História Só Podia Virar Amor - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo, The Vampire Diaries
Tags Delena
Visualizações 158
Palavras 1.197
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 40 - Resgate


Elena acordou e recordou o que tinha acontecido nas últimas horas. Abriu bem os olhos e percebeu que estava trancada num quarto onde existia apenas o colchão em que ela estava deitada. Apesar de estar com medo do que poderia acontecer ela recusava-se a chorar ou a entrar em pânico pois não queria que a sua filha sofresse. Ela passou a mão na sua barriga e então começou a falar para a filha que tinha acabado de chutar.

— Pode ficar tranquila filha pois a mamãe sabe que o papai vai encontrar a gente e que tudo irá correr bem.

Elena encostou a cabeça na parede e pensou na única pessoa que poderia fazer com que ela ficasse calma: Damon. Elena amava-o tanto que nem todas as palavras do mundo chegariam para expressar esse amor, Damon era tudo para ela. Lembrou-se de quando voltou de Espanha, os dois não se suportavam e ela acabou por pegar pesado muitas vezes com ele mas não se arrependia de nada, pois graças a tudo o que aconteceu é que estavam agora juntos e à espera de um filho. Lembrou de Lívia e de como a amava, a menina era como uma filha para ela e quando Damon começou a voltar a ser um bom pai sentiu tanto orgulho dele. Pensou nos seus amigos mas em especial em Caroline pois ela era a sua pessoa, o mundo poderia estar a cair mas Elena sabia que Car sempre estaria com ela nem que para isso tivesse de ir contra os irmãos ou até do marido. Estava tão concentrada que nem notou quando Katherine entrou no quarto, só percebeu quando ela falou.

— Finalmente acordou Elena.

— Onde estamos? — Perguntou a morena

— Num lugar seguro querida. Damon já sabe que esta comigo e devo dizer que ficou desesperado. – Kath sorria maldosamente ao falar isto.

— E agora o que pensa em fazer?

— Irei ligar para ele e pedir que me traga 5 milhões em dinheiro vivo para trocar por você. — Disse com um sorriso enorme

— Tudo se resume a dinheiro pra você. — Murmurou Elena

— E poder não esqueça. —  Katherine aproximou-se — No seu lugar não estaria tão preocupada comigo Leninha pois tem mais gente que quer algo seu e do Damon. — Kath saiu deixando Elena sem entender. A morena tocou no brinco que ainda tinha e pedia para Dean a achar logo.

Em casa de Damon todos estavam impacientes à espera da chamada de Katherine que parecia estar a demorar de propósito. Foi quando o celular de Damon tocou fazendo ficar todos em silêncio e o moreno atendeu logo.

— Katherine?

—  Que bom que desta vez não errou meu nome querido.

— O que você quer para libertar a Elena? Fala logo.

— Quero 5 milhões em dinheiro vivo. Vou te dar duas horas para conseguir o dinheiro e depois te ligo a dizer onde faremos a troca.

— Espera eu quero ouvir a voz de Elena.

— Não confia em mim?

— Nem um pouco. Deixa eu ouvir a voz dela. – Kath voltou a entrar no quarto e deu o celular a Elena que percebeu que era Damon quem estava do outro lado da linha.

— Damon. — Chamou Elena

— Elena como você está amor? Ela te machucou? Vocês estão bem?

— Ela para já não me machucou Damon mas diz umas coisas estranhas como se o perigo não viesse só dela.

— Fica tranquila eu vou te tirar daí custe o que custar.

— Eu sei. Damon, eu te amo.

— Eu também te amo Lena. – Então Kath tirou o celular das mãos de Elena.

— O tempo começa a contar agora. Tic Tac Tic Tac. – e desligou a chamada.

— Desgraçada desligou o celular e quer 5 milhões em dinheiro vivo. — Praguejou Damon

—  É melhor ligarmos para o gerente de nossas contas. — Disse Car

—  Não será necessário pois me informaram que o brinco que Elena levou emitiu sinal e já sabemos a localização delas. — Avisou Dean para alívio de todos

—  Eu vou com você até lá buscar a minha mulher.

— Eu não te ia impedir mesmo de ir Damon. Mas temos de ir pois são 30 min de viagem.

— Eu também vou pois Elena é minha irmã e não vou ficar aqui parado. — Anunciou Jer

— Certo mas o resto fica aqui aguardando. – Eles saíram e Dean conduzia de forma veloz.

Enquanto isso Katherine pensava que Damon estava a arranjar o dinheiro e foi ter com Elena.

— Acho que esta na hora de eu me divertir um pouco. — Disse Kath com um sorriso maldoso

— O que pensa em fazer? — Perguntou Elena

— Nada demais apenas vou devolver a surra que me deu na despedida de solteira de Caroline.

— Katherine por favor eu estou grávida não faz isso. — Pediu a morena desesperada tentando proteger a barriga

— O problema é seu queridinha. – Então Katherine começou a dar tapas fortes em Elena e a medida que lhe batia sentia-se tão bem que acabou por soca-la e pontapeá-la também. Elena já estava com bastantes ferimentos mas a sua única preocupação era proteger a sua barriga da ira de Kath que só parou de bater nela quando sentiu arrombarem a porta da casa onde estava. Ela pegou em uma arma e apontou para Elena.

Dean, Damon e Jer foram os primeiros a chegar ao cativeiro de Elena e sem fazer cerimónia arrombaram a porta da frente e Dean deu uma arma para Damon se proteger. Eles abriram uma outra porta e deram de cara com Katherine apontando a arma para a cabeça de Elena mas o que chocou mais os três homens foi o estado em que a morena se encontrava, totalmente machucada.

— Fim de linha para você Katherine este barraco vai estar cercado de policiais por isso o melhor é você baixar a arma e se entregar. — Disse Dean

—  Acha que depois de tudo que fiz vou entregar-me à polícia. Eu sou Katherine Pierce e ainda tenho a última palavra já que Elena esta aqui bem na minha mira.

— SUA VADIA NÃO SE ATREVA A MAGOAR A ELENA. — Gritou Damon nervoso

— Como você mudou Damon. Está aí todo preocupado com ela, eu gostava mais de você antes dela chegar à sua vida. Você queria se divertir e não ligava para nada.

— Larga a Elena e fica comigo como seu refém. — Pediu desesperado ao ver como Elena estava machucada

— Acho que não ela é mais valiosa sabe como é, mulher e ainda grávida.

—  Eu vou te matar sua vadia. – Então foi ouvido um tiro e Katherine caiu no chão. Damon olhou para o lado e viu que Dean tinha aproveitado que ela estava distraída com ele e tinha disparado.

Damon nem ligou para o facto dela estar a perder sangue ele foi a correr para perto de Elena que estava quase desacordada.

— Lena, amor não fecha os olhos. Vai ficar tudo bem a louca não vai fazer mais nada com você amor. – Elena sorriu fraco para Damon

— Damon, você veio como prometeu. — Damon chorava com o desespero

— Eu nunca te deixaria Elena é claro que eu vim. Aguenta um pouco mais que a ambulância esta chegando.

—  Quero que saiba que eu te amo, eu sempre amei você e apenas você na minha vida. Lembre-se da sua promessa. —  e então Elena desmaiou deixando Damon ainda mais desesperado.


Notas Finais


Estamos na reta final....

Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...