História Só queria que me amasse do jeito que te amo - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 34
Palavras 1.517
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Genteeeee voltei ORR. Agora eu nem sei o que falar. Fiquei sem internet, quase morri de tédio.

Mas agora eu voltei, e trouxe esse capitulo FUNNY pra vocês

Espero que gostem <3 c-c :3

Vlw Flw Fuiz <3 <3

Capítulo 19 - Conversa Alheia


*(Uma semana depois)* *(14:27 da Tarde)*

P.O.V Dylan

     Estava na sala assistindo desenhos com Joseph até que sinto alguém me abraçar por trás.

G: Meu bebê, como você tá?

- Ainda dói um pouco, mas eu estou bem melhor papai

     Percebi que Joseph olhava fixamente para a mesinha de centro, que continha alguns tira gostos e refrigerantes.

- Quer um bebê?

     Ele apontou para um limão que estava ao lado do salame.

- O limão? É ruim bebê

     Joseph fez uma carinha triste, e uma lágrima escorreu do olhinho dele.

- Não, não, não chora. Eu pego, eu pego- disse pegando o limão da mesinha e colocando em sua boca

     Joseph fez várias caretas super engraçadas, meu papai e eu nem conseguimos conter a risada

G: MEU DEUS- disse rindo

- Hahahaha

     Riamos enquanto o bebê quase morria de tantas caretas que fazia

Adr: Meu Deus, o que é tão engraçado aqui?- disse vindo até nós

G: Amor me empresta esse copo d’agua

Adr: Por que?

     Meu pai olhou para Joseph e viu um limão em sua mão e ele fazendo várias caretas

Adr: Aaah, entendi- disse rindo

G: Toma bebê- disse dando agua na boca de Joseph

Adr: Tadinho do meu bebê gente

A: Cheguei família

M: Boa tarde pessoal

G: Max, querido!!

M: Oi senhor Geoffrey. Oi senhor Adrian

Adr: Olá Max

A: Dy!! Maninho, como está se sentindo?

- Eu to bem- disse brincando com Joseph- Só umas dores ou outras

A: Você só sabe me preocupar seu chato- disse dando beijos em minha bochecha

- A-ai, seu bobo

A: Como está meu outro ômega favorito?- disse referindo-se a Joseph

     Joseph começou a bater palminhas e rir em gargalhada. A risadinha dele era o melhor calmante do mundo

G: Achei que era eu- disse fazendo rosto triste

A: Mas o senhor é. Com toda certeza do mundo- disse o abraçando por trás e lhe dando beijos na bochecha

Adr: E eu?

A: O senhor é um alfa. Bobão

Adr: A é, verdade- disse rindo

M: Não esqueça de mim

A: Claro que não amor, venha cá- disse abraçando-o e o beijando

G: Filho como está o seu relacionamento com Kellan?

- Normal. Por que?

G: Sei lá, só quero saber como você está

- Eu estou bem, e o senhor?

G: Estou bem, com essa família perfeita não tem como não estar bem

     Joseph saiu do meu colo e começou a engatinhar pelo sofá indo até meu papai

G: EITA- disse surpreso- Que bichinho esperto

- Mas é claro, tinha que ser meu irmão

A: Ele é meu irmão também, e se puxou de mim?

- Ele se parece mais comigo, da licença?

G: E você se parece comigo, então eu ganhei

     Minha aparência era igual a de meu papai, eu parecia uma versão jovem dele. Nós dois tínhamos cabelos loiros, um pouco puxados pra moreno, olhos verdes, tom de pele claro, etc. Já Joseph era uma junção do meu pai alfa e do meu pai ômega.

 Cabelos loiros puxados pra moreno, um olho azul e o outro verde, pele clarinha, etc.

M: Espero que nosso filho se pareça comigo

G: OXE!! Você tá gravido Max?- disse surpreso

M: O-o que? N-não, não, foi só suposição

G: Ah, que pena

Adr: Quero ser vovô Maxwell

M: Conversa com o Audrey, culpado é ele

A: E-ei

- Só eu que estou com sono?

G: Parece que não é só você não filhote- disse olhando para o bebê que estava dormindo em seu colo

- E preguiça

*(Existe bebê mais fofo que o meu Joseph? NÃO...)*

P.O.V Kellan

     Estava na sala com Kaleb, assistindo um filme de terror

Klb: Eu não gosto desse filme- disse bocejando

- Já está acabando bebê, calma

Klb: Quanto falta?

- Bastante

Klb: Acha que a mamãe tá bem?

- Sim, ela está bem maninho

     Eu estava totalmente preocupado com minha mãe. Meu pai a levou no médico, pois hoje cedo ela começou a reclamar de fortes dores de cabeça, enjoos, tonturas e etc.

J: Chegamos crianças

Klb: Mamãe!! Papai!!- disse correndo até eles e os abraçando

J/E: Oi filhote

- Oi pai. Mãe o que a senhora tem?

E: Meninos, eu estou grávida de novo

- *(Eu sabia... Mais um irmãozinho ou irmãzinha)*

Klb: Ebaaaaaa

- Isso é ótimo mãe- disse a abraçando- Pensem em nomes bonitos, que não comece com K, por favor

J: Kellan e Kaleb são nomes lindos, tá bom? Eu que os escolhi seu chato

E: Filho, se teu nome não fosse Kellan seria Adam

- Prefiro Kellan

*(Enquanto isso)*

P.O.V Henry

- Aaaai que sono- disse bocejando

     Estava deitado no meu quarto pensando na vida. Meus pais tinham saído para levar meu irmãozinho no hospital, e meus irmãos também haviam saido. Estávamos eu e meu cachorro Roney na cama. Até que ouço a porta da casa abrindo e risos ecoando pela casa. Escuto passos subindo as escadas e logo alguém abrindo a porta.

Josh: Filho? Tá acordado?- disse abrindo a porta

- S-sim papai, pode entrar- disse me levantando- Como está o James ( Jimmy )?

Josh: Ele tá bem, foi só uma virose passageira. Amanhã ele já está novinho em folha

- Que bom

Josh: Olha, amanhã eu e seu pai vamos sair de noite okay?

- Uia, é algo especial?

Josh: Aniversário de casamento

- Aaah, entendi

Josh: Você e o Jimmy vão ficar com o Thomas

     Thomas era meu irmão mais velho, ele é um alfa lúpus igual meu outro pai. Tenho três irmãos na verdade, Jimmy que é um ômega igual a mim e que tem 10 anos, Skyler que é um alfa que tem 18 anos e é meu segundo irmão mais velho, e por último tem o Thomas, também um alfa e tem 22 anos.

- Tá bom- disse bocejando

     Sou filho de dois homens. Joshua Xander Emeth é meu pai ômega, ele é formado em gastronomia e advocacia, adoro as comidas dele. Meu pai alfa se chama Edward Emeth Xander, trabalha com designer de softwares e entre outros, ele é super inteligente.

Josh: Vou ficar lá em baixo com o Ed e o Jimmy, se precisar de alguma coisa me grite tá bom?- disse me dando um beijo na testa

- Tá bom papai, te amo

Josh: Também te amo meu amor- disse saindo do quarto

     *(Após meu pai sair do quarto me virei para o canto da parede. Roney se deitou ao meu lado e por incrível que pareça ele logo dormiu. Coloquei os fones de ouvido e simplesmente apaguei)*

*(Mais tarde naquele dia)* *(22:21 da Noite)*

P.O.V Dylan

     Estávamos na sala assistindo filmes de terror. Como amanhã seria domingo, meus pais me deixam ficar acordado até tarde, então ficamos assistindo filmes na sala. Enquanto Audrey escolhia outro filme para assistirmos, meu pai começou a contar algumas história macabras que segundo relatos, ocorreram na nossa cidade. Ele disse que muitas pessoas diziam avistar palhaços rondando pelas ruas na madrugada do dia 30 de outubro para o dia 31, e que esse evento ocorria quando havia lua cheia, e que quando era dias como esses, ninguém saia para pedir doces. Pra minha sorte estávamos longe de outubro, mas esse ano provavelmente ocorreria esse tal fato.

- Para de contar essas coisas pai- disse abraçando forte meu papai que estava ao meu lado

G: Amor, ele tá com medo

- Mas eu estou tranquilo, estamos longe de outubro

Adr: Pode acontecer qualquer dia, mas ocorre mais dia 30 para dia 31 de outubro

- A pai- disse fazendo biquinho

Ian: Cuidado em maninho, pra eles não pularem a janela e puxarem teu pé

- To vendo que Audrey vai dormir comigo hoje

     Pro meu azar, como se já não bastasse o meu cagasso ali, começou a chover, e bem forte, mas bem forte mesmo.

G: Que doideira, começou a chover do nada

- Trovões não- disse apertando mais meu papai

G: Amor, Joseph vai dormir com a gente hoje. Não quero ele sozinho no quartinho dele

Adr: Tá bom

     Joseph já estava dormindo, em um colchão que estava no chão. O mais incrível é que pra uma criança da idade dele, ele não ter medo de trovões é impressionante.

     Haviam três colchões no chão. Em um deles estava Joseph, no outro Audrey e no outro Ian. Eu estava sentado no sofá com meus pais, estava no meio deles e abraçado com meu papai.

     Resolvi sair do sofá e ir para o outro sofá, para que meus pais pudessem se deitar ali.

G: Filho, fica aqui com a gente

- Não, tudo bem, podem se deitar ai, eu fico aqui mesmo

Adr: Se quiser ficar com a gente é só vir filhote

- Tá bom

*(Foi uma péssima ideia mudar de sofá. Só faltava eu arrancar meus cabelos de tanto medo que eu estava sentindo. Eu já não sou muito fã de palhaços, e meu pai me conta uma história daquelas, meu Deus, é pra acabar mesmo. A noite vai ser longa, pelo menos pra mim... Queria que Kellan estivesse aqui, só ele e meus pais sabem como me tranquilizar)*


Notas Finais


E então. Gostaram? Vou tentar não demorar com o próximo <3 :3 c-c

Boa noite a todos VLW FLW Fuiz <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...