História So Complicated - Camren - - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Caminah, Camren, Normila, Norminah
Exibições 147
Palavras 1.531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Foram 9 dias se nao me engano?!?! Mais estou de volta e se na fé de Chuck posto mais um ainda hoje ok?
Boa leitura e desculpe-me qualquer erro.

Capítulo 19 - Mais tem pessoas que se incomodam entende?


Por LAURA:

 

- Qual foi mesmo o grupo que pediu que nos afastássemos? Pedi segurando a imensa vontade de rir.

- Aquele dali senhorita! Ele gentilmente e discreto apontou para um grupo de três meninas e três meninos a nossa frente; - Eu realmente não me importo com a relação de vocês, mais tem pessoas que se incomodam entende? Lauren não conseguiu, gargalhou tão alto que acabou chamando a atenção do grupinho.

- Claro que entendo; falei possessa, (entendia era porra nenhuma); - Olha, não somos um casal, ela é minha irmã! Expliquei e o vi ficar sem jeito; - Mais não esquenta vou resolver isso. Sorri para ele e caminhei até a mesa do grupinho. – Desculpa; falei quando perto o suficiente me aproximei; - Posso me sentar?  Sem ou menos esperar pela resposta puxei uma cadeira me sentado; - Fiquei sabendo que estão se divertindo?

- Estávamos até ver uma cena nojenta na nossa frente! A loira disse encarando seria, assenti com a cabeça e cruzei as pernas colocando meu pé quebrado por cima e encostando a cadeira.

- Qual a cena? Minha e daquela menina ali? Apontei para Lauren que via tudo de longe.

- Foi desprezível! Afirmou ainda à loira.

- Huh; peguei o Milk shake da mão do garoto que reclamou; - Qual o problema? Nunca viram uma demonstração de amor? Pedi já começando a me irritar; - Daí então pediu para um guarda vir falar conosco e não foram capazes de fazer por si mesmos? A loira desviou seu olhar do meu; - Quer dizer então que é desprezível?

- Não foi isso que ela queria dizer! O mesmo garoto que na qual peguei o Milk disse.

- Cala a boca estou falando com a moça aqui! O cortei; - Vai me diga, o porquê de ser desprezível pra você?

- Porque são duas mulheres; passei a língua pelos lábios tentando não enfiar minha mão na cara dessa sonsa.

- Então se fosse sexo oposto não teria problema? Ela concordou com a cabeça; - Aah,e se fosse você ali no lugar dela? Tornei a olhar para Lauren a senti incomodada, sabia o quão difícil era pra Lauren encarar uma situação dessas apesar de tudo.

- Eu não ia ligar olha pra ela e pra você são gostosa demais! Outro garoto pronunciou.

- Então porque você é homem não ligaria? Ele fez que sim com a cabeça; - E você? Tornei a encarar a loira que estava começando a ficar sem jeito.

- Eu nunca estaria no lugar dela! Falou convincente; - Porque odeio esse tipo de pessoa!

- Então é Preconceituosa? Pedi desencostando da cadeira e ficando mais próxima a ela.

- Não disse isso.

- Se você odeia esse tipo de pessoa mesmo sem saber qual o verdadeiro relacionamento entre elas então isso faz de você sim, uma preconceituosa! Disse com raiva.

- Não me importa saber o verdadeiro relacionamento entre você e sua namorada...

- EU não disse que ela era minha namorada! Interrompi.

- Que seja, amante, ficante, isso, esse lugar! Ela gesticulava; - Não é lugar para esse tipo de coisa.

- Torno a perguntar, que tipo de coisa? Ela estava me irritando a um grau que se ela soubesse teria parado de ser tão imbecil.

- Sua opção sexual.

- Você é sonsa ou algo parecido? Pedi extravasando minha raiva, Lauren percebeu e se aproximou.

- Lil, não vale à pena, larga esse projeto de loira falsificada pra lá! Loh disse tocando meu ombro.

- Você me chamou de que? Pediu ela.

- Alem de loira oxigenada ainda é surda! Lauren debochou, ela se levantou me fazendo levantar.

- Você e sua namorada estão atrapalhando a ordem publica se agarrando daquele jeito e ainda quer briga? Uma das garotas, sem ser a loira, disse levantando-se e segurando o braço da loira.

- Não vou gastar mais palavras com vocês! Falei voltando ao meu estado normal, a calma. – Mais só pra te situar, preconceito é uma coisa suja, horrível e você está nova para tal; falei me aproximando novamente da mesma; - Mais ela; apontei para Lauren; - É minha irmã. A vi ficar espantada sua boca abriu em um perfeito O; - Se trate garota, você disse que ela e eu éramos o nojo, mais já se olhou no espelho? Falei dando as costas para ela.

Saímos dali e me senti a pessoa mais foda do mundo, ver aquela patricinha com raiva mais ao mesmo tempo envergonhada foi à melhor coisa do dia.

- Você surtou? Lauren quebrou minha emoção.

- Por quê? Espantei-me.

- Se meter em encrenca assim Lil? Ainda mais esse tipo de encrenca sabe como tudo isso me deixa. Falou brava.

- Loh você, Affs, que droga garota, fiz isso porque aquela patricinha precisava. Falei bufando.

- Você nem mesmo a conhece. Continuava com seus sermões.

- Nem ela a nós! Foi o suficiente para calá-la. – Viu, se calou porque sabe que tenho razão, e sabe que odeio essa coisa estúpida de preconceito. Pegamos a escada rolante.

- Eu sei Lil sabe que também odeio e que, mais em parte... Eu sou homossexual! Falou baixo só para mim.

- E daí, ainda sim não é motivo para preconceito a vida é sua, você pega quem quiser oras. Estava ainda muito irritada com a situação. – Sem contar que somos irmãs, é estranho só de imaginar!

- Tudo bem, vamos esquecer esse episodio e voltar para o que estávamos fazendo? Loh abraçou-me e assenti com a cabeça.

 

Por CAMILA:

 

- Mila, por favor, já chega, parece que você comprou o shopping intero! Rolei os olhos quando Ally se pronunciou segurando meu braço para parar de andar, virando-me para ela. – Qual é? Quer falir seus pais? Ou me matar de cansaço? Pediu na brincadeira.

- Não para as duas perguntas! Sorri fechado para ela e tornei a caminhar. – Ally é sexta, vamos para minha casa? Ela concordou com a cabeça e pegamos o elevador para o pátio onde se encontravam vários taxis. Quando sentimos o mesmo parar e se abrir, não era possível! Quantas vezes nos encontraremos hoje? Foi como filme, meus olhos grudaram nos verdes dos dela, aquela coisa maluca que só se vê em filme do cabelo da pessoa voar e ela os mexer em câmera lenta, piscando lentamente os olhos e um sorriso brotar nos lábios da pessoa que está presenciando a cena , é isso aconteceu comigo até que:

- Camz! Lil disse animada entrando no elevador, desviei disfarçadamente meu olhar novamente para Lauren que revirava os olhos; - Acho que estão seguindo a gente! Brincou quando a porta se fechou.

- Devido a estarmos no elevador primeiro, Lil, Tenho que dizer que quem está de perseguição é vocês! Olhei para Lauren que estava encostada à parede de metal, parecia exausta, claro

ela poderia

,

está com o ódio acima do nível permitido mais como disse, Lauren é preciosa demais para se abrir mão; - Parece cansada Lauren! Resolvi quebrar aquele silêncio que se instalou naquele pequeno espaço justamente provocando Lauren.

- Deve ser porque eu estou realmente cansada, Camila! Disse indiferente olhando para qualquer lado menos o meu.

- Pelo que se vê, comprou quase o shopping inteiro! Laura deixou escapar uma risada.

- Não está muito diferente! Sua frieza era de nível elevadíssimo. – Por favor, estou com dor de cabeça se não for incomodo não dirija sua palavra a mim. Entortei os lábios sentindo realmente que ela não queria nem ao menos conversar civilizadamente.

- Tudo bem, sargento! Bati continência e novamente escuto a risada de Laura.

- Você não leva nada a sério mesmo, não é? Ela virou-se bruscamente para mim me assustando, eu sabia do que ela estava falando, e ela ainda está sentida com tudo, nunca em minha vida pensei que Lauren guardaria tanto rancor ainda mais da pessoa na qual um dia ela disse que amava, mais acho que mereço toda essa frieza.

- Pra que levar as coisas a sério se a vida é uma grande bagunça? Respondo com outra pergunta e meu Deus, eu estava provocando a fera dentro de um pequeno, minúsculo m² a ponto dela consegui me matar sem que alguém veja. Sorri com meus pensamentos e vi Lauren se afastar.

- Talvez por erro seu sua vida seja assim uma bagunça como diz! Ela respondeu voltando a sua posição normal.

- Vocês duas sempre que se vêem tende a se alfinetar? Ally perguntou encarando a mim e depois Lauren que tinha sua testa franzida.

- Isso Allyson se chama se atrair! Arregalei os olhos assim como Ally com o que ouvimos de Laura; - Sabe uma grande atração por briga! Mais louca que Laura eu juro que só precisa de mais uma Laura.

- Talvez seja isso mesmo; Ally disse num tom desconfiado, mais nem hipótese, ela poderia saber do caso que tive com Lauren.

- Graças a Deus! Lauren disse quando o elevador se abriu saindo apressada.

 

Not really sure how to feel about it

Something in the way you move

Makes me feel like I can't live without you

It takes me all the way

I want you to stay

Stay - Rihanna.


Notas Finais


GENTE DIGAM O QUE ACHARAM????


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...