História Soft - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Cara Delevingne, Dove Cameron, Magcon
Personagens Cameron Dallas, Cara Delevingne, Dove Cameron
Tags Cameron Dallas, Romance
Exibições 44
Palavras 300
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Capitulo 15


Fanfic / Fanfiction Soft - Capítulo 15 - Capitulo 15

— Ei, Cameron! Eu estava esperando para falar com você. — falou alguém.

— Bela festa. — disse uma bela mulher ao lado dele

Um homem bateu no ombro dele.

— Vamos sentir sua falta em St. Johns.

— Desculpe, com licença… — Cameron ignorava a todos.

Por que estava tão desesperado para impedir que ela fosse embora?

Ele passou pela amiga de Cara Delevingne e chegou ao fim da prancha de embarque.

Cara Delevingne estava quase a 5 metros de distância. Já estava saindo do cais e subindo a escada que ia para o estacionamento da marina.

— Cara Delevingne!

Ela não se virou.

Ele começou a correr. Igual a um pateta. 

Você está arruinando a sua imagem, cara. Pare com isso.

Cameron chegou ao pé da escada no mesmo momento em que Cara Delevingne chegava ao topo.

— Não vá embora, baby.

Ela parou e se voltou para olhar para ele. Uma perna sexy fincada no solo, a outra no último degrau da escada.

— O que você disse?

— Baby, por favor, não vá embora.

— Baby? Você me chamou de baby?

Ele deu de ombros, sem graça.

— Desculpe, é apenas uma expressão.

— Você acha que eu pareço uma criança?

— Não, senhora. De jeito nenhum, nem no jeito nem na forma.

Ela desceu alguns degraus devagar, com os olhos chispando. Cameron sentiu o sangue ferver nas veias.

— A palavra baby também é geralmente usada como uma expressão carinhosa entre namorados. — disse Cara Delevingne.

— Ahã. — concordou ele.

— Nós somos namorados?

— Infelizmente, não.

O que estava acontecendo? Ele amava Lia Marie Johnson . Estava tentando não seduzir outra mulher e, durante um ano, fora um bom menino.

Deveria dar adeus a Cara Delevingne e voltar para a festa.

— Eu não sou criança e não somos namorados, certo?

— Certo.

— Portanto, sob nenhuma circunstância, você vai me chamar de baby outra vez, entendeu?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...