História SnowBarry:em busca da sorte - Capítulo 31


Escrita por: ~ e ~MaySaito2003

Postado
Categorias Arrow, The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon, Detetive Joe West, Dr. Harrison Wells, Dra. Caitlin Snow, Eddie Thawne, Felicity Smoak, Iris West, John Diggle, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Roy Harper (Arsenal)
Tags Arrow, Snowbarry, The Flash
Exibições 76
Palavras 711
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiiiii!!! Sei que tá pequeno mas espero que gostem!!!!

Música: https://youtu.be/9Myaod6GC4U

Capítulo 31 - Capítulo XXXI


Fanfic / Fanfiction SnowBarry:em busca da sorte - Capítulo 31 - Capítulo XXXI

                 Pov.s Caitlin

"Fui até a porta, na porta estava uma mulher morena, alta e meio familiar

-Olá, você é Caitlin Snow?

-Sim, sou eu

-Prazer- ela me puxou e tapou a minha boca -Sou a Santana, mas pode me chamar de Escuridão "

Eu acordei, eu estava presa em uma cadeira e com uma fita na boca

-Ora, Ora, veja quem acordou! Quem foi o princepe encantado que te acordou?- Disse a Santana se aproximando- Tudo bem amiguinha?- disse ela, dando tapinhas de leve na minha cara. Ela retirou a fita da minha boca

-O que você quer de mim?

-Queridinha, matar o Barry Allen, mesmo sabendo que ele é o The Flash, seria muito fácil, mas tortura-lo, fazer com que ele peça pela morte, aumenta o meu poder

-O que ele fez para você quer matar ele?

-Ele..., apenas, no ensino médio, ele cegou um amigo, quase me cegou e me trancou em um freezer ligado para morrer, então, tenho motivos de sobra para odia-lo!- disse ela segurando o meu pescoço

-Mas por que você precisa de mim?

-É sempre mais fácil matar a pessoa que o Barry ama, do que entrar em uma batalha e morrer, então, Caitlin Snow, se você não fizer com que ele venha aqui...

-Não!

-...- Ela puxa uma faca- Ah, sim, ele vai vir aqui, salvar você, ele faria tudo para te salvar

                  Pov.s Barry

Eu acordo no S.T.A.R. Labs

-Barry?!- pergunta o Cisco acordando em uma cadeira

-Oi Cisco, que horas são?

-São 9:43 da manhã

-Cadê a Cait?

-Ela ainda não chegou

-O que aconteceu com ela?

               Pov.s Caitlin

Ela pega uma câmera e começa a filmar

'OLÁ QUERIDINHO, FLASH! Se lembra de mim? Claro que se lembra, como poderia esquecer de alguém que você da pessoa que você quase cegou? Irei direto ao ponto! Está vendo essa mulher aqui? A sua amiguinha? Caitlin Snow. Ela vai morrer hoje ás 17:00, re você não aparecer aqui! A escolha é sua'

                 Pov.s Barry

Estamos aqui, preocupados com a Cait até que um e-mail chega, um e-mail de um desconhecido.

-Cisco!

-Oi!

-Vem aqui!- ele veio caminhando- olha isso aqui

-O que?

-Isso- dei play no arquivo de vídeo

'OLÁ QUERIDINHO, FLASH! Se lembra de mim? Claro que se lembra, como poderia esquecer de alguém que você da pessoa que você quase cegou? Irei direto ao ponto! Está vendo essa mulher aqui? A sua amiguinha? Caitlin Snow. Ela vai morrer hoje ás 17:00, re você não aparecer aqui! A escolha é sua'

Eu me levantei, eu estava furioso, queria prende-la, ou pior mata-la.

-Ei! Barry!- grita o Cisco

-O que?

-Traga a Cait de volta!

Acinto com a cabeça, e saio correndo.

A Escuridão, tinha enviado o endereço no e-mail, e essa endereço levava a um antigo galpão abandonado, uma galpão de um supermercado antigo e abandonado.

Adentro o galpão abandonado, e escuto um choro, e um murmúrio

-... querida, vai ser uma morte rápida, ele virá!

-Não o mate! Por favor!

Eu já não aguentava mais aquilo, era uma tortura pra mim. Mesmo ela não tendo coração, deveria perceber a dor das pessoas

-Você não vai mata-la!- digo

-Você que pensa- Ela puxa uma faca- Ela tem tanta dor, e sofrimento, seria tanto poder!

-Você não precisa fazer isso!

-Sim, eu preciso- ele corta o braço da Cait- mais do que preciso de tudo na vida

-Eu não vou deixar!- corro até ela e a tiro de perto ta Cait

-É bem forte, não é queridinho?

-Barry! Não! Não vale a pena por mim!

-Eu faria qualquer coisa para manter você a salvo, Cait!

-Que amor lindo! Mas ele não irá durar por muito tempo!- ela começa a me atacar, e eu jogo um raio nela- Desgraçado! Isso ainda não acabou! Eu voltarei, e acabarei com você!- e ela sumiu em uma nuvem de escuridão e eu corro para a Cait

          Liguem a música!!!!

-Cait, Cait, Cait! Você está bem?- digo tocando no rosto dela

-Sim...

-Cait, ela te machucou antes de eu chegar aqui?

-Não, não- disse ela, enquanto eu tento tira-la da cadeira

-Não sei o que eu faria se ela tivesse, Cait- digo a ela, enquanto ajudo a se levantar

-Provavelmente, você seguiria em frente- diz ela

-Nunca!- colo as nossas testa- nunca, Cait, nunca- não aguento e a beijo, um beijo calmo, apaixonado, mas sem inocência, esse beijo foi aumentando de ritimo, ficando casa vez mais e mais intenso, mas continuava apaixonado

-Eu acho que gosto de você, Sr. Allen


Notas Finais


Bem, espero que tenham gostado!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...