História SOCORRO! Vivo com loucos - Capítulo 2


Escrita por: ~

Exibições 6
Palavras 2.708
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Esse capítulo é muita emoção em um só!

Capítulo 2 - A antiga patroa


Fanfic / Fanfiction SOCORRO! Vivo com loucos - Capítulo 2 - A antiga patroa

Me mudei para a Califórnia e isso foi uma grande mudança em minha vida, nova escola, novos amigos, novas aventuras, uma nova vida. Fiz amigos, Brenda é toda prendada acho que seremos grandes amigas, Shawn é a pessoa mais diferente que conheço, Bryan falei pouco com ele mas percebi que ama jogos e Derek só tem cara de quem estuda mas só a cara mesmo. Depois de eu e minha mãe termos recebido a notícia que tínhamos que arranja outro lugar para morar estamos ali no chão do apartamento que iriamos perder eu abraçando minha mãe e contendo as lágrimas, ouço meu celular tocando.

Carol: Oi -falo com a voz meio travada

Brenda: Carol? Só vim avisar para você trazer seus documentos amanhã para seu primeiro dia na empresa do meu pai.

Carol: Ah... Obrigada por avisar -  uma lágrima acaba caindo 

Brenda: Tá tudo bem? - não podia falar que não estava, mas também não ia mentir

Carol: Vai ficar... Eu e minha mãe temos que sair do apartamento até depois de amanhã venderam ele... -falo tentando não desabar no choro

Brenda: meu Deus!!! Porque não vem morar comigo a casa aqui é bem grande

Carol: Iria te incomodar demais, aliás se for assim prefiro pagar mesmo não tendo muito... - Brenda tem um coração bom mas acabei de conhecê-la não acho justo isso

Brenda: Que bobagem, seria ótimo ter você aqui sem pagamento nenhum, arrume suas coisas agora só tragam seus pertences os móveis vemos isso amanhã. Vou buscar vocês hoje mesmo! 

 

Carol: Brenda... Não precisa... -ela me interrompe

Brenda: nada disso. Até logo!

Parecia loucura mas não tínhamos muitas coisas para empacotar, nem tínhamos móveis usavamos tábuas. Apenas tínhamos 2 camas... Arrumei minhas coisas e contei para minha mãe. Tinhamos caixas guardadas, só usamos 4 não eram muitas coisas mesmo... Brenda chegou num carro enorme, preto parecia uma limousine que só se vê na TV, era muito lindo.

Quando chegamos na casa da Brenda seus pais me cumprimentaram eles são muito bondosos sempre achei que as pessoas ricas poderiam ser mais arrogantes mas eles não... Vi uma enorme escada feita de mármore e brilhava 

Brenda: deixa eu te mostrar o quarto de vocês cada uma vai ter um quarto hein -ela diz contente e me ajudando com as minhas coisas subimos a linda escada. Ela levou minha mãe para um quarto nem percebi isso na hora, tava maravilhada com os quadros que haviam naquele corredor, quando ela me mostrou meu quarto pude ver uma cama enorme com tecidos de ceda por cima, cortinas enormes e uma grande varanda. O quarto era muito grande acho que daria meu apartamento inteiro só naquele quarto.

Carol: é tudo tão lindo aqui... - parecia um sonho

Brenda: vem - ela dá um pulo na cama eu a sigo pulando ao seu lado sentindo como era macio olho para a Brenda e rimos - Bem vou te deixar a sós ali tem um banheiro e qualquer coisa meu quarto é o da porta rosa...

Eu vou até a varanda está de noite. Vejo a Lua ela estava enorme. Ali embaixo vejo um grande jardim desço e vou até ele... Pego uma daquelas flores que se você assoprar ela se desfaz (Ai gente não sei o nome, não sou floriculturista né?) amo flores, pego um tufo dessas e assopro, elas voam seguindo o vento quando ouço alguém falando

Shawn: Ai entrou na boca - ele tosse tentando cuspir 

Carol: Shawn? O que faz aqui? Tá tudo bem? - olho preocupada para ele, qual é foi sem querer não o vi ali depois fala que eu que fico espionando ele mas fiquei surpresa de vê ali

Shawn: pera, ai Jesus vou morrer o que tu fez comigo jogou veneno? -ele tosse e cai no chão resmungando

Sério mesmo? Como é exagerado... Nem sabia que ele estava ali... Imagina quando for parir, espera ele é homem vocês entenderam. Eu vejo uma mesa com um jarro de água coloco um pouco de água num copo

Carol: Aqui, é só uma flor... Levanta ai e bebi isso - lhe entrego o copo

Shawn se levanta e pega o copo dizendo: Ah tá é você Carol - Ele é cego? - Achei que fosse a Rihanna podia ser aquela deusa- Oi? O que esse menino tem? 

Carol: É né. O que tu faz aqui?

Shawn: moro aqui por causa do meu emprego como contador do Pai da Brenda. Tá me seguindo? - Ah... Não vou dizer que não gostei de vê-lo ali mas sei lá ASHUASHU

Carol: legal eu também, e tu não para? 

Shawn: Parar com o que?

Carol: to indo - assopro outra flor na cara dele agora de propósito para ele parar de ser doido e vou para o meu quarto

Shawn: Boa noite pra tu também! 

Nunca havia dormido tão bem como naquela noite, naquela cama quem não dormiria? Encontro Brenda na cozinha comemos, ela me pergunta o que queríamos fazer com os móveis do meu apartamento disse para doar, não ficariam bons numa casa como a da Brenda, mesmo eu me sentindo um pouco desconfortável parecia estar invadindo a sua casa. Mas Brenda gostava de ter uma amiga por lá, ela não tinha irmãos e fomos juntas para a escola... Achava que ela iria de carro mas não, ela gosta de andar pela manhã. Na escola a aula foi normal, Brenda concentrada como nunca, Shawn dormindo, Bryan ali jogando no celular e Derek boiando. Na saída vejo Débora infernizando a vida de um menino baixo e gordinho, falando coisas que não são apropriadas para eu dizer aqui, será que só isso ela sabe fazer? Vou até ela

Carol: Ninguém pode humilhar alguém assim - nem sei de onde tirei coragem para fazer isso

Débora: eu faço o que eu quiser - minha vontade era de dar uma lição nela mas não com briga porque não se resolve assim

Vou até o menino ele me diz para deixar quieto que ele tinha culpa

Carol: não tu não tem culpa. A culpa é de quem não tem vergonha de humilhar os outros – olho para a Débora

Brenda, Shawn, Derek e Bryan chegam vendo o que estava acontecendo

Bryan: Você não vai fazer nada Shawn! Fica aqui quieto.

Brenda: Acho que vou indo vem comigo Derek - Brenda e Derek saem indo embora, Brenda sempre tenta sair quando tem briga, essa é ela

Shawn: relaxa vou fazer nada. HEY - ele dá um grito e todos olham para ele

Débora: Shawn tava te procurando

Shawn: De novo implicando com eles? 

Débora: Shawn você sabe o que sinto por ti... - ela vai em direção a Shawn colocando sua mão em seu rosto e ele se afasta dela, eu realmente não estava entendendo aquilo 

Shawn: Uma pura mentira! *ele rio e ao mesmo tempo fala sério* - eita agora a coisa ficou séria fiquei ali sem reação inconformada que ele poderia ter gostado dela tipo sério? tá tinha acabado de conhecer eles mas já eramos amigos... Só não queria me envolver naquilo!

Depois eles saem conversando mas Shawn não parecia querer falar com ela. Fui até uma lanchonete comer algo para depois ir ao trabalho... Meu primeiro dia de trabalho foi legal apesar de estar nervosa e meio atrapalhada, o serviço na empresa é cansativa separar as pastas boas das ruins, colocar as tampinhas, empacotar e tal... No fim do dia só queria dormir chego na casa da Brenda encontro minha mãe no quarto dela arrumando suas coisas pergunto se quer ajuda, conversamos e lhe disse do novo serviço ela fica feliz. Estava cansada tomo um banho e vou até a cozinha encontro Shawn sentado calado

Shawn: É você viu né? 

Carol: Bryan nada concentrado na aula mas claro - vou até o armário e pego uma barra de cereal, eu sabia exatamente o que ele estava falando mas não queria me intrometer

Shawn: Não, você sabe... A Débora me infernizando

Carol: e tem alguém que ela não inferniza - é sério que ele quer falar comigo sobre isso...

Shawn: até a morte deve ter medo dela, eu gostava tanto dela

Carol: que mal gosto você tem -falo sussurrando e me arrependo do que disse tomará que ele não tenha ouvido

Shawn: quê? Mas é verdade... - É ele ouviu parabéns Carol, droga! - enfim agora vai falar que tenho mal gosto por ouvir Ariana Grande?! - ele não tem mal gosto, não quis dizer isso... Sei lá ele é meu amigo estou tentando apoiar ele mas não sou boa nisso!

Carol: Claro que não doido - ele ri

Shawn: me dá o Sucrilhos aí - pego o pacote de Sucrilhos que estava do lado da pia. Mais uma noite passou... No dia seguinte na escola tudo foi calmo até demais nem sinal da Débora... No serviço fui passar meu cartão mas ele não ia... 

Carol: ai Deus... 

Rafaela: Vai com calma, é assim viu? - Rafaela é uma grande menina e amiga que fiz no serviço

Thomas: Oi - ele beija a Rafa, eles dois são um casal e o mais lindo que conheço. Thomas e Rafaela também estudam no mesmo colégio que eu são do 3° ano - problemas com o cartão de novo?

Carol: pois é 

Rafaela: Ela quase quebrou ele. 

Thomas: assim como você quebra todos os dias minha cabeça com seu nervosismo

Rafaela: Haha muito engraçado - ela dá um soco no braço dele e depois se abraçam. Já deu para perceber né? Rafa é nada doce... Vamos ter bastante história com eles

Chegando em casa quer dizer na casa da Brenda, não me acostumei ainda... Encontro uma mulher chamando o nome do Shawn

Lisana: Shawn querido! - Lisana é minha antiga patroa

Dou de cara com ela e fico assustada, ela já me maltratou muito é uma riquinha daquelas que odeia os pobres. Trabalhei para ela servindo-a por 2 anos e não tinha escolha porque precisava do dinheiro achava que tinha me livrado dela pelo jeito não...

Shawn aparece atrás dela: Mãe que foi? - Mãe? Não, não poderia ser mãe dele ela tinha só 20 e poucos anos... Ela me olha com um olhar de fúria. Olho para o Shawn sem entender nada.

 

Carol: Mãe?

Shawn: madrasta na verdade - agora faz sentido...

Lisana: você não precisa dar satisfação para gente como ela. Não fique perto, não respire. Sei muito bem o que o povo da tua classe quer. - meu Deus já começou?

Shawn: mãe, ela é uma grande amiga da Brenda e minha também não exagera por favor... Ela mora aqui agora...

Lisana: só toma cuidado para não pegar piolho - ela bate seus cabelos longos em minha cara fecho os olhos- Vamos 

Shawn: me desculpa - ele olha pra mim e Lisana puxa ele

Carol: nossa tal pai tal filho, gosto não se discuti - me viro e dou de cara com Bryan- Não me diz que mora aqui também?

Bryan: E aí? Não, eu tenho casa. Tô procurando o Shawn para entregar essa meia - ele mostra um par de meias preta

Carol: Ah... Ele tá lá com a mãe dele - aponto para cozinha nem quero saber o porque do Bryan estar com uma meia do Shawn povo doido

Depois daquilo acho que nem ia dormir direito, mas não é que dormi até demais? Geralmente tenho insônia mas essa noite foi engraçada e muito estranha  imagina sonhar com a Lisana mas com cara de Shawn nem sei como isso foi possível e ainda que ela, ele sei lá era minha amiga... Tá tá foi bem estranho... Hoje é sábado sem escola e sem ir ao trabalho, então decido arrumar meu quarto coloco a música monster do exo vassoura e panos 

Carol: you can call me monster! - danço varendo e usando a vassoura como microfone


Olha a vergonha mas essa sou eu sozinha, bem pensava que estava sozinha do nada Brenda e Shawn entram no quarto e começam a dançar junto. Eu paro, foi muito vergonhoso sério. 

Shawn: Que? Continua uai - ele só pode estar doido, ele pega meu celular e aumenta o volume, eu me escondo debaixo do cobertor enquanto os dois continuam dançando, Brenda dançava bem. Shawn nem sei explicar olhava pra eles e ria até que os dois me puxaram fiquei ali tentando me mexer ou sei lá o que tava fazendo...

Carol: tá chega - a música acaba

Shawn: hoje é sábado o que podemos fazer? 

Brenda: eu tenho o coral da igreja de noite, apareçam lá. Vamos ir no cinema me falaram que vai sair um filme novo hoje... - Eles gostam de se divertir faz tempo que não faço isso

Shawn: verdade, vejo vocês daqui a pouco no cinema só vou tomar comprar toddynho 

Brenda: Que bebezão 

Shawn: Ah fica quieta Barbie - rimos 

Acabo de limpar o quarto, me arrumo estava preste a sair quando vejo Lisana

Lisana: onde pensa que vai? 

Carol: ao cinema...

Lisana: nada disso, preciso que você faça minhas unhas 


Obedeci não porque queria mas vocês não sabe como ela fica quando não fazem a tua vontade, tentei enviar uma mensagem para Brenda ou Shawn dizendo que não daria para ir mas Lisana não deixou pegou meu celular e o desligou. Fiz tuas unhas, tive que fazer teu chá preferido e lavar umas roupas dela. Quando fui ver já era quase meia noite encontro Shawn no corredor e tento passar reto para não dar desculpas mas ele fala comigo

Shawn: Por que não nos avisou que não ia o que houve?

Carol: não deu... Eu ia avisar mas Lisana...

Shawn: Lisana? O que minha mãe fez?

Carol: ela quis que eu fizesse algumas coisas e não deixou eu usar o celular tentei enviar recado para vocês... Desculpa!

Shawn: Aaah... Você não precisava fazer o que ela pedi... Ela exagera. Vou falar com ela! - lá vai ele nervoso de novo

Carol: mas foi nada 

Shawn: Vem comigo eu e a Brenda queremos te mostrar algo - sigo ele até a sala de estar Brenda estava lá com um vestido branco muito lindo me sento ao seu lado

Brenda: compramos essas pulseiras para simbolizar a nossa amizade - eram pulseiras lindas coloridas Shawn me dá uma, os dois colocam a sua assim também fiz... Derek e Bryan chegam com algumas sacolas

Derek: E aí moçada trouxemos comida -como eles poderiam adivinhar que eu tava morta de fome só não ia falar...

Bryan: melhor com barriga cheia não? - ficamos ali os cinco rindo, jogamos uno foi realmente divertido

Shawn: mas tu só ganha Bryan assim não vale mano!!! Carol tua vez...

Carol: tudo bem! Uno

Shawn: Ah não só é comigo essa macumba?

Brenda: eu também

 

Shawn: É nóis

Carol: só pode ser mal de Shawn

Shawn: mal de Carol só se for 

Estavamos nos divertindo muito. Acho que nunca me senti assim eles eram mais que amigos eram uma família... Lisana e Débora chegam

Lisana: Shawn que bagunça é essa? Olha quem tá aqui... - só podia ser brincadeira

Shawn: ah não... - ele abaixa e faz não com a cabeça e se levanta - mãe só estou com

meus amigos

Lisana: E deixar a pobre Débora sozinha? Vou indo tenho uma festa

Shawn: pessoal já volto! - ele vai com Débora até a janela da sala, não era melhor ele ir a algum lugar mais privado tipo estamos bem ali do lado dele e não acho que a conversa deles tem haver com nós

Débora: Shawn você pode ficar com seus amigos mas não com essa Carol ela é pobre, é... Ai me dá nojo só de falar dela - sério? Outra Lisana na minha vida?

Shawn: Tá olha, vou dizer pela última vez. - ele junta as mãos como se fosse rezar - acabou tá, não somos amigos não somos nada me enganei contigo! - Tá eu o julguei mal...

Ela se revolta e vai em minha direção pega a pulseira do meu punho 

Débora: Uma pulseira ridícula como essa?! - ela joga no chão, aquilo só era um objeto mas doeu porque significava algo

Derek: vai com calma aí

Fiquei realmente nervosa mas só fiquei olhando para ela... Débora vai em direção ao Shawn e beijá-o a força

 

 


Notas Finais


Alguém tá com a mesma raiva que eu da Débora? Qual será a reação do Shawn?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...