História Solo tú RBD , Vondy, Ponny e Chaverroni. - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rebelde (RBD)
Personagens Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chavez, Christopher Uckermann, Dulce Maria, Maite Perroni
Tags Chaverroni, Ponny, Rbd, Rebelde, Vondy
Exibições 60
Palavras 741
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Fala galera, ai está mais um capítulo... Espero que gostem e boa leitura. 😘😘

Capítulo 29 - Uma esperança?


POV Ucker

Depois do hospital fui para casa dormir enquanto poncho estava com May e Chris amanhã seria eu, já que iriamos revezar poque os mesmos iriam sair daqui a três dias.
Então tomei banho e me deitei,  me virando para os dois lados sem conseguir dormir,  estava preocupado... Porém acabei dormindo.
Acordei olhei no celular pra ver se tinha alguma mensagem,  porém não tinha nenhuma,  me sentei na cama ainda sonolento,  a dor ficava cada vez mais pior em meu peito,  me levantei e fui até ao banheiro,  fiz minha higiene matinal e desci.
Não comi nada pois estava sem fome,  escutei alguém bater na minha porta quando abri era a polícia.
Policial: Olá... Christopher ?
Ucker: Sim, pois não? 
Policial: Então,  o senhor foi quem deu queixa sobre duas garotas desaparecidas... Para ser mais direto Anahi e Dulce Maria? 
Ucker: Sim sim foi eu sim.
Policial: Então, temos mais informações sobre o caso.
Ucker : Por favor entre.
Policial: Com licença.

POV Chris

Acordei de novo com muita dor de cabeça e ainda sonolento, olhei paro lado e assim avistei May que sorriu para mim e em resposta sorri pra ela esticando minha mão,  a mesma esticou a dela e nos apertamos. 
Chris: Eu te amo ~ falei baixo~
May: Eu também te amo amor.
Então sorrimos de novo.
Chris : Cade os meninos e as meninas?
Poncho: eu to aqui,  ucker dormindo e as meninas não sabemos. 
Chris: Como não sabem?  ~ meu sorriso desapareceu do rosto~
Poncho: Então, desde ontem elas desapareceram, ligamos para a gravadora e elas nem pisaram o pé lá , ninguém deu noticia , estamos preocupados.
~ falou ele com voz de choro ~
Chris: Já falaram a polícia? 
Poncho: Sim, e tivemos a noticia em que Noah tinha saido da cadeia com um tal de Isaac amigo dele.
Chris: Foi Noah então.
Poncho : Não temos provas,  mais todos nós sabemos que sim,  eu e ucker já rodamos a cidade e nada.
O aperto invadiu meu peito,  queria saber como as meninas estavam, nós sentíamos, sabiamos que elas estavam em perigo.
Assim que soube da noticia, meus dedos não tinha mais unhas, não comi mais nada apartir daquele momento May , Poncho e Ucker tentavam me acalmar, mais como iriam me acalmar se não estavam calmos?.

POV Dul

Acordei e estava com aquele monstro ao meu lado,  me sentei na cama e quando ia levantar o mesmo me puxou me abraçando por trás.
Dul: Por favor me solta ~ falei rouca pois gritei muito noite passada pedindo para que parasse ~
Dul: Por favor Noah eu te peço
Noah: Não,  iai princesa gostou da noite de ontem,  foi ótima né  ?
Dul: Não,  por favor me solta ~ falei quando senti uma lágrima escorrer meu rosto ~
Noah: Ah começou.
Ele me jogou na cama e saiu pisando forte no chão.
Me tranquei dentro do banheiro,  vi que tinha uma lâmina então comecei a me cortar,  pra mim não fazia diferença mesmo,  já me sentia um lixo,  só queria me livrar da dor que estava sentindo em meu peito,  fiz alguns cortes profundos até ficar satisfeita com o tanto se cortes.
Deixei a lâmina em cima da pia e lavei meu pulso.
Do meu quarto dava para escutar os soluços de Annie,  que por acaso também teve uma noite que nem a minha. 
Eu chorava,  já não me importava com minha vida,  estava vendo a hora desse pesadelo acabar.
Noah entrou no quarto me puxando pelo pulso.
Dul : AI!  ~ Estremeci de dor pois o mesmo tinha pegado onde eu havia me cortado ~
Ele olhou meus pulsos.
Noah: VOCÊ É LOUCA!? 
ESTÁ PROIBIDA DE FAZER ISSO,  NÃO QUERO VER MEU AMOR SE MACHUCANDO DESSE JEITO.
Ele cuidou dos meus machucados e me forçou a comer.

POV Annie

Acordei e Isaac não estava mais ao meu lado,  eu estava totalmente nua então tratei de me vestir logo.
Eu já não tinha mais lagrimas,  meu olhos estavam inchados e vermelhos de tanto chorar.
Peguei uma chave de fenda e me sentei na cama com as costas encostadas na cabeceira,  minha cabeça estava entr meus joelhos então eu escondi a chave de fenda .
Isaac entrou e se sentou ao meu lado,  então eu o ataquei.
Isaac: AI CARALHO!  PUTA QUE PARIU OLHA SÓ OQUE VOCÊ FEZ! 
Eu errei a chave de fenda entrou em seu peito que o mesmo estava todo ensaguentando.


Notas Finais


Espero que tenham gostado e até o próximo capítulo. 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...