História Sofia Anjo Dark - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Princesinha Sofia
Personagens Bailleywck, Cedric, o Feiticeiro, Clover, Personagens Originais, Princesa Amber, Princesa Sofia, Príncipe James, Rainha Miranda, Rei Roland II
Tags Cedfia, Cedric, Hentai, Princesa, Romance, Sofia
Visualizações 67
Palavras 1.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Crdric que não queria lhe dar um beijo


No dia seguinte, Sofia estava na escola toda pensativa e alegre. Seu amigo, que não é um idiota nem nada, notou sua felicidade e também queria saber por que queria ficar feliz com ela. Mather notou um pequeno sorriso bobo. Ele desconfiava de que era um menino que estava envolvido nisso. Então ele decidiu simplesmente perguntar na cara dura.

-"Então, quem é o garoto que fez você rir?" Ele falou enquanto se aproximava dela e colocando seu caderno ao lado.

Sofia ficou assustada com a pergunta e olhou para ele com um sorriso que a deixou desconfortável.

- Não nada, só estava pensando em coisas engraçadas.

- em que coisas engraçadas. Ele falou completamente com desconfiança.

- nada que lhe interessa !!! Ela disse com um pouco de calda

- Oh, sem graça.

Logo a porta da sala se abre e o professor cédric entra colocando as coisas na mesa. O feiticeiro nem sequer olha para a garota age como se nada tivesse acontecido isso a deixa um pouco chateada.

- Bom dia estudantes hoje vamos aprender a levitação de água.

- Vamos aprender algo mais do que levitação? A garota na parte de trás deu-lhe um olhar malicioso.

Sofia olha para a menina com um olhar ameaçador e depois olha para frente.

- sim, o de calar a boca e prestar atenção.

A menina logo fica em silêncio com a resposta que ele deu. em breve cédric começa a dar aula E todos se tornam muito quietos as explicações dele, os alunos começam a tentar levitar a água, muitos deles eram defeituosos Mas gradualmente eles estavam conseguindo. Sofia estava indo muito bem já que estava treinando Enquanto estava com Cédric, todos começaram a ficar em volta da menina e começaram a elogiar.

Cedric ordena que todos se sentem. Eles voltam para seus cantos Sofia passo toda a aula olhando para o Senhor Cedric Mather percebeu isso e fico com inveja ele se  aproximou dela e colocou seus braços em volta dela fazendo um pouco de susto em Sofia, ela olha para ele Sem entender e ele da um sorriso bobo. Cedric logo olhou para toda essa situação sem dizer uma única palavra.

- Sofia quer sair comigo há algum tempo, não nos divertimos. Ele falou muito perto dela.

- hum ... Claro seria uma boa idéia sair com você e pular as torniquetes a alguns metros de hehe. Ela fala com todos inocentes

- Ei! Eu passo para te pegar?

-- certo!!

- às 13:00 eu vou te pegar.

- Estou esperando.

- "Ei, Sofia está tendo um encontro. Uma garota falo com uma cara de malícia que fez Cedric ferver com raiva

- Calem a boca e faça sua lição de casa, por favor. Cedric disse em pé e olhando seriamente para Mather

Os dois pareciam calmos, mas seus olhos estavam em uma grande disputa territorial por trás de sua fêmea.

Logo aula terminou Sofia foi para casa para se preparar para sair com seu amigo Mather, ela estava muito ansiosa porque fazia um tempo que ela não saia com seu melhor amigo, ela chegou em casa, foi ao seu quarto, tomo banho e Colocou uma bela roupa confortável e foi visitar a torre de seu amado feiticeiro ela bateu na porta algumas vezes e foi atendida.

-"senhorita Sofia?" O que você está fazendo aqui nesta hora do dia? Hoje não temos aulas.

Ela logo começou a entrar, ela teve um sorriso fofo no rosto que deixa qualquer um encantado.

-  eu vou sair, eu quero fazer meu pedindo.eu ganhei a aposta ne sabe como é.

"Ah ... o que seria Sofia?" ele falo com medo

Ela olhou para ele com aqueles olhos azuis piscina  e, com um sorriso perverso, Cedric logo percebeu oque ela pediria e sua resposta seria não.

-- me beije.

- "O senhorita Sofia deve parar de me provocar, você está mexendo não só com o feiticeiro mas com alguem perigoso".

Ela começa a se aproximar dele com um pouco de faneca. -"Então eu quero conhecer o Sr. Cedric".

- pesá outra coisa que eu farei, mas isso não acontecerá.

- "Sr. Cedric, o única coisa que quero de você é um beijo e nada mais, mas não se preocupe, vou voltar com outro pedido diferente".

-- onde você vai?

- Eu vou sair com Mather.

Logo ele liga o ciúmes Mather este muleke do caralho. - Seus pais sabe vai sair?

-- Sim.

Ela deixou o mago sozinho na torre e estava se encontrando com seu bff que queria conquistá-la chegando na sala, ela viu seu amigo Mather na sala esperando por ela.

- Mather !!!! Ela correu e deu um grande abraço

- Então querida princesa, vamos? Ele fala todo pomposo

- "Vamos, cavaleiro nobre.

Eles acabaram rindo, eles deixou o castelo rindo que nem duas crianças e lá no fundo, em uma torre escura, alguém os observava com uma gota de ciúme. O Feiticeiro que estava apenas de moletom com o tronco, cheio de tatuagens de símbolos estranhos.

- "Sofia, Sofia não deveria me provocar".

--------------------

Começaram a caminhar por vários cantos. Mather a estava levando para vários lugares divertidos e fugindo de algumas pessoas eles estavam rindo, como dois idiotas, e as pessoas continuavam olhando para eles sem entender, eles acabaram sentando-se em um banco e para descansar um pouco eles sem fôlego.

- "Uau, nós enganamos aqueles policiais do asshole. Mather falo colocar uma mão no peito

- haha ​​nossa verdade eu nunca corri tanto na minha vida se fuder viado. Ela disse e tirou o casaco por causa do calor.

- "Sofia, você não pode falar palavrão você é da realeza agora". Ele falou com um ar de devastação.

- meu pau, eu falarei sempre palavrão. Eu só na falo palavrão na frente dos meus pais, mas como você é outra coisa.

- Sim, a Sofia que conheço não muda por nada

- não é porque minha mãe está casada com o rei da caralha toda que quero ser da realeza, isso tudo não é para mim, não, eu não tenho jeito de ser uma princesa.

- "Você sabe o que você deve ser?"

- o que?

- Sofia que você é.

Isso fez Sofia fazer uma amuadora fofinha e olha com o rosto de poker face, logo o abraçou apertando a bochecha e fazendo-o gritar com dor pelo fato de estar espremendo com força, todos os que passaram por eles riam e pensavam que eles d era Um lindo casal, mas logo ela parou e deu alguns sorrisos.


Notas Finais


Continua, espero que tenha desfrutado este Capítulo até a próxima pequenos aventureiros que bosta. 😂😂😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...