História SoLunar (Lutteo e Simbar) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Originais, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Personagens Amanda, Ámbar Benson, Cato, Delfina, Gaston, Jazmin, Jim, Luna Valente, Matteo, Nico, Nina, Pedro, Personagens Originais, Sharon, Simón, Yam
Tags Frelivery, Gastina, Luna, Lutteo, Roller Band, Simbar, Sol Benson, Sou Luna
Visualizações 132
Palavras 1.163
Terminada Sim
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus Amores!
Primeiramente eu queria agradecer, pois ultrapassamos os 100 favoritos e de verdade, eu espero que essa fic continue crescendo e crescendo, por isso preciso que vocês continuem aqui comentando muuuito e sempre com um coraçãozinho novo pra mim saber quantos lêem e gostam da história. Okay? Bom, hoje estou escrevendo o capítulo pelo celular, então me perdoem pelos erros gramaticais..
Boa leitura!

Capítulo 12 - Sun and Moon


"É de prudência nunca se fiar inteiramente em quem já nos enganou uma vez.."- Descartes

Luna Benson...

Correr, correr entre campos e campos vazios pelo meu desespero de me sentir só, entretanto tão cheios de flores que cercam e embelezam a paisagem..

Meu coração bate forte, talvez pelo cansaço de muito exercício, mas parecia algo a mais, um sentimento estranho e ao mesmo tempo tão comum

Olho para o céu, ele sempre me ajuda a me acalmar. De um lado a lua ainda brilhando forte, de outro, o sol nascendo para começar a iluminar o dia

Escuto uma música conhecida, "na, na, na" cantarolei a melodia como se a soubesse de cor, era um toque conhecido, eu a sentia dentro de mim. Respiro fundo e me lembro, anos atrás aquela música tão amada por mim, a mesma fora esquecida com o passar do tempo e agora eu me lembro, agora consigo me lembrar..

Acordei ofegante, levo minhas mãos para onde está meu coração e o sinto batendo acelerado. Escuto passos vindo até minha direção e vejo a porta se abrindo aos poucos 

-Tomás..- adentra meu quarto 

-Bom dia- ele senta na borda da cama e me dá um beijo na bochecha - Tudo bem? Vim te ver, mas me avisaram que estava dormindo

-Que horas são?!- pergunto em busca do meu celular

-Não é muito tarde, se acalma, sou eu quem gosta de levantar cedo mesmo- ele ri de leve

-Menos mal.. 

-Você estava sonhando ou tendo um pesadelo?!

-Como sabe?

-Estou aqui já faz uns minutos.. Você estava falando, se mexendo toda..

-Olha, na verdade, nem eu sei bem se era um sonho ou um pesadelo.. Era tão estranho

-Era sobre o que? 

-Não sei, eu estava em um campo e tinha um sol e uma lua no céu..

-Você é a Lua. 

-Como pode saber?

-Luna.. Seu nome já é a resposta, agora precisamos saber sobre esse sol..

-O que você acha que ele pode significar?

-Ainda não sei, mas vamos descobrir, juntos- ele pega minhas mãos e me olha de forma doce 

-Você é tão fofo

-É o mínimo que eu posso fazer, você já me ajudou tanto, tenho que achar um jeito de retribui. Mas..- percebo que ele abaixa o olhar

-O que foi?

-Preciso que você seja totalmente sincera comigo 

-Em relação a que?- Não estava entendendo

-Seu passado 

-Olha, se eu soubesse do meu passado eu te falaria, mas você sabe, sou adotada, não tem muito que eu saiba

-Eu não estava falando disso..- ele respira fundo- Matteo e Simon

-Como assim? Simon era meu melhor amigo de infância e Matteo..-paro por um segundo, sem saber como nomea-lo

-Matteo não é só um desconhecido milionário que chegou a Buenos Aires e você foi entrevistar..

-Desculpa não ter te contado, mas é que ainda é difícil falar sobre ele

-Se é difícil, talvez seja por algo..

-Ele me machucou muito Tomás, não é por nada do que está pensando- minto, pode ter se passado uma semana, eu poderia estar bêbada, mas ainda me lembro do que aconteceu entre nós naquela noite

-Certeza?- assunto com um sorriso forçado- Então tudo bem, porém eu falo de verdade Luna, antes de ser seu namorado, sempre fui seu amigo, não precisa me esconder nada- assunto mais uma vez e nos abraçamos.  Eu não queria mentir, mas aquilo foi somente um deslize, não vai voltar a acontecer e Tomás não tem que sofrer por um erro meu

-Agora é melhor eu me levantar mesmo, se não logo posso ser demitida por chegar sempre um pouco atrasada no trabalho- digo ajeitando meu cabelo o máximo possível e me levantando.

Âmbar Smith Benson ...

Eu tinha papéis e mais papéis jogados acima da mesa, muito trabalho, muitos casos para analisar. Já estava irritada com isso quando escuto a campainha tocar, a empregada abre e Simon adentra a casa

-O que faz aqui?- pergunto meio impaciente

-Bom dia pra você também! Desculpa, atrapalho?

-Se você ainda não está cego, pode ver que a mesa está cheia de contratos e formulários de vítimas e culpados que eu tenho que analisar- cruzo os braços 

-Estou vendo, assim como também estou vendo que isso te deixa de muito mal humor..

-Você não respondeu a minha pergunta.. O que está fazendo aqui?

-Vim te fazer uma visita. Por que? Não posso?

-Não. Tenho coisas muito mais importantes pra fazer do que gastar meu tempo com você- digo voltando a me dirigir a mesa onde eu trabalhava 

-Semana passada você não achava isso..- ele puxa a câmera ao meu lado e se senta

-Semana passada eu estava de bom humor, sei lá- tento sair do assunto

-E os beijos?

-Vinho em excesso dá nisso..

-Sério isso? Por que está sendo tão rude comigo?!- engulo seco suas palavras, me lembrando de uma cena de ontem, na qual eu bem sabia que poderia voltar a acontecer 

-Âmbar, precisamos conversar- Sharon adentra o meu escritório e tranca a porta

-Sobre o que?

-Não se faça de boba, eu sei de tudo. Você voltou a se encontrar com aquele seu namoradinho de adolescência 

-Como sabe do Simon?- arregalo meus olhos

-Ainda não aprendeu nada, não é? Você não pode me enganar, sempre vou saber de tudo. Agora, você tem que se afastar dele

-Por que? Já sou maior de idade, não pode mais mandar em mim- mantenho minha postura

-Mas eu posso te ajudar a não afundar, olhe em volta, quantas coisas já conseguiu sem a companhia dele, com esse rapaz você pode ter o risco de perder tudo

-Como assim?- Ela ri da minha cara

-Não seja tola, você  pode ser maior de idade, mas é evidente que ainda não sabe tomar decisões sozinha. Agora você é ainda mais bem sucedida do que antes, mesmo que aquele simples músico não saiba do contrato, se lembre que todos vão atrás do seu dinheiro- ela disse séria, e o pior é que ele também sabia do contrato, talvez tivesse razão...

-Âmbar.. Âmbar!- acordo com um estalar de dedos a minha frente

-O quê?

-Tão distraída.. Parece até a Luna

-Olha, acho melhor você ir embora

-Por que? No que você estava pensando? 

-Não importa- eu o levo até a porta

-Quer mesmo que eu vá embora?

-Quer mesmo discutir com uma juíza?!- bato a porta na cara dele e volto ao trabalho, ainda com muitos pensamentos rodeando minha mente, eu preciso me concentrar!

Luna Benson...

Estava já no trabalho, Tomás havia me deixado aqui. Tantas colunas de jornais, matérias para serem organizadas, de repente escuto o meu celular tocar dentro da minha bolsa. Vou em direção a onde ela estava e me ponho a procurá-lo ali 

Número desconhecido. Isso é praticamente normal, já que sempre alguma empresa liga para mim pedindo uma reunião para promociona-la e tals.. Atendo.

' -Você não pode mais se acerca dela.  Lembre- se do que combinamos anos atrás 

-Queria que eu fosse igual a você? Parabéns! Você conseguiu. Mas não pode fazer mais nada

-Olha aqui garoto, me respeita.  Você não pode falar isso para ninguém 

-E você é quem vai me parar?

-Não se esqueça do que eu tenho em minhas mãos ' 

A ligação caiu.. Era uma conversa, penso um pouco de onde pode ser, pois conheço essas vozes.  Duas vozes masculinas. Seria um segredo? Ameaças? Pensa! Pensa.. MATTEO!


 






Notas Finais


MDS! Mas quem será que ligou pra ela? E a Sharon também querendo que a Âmbar se afaste do Simon.. Ayy Ayy
Gente, o Tomás voltou porque estava desaparecido em cenas
Pessoinhas, comentem e favoritem muuuchoo. Bye
Bjss de Fresaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...