História Sofrer por amor... Não né? - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 23
Palavras 718
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oieeeeeee pessoal, eu queria pedir desculpas pela demora para postar, é que minha criatividade é realmente uma bosta, mas eu só queria dizer que a fanfic não está em fase final, tive mais algumas idéias, então... Teremos muitas surpresas!

Capítulo 34 - Eu não existo sem você!



Subi e tomei meu banho, eu realmente não tava nada bem, todas essas brigas aqui em casa e agora mais essa do papai nos abandonar, eu realmente necessitava ver o Miguel.

1 HORA DEPOIS...
 
- MANUELA TEM VISITA PARA VOCÊ, DESCE LOGO MENINA!!!

Depois que eu ouvi esse berro da Isadora, eu desci e me dei de cara com o Miguel lá em baixo.

- Meu amor. O que faz aqui? - falei e depois dei um beijão nele

- Achei que você precisava de mim num momento como esse.

- E você acertou... Vem vamos lá pro quarto conversar.

- Conversar dona Manuela? TO SABENDO DESSA CONVERSA AI - Isa falou

- Para com isso sua boba - falei

- Ta parei - Isa falou

Depois disso nós subimos e sentamos na minha cama, do nada o Miguel começou a cantar:

Miguel: Eu sei e você sabe
Já que a vida quis assim,
Que nada neste mundo
Levará você de mim...
Eu sei e você sabe
Que a distância não existe,
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste,
Por isso meu amor
Não tenha medo de sofrer,
Pois todos os caminhos
Me encaminham pra você...

Eu: Assim como o oceano
Só é belo com o luar;
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar;
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover;
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer;
Assim como viver
Sem ter amor, não é viver;
Não há você sem mim,
Eu não existo sem você!

Eu e o Miguel: Assim como viver
Sem ter amor, não é viver;
Não há você sem mim,
Eu não existo sem você!

- Te amo meu amor!

- Também te amo minha nanica!

Depois disso, nós ficamos conversando, ate a Isa nos interromper.

- Desculpa atrapalhar os pombinhos, mas daqui a pouco a mamãe vai chegar e eu realmente nao to afim de mais brigas hoje.

- Tudo bem... Vem Miguel, eu te acompanho até lá em baixo.

- Mas já...

- Sem dramas, VEM LOGO MIGUEL!

- JÁ TO INDO... Tchau cunhada!

- Tchau cunhado!

Acompanhei o Miguel até a porta, nos beijamos e depois subi para meu quarto e a Isadora tava lá.

- Ai ai mana, cada vez mais me apaixono por essa criatura...

- Eu to morrendo de saudades do Rafael, mesmo depois de tudo o que aconteceu, eu não consigo deixar de ama-lo, eu sempre amei ele mas nunca tive coragem suficiente de admitir isso.

- Isso eu sempre soube, vocês não precisavam nem falar nada, só nos olhares já dava para perceber.

- A única coisa que eu queria, era ter ele comigo.

- Nem sei o que te falar...

- Não precisa falar nada, só de saber que posso desabafar com alguem, eu já me sinto melhor.

- Sabe que sempre vai poder contar comigo!

- Eu vou pro meu quarto, não to afim de conversar com mais ninguém hoje.

- Ta bom então. Boa noite!

- Boa noite!

Depois disso eu desci e dei de cara com a mamãe, ta um clima horrível nessa casa.

- E a Isadora não vai jantar?

- Não. Ela não ta com fome e muito menos afim de conversar com você.

- Porque sempre eu que sou a culpada de tudo nessa casa?

- Porque talvez seja sempre tudo culpa sua, a Isadora não quer nem olhar na sua cara, você expulsou o papai de casa.

- A história não foi bem assim, seu pai abandonou vocês e me abandonou também, eu não expulsei ninguém.

- Você acha mesmo que eu vou acreditar nesse seu papo?

- Você acha mesmo que eu vou acreditar que o papai nos abandonou do nada?

- Ele só me disse que estava cansado dessas brigas e foi embora.

- Chega! Nao quero mais falar desse assunto.

- Ta bom. Eu não quero mais brigas nessa casa.

- Por mim tudo bem.

- POR MIM TAMBÉM - a Isa falou gritando

- Você tava ouvindo nossa conversa Dona Isadora? - mamãe perguntou

- Tava sim mamãe e acredite eu também cansei dessas brigas.

- Vamos pedir pizza? - perguntei

- Vamos!

Nós pedimos a pizza e tivemos um jantar incrível.
Depois ajudamos a mamãe a lavar a louça e fomos dormir. 


Notas Finais


Espero que gostem 😘😘
Comentem ai o que vocês estão achando da fic, e se quiserem saber mais sobre mim, façam perguntas nos comentários que eu vou responder! 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...