História Sociedade Alternativa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 16
Palavras 1.039
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi pessoas do meu coração, tudo bem com vcs? Sim, que bom. então essa aqui é o primeiro capitulo da minha história, e nele eu vou apresentar uma personagem enviada, eu não lembro o nome da flor de pessoa que me enviou ela, mas se vc estiver ai ainda, obrigado, tu me ajudou pra caramba, beijinhos de luz pra vcs!

Capítulo 1 - Senhorita Snow


Fanfic / Fanfiction Sociedade Alternativa - Capítulo 1 - Senhorita Snow

Pov's Morgana

Meu nome é Morgana Snow, nasci em 13 de outubro de 1999 (17 anos) em Dallas, sou um tanto quanto problemática com as pessoas e tenho dificuldade em mostrar meus sentimentos, e isso não é culpa minha, é culpa do meu tio, dono de uma das maiores empresas de Software, a Insight Direct Inc. Eu nasci diferente, nasci com o dom do gelo, que é o dom de controlar o frio, a neve e as tempestades, e ele com medo de que eu fosse um risco a sua riqueza, colocou fogo na casa onde eu morava, minha mãe e meu irmão morreram, meu pai estava viajando,eu tinha apenas 10 anos, e por conta do incêndio fiquei em coma por dois anos, quando eu finalmente acordei não me lembrava de nada, e toda vez que eu ameaçava fechar os olhos pra dormir eu via minha mãe e meu irmão morrendo, hoje em dia isso não acontece mais, mas naquela época era normal acontecer, por conta dos exames para tratar a amnesia e problemas psicológicos, a principio eu estava bem, mas nunca conseguiram me curar da amnesia, eu me recusava a falar com os psicólogos, até que um dos doutores disse ao meu pai que eu continuava com amnesia por causa do trauma e que eu não queria me lembrar para não me machucar. Meu pai não gostava de me ver afundada em problemas psicológicos, um dia ele veio até mim e tentou me forçar a falar com os psicólogos, eu não cedi, mas ele continuava, e eu me cansei e tive um acesso de agressividade o ferindo gravemente. Depois do acontecido eu fui levada para um hospital psiquiátrico, que se eu me lembro se chamava Hospital Psiquiátrico Alfred Binet, eu fiquei lá por um ano, aquilo já estava enchendo meu saco, digamos que eu dou as pessoas o que elas merecem, eu sem querer acabei matando uma menina, mas como ela era louca ninguém ligou, e eu não fui punida, nesse ano eu tomava tantos remédios, eles não me faziam bem, e sabia disso, eu parei de toma-los. Comecei a atuar a minha melhora, voltando a falar, pouco, mas falava, os bastardos que se intitulavam de médicos me liberaram.

Depois que eu sai daquele inferno eu vivia uma vida "normal" para uma pessoa como eu, descobri que meu tio assassinou meu pai e saiu impune por conta que criou o D.S.S (Destroy Splendour Soldiers)  uma associação contra o esplendor, ou seja contra mim e as pessoas que são iguais a mim, eu fiquei totalmente cheia de ódio pelo meu tio, a partir daquele dia eu resolvi que iria me vingar nem que fosse a ultima coisa que eu fizesse. Eu fiquei dois anos pensando na pior morte que ele poderia ter, e não chegava a nenhuma conclusão, até que um dia eu estava assistindo TV e acariciando uma das únicas coisas que me deixavam viva, o Nightmare, um lobo preto, e pensei, se o motivo dele ter feito tudo o que fez foi eu, nada mais justo de eu me vingar usando as minhas próprias mãos, eu dei um pulo do sofá assustando o Nightmare, subi as escadas, arrumei minhas malas, peguei o dinheiro do táxi, e fui para a porta, quando a abri vi uns soldados do D.S.S e uma cabine de contenção, meu lobo rosnou.

— Finalmente te achamos senhorita Snow, agora vamos.- disse um deles, eu apenas levantei minha sobrancelha, estalei os dedos e eles magicamente desapareceram e a neve que estava no chão se tornou vermelha, eu não consegui evitar dar uma leve risada, é sério que eles achavam que podiam comigo Morgana Snow vulgo "V"de vingança. Fui até a cidade e peguei um táxi até a sede da empresa do meu tio, todos lá sabiam quem eu era, mas isso não me intimidou, enquanto andava escutei algumas pessoas murmurando "foi ela que matou os agentes do D.S.S?" ou "ela que a sobrinha do chefe que tem esplendor?", as notícias chegam rápido aqui em. Subi as escadas, os agentes que ficavam no meu caminho foram conhecer Jesus, mas o que eu posso fazer, ninguém fica no meu caminho, cheguei a sala do meu tio e quando ele abriu a porta ficou pálido, parecia que tinha encontrado a morte, mas tecnicamente ele encontrou a morte.

— Saudades da sua querida sobrinha titio?

— O que você quer aqui Morgana?

— Eu não quero nada demais, eu quero apenas a sua vida! 

— Pra que você quer a minha se tem a sua?!

— Você chama isso de vida?! Minha vida acabou quando você colocou fogo na minha casa e matou minha mãe e meu irmão!

— Você era um perigo para o mundo, o seu esplendor é muito forte!

— Eu não me importo com quem vai morrer! E eu to pouco me lixando se eu sou perigosa! Espero que seus últimos minutos de vida tenham sidos felizes!

— Morgana, por favor não faça isso!- disse meu tio, eu já estava cansada dele e seu "showzinho"

— Não implore por algo que já está perdido, é ridículo!- Fiz com meu tio o mesmo que fiz com os agentes na porta da minha casa, devo admitir que a decoração dele precisava de mais cor, e vermelho foi uma ótima escolha, me senti aliviada depois que ele foi embora. Eu estava tão relaxada que não percebi quando pegaram eu e Nightmare e começaram a nos arrastar. Mas não importava mais o que aconteceria comigo, meu tio já estava morto. Senti uma forte pancada na cabeça, depois disso só me lembro de acordar na traseira de uma caminhão e escultar a conversa dos motoristas.

— Então quantos ainda faltam?- quantos o que? pensei.

—Um monte, novato, essas crianças e adolescentes são muito perigosos. Por isso que temos que ensina-los a não usar seu poderes.-Existiam muitas pessoas como eu? Pensei que eram apenas quinze ou vinte no mundo todo, então o plano do meu tio era muito maior do que eu achava! Esse maldito não se contentou só comigo, ele destruiu a vida de milhares de pessoas! Dizem que precisamos de um proposito de vida pra que ela seja feliz, então a partir de hoje o meu proposito de vida é destruir tudo o que meu tio criou! Absolutamente tudo!

 

 


Notas Finais


Então pessoas essa foi a apresentação da nossa querida Morgana, se vcs gostaram eu peço por favor favoritem ou comentem, por favooooor! o proximo personagem que vamos conhecer, é claro se vcs gostarem, se chama Mizu Hirahata. Beijinhos S2 S2 S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...