História Soeur


Escrita por: ß


Sinopse:
Quando suas pernas não aguentarem mais o peso da idade, permita-me te carregar em meu colo. E se eu não conseguir, caminharemos lado a lado, apoiando um no outro. Quando tiver os seus setenta anos e se sentir feia, eu estarei lá para lembrar todos os dias o quão linda você sempre foi, e sempre será. Mesmo que meus cabelos faltem em minha cabeça e minha memória falhe comigo, mesmo que eu não me recorde do meu próprio nome, lembrarei todos os dias o quanto eu te amo, e que faria tudo por você.

Porque eu amo você, irmã.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Categorias Originais
Tags Desafio 100 Temas, Ed Sheeran, Overgreen, Thinking Out Loud
Exibições 80
Comentários 5
Palavras 400
Terminada Sim

Fanfic / Fanfiction Soeur
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, Lírica, Musical (Songfic)
Avisos: Self Inserction
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Único
5
80
400

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~Redemmer
Capítulo 1 - Único
Usuário: ~Redemmer
Usuário
Primeiramente... Gabbe, vou matá-lo. Estou chorando, droga T^T
Agora, porque odeia essa música? Ela é linda u.u
Você conseguiu me fazer derramar lágrimas. É só porque estou sensível, chorona... -q Aham, sei. Huahauhau. Estou fingindo que a música é sobre irmãos porque NÃO ACHEI QUE VOCÊ IA ESCREVER ALGO REALMENTE PRA MIM. Achei que só ia dedicar, tipo, “ela pediu, está aí”. Não pensei que fosse... Você sempre me surpreende <3 E eu te amo por isso.
Você também gosta de francês? <3 Temos uma conexão assustadora e.e Sinceramente, não consigo entender porque nascemos separados se somos tão parecidos. É surreal. Vou ter uma palavrinha com a minha mãe. u.u
Confesso que eu entrei na sua vida como uma intrusa u.u Eu sei disso. Huahauhaua. Sempre achei que os betas eram inalcançáveis, mas, bem, você fez com que eu me sentisse uma boba, porque sua gentileza... A forma com a qual falou comigo me fez perceber que eu estava julgando antes de conhecer. u.u Desculpe por isso.
Quando conversei com você sobre bebidas e sobre ferrar os amigos que não fazem nada no trabalho – vamos combinar, sempre tem uns “amigos” assim – nunca imaginaria que se tornaria alguém tão importante pra mim. Um dos meus melhores amigos. Alguém que eu posso sempre contar. E também não achei que te amaria tanto e tão rapidamente. Huahauhaua. Não costumo gostar de alguém tão rápido. Você conquistou meu coração, Gabbe. <3
O momento que comecei a chorar? Humm... Acho que foi no segundo parágrafo. O meu pai não é bem uma pessoa que posso chamar de pai, ele mesmo já disse algo parecido certa vez. E eu sempre pensei: “quem irá me levar até o altar?” E então você me aparece com essa frase. Agora você se encrencou u.u Vai ter que me levar até o altar quando eu for me casar -q Aham
Eu estou sentindo... Meu coração está queimando... Mas de uma forma boa. Sinto-me querida, amada, protegida. (Meu comentário vai ficar maior que a fanfic em si e.e) Você me protegeu quando ninguém o fazia, confiou em mim quando ninguém mais confiava, me amou quando eu achei que ninguém mais teria a capacidade de fazê-lo.
Você foi e ainda é meu porto-seguro, Gabbe. Merci, merci, merci, por tudo. Não tenho palavras para descrever-te o quão grata sou por você existir, por estar comigo hoje e espero que isso seja para sempre. Não suportaria perdê-lo.
Vai ter que me aguentar pelo resto da vida u.u Lide com as consequências.
Je t’aime, Gabbe. Pour Toujours. <3