História Some mysteries are worth. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf, The Vampire Diaries
Personagens Allison Argent, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Chris Argent, Cora Hale, Damon Salvatore, Derek Hale, Elena Gilbert, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jeremy Gilbert, Katherine Pierce, Kira Yukimura, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malachai "Kai" Parker, Malia Tate, Melissa McCall, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Natalie Martin, Personagens Originais, Peter Hale, Rebekah Mikaelson, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Stefan Salvatore, Talia Hale, Theo Raeken, Tyler Lockwood
Tags Argentfamily, Beaconhills, Delena, Klausmikaelson, Maleo, Mysticfalls, Scallison, Steferine, Stydia, Teenwolf, Thevampirediaries
Exibições 31
Palavras 1.042
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Nossas garotas não estão se saindo bem..
Espero que gostem ♡

Gif lindão ♡♡

Capítulo 3 - Decisões falhas.


Fanfic / Fanfiction Some mysteries are worth. - Capítulo 3 - Decisões falhas.

Allison Argent.

Acordei bem, disposta a conversar com ele, esclarecer tudo que tínhamos que dizer, responder às perguntas que estavam sobre dúvidas, sem essa conversa, não conseguiria ficar perto dele, mesmo que fôssemos continuar sendo apenas amigos.

— Acordou cedo. — Meu pai olhou no relógio e depois para mim.

— Vou falar com ele hoje. Quero tirar esse peso da consciência. — Suspirei. 

— É o melhor a fazer, já que amanhã você tem aula.. — Chris sorriu.

— Meu Deus! Sério? Obrigada pai! — O abracei e sai depressa. Tinha marcado de encontrar ele no terraço do antigo galpão do Derek. 

Eram 10h30min e Scott ainda não havia chegado, me sentei na beira do prédio e balanço as pernas. Segurei firme no muro ao lado ao sentir minha cabeça girar. Ouço passos pesados e me virei para trás rapidamente. 

— Tudo bem? — Perguntou Scott sorrindo.

— Sim, as tonturas são normais.

— Não é todo dia que se volta da morte. — Ele suspirou.

— Pois é.. — Sorri sem graça.

— Me chamou aqui por quê? — Ele ergueu as sobrancelhas se fazendo de inocente.

— Porque acho que devemos conversar.. Não acha? 

— Sim, estava esperando por isso. — Disse ele.

— Então.. Você está com a.. — Me fiz de inocente e que não lembrava o nome dela.

— Kira. — Ele respondeu.

— Isso, nomezinho complicado.

— Allison também não é comum. — Senti que ele ficou um pouco incomodado. 

— Eu estava brincando Scott. — Revirei os olhos. 

— Eu sei. — Ele sorriu. 

— Então, já que a sua namorada não está aqui, não é por isso que vamos estar mais próximos, eu fui morta sendo amiga dela.

— Você faz da morte um objeto. Fala com tanta facilidade. 

— Você me esqueceu com tanta facilidade. — Retruquei. — Não ache que vamos ser mais que amigos, você sabe o que eu sinto por você agora, mas é com a Kira, com ela que você deve ficar. 

— Allison..

— Ah, não esqueça de dizer que à ama. Eu ouvi uma ou duas vezes, isso é importante Scott. 

— Eu..

— Não! Não tenta contornar algo que poderia ter sido diferente, foi tarde Scott. Tarde demais para mim, eu tentei esperar por mais dois segundos para ouvir um " Eu também te amo Allison. " Mas mas você preferiu ficar calado. 

— Allison.. Me deixa explicar. — Suspirei ao escutar as suplicadas palavras dele.

— Tudo bem Scott, eu já falei o que sentia. — Cruzei os braços esperando pela desculpa..  

— Acha que eu não senti quando você se foi? Quando morreu nos meus braços Allison? Eu segui enfrente, não podia deixar a tristeza tomar conta de mim. Lydia e Stiles sabem bem o quão difícil foi para mim não te ver mais, não me julgue dizendo que não te amava, você sabe que sim, sabe que eu daria tudo para voltar aquela noite e salvar você a tempo. Você foi a primeira garota a me notar, a me dar a chance de dançar com alguém, aquela noite eu fui sincero, fui sincero em dizer porque eu te amava. Mas agora você sabe, na verdade você sempre soube! 

— Soube o que? — As palavras saíram atropeladas, eu estava com uma imensa vontade chorar.

— Sabe que eu ainda te amo. Que sempre te amei. — Ele me olhou sério, caminhei um pouco a frente mas recuei, me senti indefesa, fraca, uma completa vadia. 

— Scott eu.. — Mordi os lábios um pouco nervosa, me aproximei um pouco e percebi que estávamos pertos demais para qualquer um separar, agora eu me sentia bem, mas uma traíra, uma vadia prestes a cometer um erro enorme. Ele colocou uma das mãos sobre meu rosto em carícia e selou nossos lábios, então o beijei, foi como da primeira vez, bom e tranquilo, mas o peso da minha consciência agora era ainda maior. 

Me afastei e levei uma das mãos aos lábios, nos olhamos e decidi que agora era a hora de sair dali. Eu não podia ter feito aquilo, nós não podíamos.

— Scott, me desculpa! — Abri a porta do terraço e desci as escadas depressa, empurrei a porta e senti meu corpo cambalear junto com o impacto dos saltos sobre o asfalto, os braços do garoto loiro me impediram de cair ao chão. 

— Você está bem? — Perguntou aquela voz grossa, mas calma.

— Sim. Quem.. quem é você? — Perguntei me livrando dos braços do garoto. 

— Sou Andrew. 

— Allison, obrigada mas preciso ir. — Me afastei rapidamente e sai depressa dali.

Senti que conhecia aquele garoto, mas não podia ficar ali, me senti uma idiota por ter feito aquilo, subi as escadas do meu quarto e tranquei a porta, senti meu corpo pesar e escorregar na porta do quarto, soltei o trinco e envolvi as mãos nas pernas escondendo meu rosto. 


Elena Gilbert. 

Era hoje, hoje eu daria adeus a Mystic Falls, mas antes conversaria com Damon. Iria olhar na cara dele, naqueles olhos lindos.. 

Marcamos na Praça, queria um lugar livre, assim como Allison,  que eu esperava que teria se saido bem com o Scott. 

— Aqui estou flor do dia. — Damon sentou-se ao meu lado no banco.

— Que susto! — O Empurrei.

— Calminha.

— Estou calma! — Suspirei. — Quero dizer adeus. 

— Por quê? Como assim?

— Vou me mudar para Beacon Hills, senti que lá é o meu lugar. 

— Elena.. 

— Damon não!  — O interrompi. — Eu preciso mudar a minha vida.. Você sabe que eu sempre vou amar você, mas preciso sair daqui.. Recomeçar. 

— O que impede você de começarmos juntos? — Perguntou ele. 

— Quero conhecer pessoas, ser humana. — Sussurrei.

— Elena escuta! — Ele alterou o tom de voz. — Eu te amo, você sabe disso. Sabe como eu me senti quando perdi você, eu escrevi em um diário idiota. Você acordou, decidiu que iria mudar, pediu um tempo.. Mas eu não consigo ficar longe de você. 

— Damon.. — Sussurrei e ele não me deu tempo algum, quando acordei estávamos aos beijos no banco da praça infantil. — Damon! — Gritei. 

— Elena! — Ele sorriu. — Eu sei que você gostou. 

— Engraçadinho! — Sorri e entrei no carro depressa, queria sair dali logo, mesmo tendo gostado mesmo.


♡.


Notas Finais


Gostaram? Deixem suas opiniões ❤❤😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...