História Sold - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais
Tags Harry, Liam, Louis, Niall, One Direction, Romance, Sold, Vendida
Exibições 42
Palavras 1.787
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


→Olá pessoas!! Nos vemos por aqui depois de um boooom tempo
→Tenho que ser sincera, não sei se continuaria essa fanfic... Mas de ontem pra hoje recebi 3 leitores novos do nada e pensei "por que não?"... Então em comemoração aos 30 favoritos, aqui está...
→Revisei por cima, podem ter coisas erradas... Então já adianto minhas desculpas
→Quero dizer que estou trabalhando em uma fic nova... Falei isso nas atividades e estou muito empolgada... Ela é maravilhosa
→Terá uma Power divulgação dela antes de ser postada... Então se segurem... Irei falar muito!!
→Terá início daqui dois meses e antes disso chatiarei muito para que leiam ela
→Se chama Canção de Ninar e tem um tema maravilhoso... Quem estiver interessado... Estou a disposição no PV
→Agora podem ler... Beijos e desculpa pelo tempo que estive fora
→Fazem 84 anos... Haha

Capítulo 8 - Paparazzi


∆Leiam as notas iniciais... Sério!! Se não eu pego o de vocês a noite!!∆

Eu e Harry, que acabara de sair do banho, estávamos cantando juntos Power, nova música de uma das minhas Girlgroups favoritas. Ele cantava bem e fazíamos várias caretas no meio da coreografia improvisada.

Era domingo, e estávamos atrasados para um almoço reservado em um restaurante da preferência do Styles, não que ele se importasse que chegaríamos uma hora depois do combinado, pois de acordo com ele “é charme de gente rica". Sorri.

Usando minha escova de cabelo como microfone, Harry fez ficar impossível de terminar de me arrumar. Resolvi fazer isso por último e sai dançando do banheiro para o closet, deixando ele, em meio a uma dança super ridícula ao som da capela da música.

Escolhi um vestido azul, era justo e ia ate alguns dedos acima do joelho, de alças e com um tecido que não marcava os seis quando usado sem sutiã.

Calcei os sapatos de saltos dourados e procurei alguma bolsa que pudesse colocar meus pertences. Como nada ficou bom em combinação com o vestido, fui até Harry, que só então resolveu começar a se arrumar e coloquei meu celular em cima da enorme pia.

—Guarda no bolso quando por calça, okay!? —Pedi me escorando junto ao mármore. Styles tirou seus olhos do espelho apenas para olhar a forma do meu corpo na roupa. Resolvi fitar qualquer coisa ao longe, fingindo não ver seu descaramento.

—Vai deixar o cabelo amarrado? —Perguntou, me fazendo estranhar a pergunta.

—Por quê? 

—Sei lá, ele fica bonito preso! —Deu de ombros, levemente nervoso. Sorri alegremente. 

—Amarrado com mechas sobre o ombro. —Disse por fim e então peguei a escova e comecei a arrumá-lo.

Demorou mais meia hora no Horário Milena de Verão para que ficássemos prontos, rumamos a sala, onde Eli, Sav e Eva estavam nos aguardando pacientes. Bom, pacientes e Eliot, que parecia que estava ali, pronto e andando de um lado para o outro, a mais de uma hora.

—Se ficar emburrado o almoço todo, pode ficar por aqui, Eliot! —Resmunguei, enquanto procurava meu celular nos bolsos da calça jeans de Harry.

—Poxa, Mia. Não fale assim com o garoto, ele 'ta esperando a algum tempo já!! —Disse Eva, acredito que assustada pela minha rispidez com o meu melhor amigo. Normalmente não falava assim com ele, eu apenas estava irritada com seu mau humor o final de semana todo.

—Bem, eu avisei que demoraríamos. —Harry falou em minha defesa, enquanto eu praticamente abusava dele com minhas mãos, tentando achar o IPhone.

—Claro, deviam estar fazendo o mesmo que faziam aquela vez que os interrompi. —Sav falou maliciosa.

—Bem que podia ser, 'tava bem legal antes das crianças aparecerem no tal dia. —Pisquei para Harry. —Aonde meteu meu celular?

—Desculpa, acho que ainda 'ta no banheiro, posso bus...

—Não, eu pego, preciso pegar meus cartões de crédito também!! 

Enquanto me retirava, podia ouvir Eva perguntar, no que ela achava ser um sussurro:

—O que você interrompeu? 

(...)

Com duas horas de atraso, a 13:30, enfim chegamos ao restaurante. Com uma "sorte" tremenda, a nossa mesa ainda estava lá para nós. Harry chama isso de ser sortudo, eu chamo de ser rico. 

Sentei-me de frente para Eliot, com Harry à direta, Sav na ponta e Eva à frente de Styles... Em percepção, era uma forma de organização intimidadora. O ex à frente e o atual ao lado. Meu pés formigaram.

Após todos os pedidos feitos, começamos a conversar sobre Harry, ninguém o conhecia, e queriam, bom, Eva e Sav queriam, saber sobre ele.

—Você é rico desde quando? —Perguntou Savannah, fazendo minha melhor amiga, meu noivo e eu, rirmos.

—Meus pais são donos de uma multinacional desde que nasci, eu apenas deixei ela maior e mais lucrativa.

—Deve ser bom nisso. —Disse Sav.

Ela e Harry se deram bem, começaram a conversar sobre ele ter largado os estudos e mesmo assim ser inteligente e muito bom com os negócios ela deve achar que vou deixar ela fazer o mesmo. A tal conversa me facilitou falar com Eva e El.

—Então você e o lindão estão se divertindo. —A ruiva foi a primeira a puxar assunto.

Olhei com receio para Eliot, que levantou uma sombrancelhas em desafio pra mim. Corei.

—Vamos falar do seu Justin da vez. -Mudei o assunto.

—Ah... Okay... —Disse ela ao perceber a cara emburrada do amigo.

—Qual o nome? Na mensagem você não disse!! —Animei.

Depois de dez minutos, os pedidos chegaram, de novo a "agilidade no preparo para quem é rico"... Revirei os olhos e comecei a comer.

Apesar do meu risoto estar excelente o meu estomago pedia por um hambúrguer e eu não pude ignorá-lo até o final do almoço. Levantei, pedi meu celular para Styles e segui para o banheiro, deixando todos preocupados e interessados no que faria lá com o IPhone.

Enquanto esperava o local ficar vazio, resolvi checar o Twitter e acabei me assustando com uma tag nos trending topics... "#Sarry".

Cliquei em cima com o coração a mil, praticamente todos os tweets eram voltados para um depoimento dado de uma cliente a pouco mais de meia hora sobre o comportamento do casal Milena e Harry num restaurante domingo... Mais precisamente agora.

"De acordo com a cliente que também frequentava o restaurante, Harry e Milena parecem gostar da companhia um do outro, mas..."

E no Tweet de continuação:

"Savannah, irmã da atriz, pareceu mais apaixonada e interessada no gato bilionário".

Vários outros tweets de especulações vinham chegando, muitos deles falando sobre mais detalhes dados pela tal fonte.

"Savannah não tirava os olhos do noivo da irmã. Era doentio";

"Harry e a cunhada ficaram muito tempo conversando, enquanto a noiva do mesmo, falavam mais com o ex namorado.";

"Posso dizer que Milena apenas está encobrindo o namoro da irmã como se fosse seu."

Nenhuma parte do depoimento falava sobre a presença de Eva junto a nós. E isso me deixou muito nervosa. As pessoas faziam especulações o tempo todo, mas nunca usavam minha irmã em meio as mentiras.

A falta de ar foi se tornando nítida, e até o momento eu não tinha percebido que o banheiro já esvaziara e que eu enfim podia ligar para um fastfood e pedir meu hambúrguer. Nada disso importava mais, só o que importava era o fato da minha irmã estar pagando de safada ladra de namorados na internet e a minha falta de ar.

Tentei puxar o oxigênio com toda a minha força, o que me deixou tonta e fez meu celular cair no chão. As paredes turvavam, e sons de engasgo saiam da minha boca. Nada entrava pelo meu nariz, nada de ar. 

Estava ficando roxa, sabia sem ao menos ver no espelho. Acredito que estava morrendo e comecei a entrar em desespero. Segurei o balcão da pia com uma mão e a outra levei ao pescoço tentando tirar qualquer coisa que me impossibilitava de respirar dali. Mas não havia nada.

—Alguém está aí dentro? —Consegui ouvir muito dificilmente a voz de Harry pela porta. Tentei avisá-lo que estava morrendo, mas nada saiu pela minha boca.

"Ai meu Deus!"

Mia? Droga, Mia. Você 'tá aí? Para de gracinha. —A voz rouca de Harry foi ouvida novamente. Acho que ele só não havia arrombado a porta ainda porque era o banheiro feminino.

Bati com força a mão no mármore, uma tentativa de ser ouvida. A dor se intensificou pelo meu braço e eu quis muito poder chorar, mas estava tonta e fraca de mais.

"Preciso de ar."

Merda. —Harry gritou enquanto abria a porta e chegava até mim. Deu apenas tempo para ele me segurar, evitando que eu batesse o corpo no chão. —Droga, Milena. Respira!

A voz de desespero que Harry fez impulsionou meu corpo ao choro e lágrimas cairam pelo meu rosto. Eu sabia que podia respirar, só não lembrava como.

—Você está tendo uma crise, só tem que se lembrar de respirar. Puxa o ar pelo nariz, por favor. 

Ele me deitou no chão, com a cabeça em seu peito e segurou minhas mãos.

—Puxa o ar, vai. Sei que você consegue. —Sussurrou, tentando se acalmar e me acalmar.

Não sei quanto tempo demorou até que meu corpo lembrasse como se fazia para inspirar, sei que foram alguns segundo depois de ouvir a voz de Harry que consegui me encher de oxigênio. 

Meus pulmões fizeram festa e tive que sentar para poder usufruir totalmente do ar. Acredito que fui um pouco ligeiro de mais ao pote e acabei tossindo um pouco até me acalmar.

Harry passou as mãos pelos cabelos e me pegou pelos ombros, me abraçando enquanto nos levantávamos.

—Você me assustou. —Disse ele exausto.

—Desculpa. —Falei desnorteada, passando os braços pela sua cintura e o apertando.

Ficamos assim por um longo tempo, até que ele se afastou e olhou nos meus olhos.

—Você tem crises? O que acarretou essa? —Perguntou preocupado.

Precisei de alguns segundos para lembrar-me dos rumores sobre Savannah e então comecei a chorar. —Droga, Milena. Não chora. Me fala o que foi! 

—Eles... Eles estão falando da Sav. Estão chamando ela de coisas horríveis!! —Falei chorosa.

Harry pareceu não entender bem de quem eu falava, então olhou ao redor. Seus olhos focaram no local onde meu celular caiu e ele o apanhou.

A tela parecia levemente quebrada, não que eu me importasse agora, estava acesa e Harry a olhou bem.

Começou então a ler mentalmente as coisas escritas sobre ele e minha irmã e ao terminar começou a andar pelo banheiro parecendo nervoso.

—Damos um jeito. —Disse por fim. —Desgraçada fofoqueira essa tal mulher. 

—Eles... Estão linxando a Sav. Eu... Eu não posso deixar ela ver isso. —Chorei. —Ela é só uma criança, Harry.

—Eu sei, eu sei. —Disse me abraçando. —Vou cuidar disso, okay?! —Assenti e olhei para ele, sem me livrar de seu abraço.

Ficamos nos encarando por um bom tempo. Os dois parecendo exaustos e com cara de quem precisava dormir. 

Aos poucos me acalmei.

—Preciso de uma folga. —Sussurrei, passando os olhos pelo seu rosto bonito.

—Também preciso. Qualquer coisa que me distraia dessa merda toda de holofotes. —Passou a mão pelo meu cabelo.

Nós dois parecemos pensar na ideia ao mesmo tempo... Era como nos desenhos em quadrinhos, em que uma lâmpada sempre aparece na cabeça dos personagens.

Olhei nos olhos verdes do homem lindo a minha frente, os mesmos começando a escurecer e um sorriso brotar em seus lábios.

Passei os braços pelos seus ombros no mesmo momento em que Styles me levantou do chão e me fez circular sua cintura com as pernas.

Nossas bocas se encontraram nem um segundo depois e nossas línguas iniciaram uma batalha necessitada e excitante uma com a outra...





Notas Finais


Se você não leu as notas iniciais eu não sei como chegou aqui no final... Pois vá ler, people
Amo vocês... Continuo?? Alguma sugestão de fim de capítulo??
P.S: eu tenho mania de por mais de uma acentuação em finais de frase quando é digital... Exemplo: ??... Se digitei assim, já sabe porque!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...