História So cold - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Personagens Originais, Show Nu
Tags Gente Bêbada, Irmãs, Palavrão, Tragedia, Um Pouco De Romance, Violencia
Visualizações 31
Palavras 1.021
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 23 - Quem arma para quem?


Shownu on: 

Eu me mantive sentado em uma das cadeiras observando meu tio falar varias vezes ao celular com algumas pessoas diferente, senti um frio na espinha ao receber seu olhar sobre mim em uma das chamadas feitas, mas ainda sim mantive a minha pose, pose de quem estava do lado dele eu precisava disso, por mim...por Nina. 

-Entendo – Ele torcia a boca ao falar no telefone – Ela não deveria estar aqui, mas bom...de qualquer jeito vá aquela espelunca e traga o maximo de rapazes que puder para cá, se esse bando de moleques se acham espertos, vou mostrar para eles o Aistein da emboscara – ele sorria de lado, logo revirando os olhos com o que havia ouvido – A não se preocupe, já vou ter certeza disso...sim me mantenha por dentro do assunto! 

-Quem era? -Perguntei curioso 

-Um velho amigo! - ele caminhava até mim coçando o queixo – shownu...posso ver seu celular? 

-Claro – Tirei o celular do bolso e entreguei, ele passou um tempo remechendo no mesmo, e me devolveu assim que se cansou – encontrou o que queria? 

-Sabe aquela gravação que você me mandou...da vadiazinha, então, esse meu amigo insiste em dizer que tem montagem nela! 

-Claro que tem! - forcei um sorriso – Cortei o inicio que dava para ver meu rosto e o fim...ninguem precisa saber como eu trabalho! 

-Esta ficando esperto – Ele dava tapas em meu ombro – Estou começando a sentir orgulho de você...Agora acho melhor você sair daqui, com essa perna atingida não vai me ser util no momento! 

-Mas por que? O que esta planejando fazer? 

-Aqueles moleques...você acredita que eles estão armando para mim? - Ele fazia cara de indignado – Ainda bem que tenho homens por todo o canto dessa cidade, um deles ouviu uma conversa no restaurante daquele ex-soldadinho de chumbo e me passou, seguiu eles e me passou o endereço, acho que a vadia da Nayeon logo dara as cara por aqui! 

-Vai pegar eles desprevenidos? 

-Eu ia fazer isso, mas ela saiu da casa mais rápido do que pensei, mas deixe estar – ele se sentava em outra cadeira – Eles irão vir até mim...e eu estarei os esperando! - Ele me olhava com pouco caso – Agora vá, de um jeito nessa perna...tente melhorar logo, vou precisar da sua ajuda aqui!  

 Me levantei da cadeira com muito esforço por conta da dor, e sai do local mancando, me senti aliviado quando sentei no banco do motorista do meu carro, eu teria que ser rápido em avisar o Enzo e o Minhyuk...se meu tio estava tão despreocupado significava que ele tinha algo muito bem planejado em sua mente, liguei o carro e dei partida no mesmo, rezando para que a minha perna estivesse em melhor condições a tempo da merda acontecer. 

SunHe on. 

Depois de Nora usar todos os palavrões e ofensas que conseguia a mesma desistiu da pose de durona e se sentou em um dos colchoes. 

-Quer saber...Dane-se vocês! Eu não vou falar nada, não vou ficar contra o Shin! 

-Seu direito – Kihyun dava de ombros – Mas sera presa do mesmo jeito, e bom...você passou um tempo na policia deve saber todos os motivos da sua sentença, e quanto tempo vai ficar enjaulada. 

-Nora! Nora! - coloquei as mãos no bolso e comecei e me balançar perto dela - Você esta ferrada, e tudo isso só para Shin me matar...caramba eu valho tanto assim para você, a ponto de você perder sua dignidade, liberdade e ainda levar uma surra dessa bela moça - Apontei para Gau – Meu ego hoje esta sendo cada vez mais inflado! 

-Cala boca idiota...não tem nada haver com você, na verdade você não passa de um rato despresivel! 

-Ui! Mas você ficou brava? - Eu a provocava – Se não tem nada a ver comigo tem haver com o que? Ta dando pro SHin é danadinha? 

-SunHe – ela me media com cara de nojo - Você é desprezível! - Ela fitava os dois policiais – Como eu sei que vocês não estao juntos com o Shin? 

-Aposte na sorte! -Kihyun respondia – Podemos ser corruptos como você, mas acho que isso é bem improvavel, já que viemos te prender, e ao shin!  

-Foda-se!...Ta certo, eu conto a verdade! 

-Aleluia – Gau se sentava no chão - Já estava ficando com sono dessa cena toda! 

-Nora é minha irmã, ela foi assassina pelo Shinzo e pela mãe desses dois ai – Ela falava de mim e de Nayeon – Eu era enfermeira no tempo, meu cunhado e minha irmã trabalhavam como policiais disfarçados, ele se passaram por compradores de armas, fizeram negócio com shinzo, no meio desse tempo que ele se passou por cliente, ele descobriu que alem do contrabando de armas...eles tambem tinha um negócio com venda de garotas, meu cunhado na intenção de descobrir mais se aproximou mais do que podia, fez dividas absurdas com shinzo, tudo para chegar na pessoa que vendia as garotas, e quando ele descobriu que sua mãe –Ela olhou para mim – SunHe!..Que a vadia da sua mãe era quem gerenciava as vendas das meninas, ele decidiram cobrar a divida do meu cunhado, e a filhinha deles sumiu no mesmo dia! O nome dela era Soomin, por ter amizade dentro da polícia e ser muito parecida com a minha irmã, consegui passar por ela sem problemas, eu precisava descobri o paradeiro da menina, então comecei a me envolver com Shin, a fazer parte do seu negócio de contrabando de armas, fiz uma bela amizade, e sim..SunHe, eu tive o desprazer de dormir com aquele nojento, apenas para descobrir mais, foi quando ele me contou em meio ao seu alcoolismo que o sonho dele era pegar o assassino de Shinzo..o filho adorado de Namira! A vadia que levou a menina naquela maldita noite! E por vocês que eu vou encontrar minha sobrinha, e sinceramente SunHe...eu to pouco me fodendo para quem vai morrer, se sera você ou as filhas daquela.. 

-Parabéns Nora – Comecei a bater palmas - Você jogou sua sobrinha para morte sua anta! - Comecei a gargalhar 

-Do que você esta falando? - ela me olhava confusa  

-Soomin..a sua sobrinha – Nayeon se aproximava dela – È a minha irma Yujin! 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...