História Sobre a nosso história - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance
Visualizações 0
Palavras 1.601
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Obrigado por lerem! <3

Capítulo 1 - Voltando das férias


Fanfic / Fanfiction Sobre a nosso história - Capítulo 1 - Voltando das férias

Ouvindo o despertador tocando, me levantava, pois também estava com os olhos fechados, eu não estava gostando das férias terem acabado, então me levantei e acabava por boceja, olhava para alguns cantos do meu quarto, que estava parecendo que por nada, teria mudado.

Começava a caminhar lentamente pelos corredores da minha casa, indo em direção ao banheiro, que por sorte não estava ocupado, entrava lentamente pelo banheiro, me olhava no espelho, percebendo algumas sujeiras em meu rosto, por não estar nem um pouco preocupado com a hora, fez suas higiene, com a maior tranquilidade, apenar que eu estava 20 minutos atrasado, após ter acabado tudo, olhava para o relógio novamente, percebendo o terrível erro que teria cometido. Corria em direção ao meu quarto e pegava a mochila que estava ao lado de sua cama e saia correndo de sua casa até a escola, muitos de seus vizinhos diziam.

"_ Bom dia Clint _" dizia alguns dos meus vizinhos. Mais os ignorava por estar correndo, não podia parar, me sentia um pouco péssimo por não responder, mais também não estava afim de chegar atrasado no colégio. Quase chegando no novo colégio onde eu iria frequenta, olhava para alguns alunos que já estavam entrando em suas salas, vendo que não estava muito atrasado aliás, eu teria chegado no momento exato, suspirava de ter corrido tanto, mais pelo visto valeu a pena, como estava viajando em meus pensamentos, todos os alunos já estavam dentro de suas salas de aula, então fala em meu pensamentos.

("_ Como isso pode ser possível?... Eu só fiquei um segundo no mundo da lua e todos já estão dentro de suas salas? Por falar nisso! Qual é a minha sala?_"). Por estar um pouco confuso, lembrou no dia em que foi se matricular, que a sala era a do 2° colegial a letra de sua sala era "A", sem perder tempo correu até a sala, quando chegou na mesma, ouvia todos se apresentando e rindo, com um pouco de vergonha naquele momento, abria a porta lentamente, quando já tinha visão dos alunos a porta teria se abrido por completo, não por mim, mais sim pelo meu professor. Fiquei um pouco mais envergonhado, pelo motivo em que todos estavam olhando para mim! Engolia o seco e então falou

(Clint)"_ Me desculpe pelo atraso professor, eu, prometo que..." 

(Professor)_ "Não precisa se preocupar, isso acontece muitas vezes nos primeiros dias de aula garoto, bom como chegou atrasado_ Ele dá uma risada que tal se apresentar? Falta apenas você!..."

 Sendo interrompido por ele, vendo que estava dando algumas risadas pelo meu atraso, não me incomodava, apenas era um pouco vergonhoso para mim, ouvindo também sobre me apresentar para classe, simples, movimentei o meu corpo para ficar de frente a todos, com as minhas bochechas um pouco vermelhas, respirava fundo e falava.

(Layla)_ me chamo Clint, Tenho 18 anos... Bom é apenas isso, espero que a gente posso se dar bem...

Terminando de falar, andava para o fundo da sala, procurando algum lugar vazio, no momento em que eu acho, me sentava rapidamente e esperava a aula acabar, como era só momentos de se apresentar, não precisava tirar meu material da mochila, que estava pendurada na cadeira, não saberia por que ficar se apresentando variadas vezes, pois alguns já eram desse colégio, como estava um tédio, abaixava a minha cabeça até na carteira, então ficava com a testa na mesma, 

(Layla)_ E-ei.

Sentia alguem cutucando o meu ombro, então levantava e olhava para pessoa que teria me "chamado", por ver que era uma garota, que aparentava ter cabelos loiros e um sorriso simpático, não tinha como negar, provável, era a mais linda daquela sala. 

(Clint)_Eu posso ajudar? _ perguntava de uma forma tímida e em um tão baixo, mais sempre mostrava o seu sorriso.

(Layla)"_ É que, você pode acabar ficando com um pouco de dor em sua cabeça se continuar com a testa sobe a mesa _" ela também mostra um lindo sorriso "_ bom é apenas um concelho".

Me sentia um tanto corado, pois aquele momento não conseguia deixar de olhar para ela, então colocava minha mão direita, em um dos ombros dela e respondo

(Clint)"_ Obrigado pelo concelho, aliás, meu nome é Clint qual é o seu nome? _" ela colocou suas mãos atrás de seu corpo, notava que ela estava um pouco vermelha, deveria estar com um pouco de vergonha.

(Layla)"_ eu me chamo Layla, é um prazer te conhecer Clint.

Enquanto estávamos conversando, tanto ela tanto a mim, soltava algumas risadas, as aulas não estavam valendo nada naquele momento, eu me sentia bem ao lado dela, tudo estava totalmente normal, não podia ter nada pra parar a nossa conversa, em algumas ocasiões, percebia que tinham alguns alunos nos observando e alguma coisa neles(as) me intriga.

Quando as três aulas se acabaram, teria batido o sinal para um pequeno intervalo. Me levantava com um pouco de preguiça, então eu esperava todos saírem da sala, pois não gostava muito de sair com uma multidão me espremendo enquanto andava, percebendo que quase todos já tinham saído da sala, já ia andando em direção a porta, em meio ao caminho parava e olhava para o fundo da sala, por surpresa Layla, ainda estava lá sentada em seu lugar, então, olhava para mesma com a mão em minha nuca.

(Clint) "_ Você vai ficar aqui na sala Layla? Ou está esperando alguém? _".

(Layla) "_ N-não... É que, eu fico muito sozinha, só tenho você como amigo Clint! Mais não se preocupem com isso não tá?_" 

Ela teria dado um sorriso que me parecia um tanto falso, me aproximei dela, então estendia a mão, esperando que ela pegar a mesma.

(Clint) "_ você não está mais sozinha Layla, nós somos amigos _"

Terminando de falar, ela pegou em minha mão, então fui a levando para fora da sala, até a cantina, enquanto estávamos andando de mãos dadas, pela cantina, alguns olhavam para gente e ficavam falando sobre nós dois. Isso não me encomodava, mais não saberia dizer o mesmo sobre a Layla, puxava ela para um canto e me sentava no chão e ela sentou ao meu lado.

(Clint) "_ Não liguem pra eles... _"

(Layla) "_ eles estão falando sobre você, por minha culpa... Me desculpe _"

Olhava pra ela com um sorriso

(Clint) "_ isso não é nada... Mais tome cuidado hoje quando você for embora tá?

(Layla) "_ tudo bem, eu vou tomar cuidado, mais por que?

(Clint) "_ sei lá, alguma coisa está me intriga... E eu não quero que nada lhe aconteça...

(Layla) "_ obrigada Clint... Por se preocupar comigo... 

Olhava para o meu lado esquerdo, vendo um pequeno grupo se aproximando de nós dois, por surpresa um deles se direcionou a mim e pegou na gola da minha camisa, estando confuso por ele estar fazendo aquilo, mais o ignorava, estando encurraldo naquele canto deserto da escola, não avia nenhum funcionário naquele lugar, por fim, ouvia os gritos abafados de Layla, ela estava sendo levada um pouco mais para longe. Como não estava a prestar atenção no garoto que estava segurando a minha camisa, tinha recebido um soco no rosto, no mesmo tempo ele soltou a gola da camisa, mesmo tendo recebido aquele soco, não deixava de olhar para Layla, que estava sendo agredida por outras garotas.

(Clint) "_ Parem com isso agora! Qual o problema de vocês...

Uma das garotas começou a dar risadas, que no mesmo tempo me assustava, não tinha como eu socorrer a Layla, o cabelo da mesma estava todo sujo, suas roupas estavam um pouco rasgadas, fechando um dos punhos, dava um soco na barriga do indivíduo, então corri até Layla, empurrando as outras, conseguia me aproximar da mesma.

(Layla) "_ Isso... É tudo culpa minha... Me desculpe Clint... Corra enquanto você pode....

(Clint) "_ Não irei a lugar nenhum! Ficarei aqui com você... 

Percebendo o que eles iriam fazer conosco, abraçava Layla, de uma forma para proteger a mesma, enquanto estava abraçada a ela, sentia pedras com pontas em minhas costas, braços e cabeça, deixava algumas lágrimas escorrer pelo meu rosto, meu corpo estava muito machucado, ouvia um grito e ele soava no começo daquele canto deserto da escola.

(Hayabusa) "_ Parem ou eu vou chamar o direitor...

Ouvindo aquilo, sentai que meu corpo não estava mais sendo atingido pelas pedras, olhava para trás, parecia que os indivíduos estavam correndo para longe de mim, ainda com algumas lágrimas escorrendo o sobre o meu rosto, ignorava isso, então olhava para Layla, ela me dá um abraço, fico um pouco surpreso, mais também percebi que ela estava chorando.

(Layla) "_ Por que?... Você poderia se machucar gravemente, não precisa se preocupar tanto assim comigo! Eu estou bem...

Ela falava de uma forma normal, mesmo depois daquela situação, me levantava normalmente, porém ainda estava machucado, olhava para o começo do canto deserto daquela escola e não via ninguém, voltava meu olhar para ela e estendia a mão para ela.

(Clint) "_ eu fiquei sabendo que tem um parque aquático aqui perto e como amanhã não vamos ter aula... Acho que a gente poderia ir... Juntos...

Ela pega minha mão e se levantava

(Layla) "_ claro! Destrair um pouco a cabeça depois disso, pra mim está tudo bem _"

(Clint) "_ então tá, eu te vejo lá...

O intervalo foi programado até a hora de todos irem embora, no momento em que estávamos indo embora juntos, ficávamos conversando e sorrindo, até que teríamos que nós separar em meio ao caminho, ambas ficaram um pouco triste por dentro, mais não demonstravam, eu apenas acenava para ela, então ia pegava o meu rumo indo em direção de volta para casa, chegando na mesma, ia em direção ao meu quarto e me deitava na cama e fui pegando no sono aos poucos até dormir por completo.











Notas Finais


Decidi fazer um romance entre o Clint e Layla do ML(Mobile Legends) por causa que eu gosto muito dos dois, e eles literalmente são "Casados" no jogo, espero que gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...