História Sobrevivendo à Uzumaki Naruto - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Karin, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha, Suigetsu Hozuki
Tags Ino, Inoita, Itachi, Itaino, Karinsui, Menma, Narusasu, Naruto, Sasuke, Sasunaru, Suika, Suikarin
Exibições 810
Palavras 2.480
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoas
Vcs já devem estar enjoados de mim, não?
Devem estar me achando uma desocupada por escrever com tanta frequência rsrs a verdade é bem mais triste q isso. Minha faculdade está em greve :( e estou em casa moscando. Minha internet é uma merda (do tipo q só pega Facebook e SocialSpirit ) e estou sem TV a cabo, ou seja, nada de Netflix, filmes ou séries... agora entendem como escrevo rápido kkkk
Queria agradecer de novo a todos que estão acompanhando, Arigatou

Capítulo 10 - Sobrevivendo à Uzumaki Menma


Fanfic / Fanfiction Sobrevivendo à Uzumaki Naruto - Capítulo 10 - Sobrevivendo à Uzumaki Menma

-Agrw... agrw... -O som do ronco de soava pelo quarto, enquanto Naruto ainda se mantinha acordado.
Não que o som emitido por Menma o atrapalhasse, o motivo de sua insônia estava longe de ser este. Embora a razão também tivesse cabelo escuro, estava do outro lado da cidade.
Apoiou o aparelho celular sobre o peito, tentado à ouvir o mesmo áudio pela milésima vez seguida, só para ouvir a voz preocupada do Uchiha.
Sim, estava ficando louco. Sasuke o estava enlouquecendo.
Sentia-se incrivelmente culpado por ter se afastado do Uchiha. Mesmo que sua cabeça estivesse a mil, Sasuke não merecia ser ignorado como ele o tinha feito.
Quantas pessoas fariam por ele metade do que Sasuke havia feito?
Quantas pessoas o acolheriam daquela forma? Não apenas em sua casa, mas em sua vida. Quantos o protegeriam ou lhe confiariam seus mais profundos medos e segredos?
Quantos o apresentariam aos seus amigos e familiares?
Por mais que pensasse, não lembravasse de nenhum.
Nenhuma das pessoas com quem já havia se relacionado fizera metade do que Sasuke já havia feito. 
-Uh. -Respirou fundo enquanto arrumava os pensamentos.
Sua relação com Sasuke estava além do que jamais tivera com alguém. Algo mais profundo do que um simples desejo carnal. O Uchiha havia se tornado realmente alguém importante.
"E eu aqui, com pensamentos impróprios" Repreendeu a si mesmo por isso.
Como podia ser idiota de pensar em jogar tudo que aos poucos vinha construindo com o Uchiha, por causa de um simples desejo sexual?
"As pessoas estão certas sobre mim. Sou mesmo um idiota" Deu um meio sorriso ao concluir aquilo. "Mas não idiota o bastante para estragar isso" Pensou convicto, tendo certeza do que faria.
Voltaria a tratar o Uchiha da mesma forma descontraída de antes. Voltaria com suas brincadeiras e provocações, como dois adolescentes minados e guardaria qualquer situação mais inoportuna trancada a sete chaves em sua maldita mente depravada.
Ampliou o sorriso ao decidir aquilo, se virando na cama abraçando o corpo do irmão.
Adoraria ser mais como ele. Forte, decidido e seguro, mas parece que as melhores qualidades já havia ter sido todas herdadas quando nasceu, cinco minutos após Menma.
Fechou os olhos, sentindo o cheiro exalado pelo irmão, tão diferente do Uchiha. O de Sasuke simbolizava tentação, como uma fruta madura oferecida pela mais cruel serpente pronta para expulsa-lo do paraíso. O de Menma simboliza proteção, algo que nunca pode sentir de seus falecidos pais, deixando para o mais velho a difícil missão.
Tomado por aquela sensação terna, adormeceu antes mesmo que percebesse o sono chegar.
Ambos irmão continuaram ali, com as feições serenas, até Menma finalmente comprovar que Naruto dormira e abrir seus olhos, sem mais precisar fingir um falso sono.
Nem conseguia se lembrar da última vez que havia visto Naruto aflito assim. Talvez tivesse sido quando assumiu a sexualidade, embora Menma o incentivasse, por já ter assumido a sua faz tempo.
Naruto pensava demais, ao seu ver isso era tanto uma benção como um problema.
Enquanto ele apenas agia, deixando que o tempo cuidasse das consequências futuras, Naruto preocupavasse, na maioria das vezes mais com os outros do que consigo mesmo.
O mais novo era gentil, sincero e leal ao que acreditava. Qualidades que Menma sempre invejara.
Passou a mão sobre o cabelo loiro do irmão, vendo-o mesmo inconsciente corresponder ao toque.
Queria ser bom com palavras para lhe aconselhar decentemente ao invés de fingir dormir para não ter que encarar aquele olhar cálido.
Odiava admitir ser mais covarde do que o casula, embora o pouco de coragem que possuía o fizesse concluir. Conversaria seriamente com Sasuke Uchiha.

 

************


Sasuke transitava pelos corredores da universidade como um zumbi vagando sem rumo.
Se perguntava o porquê de ainda ter tentado ir para aula, ao invés de apenas se manter na cama como seu corpo mandava.
Sequer se lembrava do nome da matéria que acabara de assistir, imagina do conteúdo então.
Naruto estava destruindo sua vida impecável, em diversos sentidos.

 


-Não acredito que se mudou para cá e não me contou nada. -Karin deu um pequeno soco no braço no braço do primo enquanto sorria.
-Depois que o Naruto veio definitivamente para cidade resolvi também ficar por aqui, sabe que ele não vive sem mim. -Menma disse convencido, fazendo Karin revirar o olhar. 
-Já encontrou um lugar para ficar? -A ruiva perguntou interessada.
-Mais ou menos isso. -Respondeu se lembrando do cafofo que alugara. Precisava urgentemente arrumar aquele lugar.
-MENMA. -Ouviu uma voz gritando alto, antes de se jogar abraçando suas costas.
-Bom te ver também Ino. -Respondeu ainda se sentindo abraçado.
Suigetsu apenas revirou o olhar com a cena. Não entendia toda aquela animação das meninas. Para ele Menma não passava de um cara comum. Uma versão morena e mal feita de Naruto.
Sim, o loiro era muito melhor. Concluiu irritado, vendo Karin se unir no abraço.
Itachi, que chegara com Ino, apenas analisou tudo com um meio sorriso nos lábios. O ciúme estampado na cara de Suigetsu dizia tudo.
-Deixa de ser exagerado. -O Uchiha falou num tom que só Suigetsu escutasse. -É um prazer conhece-lo. -Itachi informou elevando a voz com um sorriso, mas a única coisa que ganhou foi um olhar revoltado pelos olhos semicerrados.
-Outro Uchiha. -Menma reconheceu só de olhar. -Espero que seja menos imbecil do que o Sasuke.
O sorriso do moreno deu lugar a um semblante de surpresa. Ino não mentira, o moreno era o oposto do irmão.
-Menma. -Ino o repreendeu, fazendo um bico revoltado.
-Não me olhe com essa cara, ou começo a abrir exceções para mulheres por sua causa. -Disse malicioso, fazendo o rosto de Itachi novamente mudar.
-Deixa de ser exagerado. -Suigetsu o provou, revidando as palavras de Itachi. 
O Uchiha se segurou para não puxar a mão de Ino e arrasta-la para longe dali.
Definitivamente preferia Naruto do que o outro Uzumaki.
-Falando em Sasuke. -O rosto de Menma se tornou sério. -Alguém sabe onde posso encontra-lo? Preciso mesmo falar com ele.
-Você e Sasuke conversando? -Suigetsu perguntou imaginando a cena. Seria no mínimo interessante. 
-Acho que voltou para casa. -Itachi informou, torcendo para que o Uzumaki o seguisse e se afastasse o máximo possível de Ino.

 


Sasuke se encontrava ali. Deitado a mais de meia hora olhando para televisão. Odiava admitir que Naruto estava certo, havia filmes realmente bons.
"Naruto". Sua mente rosnou o nome o repreendendo. 
Não podia nem mais fazer algo do simples quanto aquilo, ver um filme sem pensar no loiro?
-TOC... TOC... -O som das batidas na porta o lhe acordaram de seus pensamentos.
Mesmo indisposto, seguiu a contra gosto em direção a porta, dando de cara com um par de olhos azuis claros lhe encarando.
Era oficial, não podia fazer mais nada sem que a presença de Naruto o assombrasse.
-O que faz aqui? -Sasuke se apoiou na porta bloqueando sua entrada. -Naruto não está. -Informou, ganhando de Menma como resposta uma simples revirada de olhar.
-Vim falar com você. -O Uzumaki informou. -Vai me convidar para entrar ou prefere aqui fora?
-Tsc. -Sasuke resmungou, mas permitiu sua passagem. -Anda, diga logo o que quer, estou ocupado.
-Estou vendo. -Menma revidou olhando para o televisor. -Também assiste desenhos, agora sei o que você e Naruto tem em comum. -Provocou vendo a animação dos dragões que passavam. -Adoraria indicar alguns, mas os que assisto não estão na sua faixa etária.
-O que faz aqui? -Sasuke perguntou já farto daquilo.
-Já disse, vim conversar. -Respondeu se jogando no tão conhecido sofá. -Acha mesmo que vou deixar meu irmão morar com um desconhecido sem ter o mínimo de informação sobre o cara?
-Então fale. Pergunte o que quer e vá. -Sasuke informou sério, fazendo Menma abrir um mísero sorriso. 
Odiava admitir como Sasuke parecia consigo.
-Calma Uchiha. -Pediu. -Temos tempo. Naruto não chegará tão cedo. -Informou ganhando um olhar estranho do Uchiha. -Ele está resolvendo algo como um seminário ou alguma coisa do tipo. -Disse desinteressado. -Pode ficar tranquilo, ele volta para casa hoje, já deixei claro que não vou ficar o acolhendo todo dia.
Sasuke entreabriu os lábios. 
Então era ali que Naruto havia dormido, na casa do irmão? 
Naruto havia dormido enquanto ele passara a madrugada vagando pela casa como um fracassado vampiro.
-Eu não me importo com isso. -Mentiu miseravelmente.
-Se você diz. -Menma deu de ombros desinteressado. -Prometo que vou fazer poucas perguntas, depois pode se livrar de mim.
-Comece. -Sasuke exigiu. Quanto mais cedo ele fosse embora de sua casa melhor.
Sentia-se horrível perto do Uzumaki. Menma parecia decifra-lo apenas com olhar. 
Estava errado ao compara-lo consigo. Menma lembrava mais à Itachi.
-Vamos começar com o que mais me preocupa. -Menma assumiu um semblante sério. -Soube alguns boatos ao seu respeito, embora não acredite quero ouvir de sua boca. Não é mesmo um homofóbico de merda, é Sasuke?
O Uchiha de certa forma não se surpreendeu com a pergunta. 
Tendo essa maldita fama, qualquer um se preocuparia por ver Naruto ao seu lado. Embora nunca tivesse esperado ouvir da boca do irmão gêmeo do mesmo.
-Não. -Respondeu ríspido. -Não sou. Naruto morar comigo é prova disso.
-Naruto morar aqui não aumentam minhas certezas. -Menma informou. -Me explique como surgiu esse boato, dependendo da sua explicação eu decido se faço ou não a próxima pergunta.
Sasuke o avaliou por um tempo, até decidir como começar a contar.
-Eu bati em um homossexual. -Explicou da forma mais resumida que conseguira.
-Por qual motivo? -Menma perguntou interessado nos mínimos detalhes.
-Estava em uma festa, já tinha bebido um pouco. -Se lembrou da noite em questão. -Estava ficando com uma garota da universidade, quando ele apareceu a chamando para um canto. Na hora pensei ser um concorrente, não um amigo. Fala sério, era uma festa. Se você visse a pessoa com quem estava flertando te abandonar por outra pessoa não pensaria o mesmo? Quebrei a cara dele sem pensar duas vezes.
-Então foi por ciúmes? -Menma perguntou interessado.
-Eu não estava afim dela. Só estávamos ficando.Ciumes nada tem haver com isso. -Sasuke discordou. -Foi uma questão de orgulho e princípios.
-E você se arrepende disso? De ter batido no cara? -Menma perguntou curioso.
-Não. -Sasuke respondeu firme, fazendo Menma o olhar intrigado. -Se fosse qualquer outro cara eu teria batido, por que com ele seria diferente? Ele invadiu meu espaço. Independente da sua orientação sexual eu não permito isso. -Avisou fazendo Menma abrir um meio sorriso.
O pior é que aquilo fazia sentido.
Sasuke possuía sua própria forma de ser imparcial. Meio agressiva, mas possuía.
-O lado bom é que você não se enquadra no perfil de um homofóbico, num de obsessivo abusivo no entanto... -Menma segurou o riso .
-Então, era só isso que queria saber? -Sasuke perguntou revoltado. 
-Calma. Já disse, temos tempo. -O Uzumaki o lembrou. -O próximo não é tecnicamente uma pergunta e sim um pedido.
-Pedido? -Sasuke estranhou aquilo.
-É sobre o Naruto. -Menma voltou a se tornar sério. -Ele pode ser extrovertido, desajeitado e cabeça oca, mas ele já passou por muita coisa, embora não demostre isso. 
-E o que quer me pedir? -Sasuke perguntou curioso. 
-Não insinue ou prometa nada que não possa lhe dar. -Exigiu autoritário. -Naruto pode conviver com o preconceito e  olhares feios que recebe, mas há coisas que nem ele poderia suportar. -Explicou. -Eu vi com meus próprios olhos como ele agiu quando descobriu sobre sua sexualidade. Como tentou se isolar e abafar aquilo para que ninguém descobrisse. Naruto não é bom para lutar consigo mesmo. Ele pode enfrentar várias pessoas que o desafiarem e apanhar de cabeça erguida sem hesitar, mas quando a briga é interna ele costuma ser um péssimo lutador.
-Não vou mentir dizendo que entendo isso. -Sasuke falou ainda refletindo sobre o que ouvira. -Mas não vou fazer isso, prometer algo que não possa lhe dar, isso não faz meu estilo.
-Claro que não. -Menma deu um mísero sorriso se levantado. -Eu vou indo Uchiha. Sequer me ofereceu uma bebida, você é um péssimo anfitrião. -Informou, fazendo Sasuke revirar o olhar enquanto o levava até a porta. -Só mais uma coisa. -Avisou colocando a mão na porta, antes que Sasuke a fechasse. -É bom tratar bem o meu irmão. Cada lágrimas que o fizer derramar vai sofrer duas vezes mais, de uma maneira bem pior na minha mão. -Ameaçou passando o dedo indicador provocante sobre os lábios entreabertos de Sasuke, fazendo-o dar um passo hesitante para trás, desconfortável com a situação. -Bom conversar contigo, Uchiha. -Lhe lançou um sorriso carinhoso, antes de começar a andar feliz em direção ao elevador, como uma criança correndo animadamente atrás de um balão.

*************


Sasuke se mantinha concentrado em seu notebook. 
Embora estivesse sem cabeça para aquilo, não podia simplesmente deixar sua vida acadêmica parada.
Se limitou a erguer o olhar quando ouviu a porta ser aberta e ver a figura cansada de Naruto se arrastar.
Sentiu seu corpo se arrepiar quando seus olhares seus cruzaram, fazendo Naruto quase dar um passo em falso.
Respirando fundo, Naruto apenas arrumou os pensamentos, se lembrando de tudo que havia prometido a si mesmo.
-E aí, Sasuke? -O cumprimentou,fazendo o Uchiha cerrar o olhar.
Naruto o tinha ignorado por 3 dias sem motivo nenhum, dormido fora de cada sem avisar. Havia bagunçado completamente sua semana e agora chegava com um "E ai, Sasuke?"
-Tsc. -Sasuke resmungou revoltado, voltando sua atenção de volta ao notebook.
-Também senti saudades. -Naruto Implicou com tom irônico, embora no fundo aquela frase fosse exatamente o que o definia. -Tô com fome. Tem jantar? -Jogou sua mochila pesada sobre o sofá. Indo em direção a cozinha.
-Virei empregada? -Sasuke perguntou para si mesmo, sem tirar os olhos da tela do notebook.
-TEME. -Ouviu a voz alta de Naruto, o fazendo jogar o notebook de uma forma qualquer no sofá e correr em direção a cozinha preocupado.
-Isso é o que eu tô pensando que é? -Naruto perguntou animado, tirando vários ingredientes da sacola. - É pra fazer ramen? -Perguntou com brilho no olhar.
-Tsc. -Sasuke resmungou, desviando o olhar. Odiava aquele maldito brilho que Naruto carregava nos olhos. -Era uma oferta de paz. -Admitiu. -Mas você não merece isso.
-Não diz isso. -Naruto disse triste, com medo de ver todo material para seu ramen perfeito indo pro lixo. -Vamos fazer isso. Ramen pro jantar como oferta de paz.
-Oferta de paz apenas pro seu lado seu interesseiro. -Sasuke o acusou. -Eu nem gosto disso. -Informou lhe dando as costas no intuito de voltar a sala. 
-E se for ramen de tomate? -Naruto perguntou com um meio sorriso, fazendo Sasuke parar onde estava. 
"Chantagista" Sasuke pensou, mudando sua rota em direção a geladeira, pegando um saco de sua maravilhosa fruta vermelha.
Naruto apenas o observou começando a lavar os tomates deixando que seu sorriso aumentasse.
Torcendo para que aquela simples reconciliação fizesse as coisas a voltarem a ser como antes.

 

 


Notas Finais


OBS: para quem não sabia, tomate é a comida preferida do Sasuke. Então achei ramen de tomate a oferta perfeita de paz para os dois lados, não? Rsrs
OBS2: falei que Sasuke estava vendo um desenho, o imaginei assistindo Como Treinar seu dragão kkk desculpe, mas adoro esse filme.

Obrigada mesmo pelo carinho, até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...