História Sob Indecisões - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais
Exibições 5
Palavras 535
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - I Don't Remember


- Bom não me lembro do nome, mas vi ele caído no armário do quarto da Giovanna, EI TCHAU!! Realmente preciso ir...

Vou correndo para dentro da casa outra vez em direção aos quartos, não sabia qual era de quem, e entrei no último.

BINGO

A porta do armário estava entreaberta, empurrei-a e sorri, sem opção, foi por impulso, estava feliz por saber que era quem eu esperava?

Juro que nunca fiquei tão feliz ao ver meu inimigo á minha frente, tão vulnerável, tão Impuramente santo.

- Ei...vai ficar apenas me olhando é? - ele esgue os braços com os olhos fechados ainda sonolento - ou eu vou ter que te preparar mais um chá de piroca amigo?

- Posso escolher?

Ele abre os olhos soltando um leve sorriso

- Claro! - eu o seguro e puxo suas mãos para se levantar.

- Fico com a primeira opção

- Ah garotinha frágil, o quão idiota você consegue ser? Acha que eu vou deixar você ficar me olhando sem ter consequências?

- Você tem outra opção?

- Ah!Cala boca,vamos embora daqui antes que me vejam com tu! - ele saiu do meu lado indo em direção a porta - Vem logo, não posso gritar se não todos vão acordar!

- Tu acha que manda em mim?

- Você é meu então sim, eu mando em você!!

Desisti, sorri e sai da casa também, porque diábos tem de chover de manhã, as sete da manhã? Fugi de perto de Emanuel e fui para casa, entrei pela janela ensopado, os vestigios era de que minha mãe não tinha acordado, tomei banho, me joguei abaixo das cobertas, ia ser a primeira vez que faltaria no ano, ainda bem que as provas haviam passado e...

Silêncio, não se mexa, não estrague o disfarçe, tua mãe está no quarto, continue falando com a mente, sem dar risada, segure, finja...finja

-Jesus - minha mãe chega perto de mim - o filho de rapariga faltará na escola? só pode que "tá" passando mal! EI CÃO VOCÊ "TÁ" BEM?

Não suportei, comecei a rir da cara dela, da minha situação, do jeito que ela falou.

- Oi...ai ~ respira ~ que foi?

- Uai ? - ela ficou me olhado com cara de interrogação por uns dois minutos - Vai pra escola não?

- Não sei! - fale abaixando o rosto - o que você acha?

- Vai ué, aproveite o hoje, pois amanhã pode tarde! - ela saiu do quarto

- Não entendi a ligação mas o sentido sim!

- Nada que eu falo tem ligação, só o fato de você ser adotado...

- Oi Mãe?

- paçoca, to brincando! - ela volta e joga minha roupa na minha cara - ANDA LOGO RESTO DE ABORTO TU TEM CINCO MINUTOS! - disse ela gritando saindo outra vez do quarto.

me deitei na cama outra vez, estava pouco me lixando para a escola, falei pra minha mãe depois que eu iria faltar por uns seis dias, porque eu já tinha passado de ano, voltei a "dormir"

Ainda pensando em hoje de manhã, tentando lembrar de mais detalhes,

Cai no sono com um nome na cabeça o que me desligou mais rápido da realidade.

 

 

 

Emanuel

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...