História Sobrevivendo à Uzumaki Naruto - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Karin, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha, Suigetsu Hozuki
Tags Ino, Inoita, Itachi, Itaino, Karinsui, Menma, Narusasu, Naruto, Sasuke, Sasunaru, Suika, Suikarin
Exibições 742
Palavras 2.414
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


"Tia Nana, o que você está fazendo de novo aqui?"

Pois é pessoas, a vida é uma caixa de supresa, acabei de descobrir que terei q ir no meu estágio amanhã, então provavelmente não vai rolar capítulo amanhã (provavelmente, não é certeza)
Já falei no que eu estagio para vcs?
Acho que não né? Não gosto de falar muito sobre mim, mas disso eu tenho orgulho...
Faço medicina veterinária e estagio cuidando de bezerros 😍😍😍
Quem já deu leite pra bezerros em uma mamadeira sabe a delícia que é kkk ... amo muito aqueles pestinhas fofos 😘

Capítulo 16 - Sobrevivendo ao pedido


Fanfic / Fanfiction Sobrevivendo à Uzumaki Naruto - Capítulo 16 - Sobrevivendo ao pedido

-Então vocês moram juntos, mas não são casados? -Menma falava tentando compreender. -Não minha terra chamam isso de falta de vergonha na cara. -Informou brincalhão para Ino e Itachi. -Acho que está enrolando ela. -Apontou acusador para o Uchiha. -Se eu fosse você não perdia tanto tempo, não vai encontrar alguém mais interessante do que Ino. -Informou com tom malicioso, dando um sorriso galanteador em direção a loira.
Itachi teve que usar todo seu auto controle para não estrangula-lo. 
Odiava o jeito como o Uzumaki olhava sugestivamente em direção a namorada.
-Certo. Já chega. -Naruto informou cortando o clima que estava se formando. -Estamos tentando ter um jantar amigável, se lembram?
Sasuke apenas revirou o olhar enquanto comia. Estava louco para ver o irmão explodir e uma briga acontecer. Naruto era um estraga prazer.
-E quanto a vocês dois... -Menma se referiu à Sasuke e Naruto. -... também vão se enrolar ou assumir que estão namorando?
-Ha Ha Ha. -Ino riu alto, se esquecendo de todos os modos, quando viu Naruto congelar com os olhos arregalados enquanto Sasuke engasgava com a comida de sua boca.
Ok, já havia uns cinco dias que vinham trocando pequenos beijos pela casa e carinhos ternos como afagarem os cabelos um do outro enquanto dormiam ou viam TV, quase sempre com Naruto deitado com a cabeça no colo do Uchiha.
Até podiam admitir que em uma das vez se empolgaram ao ponto de Sasuke deixar o pescoço do Uzumaki marcado quando por instinto sugou e deu uma leve mordida na região, motivo esse para o loiro estar vestindo blusa de gola alta durante a refeição.
Sasuke olhou com o canto dos olhos em direção à Itachi com medo de sua reação, mas se surpreendeu ao ver um pequeno sorriso nos lábios do irmão.
-Não vai dizer nada sobre isso? -Sasuke cortou o clima com uma voz séria, fazendo Menma se sentir culpado. 
Droga, o irmão de Sasuke talvez não soubesse do que vinha se passando.
Apenas Ino continuava com o sorriso intacto.
-Dizer o que? -Itachi perguntou confuso.
-Sobre eu estar me tornando um viado. -Sasuke perguntou ríspido, fazendo tanto Naruto como Menma se sentirem ofendidos. Odiavam aquela palavra.
"Não seja um idiota irmãozinho" Itachi pensou, mordendo o lábio nervoso.
-Sim, vou dizer algo. -Itachi avisou. -Obrigada Naruto. Com toda essa arrogância e mal humor eu já havia me conformado que Sasuke morreria encalhado.
Menma e Ino não resistiram e gargalharam alto, enquanto Naruto ainda se mantinha sério.
Realmente, odiava aquela palavra.

 


*************

Itachi chegou em casa bufando alto.
Era a primeira e última vez que dava carona para Menma.
O Uzumaki tinha o incrível dom de acabar com sua paciência perfeita.
Ino não estava muito diferente, estava sobrecarregada, exausta. Ver o semblante fechado de Itachi não ajudava em nada.
Aos poucos as coisas começavam a se tornar maçantes entre ambos. 
Até brincadeiras como as de Menma os influenciam. Tempos atrás sentariam e iriam rir juntos sobre o jeito espontâneo do Uzumaki, agora parece que todo senso de humor do namorado havia sido sugado, juntamente com sua vitalidade.
Olhou para a tela do celular suspirando alto, quanto tempo o aparelho demoraria para tocar com Naruto ou Sasuke do outro lado da linha reclamando sobre algo? Pelo semblante que Naruto apresentava quando saíram não dava mais do que meia hora. Apostaria que seria Sasuke quem ligaria dessa vez.
Não que não gostasse de ajuda-los. Achava até divertido em alguns casos. Mas não podia negar se sentir frustada a cada momento com o namorado que havia sido roubado.
Torcia internamente para que ambos aprendessem a lidar com seus problemas sem ao menos uma vez os envolver.
Soltou um suspiro alto enquanto retirava o vestido. Riu sem senso algum de humor lembrando-se de quando havia começado a namorar o Uchiha. 
Naquele tempo Itachi mal a esperaria passar pela porta de casa para que ele mesmo a agarrasse e despisse. 
Quantas vezes já haviam ficado ali mesmo, na sala de estar, sem perder o simples tempo para se deslocar ao quarto?
-Estudando? -Ino perguntou curiosa, vendo o Uchiha começar a abrir o notebook.
-Sim. -Ele respondeu com o olhar dirigido a tela. -Com tudo que aconteceu nessas semanas deixei mais material do que devia acumular.
-Resolverá todas as pendências em uma noite. Sabe disso. -A loira informou. 
Itachi não era considerado um gênio a toa.
-Espero que sim. -Respondeu não lhe dando muita atenção. -Já vai dormir? -Perguntou confuso por um segundo desviando o olhar em sua direção.
Ino se limitou a dar de ombros.
-Não há nada melhor para fazer, não com você entretido aí. -Explicou entediada.
-O que está insinuando? -O moreno perguntou sério, fechando o notebook sobre seu colo.
-Para um gênio as vezes você pode ser bem lento. -A loira riu da própria afirmação, não notando o quão sério Itachi ficara.
Seguiu em direção ao quarto sem o olhar, quase rindo irônica ao se olhar ao espelho acoplado a parede, dando-lhe a visão de seu corpo perfeito apenas encoberto pela lingerie roxa. 
Tocou a imagem fria, com a ponta dos dedos.
Qualquer um que a visse de fora devia imagina-la como uma mulher cobiçada.
Olhando para a imagem sozinha refletida ela já não tinha essa certeza.
Abafou a própria risada irônica, quando pequenas gotas se formaram no contorno de seus olhos.
Invejou até mesmo o recente relacionamento de Naruto e Sasuke. Adoraria trocar sua rotina por uma relação conturbada.
-O que aconteceu com você hoje? -Itachi perguntou preocupado, encostado na porta do quarto.
-A quanto tempo namoramos? -Ino perguntou a si mesmo. -Dois anos e meio?
-Exato. -Itachi concordou não entendo onde o loira queria chegar.
-Quantos brigas reais tivemos nesse tempo? -Se auto perguntou novamente.
-Uma. -Itachi se apressou em responder, estranhando o comportamento da loira.
Ino concordou com a cabeça.
Lembravasse como se houvesse hoje à única vez que haviam realmente discutido. 
A primeira vez que Itachi a abandonara sozinha no meio da noite para ir atrás de Sasuke em uma tempestade, alegando que o irmão não poderia ficar sozinho em meio aos trovões. 
Naquela noite haviam discutido de forma tão bruta que Ino chegou a adquirir seu próprio trauma as noites de tempestade.
-Eu fui uma idiota na época por não perceber o quão importante aquilo era, tanto para você quanto para seu irmão. -Ino lembrou-se. -Depois daquilo prometi a mim mesma que lhe ajudaria a cuidar de Sasuke, como se também fosse um irmão caçula para mim. 
Itachi acenou a cabeça mostrando se lembrar.
-Se lembra do que me prometeu? -A loira perguntou.
-Que não a deixaria sozinha daquela forma novamente. Que lhe levaria comigo cada vez que algo assim acontecesse e jamais abriria mão de um momento que fosse com você, independente do motivo. -Itachi comentou confuso.
-A quanto tempo não temos um momento juntos, só para nós dois? -Perguntou com os olhos inexpressivos.
Itachi se limitou a se calar, finalmente entendendo aquilo.
-Estamos apenas nos enrolando, Itachi? -Ino perguntou se lembrando das palavras de Menma.
O Uchiha se aproximou vendo-a suspirar baixo. 
-Sim. -Itachi respondeu passando a mão sobre o rosto aflito da namorada. -Estamos enrolados um a outro de uma forma que não há como desatar. -Informou se aproximando dos lábios da namorada. -Me desculpe por deixa-la sempre como segunda opção. -Pediu, sentindo-a tremer ao seu toque.
Não devia haver hierarquia entre o que sentia por Ino e pelo irmão.
Sasuke já havia crescido. Já se tornara um homem capaz de cuidar de si próprio. 
Era hora de deixa-lo caminhar com as próprias pernas e estabelecer aquilo que queria para si.
Menma estava certo, Ino era o melhor que poderia ter, pelo simples fato de ser ela mesma.
-Eu escolho você. -Informou rouco, tomando os lábios da loira para si.
Ino apenas correspondeu ao beijo, levando as mãos ao longo cabelo negro de Itachi.
Puxou brevemente os fios forçando a cabeça do Uchiha para baixo, dando-lhe altura necessária para morder levemente seus lábios.
Itachi postou sua mão para a cintura da loira, girando seu corpo até que ficasse de costas para si.
Os olhos de Ino se arregalaram, vendo o espelho refletir sua imagem sendo gentilmente despida enquanto beijos era distribuidos por toda extensão de seus ombros e costas.
Corou como uma adolescente, vendo seus seios serem descobertos, enquanto sentia as alças do sutiã deslizarem por seus braços.
Sequer fez menção de se virar quando viu o Uchiha retirar a própria roupa, só o espelho era necessário para mostrar aquilo que desejava ver. 
-AH. -Arfou alto ao se sentir sendo abraçada pela cintura.
Olhou hipnotizada a imagem da mão do Uchiha descer por seu abdômen até chegar ao meio de suas cochas. 
Gemeu manhosa aos sentir os dedos ágeis se movimentando por cima da calcinha, enquanto suas bochechas adquiriam a coloração avermelhada.
"Então era assim que seu rosto ficava em momentos como aquele?"
Esfregou as coxas, uma contra a outra prendendo a mão de Itachi de maneira apertada entre elas, sequer piscava vendo a cena de forma hipnotizada.
-Gosta do que vê? -Itachi perguntou com tom malicioso. -Seja espectadora de sua própria beleza. -Pediu, abaixando a calcinha da loira de maneira lenta, se abaixando até tira-la abaixo de seus pés.
Voltou a subir seu corpo, beijando a lateral das pernas de Ino, migrando os lábios pelas costas em seguida.
-Veja. -Pediu com a voz rouca ao chegar em seu ouvido. -Apenas assista.
Ino achou que iria atingir o orgasmo só com aquilo. Através do espelho, se assistiu sendo penetrada por um dos dedos do namorado, fazendo-a soltar um gemido tão alto que não se surpreenderia em ter acordado um ou dois vizinhos.
Voltou a movimentar as coxas, instigando a mão de Itachi, presa agora com dois dedos dentro de si, enquanto sentia a mão livre do namorado chegar ao seu seio, brincando com o bico rosado.
Fechou os olhos não se importando mais com qualquer imagem que tivesse a ser assistida.
Tudo que desejava agora era sentir mais do que os simples dedos de Itachi dentro de si.
-O-Onegai. -Pediu com a voz falha, antes de sentir seu corpo ser gentilmente empurrando para frente, até ser pressionado sobre a superfície fria que os refletia.
Segurando em sua cintura com força, Itachi a levantou na altura suficiente para que pudesse ser penetrada por seu membro já excitado.
Ino mordeu o próprio lábios, impedindo o grito animalesco preso em sua garganta, enquanto sentia os seios pressionados contra o espelho, subindo e descendo a cada nova estocada.
Abriu os olhos por um breve segundo, vendo apenas o embaçado causado por sua respiração quente na superfície fria.
Mexeu com dificuldade o quadril, rebolando de forma curta, aumentando mais o contato com o membro que a penetrava, cada vez mais firme... cada vez mais rápido.
-Ah... ah... -Gemeu com os olhos olhos lacrimejados quando seu interior seu contraiu, sentindo Itachi a agarrar possessivamente pela cintura, enquanto beijava seu pescoço e se derramava em seu interior.
-Ah... -Deu um último gemido, sentido seu corpo se libertado do espelho embaçado.
Ainda mantinha o rosto corado, quando viu a imagem de Itachi saindo de dentro de si. Riu pervertida pelo que acabara de acontecer. 
Aquilo sim era sair da rotina.
Virou-se para Itachi, com um sorriso estampado, deixando que seus beijos mostrasse sua gratidão ao invés das palavras.
-Ino... -Itachi citou seu nome, fazendo-a lhe encarar feliz e exausta. -Casa comigo. -Pediu ainda ofegante, ganhando apenas um novo beijo como resposta.


************ 

Menma, Itachi e Ino já haviam ido embora à um bom tempo, deixando para Sasuke e Naruto todo trabalho pesado.
Os dois já haviam limpado à mesa e lavavam os pratos.
Sasuke vez ou outra desviava o olhar para Naruto, algo parecia errado.
-Me lembre de fechar a casa da próxima vez que eles avisarem que vem para cá. -Disse tentando inutilmente cortar o silêncio.
Nenhuma resposta, nenhuma expressão. 
Algo com certeza estava errado.
-Aconteceu alguma coisa? -Perguntou preocupado, vendo Naruto suspirar alto, fechando a torneira após a louça acabar.
-O que estamos fazendo, Sasuke? -Naruto perguntou sério, ganhando um olhar confuso do Uchiha. -Ficando? Fala sério, sabemos que isso não vai pra frente.
Sasuke entreabriu os lábios descrente com o que escutava. Naruto estava lhe dando o fora?
-Viado. -Naruto repetiu a palavra que o Uchiha usara mais cedo. -Está disposto ao ouvir isso pelo resto da vida? Por que se alguém descobrir é isso que irá se escutar.
O Uchiha mordeu o lábio sem saber o que responder.
-Se alguém souber não haverá mais volta. Mesmo que a gente se afaste algum dia e chegue a ficar com uma mulher, essa fama uma hora ou outra irá reaparecer. Na faculdade, no seu futuro trabalho. Em qualquer lugar haverá alguém para lembra-lo disso. -Naruto explicava com o peito apertado, tentando fazer Sasuke compreender a situação. -Você ainda pode desistir disso. -Naruto o lembrou. -Não há volta para mim. -Informou saindo da cozinha, deixando Sasuke boquiaberto sem saber o que responder para trás.

 


-Uh. -Naruto suspirava pausadamente enquanto sentia a água escorrer pelo seu corpo.
Sabia que aquilo iria acontecer. Desde o começo havia previsto que iria se machucar com aquilo, mas pior do que se ferir era imaginar o que quase fizera a Sasuke.
Já havia sentido na pele o desprezo e preconceito. 
Não era algo que desejaria para Sasuke, não enquanto o Uchiha ainda tivesse o poder de escolher.
Levantou o rosto, deixando que as gotas frias do chuveiro lavassem seu choro silencioso.
-Uh! -Gemeu surpreso sentindo o corpo quente que o abraçava por trás. -S-Sa.. Sasuke. 
-Já disse que você fala demais. -O Uchiha criticou próximo a sua orelha, fazendo todo o corpo do Uzumaki se arrepiar. 
Naruto apenas continou parado, tentando manter a respiração constante enquanto sentia o corpo nu de Sasuke envolvendo o seu.
Arfou baixo quando sentiu os lábios quentes lhe beijarem o pescoço, criando um rastro quente onde passava, em contraste com a água fria que ainda os molhava.
Sentia as mãos de Sasuke contornarem com precisão cada músculo de seu peito descompassado.
-AH. -Arfou involuntariamente, sentindo o corpo excitado do Uchiha atrás de si.
Sentir tudo aquilo chegava a ser cruel.
Virou um pouco seu tronco e cabeça permitindo-o encarar os olhos ônix direcionados à si.
-Por que faz isso? -Naruto perguntou com a voz falha, realmente confuso.
Depois de tudo que explicara, o natural seria Sasuke se afastar e viver sua vida normalmente sem si.
-Também não há volta para mim. -Sasuke explicou decidido, roubando os lábios de Naruto. 

 

 


Notas Finais


"Tia Nana, isso foi um Hentai, não o Lemon que eu queria"
Eu sei... mas amo muito ItaIno e estava para escrever algo sobre eles faz tempo. :)

Como eu disse, grande possibilidade de não rolar capítulo amanhã, mas na quinta eu compensou (aquela carinha) kkk
Vamos separando seu melhor copo, em breve limonada chegando 💙💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...