História Somente SUA - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Amor, Gangster, Ódio, Paixão, Romance, Sequestro
Visualizações 39
Palavras 951
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Suspense, Violência

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Cap.16 Briga


Fanfic / Fanfiction Somente SUA - Capítulo 16 - Cap.16 Briga

Despertei com batidas fortes na porta, abrí os olhos assustada e levantei vagarosamente para não acordar Justin, que dormia feito um anjo.

Passei a vista rapidamente sobre o chão do quarto procurando meu sutiã, pois estava apenas de calcinha.

As batidas persistiam em querer arrombar minha porta.

-Já ouví, espera só um minuto.

Falei baixo e finalmente achei. Vestí e caminhei até a porta.

-Oi linda!? Ele falou sorrindo.

Era Rudy.

-Oi Rudy. Falei sorrindo de volta

-Então, é que eu já ia embora e resolvi vim falar com você. Fiquei um pouco preocupado com o que aconteceu ontem, você está bem?

Ele perguntou preocupado.

-Ah, sim. Estou ótima, não se preocupe. Falei tentando ser agradável.

-Por que abriu a porta vestida assim?  Rudy perguntou e ví malícia em seus olhos.

-Ah, é que..

Gaguejei, pois não queria dizer que eu estava sendo idiota mais uma vez e estava transando com Justin.

-Podemos conversar com calma, se quiser, é claro.

Ele falou pegando em minha mão e olhando cada parte do meu corpo.

-Não confunda as coisas Rudy. Falei puxando minha mão lentamente.

-Não precisa ser tímida Mellody.

Ele disse sorrindo bonito e se aproximando de mim.

-MAS QUE PORRA É ESSA AQUI?

ouvi a voz de Justin e me afastei rapidamente de Rudy.

-Que porra é isso aqui pergunto eu! O que esse idiota tá fazendo assim no seu quarto, depois de tudo que ele fez com você? Rudy perguntou me olhando irritado.

-Vai se foder cara, ela não te deve satisfação de nada. O que porra tu ainda tá fazendo na minha casa?

Justin perguntou arrogante.

-Você é mais estúpida do que eu pensava. Você tá dando pra um cara que te trata como um lixo? Porra Mellody! Rudy falou irritado.

-Calma aí, acho que não entendi.

Se eu não tivesse aqui você ia tentar lanhar a Mellody é isso?

Justin perguntou travando o maxilar.

Rudy olhou para ele e sorriu sarcástico.

Num abrir e fechar de olhos vejo Justin partir pra cima de Rudy totalmente alterado e eles começaram a se bater com violência.

-PAREM COM ISSO PORRA! Eu gritei  desesperada tentando separar os dois, o que era inútil pois eram dois brutamontes.

Eles se batiam feito loucos, então decidi entrar na briga. Ou eu separava ou eu apanhava junto.

Me enfiei no meio dos dois e ví Justin se afastar de Rudy, provavelmente por medo de me acertar um soco.

-VOCÊS SÃO LOUCOS SEUS FILHOS DA PUTA? ESTÃO SANGRANDO A TROCO DE NADA. SEUS IMBECÍS.

Gritei e eles me olharam assustados.

-Sentem nessa porra, e eu vou dar um jeito nisso. Falei apontando pra cama e me referindo aos ferimentos.

Eles se olharam e continuaram de pé.

-Eu não vou sentar perto desse idiota. Disse Rudy.

-Não seja criança Rudy. Eu disse revirando os olhos e empurrando ambos para sentarem na cama.

-Já pensou na idéia de ir vestir uma roupa? Ouvi Justin falar irritado e o fuzilei com os olhos.

Fui até o banheiro, coloquei um vestidinho solto, fiz um coque frouxo no cabelo e voltei ao quarto.

Peguei um pano molhado e comecei a passar sobre os machucados de Justin.

Quando de repente sentí uma de suas  mãos em minha cintura, enquanto a outra desceu para minha bunda e eu o olhei confusa.

-Porra Mellody, não importa o que você vista, você sempre me deixa louco.

Ele falou sorrindo safado enquanto eu lhe lancei um olhar repreensivo.

-Dá pra parar de falar merda?

Rudy perguntou grosseiro.

-Mellody é minha seu cuzão, aceita essa porra! Mulher minha tu não come. Se encostar um dedo nela eu estouro tua cabeça.

Se eu estava me achando? CLARO QUE ESTAVA. O homem que eu amo estava morrendo de ciúmes e brigando por causa de mim. Ah porra, eu poderia sorrir agora, mas tinha que pagar de durona.

-Não comecem com essa merda outra vez.

Falei tentando acalmá-los mas não adiantou, Justin se levantou e mais uma vez vejo os dois gritando baboseiras um para o outro.

-VOCÊ ACHA MESMO QUE UMA GAROTA COMO A MELLODY VAI AGUENTAR UM GANGSTER QUE SÓ FAZ MERDA NA VIDA POR MUITO TEMPO? VOCÊ É UM OTÁRIO DREW. Rudy falou rindo da cara de Justin.

-Você leva sorte de minha arma não está comigo agora, mas nada me impede de te arrebentar. Ouví Justin responder partindo pra cima dele.

De novo não, QUE SACO!

-JÁ CHEGA. VOCÊS QUEREM BRIGAR E SE MACHUCAR CERTO? VOCÊS QUEREM VER SANGUE NÉ? OK.

Desci as escadas em busca de Malú.

-Malú preciso de uma madeira resistente.

-Mas pra que, senhora Mellody? Malú me olhou assustada.

-Você pode conseguir pra mim? Sorri angelical.

-Sim senhora.

Disse Malú me olhando assustada. Pouco tempo de convivência e ela já sabia o quanto eu era louca.

Fiquei esperando na cozinha até que ela trouxe, e era do jeito que eu queria.

-Obrigada Maluzinha. Falei beijando sua bochecha.

-Senhora não vá fazer besteira. Ela falou me fazendo rir. Malú estava preocupada, afinal ela estava sendo minha cúmplice, e se algo desse errado?

-Não se preocupe Malú!

Falei e voltei em direção às escadas.

Tentei ser um garota educada, mais eles nao me ouviram.

Então vamos dar pra eles o que eles tanto querem.

Machucados e ferimentos.

Entrei no quarto e os dois ainda estavam alí agarrados e se batendo.

Peguei o pedaço de madeira e taquei nas costas de Rudy, vendo Justin rí.

Então foi a vez dele.

Com toda força que tinha bati nas costas de Justin também.

-Aiii caralho! Você tá louca?  Justin perguntou.

-Isso machuca porra. Disse Rudy ao levar mais três porradas.

-Pensei que queriam se machucar, estão arregando é isso? Falei ainda batendo neles.

-Já deu sua louca. Justin falou fazendo cara de dor.

-Saiam da Porra do meu quarto e vão brigar na PUTA QUE PARIU! Eu disse dando chutes na bunda dos dois e eles saíram correndo até a escada

Quando finalmente eu havia parado vejo eles olharem pra trás. Então joguei um vaso de vidro que tinha no criado mudo e ví eles se abaixarem

-VÃO EMBORAA!!!!!

Gritei e eles correram rindo.

                                      Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...