História Some mysteries are worth. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Allison Argent, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Chris Argent, Cora Hale, Corey Bryant, Damon Salvatore, Derek Hale, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Gerard Argent, Hayden Romero, Hayley Marshall, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jeremy Gilbert, Jordan Parrish, Kaleb Westphall, Katherine Pierce, Kira Yukimura, Klaus Mikaelson, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malachai "Kai" Parker, Malia Tate, Mason Hewitt, Melissa McCall, Meredith Walker, Natalie Martin, Peter Hale, Rafael McCall, Rebekah Mikaelson, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stefan Salvatore, Stiles Stilinski, Theo Raeken, Tyler Lockwood
Tags Argentfamily, Beaconhills, Delena, Klausmikaelson, Maleo, Mysticfalls, Scallison, Steferine, Stydia, Teenwolf, Thevampirediaries
Exibições 178
Palavras 1.346
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nesse capítulo contém hot!
Eu fiquei sem graça de escrever tudo detalhado.. Espero agradar.

Capítulo 3 - Like the first time.


Fanfic / Fanfiction Some mysteries are worth. - Capítulo 3 - Like the first time.

Mystic Falls — 00h10min.

POV'S Carolina Petrova.

Eu sabia que era errado contar sobre mim a Allison Argent e a Banshee, não confiava nas duas e eu precisava trazer a Elena novamente, uma promessa não vale nada até que você a cumpra, e promessa pra mim era dívida.

     — Vou trazer ela novamente. — Abri a porta da casa dos Salvatores.
     — Como? — Disse Stefan. Ele parecia estar contente.
     — Eu consigo o que eu quero. — Fui irônica.
     — Você e a Katherine não são parecidas só na aparência.
     — Ah Damon! — Ignorei. Fui até o quarto de hóspedes aonde estava o caixão de Elena, abri e toquei sua mão. — Quando você acordar vai me prometer que vai ficar com o Stefan! — Ri baixo e sai, encostei a porta.

Beacon Hills — 11h11min.

POV'S Allison Argent.

Scott demonstrava preocupação, assim que senti os braços dele envolta da minha cintura me passou um pequeno filme de nós dois.

     — Como fez isso? — Ele me olhou.
     — Isso o que?
     — Você, eu tive uma curta metragem dos nossos momentos juntos.
     — Eu apenas pensei. — Suspirei.
     — O que queria contar?
     — Nada, nada do que você já sabe. Alguma novidade?
     — Kira me deu um fora hoje.
     — Foi minha culpa não foi? — Fiz uma careta engraçada.
     — Não, ela disse que eu não sou mais o mesmo, e que era melhor pra mim, ela completou com um. "Vou passar um tempo em Los Angeles. " — Ele riu.
     — Ótimo, eu não gostava muito dela mesmo. — Dei de ombros. Eu estava agindo como uma vadia, mas eu não conseguia mais controlar as minhas emoções, não com ele tão próximo de mim. Ele me olhou e sorriu, segui seus olhos e percebi que ele me olhou de cima para baixo. — Eu não sou o seu brinquedinho Scott. — Bati o pé forte no chão.
     — Eu posso sentir o cheiro do seu tesão, a sua vontade.. — Odiava aqueles malditos sentidos de lobisomem! Deixei seguir conforme ele queria, mas ele ainda era lerdo.
     — Vamos ser discretos. — Coloquei uma música e fechei a porta do quarto, empurrei ele contra a cama, tirei a sua camisa e desci até a sua cintura, abaixei o zíper da calça dele devagar, dei um sorriso provocando. Me sentei em seu colo e podia sentir a elevação por cima da calça, arrepiei ao sentir as mãos dele por baixo do meu vestido, que por sinal estava demorando muito para ser tirado. Olhei para ele com frieza, e ouvi o barulho das costuras do meu vestidos se rasgando, tirei o vestido por completo e deixei a mostra minha lingerie vermelha, seu olhar estava fixado no meu corpo, beijei seu pescoço e logo me livrei de sua calça, passei minhas unhas por suas costas e abri um sorriso mordendo os lábios, ele deitou meu corpo na cama e começou a espalhar beijos seguidos de leves chupões por todo meu corpo, senti quando minha calcinha ficou molhada e o olhei pedindo mais. Deixei alguns gemidos altos escaparem quando senti seus dedos na minha parte-íntima, em questão de minutos meu corpo reagia a cada vai e vem seguidos que ele vazia com os dedos, meu corpo estava quente e pedindo muito mais do que aquilo.
     — Scott.. — Disse entre gemidos e obtive sucesso em provoca-ló, tirei sua boxer vermelha e dei um gemido alto ao sentir sua penetração rápida contra mim, arranhei suas costas com força fazendo a mesma sair sangue, seus lábios foram contra meu pescoço deixando a marca de um chupão. Eu não conseguia controlar os meus gemidos a cada toque dele no meu corpo, era como a primeira vez. Relaxei meu corpo na cama assim que gozei, retribui com um gemido longo e mordi os lábios dele, suas mãos ainda percorriam meu corpo, seus lábios estavam nos meus seios seguidos de apertos e leves chupões. Ouvi ele gemer e senti um líquido um pouco quente escorrer por minhas pernas, empurrei ele para o lado e deitei minha cabeça no seu peito, puxei o lençol sobre nós.

     — Odeio você. — Olhei para ele sorrindo.
     — Mentir é feio Allison. — Ele passou as mãos pelas minhas costas.
     — Porque esperou tanto tempo? Insistiu em mim? — Não pude conter as lágrimas.
     — Porque eu te amo. — Sorri em meio as lágrimas ao ouvir ele dizer, aquilo me acalmou, Me deixou feliz.
     — Eu te amo Scott.. Scott McCall. — Olhei para seus olhos que estavam cobertos por lágrimas. — Desculpa, eu acho que disse a mesma coisa naquele dia.
     — Eu pedia todos os dias para ouvir isso novamente. — Ele disse e beijei seu rosto.
     — Eu estou aqui, com você. — O despertador atrapalhou o nosso momento com um aviso que eu tinha que voltar para a escola. Me levantei e fui para o banheiro, liguei o chuveiro e tomei meu banho, ao sair colocoquei o roupão de Scott e deixei o mesmo deslizar por minhas pernas ao tira-ló. — Está me olhando assim porque? — Encarei Scott.
     — Nunca mais quero que saía desse quarto. — Nos dois rimos, peguei uma calça e uma bota de cano baixo preta, vesti uma blusa curta de mangas azul claro, deixei meu cabelo solto e fiz uma maquiagem leve, Scott logo ficou pronto, aquele corpo não saía da minha cabeça! Eu estava ficando louca. Desci as escadas e fui para fora, olhei para o final da rua enquanto me encaminhava até a moto de Scott.
     — E o Isaac? — Perguntei.
     — Foi embora. — Ele foi um pouco direto, peguei o capacete e segurei em sua cintura, ao chegar na escola, tirei o capacete e balancei meu cabelo em direção ao vento, andei a sua frente, abri a porta da escola e percebi alguns dos alunos que estavam no corredor me olharem, fui até Lydia e Stiles, tinha mais alguns garotos e umas garotas juntas mas não conhecia nem um.
     — Allison? — Olhei para o garoto de olhos claros e fiquei me perguntando quem era?
     — Ah.. Allison.. Esse é o Liam, o beta que eu te disse, ao seu lado Hayden segunda beta, Mason, Corey, Theo e Cora.
— Então você é a garota que voltou dos mortos? — Disse Mason.
     — É.. — Todos riam.
     — Intenso. — Completou ele.
     — E o que esse babaca está fazendo com vocês? Ele quase matou vocês. — Levantei o tom de voz e olhei para Theo.
     — Eu mudei, e já pedi desculpas. — Revirei os olhos e ri debochando.
     — Calma Allison. — Olhei para Stiles e repirei fundo.
     — Desculpe. — Disse irônica. — Vejo vocês mais tarde, vou falar com o diretor sobre a minha volta. — Dispensei comentários mas pude escutar Scott dizer.
     — Ela não gosta de você. — Ri e fui a diretoria, senti algo me puxar para fora, tentei gritar mas o pano que estava em suas mãos estava com álcool e desmaiei.

POV'S Lydia Martin.

Senti um desespero e uma falta de ar tremenda.

     — Stiles? — Disse com dificuldade.
     — Lydia, Lydia calma, respira, devagar!
     — Tem alguma coisa impedindo! — Gritei e senti a mão de Carolina abafando meu grito.
     — Calma! — Ela gritou. — Ele sabe da Allison.
     — Ele quem? Quem é você? — Disse Scott.
     — Ela não te contou? — Olhei para Scott já calma.
     — Não, fizemos outra coisa além de conversar. — Stiles riu, olhei sem entender ao ver Carolina tocar seu rosto.
     — O que está fazendo? — Retruquei.
     — Agora ele sabe. — Ela tocou o rosto de todos informando quem ela era e o que queria com a Allison.
     — Mas quem é ele? — Disse alterada.
     — Niklaus Mikaelson. Ele era amigo do meu pai, e sabe sobre mim, a Allison é a chave e ele sabe.
     — Como achamos ele? —Olhei para Scott e em seguida para Carolina.
     — Vocês não acham ele, ele acha vocês.


Notas Finais


É isso meus amores, espero que agrade, desculpem por apenas um capítulo hoje, tive uns problemas e fiquei o dia todo fora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...