual a um tomate, sorri e balancei a cabeça 

- eu entendi...obrigado por se preocupar - ela olhou pra mim sorrindo e mordeu o labio inferior...opa....que qui é isso ? opa coração....volta a bater direito ai meu chapa 

- então...voltando a falar sobre a minha mãe....ela e meio louca as vezes - sorriu coçando a nuca...seus sorrisos viraram meus preferidos....

- é...levando uma desconhecida pra comprar roupa...ela  e bem...ingenua - rio e continuo a comer, a iris se aproximou e tirou minha franja da frente dos olhos 

- ela gosta de ti....e admito...vc roubou meu coração desde o primeiro dia que ti vi aqui...em coma...- ela disse baixinho olhando em meus olhos, meu coração acha que é o que ? pipoca pra ficar estourando desse jeito ??? só pode !! 

- o que diabos você ta falando ??  - ela me lançou outro sorriso ingenuo 

- vamos ser grandes amigas !!! - relaxei os ombros e soltei todo o ar que estava preso em meu pulão e sorri pra ela 

- claro !! - continuei a comer mais tranquila e ela continuou me encarando fazendo um bico fofo. terminei de comer em poucos minutos e levantei ela ficou encarando minha barriga 

- posso ver os pontos ? - ela perguntou do nada, arqueei uma sobrancelha e dei de ombros 

- ok - levantei o moletom que estava usando e ela abriu a boca olhando pras ataduras, levantou sua mão lentamente ate minha barriga, encarei sua mão, puxei a mesma pra tocar no ferimento e senti seu corpo estremecer 

- não doi ?? - balancei a cabeça 

- doi muito ! - ela abriu a boca 

- me...me...me desculpa !!! - seus olhos estavam lacrimejando, arregalei meus olhos ebalancei as mãos na sua frente 

- sem problema !! ta tudo bem !! não doi tanto !!! a dor é suportavel !!! só incomoda as vezes !!! - ela ainda estava prestes a chorar, tremi os dedos e a boca sem saber o que fazer 

- eu te machuquei....eu...ahhhhhh me desculpaaa !!!! - ela avançou sobre mim chorando e abraçou minha barriga, senti todo o meu ser se arrepiando...de dor....

- urg....hmmm...iris....- sussurrei e ela apertou mais seus braços em volta do meu corpo, não consegui me aguentar em pé e cai na cama, ela ficou sobre mim, pude sentir suas lagrimas caindo sobre minha pele 

- me descuuulpaaaa !!!! eu sou tão desastradaa !!! por favooor !!! não me odeie !!!! - eu ja tava perdendo o ar de tanta dor, me sentia sufocada, tremi as mãos e acariciei seu cabelo. bom, eu ja percebi que você e desastrada...e retardada tambem

- tu...do....bem....eu...to....bem....- só que não !!! ela começou a afrouxar o abraço e saiu aos poucos de cima de mim 

- SOFIA !!! SEU ROSTO TA ROXO !!! O QUE FOI ????? - gritou desesperada 

- EU TO BEM !!! EU TO OTIMA !!! SUPER BEM !!! SERIO !!!! POR FAVOR ACREDITE !!! - falei desesperada tambem, se ela por um acaso soubesse que quase me fez desmaiar de dor com certeza me abraçaria de novo 

- se...serio ? - perguntou corada me olhando com os olhos ainda marejados...que fofa...

- uhum ! - sorri fraco e ela mordeu o labio inferior, engoli em seco encarando seu labio levemente avermelhado...COMO ELA PODE SER TÃO FOFA ? 

- ahn....ta com sono ? - ela saiu de cima de mim e sentou nos pés da cama 

- uhum...mas antes de dormi vou no banheiro - ela me olhou e abriu a boca pra falar algo, ela olhou pro lado e fechou a boca corando de leve - o que foi ? 

- eh...eu pensei...tipo...se caso fosse tomar banho...é...se quiser minha ajuda...com as ataduras !!! - arregalei os olhos lembrando da minha quase morte a segundos atras

- NÃO !! OBRIGADA !!! - sai da cama e corri literalmente pro banheiro, fechei a porta e suspirei pesado - ela pode ser fofa...mas não arriscaria minha vida por isso...- passo as mãos por cima das ataduras começando a tira las... 

 

 

 

 


Notas Finais


bom gente eu to enrolando sim >..> eu tva afim de fazer varios capitulos, mas ja está tarde e eu tenho que ir dormi. amanhã ou seja sabado, com certeza irei postar uns tres ou quatro pq eu to animada
espero que tenham gostado

>>>> IGNOREM OS ERROS >>>>
>>>>>> AMANHÃ IREI REVISAR O CAPITULO <<<<
>>>> COMENTEM !!! <<<<
>>>>> FAVORITEM !!! <<<<<
>>>>>> SE GOSTARAM CLARO !!! <<<<<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...