História Soldier Side VHope - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~AniYaoi

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Guerra, J-hope
Exibições 14
Palavras 993
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpe pelos erros e boa leitura!!

Capítulo 4 - Juntos outra vez! Nem tento...


Já não sentia tanta dor, deve ter sido a morfina que me deram, mas olham vejam só quem está ali fora.

Taehyung POV

Eu olhava perplexo para ele, sem reação, me senti tontear e me escorei na parede e a enfermeira disse:


- O senhor está bem?


- S-sim foi só uma tontura


- Não quer fazer nenhum exame?


- Não, estou bem


- Tudo bem, aquele vai ser seu primeiro paciente


Assenti e fui para a sala, quando entrei o rapaz me disse:


- Olá doutor, quanto tempo


- Oi, hã...?


- Não se lembra do meu nome? Não leu o prontuário?


- Li é claro, mas quando ia ler seu nome fiquei chocado com uma cena


- Normal, com toda essa beleza que eu tenho as pessoas tem essa reação


- Claro que s... Q-quer dizer, não é um pouco convencido?


- Não é achismo quando é verdade


- Entendo, enfim vamos fazer as preliminares... Os exames preliminares!


- Claro, mas se o senhor quiser outro tipo de preliminar eu to aqui também


- Isso não será necessário, por que eu hã...


- Tem uma namorada...?


- SIM! Tenho! - Pego meu celular e mostro uma foto abraçado com uma garota


- Entendo, mas é uma pena...


- Não para mim -

Fiz o exames necessários e me retirei da sala.


Dizer aquelas coisas de certa forma me machucou, eu não queria foi automático e também não podia voltar atrás, o que eu ia dizer? "Desculpa por esquecer de você" ou "eu te-" esquece isso é besteira.

Hoseok POV

Será que aquilo estava mesmo acontecendo? Ele com uma namorada? Me esqueceu? Só posso estar sonhando, sonho não, pesadelo. Bem, tenho certeza que eu o faria bem mais feliz que ela... Que raiva... Não raiva dele... Também, me esquecer... Não o culpo eu não estava lá junto dele... Mas raiva de mim por estar tão mal por algo tão bobo... Percebo a porta abrindo e quando me viro para olhar, vejo Tae se virando e me dizendo:


- Bem, Sr. Hoseok sua perna precisará passar por um processo cirúrgico que ocorrerá por volta das 22h de hoje


- Qual é nome dela?


- Nome de quem senhor?


- Da sua "namorada", e não me chame de senhor, só de Hoseok ou de Hobi, quando você fala senhor fico achando que é a mulher do imposto de renda


- Isso é antiproficional mas ok, o nome dela é Kira


- Entendo...


Se retira da sala me deixando sozinho... De novo.

Taehyung POV

Saio daquele lugar e vou para o terraço para pegar um pouco de ar puro. O hospital era um edifício alto e olhar aquela paisagem urbana somada com meus problemas me deva vontade de me atirar, mas eu não conseguia... Era um covarde, não tinha coragem de contar para ele a verdade...

*Quebra de tempo*

São 21h50, enquanto ando pelo corredor vejo Hoseok passando por mim sendo levado para a sala de cirurgia e este me lança um olhar que me deixa com frio na espinha. Continuo andando em direção a cafeteria quando sinto meu celular vibrando no meu bolso:

*Chat on*

Kira: como está sendo seu primeiro dia?
Eu: Bem mas como você está?
Kira: Bem também, algo aconteceu?
Eu: Só encontrei um velho amigo...
Kira: Velho amigo? É alguém especial
Eu: Sim
Eu: Quer dizer, não
Kira: Continue
Eu: Não achei que fosse tão... Arrebatador vê-lo denovo...
Kira: Entendo, tenho que ir
Kira: Qualquer problema pode me contatar 😉
Eu: Ok

*Chat off*

Sentando num banco na frente do hospital, começo a refletir se aquilo era certo. Já são quase 23h, vou ficar de plantão hoje e logo no meu primeiro dia, tinham muitas pessoas para atender e algumas no pronto-socorro que estavam gravemente feridas, contudo eu só queria saber se ele estava bem... Enfim é melhor eu voltar logo antes que "sintam minha falta".

*Quebra de tempo*

Meus olhos estão quase se fechando de sono e aqueles prontuários não ajudavam, só me deixam mais cansado. Quando estou quase dormindo uma enfermeira entra na sala me fazendo pular da cadeira:

- Tudo bem?
- Sim - digo esfregando os olhos
- Sala 104, acabou de sair de uma cirurgia - me entrega alguns papeis
- Ok ja estou indo

Subo de elevador até a sala indicada, entro e vejo Hoseok deitado na cama com uma expressão calma, vou próximo dele e digo:

- Como está se sentindo?
- Queria poder dizer que estava melhor por falar com você
- Está sentindo alguma dor?
- Não, só estou com o emocional ferido
- É normal após algumas cirurgias os pacientes ficarem um pouco abalados
- Não estou falando disso... Me responda, ela te faz feliz?
- Ela quem?
- Kira, sua suposta "namorada", esta feliz com ela?
- S-sim, por que a pergunta?
- Por que não tentou contato após a guerra?
- Como eu iria saber onde você ficava?
- Ué, olhasse em caixas postais, listas telefónicas, sei lá
- Ah tenho dó, você fala como se tivesse sido algo importante o que aconteceu lá!
- Para mim foi, agora você... Me esqueceu tão rápido...
- N-não foi o que eu quis dizer
- De qualquer forma você disse, seja lá o que você tenha que fazer, faça logo eu estou cansado
- Não, acho que você está bem demais.

Saio correndo da sala quase chorando e vou para o banheiro. Lavo o rosto, me encaro no espelho e começo a refletir:
   
"Por que eu fiz isso?"

Peço para ir para casa pois não estava me sentindo bem e eu precisava pensar um pouco... Eu não queria ficar ali numa sala e o Hoseok sofrendo em outra, era melhor estar naquele apartamento empoeirado, pelo menos estaria sozinho... Decido ir a pé, ia demorar mais um pouco, mas eu não queria chamar um táxi, eu não queria falar com ninguém. Chego exausto e me jogo na cama tentando esquecer tudo.


Notas Finais


Continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...