História Sol da Meia Noite - Armadilhas do Destino - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Kisame Hoshigaki, Konan, Konohamaru, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Moegi, Nagato, Naruto Uzumaki, Obito Uchiha (Tobi), Pain, Rin Nohara, Sasori, Sasuke Uchiha, Shisui Uchiha
Exibições 102
Palavras 2.315
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá Pessoas!

Cheguei com um capitulo saindo do formo e que capitulo! AVISO LOGO QUE TEM LEMOM, então, não gosta nem leia faça o favor, ok? Esse capitulo está quente, espero que vocês gostem.

Kissus.

Capítulo 7 - Lembranças e Provocações!


Itachi ...........

 

Sabe aquele momento que você olha para uma pessoa e só consegue enxergar tudo vermelho? Tamanho é a raiva que está sentindo, pois, bem nesse momento tudo está coberto de vermelho para mim. Quem aquele loiro pensa que é?

“E me faça o favor de recusar essa proposta, porque sinceramente você é a última pessoa com quem eu quero trabalhar no momento” – relembrei mais uma vez suas palavras que me enchem de ódio.

- Ah Deidara agora é questão de honra, eu vou participar dessa porcaria queira você ou não – sussurrei apertando o volante do carro com força ao estacionar o carro em frente à minha casa.

Assim que entrei em casa fui direto para meu quarto tentando ao máximo não fazer barulho para não acordar minha família. Tomei um banho e cai na cama, vestindo apenas uma boxe preta.

 Pelo visto minha noite vai ser um verdadeiro fracasso – pensei frustrado ao ver a mensagem que Shisui me mandou, dispensando meu convite para uma saideira. Por falar em Shisui ele anda bem estranho ultimamente, não sei se é impressão minha ou ele realmente está me evitado.

- Itachi? – perguntou Kushi-san batendo na porta – Posso entrar?

- Claro Kushi – respondi.

- Você chegou agora? – indagou se aproximando – Menino veste uma roupa você vai acabar ficando doente com essa mania de dormir pelado – falou me repreendendo.

- Faz um tempinho que cheguei – disse sorrindo – E não se preocupe que idiotas não gripam, não é verdade?

- Sei – respondei estreitando os olhos – Você veio dirigindo a essa hora da noite? Já não te falei que não gosto que faça isso? Mas, vamos me conte como está seu irmão e Naruto? Estou morrendo de saudades dos meus meninos – falou me enchendo de perguntas, me fazendo sorrir de seu jeito dramático.

- Como já tinha dita várias vezes, não se preocupe Uchihas tem bons olhos para dirigir – respondi puxando um lençol para me cobrir – E o Sasuke e o Naruto estão em plena lua de mel, se o Naruto fosse mulher, você agora já seria avó – brinquei sorrindo ao ver sua cara de zangada.

- Ah não fale besteira, sou muito nova para ser avó – me repreendeu – E você não tentou convencê-los a voltar para casa? – indagou com curiosidade.

- Não se preocupe tanto, quando for o momento eles vão voltar, ok?

- Eu sei – disse fazendo bico – Mas, eu sou mãe. E toda mãe quer seus filhos por perto.

- Você já tem a mim e ao Konohamaru, não basta? – perguntei sorrindo.

- Não, não basta tenho que ter TODOS ao meu redor – enfatizou acariciando meu rosto – Mas, vamos deixar de conversa e vá logo dormir.

- Você e essa sua mania de me tratar como criança, não é?

- Para mim não importa quantos anos vocês tenham, serão sempre os meus meninos – disse sorrindo da porta do quarto – Boa noite, meu filho.

- Boa noite, mãe – sussurrei vendo-a fechar a porta do meu quarto.

E com silêncio reinando novamente, minha mente voltou as passado às lembranças que eu tanto queria esquecer, e que me atormentam a anos.

FLASHBACK ON .......

            - Deidara é para hoje? – perguntei perdendo a paciência, ao ter que esperar quarenta minutos para ele sair do banheiro.

            - Ah que saco Itachi, eu não tinha dito para você ir primeiro? Agora fica me apressando e não deixa eu tomar banho direito – resmungou saindo do banheiro vestindo um roupão curto.

            - Ahn? Kami – Sama a pessoa passa quase uma hora dentro do banheiro e não toma banho direito?! – perguntei incrédulo.

            - Itachi eu tenho que lavar meus cabelos, eles são grandes e dão muito trabalho – respondeu indignado.

            - Os meus também são e não passo essa eternidade – resmunguei fechando a porta do banheiro.

            - Ah me deixa seu chato, vai logo tomar banho.

            - É o que pretendo – respondi sorrindo dentro do banheiro.

Depois de dez minutos sai bem refrescado e relaxado do banho, entrando no quarto e vendo Deidara na sua rotina diária de passar hidratante no corpo antes de dormir.

- Depois não gosta quando te chamo de Barbie, não é? – debochei vendo-o passar hidratante em suas pernas bem torneadas.

- Mas hoje você tirou o dia para implicar comigo, não foi? – perguntou irritado.

- Não, é claro que não. Até porque eu adoro te ver irritado todos os dias, então, eu não implico apenas hoje – disse me aproximando e o abraçando-o por trás.

- Nem vem, você está muito implicante hoje – disse tentando escapar dos meus braços – Porque não vai dormir e me deixa quieto.

- Dormir? – sussurrei começando a distribuir beijos por seu pescoço – Acho que isso é a última coisa que quero fazer agora.

- Você não cansa não é? Já transamos hoje, lembra? – gemeu se arrepiando quando mordi o lóbulo de sua orelha.

- De você eu não canso nunca – confessei – E uma rapidinha como aquela não conta – disse virando-o em minha direção, beijando-o com intensidade.

- Ah Ita....chi – gemeu entre o beijo – Você vai acabar comigo desse jeito.

- Só se for de prazer meu anjo – respondi o deitando na cama, começando a desamarrar seu roupão e distribuir beijos por seu torso nu. Mordicando seus mamilos erriçados por minha caricias.

- Ai ..... Itachi não me provoca, por favor – gemeu ofegante ao me ver deslizando a língua pela extensão de seu pênis.

- Apressadinho não acha? – provoquei recebendo um olhar zangado em minha direção – Ok meu anjo, seu pedido é uma ordem – disse o abocanhando de vez, vendo o morder os lábios tentando conter um gemido alto.

- Ah Itachi, que delicia – murmurou entre gemidos – Sua boca é ....... Divina.

- Eu sei – respondi pretencioso, começando a masturba-lo e lamber seus testículos.

- Maldito convencido – rosnou chegando ao clímax, gemendo meu nome em seguida.

- Mas mesmo assim você me ama, não é? – sussurrei me encaixando entre suas pernas e o beijando até ficarmos sem folego – Fica de quatro para mim, meu anjo? – pedi depois do beijo.

- Ahn? E você? – perguntou ofegante.

- Hoje o meu prazer é te dar prazer – sussurrei dando-o um selinho, vendo-o sorrir envergonhado.

- Eu te amo Itachi, nunca esqueça ok? – pediu olhando em meus olhos.

- Nem se eu quisesse – respondi o ajudando a ficar de quatro para mim. Começando a distribuir beijos por toda sua coluna até chegar ao meu algo.

- AHHH ITACHI – gritou após a surpresa de ter suas nádegas mordidas – Isso dói.

- Gomen, é que você é muito gostoso e eu tenho vontade de te devorar por inteiro.

- Baka – sussurrou vermelho com minha confissão.

- Delicioso – afirmei vendo seu ânus se contrair com minha proximidade, não perdendo tempo e começando a saboreá-lo com gosto.

- Tachiiii ahahh não faz isso – pediu delirando com a intensidade de minhas lambidas.

- Ah Dei, eu vou entrar – sussurrei posicionando meu pênis em sua entrada picante, segurando seus cabelos como apoio ao investir com intensidade em seu canal apertado. Me afundando com precisão, delirando ao vê-lo me receber por inteiro dentro de si.

Fazendo-nos gemer juntos.

- Droga! Deidara, você tira meu juízo – disse gemendo ao sentir os choques rápidos e intensos, que seu corpo me provocam – Como é gostoso ........

Sorri ao vê-lo sorrir como minha confissão.

- Ah Tachi, eu estou perto – gemeu ofegante – Goza em mim Itachi, por favor.

- Com prazer, meu amor – respondi acelerando as investidas ao sentir o orgasmo se aproximando, gozando com vigor em seu interior após senti-lo se desmanchar em minhas mãos.

Depois acabei tombando para o lado da cama, levando-o comigo. O abraçando –o logo em seguida, dando selinhos demorados em seus lábios.

- Vamos dormir? Estou cansado – murmurando entre meus lábios.

- Que tal um banho antes? – propus.

- Não, quero dormir – resmungou com um bico nos lábios.

- Nada disso porquinho, vamos logo para o banheiro – falei o erguendo como um saco de batata em meu ombro.

- NÃO ITACHI – gritou assustado – PARA, EU VOU CAIR – disse sorrindo.

- Como se eu fosse deixa-lo cair, meu anjo – disse feliz o levando para o banho.

            FLASHBACK OFF

            E pensar que ela seria nossa última noite de amor – pensei frustrado ao pensar mais uma vez nele.

            - Droga Deidara, agora além da raiva que me provocou vai me deixar duro e excitado? – sussurrei colocando o travesseiro na cara, tentando acalmar meu corpo das sensações que ele me provoca.

 

DEIDARA .........

 

 Essa semana não está sendo das melhores para mim – pensei estressado por estar atrasado para o trabalho mais uma vez aquela semana.

Primeiro uma infiltração no meu apartamento está tirando toda a minha paciência, segundo Shopia está doente e mais dengosa do que nunca e sem falar nas cobranças da minha chefe insuportável.

- Mas que droga – gritei – Olha por onde anda criatura – resmunguei irritado sem erguer os olhos a criatura que tombou comigo no corredor da emissora.

- Foi mal – uma voz grave e masculina me despertou – Oh, se não é o mais belo funcionário da Tv Konoha – disse Nagato me ajudando com os papeis que tinham caído.

- Ah só podia ser você – resmunguei com desdém.

- Meu dia fica muito mais brilhante ao te ver, sabia meu raio de sol? – disse se aproximando cada vez mais de mim.

- Será que dá para me dar espaço – perguntei irritado – Será que você não desiste, em? Não quero nada contigo, vê se me deixa em paz – falei me esquivando de sua aproximação.

- Ah Cher, desistir? Essa palavra não existe no meu vocabulário.

- Vai ver se eu estou na esquina – resmunguei mais irritado ainda, com a insistência dessa criatura insuportável.

- Deidara está atrasado – afirmou Samui minha chefe, assim que cheguei ao estúdio.

- É estou sabendo, vadia – sussurrei revoltado.

- Ahn? Não te entendi? Ah deixa para lá vamos logo que estou com pressa, ainda tenho um coquetel para ir hoje à noite. Temos um candidato nós aguardando para a seleção.

- Ok – murmurei lhe seguindo em direção ao estúdio, e qual não foi minha surpresa ao ver Itachi na maior tranquilidade interagindo com todos da produção.

- Deidara esse é Uchiha Itachi um renomado chefe aqui de Konoha – apresentou Samui – Ele aceitou nosso convite e fará o teste para o nosso programa “Men and Kitchen”.

- Olá Deidara, não é? – perguntou sorrindo cinicamente em minha direção.

- Oi – sussurrei perdendo o folego, ao ver seu sorriso em minha direção.

- Vamos começar – indagou Samui – Itachi eu preciso que assuma a posição e fique à vontade, ok?

- Claro, isso é o que faço de melhor – respondeu galante, vendo Samui sorrir em sua direção e me fazendo grunhi de raiva com sua distribuição de charme gratuita.

- Quando estiver pronto é só falar – respondi com raiva, apertando o cronometro.

- Bem, como vocês devem saber o verão de Konoha é muito rigoroso – disse se aproximando da câmera e abrindo a geladeira – E não existe nada melhor para nos refrescarmos do que uma bebida bem gelada, não acham? – perguntou piscando o olho – Claro que nem todos tem habilidades na cozinha – soltou um sorriso se mexendo pelo balcão – Como é o caso da minha amiga Cecil aqui – disse apontando para nossa produtora de figurino – Ou até ter habilidades, mas, estar com uma verba mínima no momento por ter gastado com o presente da namorada como o Karui – afirmou nós fazendo rir – E para não passar vergonha com o crush – disse olhando em minha direção, me provocando um arrepio no estomago - Que tal ser criativo e se divertir preparando uma bebida bem simples e revigorante? Não sabe como? – apontou em direção ao nosso câmera – Moleza, meu amigo, a culinária masculina é para isso! – Afirmou começando a passar uma receita de forma divertida, fazendo todos babarem em sua desenvoltura.

- Então sinta-se como eu e aproveitem a chance de ganhar uma gatinha ou gatinho que está passando por perto – disse se referido a faxineira, que estava parada olhando sorrindo para sua apresentação – Tudo bem Aki? Sacudir essa coqueteleira não me deixa com um ar sensual, não acha? – perguntou com charme, vendo-a sorrir timidamente ao acenar com a cabeça – E por último e mais importante ofereça a bebida para a pessoa mais atraente da sala aproveitando para quem sabe conseguir um encontro? – sugeriu oferecendo a bebida a Samui, me fazendo sentir meu sangue ferver de raiva.

- Corta – gritei estressado, ao vê-la se derreter com a cantada recebida.

- Ah bem-vindo ao Men and Kitchen, Uchiha Itachi – disse Samui toda derretida – Daqui a poucas semanas você se tornará a mais nova celebridade de Konoha e tenho toda certeza que vamos nós dar muito bem – disse tentando ser sedutora.

- Tenho certeza que sim – respondeu galante, me encarando ao beija-la na mão. Sorrindo ao ver uma carranca se formando em meu rosto.

- Deidara vai te passar todos os detalhes do nosso show – informou sorrindo – É uma pena, mas, terei uma reunião agora e não poderei te acompanhar, mas fica para a próxima não é mesmo? – sorriu se afastando.

- Será um prazer – respondeu a olhando ir embora.

- Vamos? – indaguei irritado – Temos um contrato para assinar – alertei indo na frente, seguindo em direção ao meu escritório.

- Oh é uma pena, não é mesmo? Pelo visto terá que conviver comigo por um bom tempo – disse com deboche olhando o tempo de contrato informado no papel que estava lendo.

- Será que você não perde essa mania de me irritar não? – perguntei perdendo paciência ao ver seu sorriso zombeteiro.

- Pior que não – afirmou me olhando com determinação, dando um passo em minha direção – E tem uma coisa que te irrita e que eu quero fazer agora. E não vejo nada que me impeça de faze-la – disse me puxando pelo braço e me presando na parede roubando-me um beijo arrebatador, quente e molhado. Um beijo que me deixou completamente sem folego, me deixando mole e indefeso em seus braços.

 

Continua ......

 

 


Notas Finais


É isso povo, gostaram? Comentem pq eu fico triste em não ter um retorno de vocês, ok?

Muitos Kissus e até logo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...