História Solitarius - Vkook - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 127
Palavras 437
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieee
Voltei:333
Quanto tempo, não? Pois é!!
Enfim... Boa leitura, amores!

Capítulo 9 - Capítulo nove


Together and ever.

Segunda-feira.

Jungkook segurava a mão de Taehyung firmemente enquanto os dois corriam pelas calçadas da grande cidade de Seul, procurando algum lugar para ficarem juntos e sozinhos.

Pararam em frente à uma loja de conveniências, e então compraram milhares de comidas quaisquer, passariam a manhã e a tarde juntos também, ficariam juntos e sozinhos em qualquer lugar, era  apenas o que queriam. 
Taehyung entrelaçou os dedos com os de Jungkook, estavam entrando à pé em algum bairro desconhecido pelo mais velho, porém muito conhecido pelo mais novo.

Lembrava-se muito bem de quando seu pai o levara naquele lugar, era especial. Ele, seus pais e seu hyung, Jeon Jonghyun. Lembrava do irmão muito bem, este que o ensinara tudo na vida, que grande parte dela, eram apenas os dois. Os pais trabalhavam duro demais, quase não tinham tempo para os filhos, Jungkook entendia isso, e Jonghyun também.

Lembrava muito bem daquele dia, haviam ido sozinhos para o parque, aquele que o levava bastante lembranças boas e ruins também.

Naquele dia, os dois haviam feito de tudo, levaram comida, mangueiras, baldes e bolas para se divertirem muito. Fizeram guerra de água, guerra de comida, guerra de tudo! Ah, como sentia falta daquilo.

E fora naquele dia que descobriu, também, a sua sexualidade.

Lembrava do beijo que deram e das mãos ágeis de seu hyung, que o tocavam com maestria, calma e vontade. Lembrava-se do jeito que os lábios do outro, ocupavam seu membro exsudante inteiramente, até a garganta. Lembrava dos gemidos sôfregos e altos que dera enquanto recebia um dos melhores toques de sua vida, dados por seu irmão, quem o ensinara tudo, inclusive o que escolher na hora da dúvida. Lembrou-se do jeito que seu hyung se sentou em seu colo, se soltando enquanto gemia alto e rebolava lentamente no membro alheio, lembrava de cada toque, de cada palavra dita. Jamais esqueceria aquele dia, só que, depois disso, nunca mais o vira. A mãe havia o mandado para o colégio militar por causa daquilo, nunca mais viu seu irmão mais velho, nem ouviu falar do mesmo. Ele não comparecia ao Natal, ou o dia de ação de graças, ou a própria formatura do irmão mais novo, às festas de aniversário, à nada. Só que...

Ele voltou. Caralho, ele voltou! Só que estava acompanhado. estavam de mãos dadas. Isso foi há dois anos atrás. Jungkook tinha dezesseis anos quando seu coração foi partido pela primeira vez. Passou um ano fazendo tratamento e sendo chamado de anormal por sua própria psicóloga, e aí, Taehyung apareceu. 

E Jungkook viu novamente o que poderia ser o amor de novo. 

 

 

 


Notas Finais


Eu fiz esse capítulo bonitinho, ou talvez meio bad pq eu to meio chateada hj, zzzZ, mas nada importante, daqui a pouco estou bem e venho com a continuação desse cap :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...