História Solangelo - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Provações de Apolo (The Trials of Apollo), Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Apollo, Bianca di Angelo, Hades, Nico di Angelo, Will Solace
Tags Eitha, Nico Di Angelo, Solangelo, Wilco, Will Solace
Exibições 109
Palavras 1.372
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, como vão?
Devo pedir desculpas de novo, mas um "O melhor irmão do mundo", mas é que eu não resisto a ele. E estou muito ofendida, Ora! "Reyna e Thiago, já shippo!" E EU?! Alguém devia ter pensado assim: "não nada a ver, prefiro Thiago e Bia, bem melhor!"

Ontem descobri que amo essa fic sem capa alguma, pois faz tempo que tento fazer uma capa para ela, até fiz sabe,! mas tirei, pq num dá certo, vi ela, e não estava dá cor de antes, e do jeito que tá, esta bem melhor. Então vamos termina-la do jeito que começou, sem capa alguma!

Ah, FIZ UMA NOVA FIC SOLANGELO!

Boa Leitura...

Capítulo 14 - III - O melhor irmão do mundo


Fanfic / Fanfiction Solangelo - Capítulo 14 - III - O melhor irmão do mundo

A família Solace chegaram na casa de praia com um atenção desconfortável entre mãe e filho. Naomi não estava nem um pouco feliz com Thiago, pelo simples motivo de ele ter convidado uma estranha para passar as férias em família com ele.

— Mas, Naomi, e se eles estiverem namorando? — Apollo cochichou no ouvido da mulher tentando acalma-la.

— Não, Apollo, eles não estão. — Ela olhou de esgueira para Reyna que ajudava Thiago a tirar as malas do carro. — Se conheceram ontem, é claro que não estão namorando, e se ela for uma aproveitadora?

— Você está exagerando muito. — Respirou fundo — Vamos entrar, Will e Nico já devem estar nos esperando.

Ela passou a frente do marido e entrou sozinha, Apollo revirou os olhos e foi ajudar o filho e a amiga dela com as coisas. Ao terminar de levar tudo para dentro encontraram a Sra. Solace de braços cruzados na sala e aparentemente irritada.

— Qual é o problema, mãe?

— Acho que Will e Nico não estão aqui.

— Como assim? — Apollo deixando uma das malas no chão. — Will não sairia assim sem nos avisar.

— Humm. — Thiago pensa — Já procurou nos quartos? Talvez eles ainda estejam dormindo.

Naomi coça o queixo por um instante. Suspira pesado.

— É acho que você tem razão, vou chama-los. — Dá as costas e começa a subir as escadas. Apollo avisou que iria para a cozinha.

— Thiago. — Reyna o chama — Por que você disse para a sua mãe que seu irmão e o namorado possa estar dormindo?

— Por que a verdade.

— Mas você não disse que el...

A boca do mais velho se abre, joga as coisas que traz no chão e corre para as escadas tentar alcançar a mãe, pois se ela chegar primeiro no quarto e Will e Nico ainda estiverem dormindo...

“Ela vai me matar”

Sobe a escadas pulando um, dois, três degraus...

— Mãe! — A chama segundos antes dela tocar a maçaneta da porta.

— Thiago? O que foi?

— Por que não deixa eles dormirem mais? — Chega junto da mulher — Eles devem ter passado da hora ontem assistindo a algum filme até tarde. — Consegue ficar entre ela e a porta.

— Ótimo, que eles fiquem com sono. Sai. — O empurra.

— Mas, mãe, a senhora sempre diz que é ruim para o corpo das pessoas ficarem cansadas e sempre devemos dormir bem. — Está ai um lado bom de ter pais médicos. — Vamos, Naomi. — Coloca o braços nos ombros da mulher — Vamos deixá-los dormir. — Tenta afasta-la da porta.

— Queria saber o que você está tentando esconder. — Fala se deixando levar.

— Eu? Eu não estou escondendo anda. Só quero o bem do meu maninho e do namorado dele. — Sorrir com o duplo sentido.

Assim que consegue se livrar da mãe, se esconde em um canto da sala pega o celular e liga para Will.

 

 

Will Solace se sentia bem, ele já estava acordado a vários minutos, mas Nico ainda dormia com a cabeça descansando em seu peito e o cheiro de seus cabelos negros fazia com que o loiro quisesse prolongar ainda mais aquele momento.

Escutou a música irritante do seu celular que estava perdido dentro da sua mochila, pensou que pudesse ser o despertador, mas o som é diferente e lembrou que podia ser os pais que estavam para chegar. Saiu da cama sem acordar o namorado, Nico estava dormindo como um anjo não queria acorda-lo.

Viu que era o irmão. Atendeu.

— Oi, Thiago, vocês já estão perto?

— A gente já está aqui, Will.

— Por que você está sussurrando?

— Porque se você não quiser ser pego pela mamãe pelado é melhor você e Nico descerem logo! — Ele desligou e Will precisou de alguns instantes para pensar no que devia fazer.

Olhou para o quarto. Além da cama toda bagunçada, haviam roupas espalhadas pelos cantos. Começou as recolhendo em silêncio, ainda não queria acordar Nico. Terminou, pegou a mochila e a jogou no guarda-roupa.

— O que...oooo — Will olhou para o dono da voz, Nico estava deitado com o olho aberto o encarando — O que você está fazendo?

— Meus pais chegaram, — Foi até a cama — Temos que ir até eles. — Deu um selinho no namorado. — Bom dia. Dormiu bem?

— Você não faz ideia o quanto. — Passou os braços pelo pescoço do loiro o puxando para a cama. — Tanto que ainda queria está dormindo.

— Você não tem mesmo jeito. — A custo, Will saiu da cama. E puxou Nico consigo, o moreno fez uma careta — O que foi? — Ele não respondeu. — Nico, o que foi?

— Estou com vergonha de dizer.

— Depois de tudo que fizemos?

Di Angelo corou escondendo o rosto nas mãos.

— Estou dolorido. — Solace não segurou o riso — Não rir! — Nico o empurrou.

— Desculpa.

 

Os dois tomaram banho (apenas banho), foram rápidos, vestiram-se e desceram. E a primeira cena que viram foi Naomi discutindo com uma mulher que Will não conhecia.

— Eu falei que ela ia atrapalhar. — Sra. Solace cruza os braços.

— Mãe, isso é jeito de tratar uma convidada? — Thiago intervir, mas mesmo ele parece se divertir com o que quer que seja que está acontecendo.

— Está tudo bem, Thiago, sei que sua mãe me ama.

— O que está acontecendo? — Will os interrompe chamando a atenção de todos.

— Nico?

— Ah. Oi Reyna.

Ok, Will, isso é no mínimo estranho, por que Nico conhece aquele estranha? E por que aquela estranha conhece Nico?

— Vocês se conhecem? — Thiago faz a pergunta que ronda a cabeça de Will.

— Mais ou menos. — Nico responde — Mas o que você faz aqui?

— É o que eu queria saber. — Sra. Solace resmunga dando de ombros.

— Acabei encontrando Thiago em uma biblioteca e ele me convidou para vim. — A mulher, que aparentemente se chama Reyna, responde, mas tudo que Will quer saber é como ela conheceu Nico! — E eu vim.

— Preferia que não tivesse vindo. — Naomi cruza os braços e dá de ombros.

— Mãe, a senhora podia controlar mais essa língua. — Thiago, e logo leva um tapinha no ombro dado pela mãe.

— E você devia ter mais respeito. — Sai da sala em direção as escadas pisando duro. Apollo, depois de olhar feio para o filho mais velho, segue a mulher.

 

 

 

A tarde a família de Nico chega, se atrasaram por que não acordaram cedo, fizeram as apresentações quanto a Reyna, Will esperou que eles a conhecessem e dessem uma explicação clara sobre isso, mas para a sua surpresa, aparentemente ela só conhecia a Nico e a mais ninguém.

Naquele dia eles não saem para nenhum lugar, preferiram ficar organizando o que faltava na casa. E Naomi sempre que se esbarrava com a convidada do filho mais velho soltava indiretas, bem diretas para Reyna, e que a mulher respondia sempre a altura.

Mas Will Solace concorda com sua mãe em uma coisa. Thiago não devia ter trazido aquela mulher para passar o final de semana com eles. Pois ela passou boa parte do tempo conversando com Nico sobre alguma coisa que eles tinham em comum, mas o que era o que o loiro gostaria de saber.

Tentou perguntar ao namorado, mas este mudou de assunto o beijando, e claro, ser beijado por Nico di Angelo faz com que qualquer pensamento que tenha na cabeça evaporar.

Mas que ele estava com ciúmes daquele atenção toda que não era dirigido a ele, estava. E aparentemente seu irmão também.

A noite, depois do jantar, Thiago puxou Will no canto da sala aproveitando que Hazel distraia Nico falando sobre como foi a tal festa de aniversário e os adultos conversavam sobre qualquer coisa.

— Então, como foi? — Will cora até o ultimo fio de cabelo. — Já vi que a noite foi boa. — Ele falava baixo tomando cuidado para não ser ouvido — Deixa de ser chato, maninho, e conta logo.

— Mas aqui? — Olha em volta para todos na sala — E se eles ouvirem?

— Tudo bem, tudo bem. Você me conta depois, mas eu quero ouvir tudo.

Will respira aliviado, ao menos por enquanto está livre dos interrogatórios do irmão.

Thiago ficou um tempo em silêncio, olhou para sua convidada, agora, novamente, ela falava algo com Nico. Will também viu aquilo.

— Você sabe como eles se conheceram?

— Nico não me contou nada. — O mais novo responde — E eu não gosto nada disso. — Cruza os braços.

— Eu também não.

— Você está gostando dela?

— Hummm — Thiago pensa fazendo uma longa pausa. — Talvez.


Notas Finais


Então???
Sem nada a declarar além de...
Minha nova fic Solangelo, Se quiser dá uma olhada, será bem-vindo(a)
https://spiritfanfics.com/historia/do-preto-ao-amarelo-7148257 (só posso ter algum problema com esses dois!)
Agora vou fazer mais alguma oneshot deles, eu num disse! Tenho C.A.S!
Até...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...