História Só por uma noite - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Karin, Kiba Inuzuka, Kushina Uzumaki, Mebuki Haruno, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Amizade, Comedia, Drama, Gaasaku, Narusaku, Naruto, Romance, Sasukarin, Shikaino
Exibições 390
Palavras 1.938
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Capítulo 7


~ Sakura ~
— Sei que não é da minha conta, mas quem é Shion? — perguntei curiosa. Eu havia lembrado daquela garota, foi a que me deu o drink na festa, e então estava lá gritando com Naruto, eu precisava saber quem era.
— Ela não é ninguém. — ele respondeu encarando o nada, então jogou o resto do cigarro no chão e pisou em cima. Estávamos sentados no banco de uma das praças do campus, era sábado à tarde e combinamos de nos encontrar ali antes de ir para corrida dele.
— Claro que não. Bom, estou indo então. Até mais. — falei colocando as mãos no bolso do sobretudo e levantando do banco.
— Uma ex. — ele disse quase num sussurro. Virei e o encarei curiosa, voltei para o banco. — Não tivemos um relacionamento sério, nunca tive isso na verdade, mas fiquei com ela várias vezes. Ela acha que tem algum direito sobre mim, então me enche o saco.
— Porque acha que estamos transando, certo? — perguntei. Aquilo era mais que óbvio, só pelo fato de ela ter tentado me embebedar. Ele me encarou curioso.
— Sim, ela acha que estou com você. Não transando especificamente, mas juntos. — ele falou sorrindo de canto e então passou as mãos pelos cabelos.
— Você sabe que, todas as pessoas que nos conhecem acham isso. Talvez nossos amigos mais próximos saibam que não, mas até Karin e Ino desconfiam. — ele sorriu mais ainda balançando a cabeça. — Porque pelo que me disseram o senhor é um conquistador, Senhor Darcy. — falei caindo na gargalhada. Naruto me olhou incrédulo.
— Você é retardada, não pareço em nada com esse cara, ele é mau. — Naruto disse fazendo careta.
— E você não? Bad boy. — falei caçoando dele e passando a mão em seu braço que estava envolvido em adivinhem? Uma jaqueta de couro.
— Sakura, Sakura. Você está merecendo um castigo. Garota má. — ele falou olhando pra mim e sorrindo, aquele sorriso safado de quem iria aprontar.
— Sim eu sou muito má, e misteriosa você sabe. Estão dizendo até que sou feiticeira. — falei fazendo gestos estranhos com as mãos.
— Mas você é uma feiticeira com certeza. Está encantando cada homem que chega perto de você nesse campus. — ele falou me encarando sério.
— Atá! Que bobagem, ninguém olha pra mim Naruto. Sou a garota estranha de cabelo rosa, só isso.
— Não acho que Gaara pense assim. — ele respondeu e então pegou outro cigarro e acendeu. Eu dei um soco em seu braço, e ele fez uma cara feia de dor, jurei que daria um soco por cada cigarro que eu visse ele acender.
— Gaara só quis ser gentil. — respondi. Respirei fundo e puxei meus cabelos para o alto os prendendo em um rabo de cavalo.
— Você é ingênua, ele está afim de você e qualquer um vê isso. — ele respondeu tragando o cigarro e então soprou a fumaça, depois me encarou. — E pode acreditar que não é só ele. — Naruto falou sério, eu continuei o encarando sem saber o que dizer. Se eu não conhecesse Naruto diria que ele estava... Me cantando. — Vamos logo princesa rosa. — ele disse levantando do banco.
— Cala boca, Baka. — respondi e começamos a andar em direção ao estacionamento.
~ Naruto ~
Olhando para ela sentada ali no banco do carona eu me arrependi totalmente de estar levando-a junto para isso. Haviam muitos homens lá, e sendo quem eu era eles provavelmente tentariam mexer com Sakura para me provocar. Mas ao mesmo tempo ter ela ali comigo me deixava calmo e... Feliz.
— Tudo bem garota? — perguntei estranhando o silêncio dela.
— Ah claro. Na verdade estava pensando como venho sendo injusta com você. — ela falou sem me encarar, seus olhos estavam voltados para a janela do carro observando as árvores ao redor da estrada que percorriamos.
— Injusta? Por que?
— Porque você não sabe praticamente nada sobre mim. — ela disse suspirando.
— Mentira. — ela me encarou surpresa e confusa. — Não sei nada sobre seu passado, mas sei bem quem você é e do que você gosta Sakura, e acima de tudo eu confio em você.
— Naruto... — as palavras dela ficaram no ar.
— Ouça, vamos fazer uma aposta. — sugeri sorrindo.
— Aposta? — ela perguntou pensativa.
— Sim, se eu vencer hoje, você tem que me contar algo do seu passado. Se eu perder você pode me pedir qualquer coisa.
— Isso não é muito justo, considerando que eu não sei se você é bom ou ruim nas corridas.
— Vai ter que pagar pra ver. — falei piscando para ela. Então parei o carro na entrada da mina abandonada. — E então? — ela encarou a entrada do lugar e provavelmente estava pensando que eu era louco.
— Eu concordo. Mas já vou avisando, se você perder, está ferrado. — ela soltou uma risada gostosa e eu liguei o carro outra vez e segui para dentro da mina.
— Eu não vou perder, baby.
~ Sakura ~
Confesso. Eu não sou uma menina boa. Mas em algum momento eu disse que era? A verdade é que já me meti em muitas encrencas, porque eu gosto de sentir a adrenalina em minhas veias, da minha pulsação acelerada. Eu não gosto de baladas, bebidas ou drogas, nada disso, mas eu gosto de jogos, dentro e fora dos videogames. E eu estava ali no meio de um. Adolescentes e pessoas um pouco mais velhas reunidas ouvindo rock alto em volta de vários carros antigos que pareciam ser muito velozes. Eu era uma estranha com certeza, olhares curiosos me encaravam, enquanto Naruto conversava com um cara alto e grisalho com um tapa olho. Mas eu não me importava com olhares, ja havia me acostumado com a sensação ruim de ser constantemente observada e julgada.
— Sakura. Quero te apresentar meu amigo, Kakashi. — Naruto disse e o cara grisalho parou em minha frente estendendo a mão.
— É um prazer senhorita.
— O prazer é meu, mas só Sakura por favor. — falei respondendo o cumprimento, ele sorriu e assentiu.
— Espero que Naruto esteja cuidando bem de você. — ele disse e então olhou para Naruto.
— Ele é um bom amigo, e vim aqui para ve-lo comer poeira. — falei brincalhona, o homem sorriu e deu um tapinha no braço de Naruto. Então um cara de cabelos castanhos gritou para Naruto ir até seu carro na largada.
— Sakura, você ficará com Kakashi e a mulher dele até o fim da corrida está bem? Nós corremos por onde eram os túneis da mina, vai poder olhar daqui de cima. — ele disse. Onde estávamos parados havia um corrimão imenso, que separava as pessoas de uma queda livre nada legal. Dali podia-se observar todo o caminho dos túneis até o fim bem abaixo de onde estávamos, era assustador e perigoso. — Ei garota, vai ficar tudo bem. Já corri aqui antes.
— Ok. Boa sorte Naruto. — falei respirando fundo e segurando em sua mão.
— Tenho um motivo a mais para vencer hoje. — ele respondeu sorrindo.
— Ei, Uzumaki! — o cara de cabelos castanhos gritou de novo.
— Estou indo Inuzuka, está ancioso pra perder hoje né? — Naruto respondeu sorrindo, então beijou o topo da minha cabeça e foi em direção ao seu carro.
— Venha Sakura, vamos mais ali no centro, é o melhor lugar para observar, e vou apresentar minha mulher a você. — eu assenti e segui Kakashi até o centro do corrimão. Uma mulher de cabelos curtos e castanhos estava escorada no corrimão olhando para baixo, usava uma bota de cano alto, meia calça, saia xadrex e um sobretudo marrom por cima, ela era muito bonita. — Rin. Esta é Sakura, uma amiga de Naruto. — ela olhou para nós e sorriu.
— Olá minha querida, sou Rin. — ela disse me dando um abraco de leve, o cheiro dela me trouxe memórias... Lavanda. Exatamente como mamãe usava.
— Sakura. — respondi tentando não demonstrar nervosismo. — Então, contra quem Naruto vai correr?
— Kiba Izunuka. — Kakashi respondeu. — Um estudante de veterinária, mas até onde sabemos ele tem uma richa pessoal com nosso garoto. — o jeito como ele disse aquilo soou tão fraterno... Kakashi gostava mesmo de Naruto.
— Parece que seu amigo já ficou com a atual namorada de Kiba, aquela menina ali. — Rin apontou para uma garota de cabelos escuros compridos, ela parecia nervosa olhando para os dois na linha de partida. — Kiba guardou um certo rancor.
— Aparentemente, Naruto já ficou com todas as meninas dessa universidade. — falei revirando os olhos, estava com uma vontade imensa de ir embora. Não sei porque fiquei tão irritada. Mas então fui tirada de meus devaneios pela voz de um garoto gritando "Vão!". Preocupada e anciosa, fixei os olhos no carro de Naruto, mas quando ele fez a segunda curva e ultrapassou Kiba, eu tive certeza de uma coisa: ele não iria perder. Naruto parecia estar conectado com o carro e com o chão, era incrível como fazia todas aquelas curvas e naquela velocidade. Nuvens de poeira se formavam por conta das freadas e derrapadas, mas não precisava nem ver, eu sabia que ele venceria.
Naruto chegou ao fim e alguns segundos depois Kiba parou ao lado dele. Eu desci correndo junto com outras pessoas por uma escadaria para abraça-lo. Mas quando cheguei até ele me contive.
— Ei, você venceu. — falei sorrindo.
— Eu disse que ganharia. — ele falou sorridente aproximando-se de mim. — Vamos comemorar. — ele se aproximou mais até seus lábios chegarem em meu ouvido. — E você me deve algumas confissões.
— Baka. — sussurrei sentindo meu corpo arrepiar. O que Naruto estava fazendo? — Vamos tomar um milkshake, você paga.
— O que? Por que? — ele falou semicerrando os olhos.
— Porque você acabou de ganhar uma boa grana, campeão. — me despedi de Kakashi e Rin e entrei no carro para esperar Naruto.
— E então vamos para onde? — ele perguntou sorrindo com um pacote de padaria na mão. Imaginei que não deveria haver pães ali dentro.
— Bob's? — perguntei dando de ombros.
— Bob's é ótimo. — ele falou e começou a dirigir. Quando saimos da mina eu resolvi ser legal.
— Você é bom nisso, — falei e coloquei a mão em sua coxa dando tapinhas de leve —parabéns pela vitória Naruto. — falei sorrindo. Percebi que ele contraiu o maxilar, mas então sorriu, sua mão direita soltou o volante e parou em cima da minha, então ele levantou minha mão e colocou em minha coxa, seus dedos escorregaram lentamente até meu joelho e ele falou.
— Sou bom em muitas coisas, vai ver isso com o tempo. — alguma coisa em mim acendeu com aquele contato. Meu Kami, eu nem lembrava qual fora a última vez que beijei um cara, estava desesperada. Mas Naruto era meu melhor amigo é eu não poderia pensar essas coisas... Então por que ele parecia querer me provocar? Eu estava enlouquecendo, então decidi focar meus pensamentos no Bob's, mas era inútil, um simples toque dele era muito melhor que qualquer milkshake.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...