História Smile - Capítulo 8


Escrita por: ~

Visualizações 39
Palavras 2.098
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Ecchi, Fantasia, Luta, Magia, Orange, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shoujo-Ai, Sobrenatural, Super Power, Terror e Horror, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


OEEEEEEEEEEEEEE
espero que vocês gostem do capituloooo
olha pra quem ta shippando sofiris ou isira ( o nome da iris na real e isiris >.> ) ....não se revoltem ok ? esse e só o começo...hehehe

bom eu fiz o capitulo ouvindo altas musicas e remix quem quiser ler o capitulo e sentir o mesmo que eu senti, vai la nas notas finais e clica no link que eu vo bota la ok ? vlw vlw

PS : essa fic não esta concentrada em heteros, então descartem qualquer shipp hetero <3 a não ser o marco e a leila e os figurantes hehehehehe


tchau galerinhaaaa

Capítulo 8 - Seu sorriso....


Fanfic / Fanfiction Smile - Capítulo 8 - Seu sorriso....

 

- so...so...sofia !!! es...espera....vo....você anda rapido...de...demais !! - disse a iris atras de mim ofegante, ja tinhamos chegado ao shopping, e eu nunca imaginei que entraria aqui pra comprar roupas....em vez de roubar ou passar drogas....isso e tão...reconfortante...

- eu não tenho culpa se você tem pernas pequenas - disse me virando pra ela podendo vê-la fazendo um bico adoravel, dei um sorrisinho ironico - mas e verdade não é ? - ela balançou a cabeça freneticamente e me deu lingua, não consegui não rir, botei a mão sobre a boca ainda rindo 

- não ria de mim !! sua malvada !!! - cruzou os braços a loirinha, sorrir parando de rir e apertando suas bochechas 

- você que é a malvada aqui não eu ! - ela fez um bico ainda maior segurando meus pulsos tentando inutilmente me fazer parar de apertar suas bochechas. 

- isso é assédioooo....- cantarolou leila passando por mim, soltei as bochechas da loira e encarei a ruiva inflando a bochecha esquerda 

- mas e tão fofa - disse ela dando uma risadinha, balancei a cabeça e respirei fundo, olho pra trás e vejo o marco cheio de sacolas nas mãos andando todo desengonçado por conta das varias sacolas, coitado....

- mãe eu to com fome - disse a loira segurando na mão da ruiva e fazendo uma voz manhosa, a mulher deu um sorriso adoravel e apalpou a cabeça da filha 

- bom já que estamos na praça de alimentação vamos ficar por aqui mesmo - disse ela olhando pro marco, ele acenou com a cabeça e sorrio pra mim, virei o rosto brutalmente e levantei o mesmo empinando o nariz 

- rum...- andei ate um banco e me sentei, vi ele soltar um suspiro derrotado e a ruiva soltar uma risada. 

- sofi sofi !! quer sorvete ?? - perguntou a iris toda animada parando em minha frente 

- hmmm...pode ser....mas....não esta frio ? e vai nevar tbm.....você pode pegar um resfriado - olho pra leila como se pedisse pra ela concorda comigo 

- ela tem razão filha, vai nevar mais tarde, e melhor não tomar sorvete - disse a ruiva se passando a mão no cabelo do marido, ele sorria todo bobo olhando pra mulher, olhei pro chão imaginando como seria morar com eles... 

" o que diabos eu to pensando...? " balanço a cabeça e olho pra iris vendo uma cena adoravel. ela estava de braços cruzados fazendo bico encarando a mãe 

- quero sorvete ! - nem é mimada ela... 

- ta bom ta bom, vamos comprar seu sorvete ! - disse marco levantando do banco, isso foi rapido...ela e mimada mesmo 

- eeeehhh !!! vem sofi !!! - senti as mãos da garota me puxar e levantei rapido, olhei pra leila e ela estava com uma cara de " eu não cuidarei de crianças doentes ! " e dando de ombros. ai como eu gosto dessa mulher 

- hehehe....- ri baixinho com uma mão sobre na boca andando atras dos dois crinações. 

- então sofi de qual sabor você gosta ? - perguntou o homem andando do meu lado, tomei uma distancia segura dele fitando o mesmo 

- hm...chocolate...eu acho...- iris estava grudada em meu braço toda animada - e você iris...? 

- hmmm...flocos ! - abriu um sorriso enorme e me puxou para soverteria - não seje lenta sofi ! vamos vamos ! - ela esta mesmo animada...

pedimos o sorvete e voltamos para onde estavamos deixando o marco sozinho pagando os sorvetes 

- que uma mordida ? - perguntou iris olhando pra mim aproximando seu sorvete da minha boca. 

- ah...tudo bem - sorri fraco e mordi um pedaço do sorvete, o que me fez arrepiar todo o corpo, congelou meus dentes - hmmmmm....eu esqueci....como isso é...gelado....- balancei a cabeça encolhendo o corpo ouvi seus risos e acabei rindo também 

- você e muito besta sofi ! mas a culpa foi minha ! eu devia ter te avisado pra ir devagar - disse rindo, sorrir e mordi mais um pedaço levando junto a casquinha também - eeeeeeiii !!!! minha casquinha !!!! - comecei a rir me afastando dela, ela correu atras de mim 

- agora me da um pedaço do seu !!! - gritou ela correndo atras de mim, sai correndo com ela atras de mim 

- não mesmo ! e meu ! - disse rindo e lambendo meu sorvete, ela parou de corre e virou o rosto 

- injusta ! - fez um bico enorme, que garota  mimada fofinha...

- ta bom ta bom...só dessa vez....- me aproximei dela e dei o sorvete na sua boca, ela mordeu a metade do sorvete - oh....oooooohhhh !!!! meu sorvete !!! IRIS !!! - ela se danou a rir sentando num banco me deixando quase sem sorvete, sorri encarando a garota rir da minha cara 

- eu não...consegui....me conter - disse ela rindo com uma mão na barriga - ai meu estomago !!! - comecei a rir também me sentando do seu lado 

- se você queria soverte de chocolate porque não pediu ? - perguntei parando de rir 

- não não ! eu so queria provar o seu mesmo...porque era seu...não porque era de chocolate....- ela ficou corada, abri e fechei a boca, 

- hmm....- virei pra frente e comecei a da lambidas do sorvete fitando o horizonte 

- estão se divertindo ? - me assustei e levantei num pulo do banco, encaro a cabeleira ruiva que fitava nos duas com um sorriso divertido nos labios - que tal nos irmos comer uma pizza ? - perguntou ela afagando os cabelos da iris 

- sim sim !!! sim pros dois !!! - disse iris toda animada e risonha sorrindo boba, leila olhou pra mim sorrindo 

- sim sim...- disse sem a mesma animação que ela mas ainda estava animada. nunca fui de expor meus sentimentos ou emoções...mas sinto que isso vai mudar se eu continuar a ter a presença dessas pessoas comigo...

- bom ! já estar tarde e não deu tempo de fazer seus documentos hoje - porque você ficou passando de loja em loja comprando tudo o que me cabia não é senhorita leila...- nos iremos amanhã faze los - disse sorrindo, soltei um suspiro 

- ok...- sorri fraco sem mostrar os dentes, ela sorrio divertida e se virou dando um selinho no marco 

- vamos amor ! vamos parti em uma nova aventura !! - disse a ruiva com os olhos brilhando apontando pra uma pizzaria. olho pelo canto dos olhos vendo algumas pessoas apontarem pra nos e cochichar, botei a mão na boca e comecei a rir. meu Deus que familia bizarra 

- socorro....- sussurrou marco e todos começaram a rir menos ele e claro, coitado dele. 

o marco pegou as sacolas e começou a andar na direção da pizzaria, iris estava colada em mim e a leila andava do lado do marido falando coisas que não conseguia ouvir...é...acho que me acostumei com isso...me acostumei ate demais.

estava começando a esfriar mais, e estamos com roupas desapropriadas pro frio. a ruiva estava vestida com um vestido branco que ia ate os joelhos, tinha renda na parte dos seios, o uqe fazia os mesmos chamarem mais atenção do que ja chamam e uma jaqueta por cima pois esta frio, ela esta usando uma meia calça de renda e uma sapatilha estilo menininha, a iris esta usando uma saia branca, uma blusa azul mas nem da pra ver a mesma pois também esta usando uma jaqueta, so que ao contrario da mãe, ela esta com a jaqueta fechada, ela esta usando também, uma meia 3/4 e um all star vermelho de cano medio. o marco esta usando uma calça jeans uma camisa preta e uma jaqueta azul escuro por cima, nos pés ele usa um tenis cinza. eu estava usando a mesma roupa de mais cedo, a calça e a blusa de manga preta, só que agora estava com uma jaqueta de frio azul por cima. 

- não acha que seria melhor guarda as sacolas no carro - eram muitas sacolas mesmo...umas...cinquenta eu acho...ou ate mais, essa leila...ela não tem limites e ainda quis comprar mais, mas eu não deixei claro, nem sei onde botarei tanta roupa 

- não não ! tudo bem, eu posso carrega las - disse o marco sorrindo, suspirei e me sentei na mesa, a iris tava conversando com algumas garotas do lado de fora da pizzaria, devem ser colegas da escola, ou coisa assim, olhei pra ela conversando com uma garota animadamente 

- com ciumes ? - perguntou leila, pisquei os olhos e me virei pra ela a fitando 

- não - ela fez um bico engraçado 

- isss....ui...essa doeu - falou ela fazendo cara de dor, eu ri, e ela sorriu - que menininha fria é você, em dona sofia ! - disse ela olhando o cardapio 

- eu não...só sou direta...e realista...eu acho...- disse coçando minha bochecha 

- e também, fria, fechada, agressiva, violenta, grossa, fascinante  e corajosa - disse a ruiva me olhando com a metade do rosto tampado pelo cardapio, olhei pro lado voltando a observa a iris conversando com as garotas, ela parecia estar mesmo gostando de ficar de papo la fora, olhei pra mesa e encolhi os ombros 

- então, qual sabor prefere querida ? - perguntou a ruiva deixando o cardapio na minha frente 

- ahn....você que sabe...- sorri fraco, na verdade eu não sabia qual sabor pedi, pois quase nunca comiamos pizza no orfanato 

- hmmm escolhe um sabor - falou me dando o cardapio, respirei fundo e peguei o mesmodando uma olhada nos sabores 

- hmmm....hmmmmm.....hmmmmmmmmmm.....calabresa !!! - olhei pra ela e ela estava com o rosto vermelho e com uma mão na boca querendo rir, inflei minhas bochechas - o que ???? 

- nada nada !!! e só que...você e muito fofa - disse ela rindo...ja estou ate vendo como vai ser essa noite...

 

 

- bom gostaram da pizza ?? eu amei a massa tava uma delicia !! - disse o marco caminhando por uma calçada, ele não carregava mais as sacolas pois ja tinha colocado no carro, estavamos andando pela neve agora, sim estava nevando. 

- eu amei...- disse olhando pro céu sentindo a neve cair sobre meu rosto, iris estava correndo na direção de um parque puxando a mãe 

- falando assim parece ate que nunca comeu pizza na vida !! - disse o marco rindo 

- não e como se eu tivesse realmente comido antes...- sussurrei 

- o que disse ?? - perguntou ele coçando a cabeça 

- ahn...nada não ! - sorrir olhando pra ele, mas uma figura atras do homem chamou minha atenção...

um garoto com 15 ou 16 anos no maximo, andando olhando pro chão, com as mãos enfiadas nos bolsos, seu corpo era alto, seu jeito de andar era-me familiar, seu cheiro era reconhecido, seus cabelos pretos balançando com vento também me lembrava ele....o matheus....tremi as mãos e parei de andar, sentir meu coração parar de bater, mas eu sei que ele esta batendo, lentamente. 

- ma....MATHEUS !!!! MATHEUS !!!! - gritei o garoto, ele se virou atordoado e me olhou, vi seu rosto e constatei que realmente era ele....meu irmão...matheus....

- soso....SO...SOFIA !!!! - gritou ele com os olhos arregalados e as lagrimas caindo sem pudor, mordi meu labio e vi aquele ser humano de 1.80 correr ate mim e me abraçar me levantar e me rodar no ar como se eu fosse um urso de pelucia 

- oi...matheus....- disse sorrindo com meus olhos marejando 

- minha soso...- disse ele com a voz embreagada, pude ver o marco me olha com um olhar confuso 

- meu matheus...- disse abraçando ele e acariciando seu cabelo 

- eu sentir tanto sua falta....- disse ele separando o abraço e me olhando nos olhos 

- eu também senti sua falta - sorri e ele se aproximou de mim, nossos corpos estavam colados, ele segurou meu queixo e levantou o mesmo, sua mão passou pelo meu rosto, ele sorriu de uma forma que nunca o vi sorrir antes

- mas tem uma coisa que eu senti muito mais falta...- abri a boca arregalando os olhos, vi covinhas aparecendo em suas bochechas, pude relaxar o corpo e sorrir abertamente deixando uma ou duas lagrimas escorrerem, ele pude ver seu rosto se aproximando do meu e seus labios tomando os meus labios, levei minhas mãos ate seus cabelos e envolvi meus dedos nos mesmos puxando mais pra mim, ele abraçou meu corpo me dando um simples selinho que durou uma eternidade de paz pra mim - seu sorriso....

 

 


Notas Finais


>>>>> COMENTEM <<<<<
>>>>> FAVORITEM <<<<<
>>>> SE GOSTARAM CLARO <<<<

ATENÇÃO => LINK
https://www.youtube.com/watch?v=s9R3XIHLqgs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...