História Someone like you - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Marc-André ter Stegen, Marco Reus
Exibições 148
Palavras 1.817
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Para quem não sabe quem é o Jordi, é o da foto do capítulo de hoje.

Capítulo 18 - A grande surpresa


Fanfic / Fanfiction Someone like you - Capítulo 18 - A grande surpresa

Os domingos eram sagrados para Tom Allen, e agora que a filha namorava um de seus jogadores, tudo estava mais complexo, mas ele não abria mão da tradição familiar de estarem juntos. Se era domingo de jogo, Sophia cozinhava para o pai na mansão dele e depois iam juntos ao jogo, ou assistiam pela TV se não era um jogo em Barcelona ou nas redondezas. Se era domingo sem jogo, eles saiam para comer fora junto com Marco para que Sophia provasse novos pratos.  Marco apoiava muito a carreira de Sophia como chef.

O relacionamento de Sophia e Marco estava tão forte que ele não se importou quando ela comentou da sugestão de ter um sócio no restaurante, Marco confiava cegamente em Sophia e no amor dos dois. A rotina do dia a dia deles era divertida e eles curtiam cada minuto que passavam juntos, mas também gostavam do tempo que passavam com os amigos próximos e principalmente com a família.

Sophia organizava seu dia de maneira que ela trabalhava nos horários que Marco estava treinando ou fazendo trabalhos para os patrocinadores para poderem ter juntos o restante do dia. Jordi assumia as atividades do restaurante no restante do tempo e ele e Sophia se davam muito bem. Jordi a achava linda, mas nunca teve qualquer tipo de segundos pensamentos com ela pois sabia que ela tinha um relacionamento bastante sério.

Robin tinha planejado uma vingança contra Marco naquela noite que ficou bebendo com Marcel, mas não tinha tido oportunidade de colocá-la em prática. Ele ainda tentou ver se poderia mudar de ideia e ligou para Marco pedindo para ele postar umas fotos vestindo roupas da Pursuit, mas Marco negou. Nesse momento Robin confirmou a decisão dele e então ele pediu mais dinheiro a Marco para a marca de roupas e este na condição de que Robin não mais falasse nesse assunto acabou mandando uma quantia razoável para ser investido na Pursuit.

Robin, que já estava com tudo planejado, não deixou fugir quando a oportunidade apareceu. Ele ligou para um cara da pesada que ele conhecia e combinou seu plano, ao desligar o telefone após ter acertado tudo, Robin sorriu para ele mesmo: Marco estava perdido.

Robin levantou o dinheiro solicitado pelo contato dele e enviou através de notas numa maleta, o homem assim que teve a confirmação do dinheiro combinou de fazer o serviço em dois dias. Conforme acordado, o serviço foi feito e por profissionais. A primeira notícia relacionada ao tema saiu no Bild alguns dias depois:

“Violência na África do Sul – Modelo alemã que estava fotografando na Cidade do Cabo é encontrada morta, suspeita de roubo seguido de morte”

No dia seguinte nova notícia:

Após alguns exames, verificou-se que a modelo Scarlett Gartmann foi assassinada na Cidade do Cabo, mas nada foi roubado. Esse foi o veredito final e era com isso que a polícia estava trabalhando. ”

Robin ao ler a notícia sorriu, então ligou para um contato da imprensa e soltou uma fofoca.

Dois dias depois, Sophia estava no restaurante com Jordi definindo alguns temas quando o gerente do restaurante veio chamá-la no escritório:

─ Sophia, a polícia está aí na porta buscando por você.

Sophia olhou para ele assustada:

─ Por mim?

─ Sim senhora.

Sophia foi até o salão do restaurante que estava vazio: era meio da tarde e não havia clientes, o restaurante se preparava para o turno da noite. Jordi foi atrás dela.

─ Boa Tarde. Sou Sophia Allen, em que posso ajudá-los?

─ Boa Tarde senhorita. Meu nome é inspetor Juan e esse é meu colega Pepe. A senhorita é namorada do jogador de futebol Marco Reus, verdade?

Sophia sentiu um arrepio percorrer todo o corpo dela:

─ Sim, aconteceu alguma coisa com ele?

─ Não, pode ficar tranquila. A senhorita conheceu uma modelo alemã, ex-namorada do Senhor Reus chamada Scarlett Gartmann? Eles foram fotografados juntos aqui em Barcelona alguns meses atrás.

─ Sim, eu sei de quem vocês estão falando. Porém não a conheço, eu a vi duas vezes somente e não conversei com ela. Por que a pergunta?

─ A senhorita se incomoda de nos acompanhar até a delegacia?

─ Eu não estou entendendo...

─ A senhorita é suspeita de ser autora do assassinato de Scarlett Gartmann.

Sophia ficou branca e arregalou os olhos e abriu a boca instantaneamente:

─ Quando foi isso?

─ Ela foi encontrada morta na Cidade do Cabo – África do Sul, há quase uma semana.

Jordi saiu em defesa de Sophia:

─ Ela não viajou no último mês, eu posso confirmar que encontrei com a Soph todos os dias.

─ Não imaginamos a senhorita Allen matando ninguém pessoalmente, mas ela pode ter mandado alguém fazer o serviço, por ciúmes do namorado por exemplo.

─ Isso é um absurdo – Sophia quase sussurrou.

A senhorita quer pegar sua bolsa ou alguma outra coisa? Sophia foi pegar a bolsa e pediu para Jordi avisar o pai dela imediatamente. Sophia foi com os investigadores para a delegacia. Ela estava lá conversando com os policiais há menos de 15 minutos quando entraram na sala os advogados de Sophia, ela olhou pela janela e viu o pai do lado de fora da sala. Os advogados pediram para entender o caso e a polícia começou a dar detalhes que Sophia não tinha pedido no início. Tom andava de um lado para outro no corredor na frente da sala.

Marco chegou em casa e não encontrou Sophia, o que ele estranhou. Ele então ligou para ela, mas Sophia não atendeu porque estava sendo interrogada. Marco ligou diversas vezes e mandou mensagens sem resposta. Ele ligou então no restaurante, mas eles não escutaram a ligação. Marco ficou bastante preocupado e acabou ligando para Tom:

─ Oi Marco.

─ Oi Tom, você sabe da Soph?

Marco percebeu que o sogro respirou fundo e demorou um pouco antes de responder:

─ Ela está bem.

─ Tom, eu acho que te conheço bem o suficiente para saber que não está tudo bem. O que aconteceu com a Soph?

Marco ouviu quando alguém chamou Tom:

─ Sr. Allen, o senhor quer entrar?

─ Sim – e voltando a falar com Marco – tenho que desligar Marco, mas fica tranquilo, daqui a pouco a Soph te liga.

Ele desligou o telefone em seguida e Marco ficou ainda mais preocupado: “Soph, onde você está?”...”o que está acontecendo?”...e ele começou a andar pela casa, ligou a Tv e se sentou no sofá, mas não conseguia prestar a atenção em nada. Saiu de seu estado quando seu celular tocou a seu lado e ele viu a foto de Sophia.

─ Soph, amor, onde você está?

─ Oi amor, eu já estou indo para casa.

─ Você está bem? O que aconteceu?

─ Eu estou bem, te conto quando chegar em casa. Te amo.

─ Te amo Soph.

Marco estava um pouco mais tranquilo, mas ainda estava ansioso, ficou andando pela casa e foi para a sacada do apartamento, se surpreendeu ao ver que Sophia não voltou de carro para casa e que o motorista de Tom Allen é quem a tinha trazido para casa.

─ Filha, fica tranquila, não vai acontecer nada.

─ Eu sei ursinho. Eu tenho a consciência limpa. Fiquei assustada pois nunca tinha acontecido nada parecido antes comigo e também porque eu senti pena da moça quando vi as fotos.

Tom abraçou a filha:

─ Eles não deviam mostrar essas fotos para você.

Sophia beijou o pai e antes de entrar no prédio ele disse:

─ Se eles te procurarem de novo, liga para nossos advogados.

Ela sorriu para ele e entrou no prédio. Quando Sophia chegou no andar viu que Marco a esperava com a porta aberta.

─ Tudo isso é saudade? – Sophia sorriu

Marco rolou os olhos e a recebeu com um abraço apertado:

─ O que aconteceu Soph? Você sofreu um acidente de carro?

─ Não, por quê?

─ Eu vi que você chegou com o motorista do seu pai.

Sophia beijou Marco e fez um carinho no rosto dele:

─ Você fica lindo quando se preocupa comigo.

Ela pegou na mão dele e o levou para o sofá.

─ Eu vou te contar tudo.

Sophia contou a Marco tudo que tinha acontecido em detalhes, da polícia a buscando no restaurante e do assassinato de Scarlett. Marco não estava acreditando no que estava ouvindo:

─ Essa estória é absurda, simplesmente não faz sentido você estar em qualquer lista de suspeitos.

Marco a abraçou e deu um beijo carinhoso na testa dela. Nos dias seguintes, os advogados da família Allen conseguiram comprovar que Sophia não tinha nada com o caso e a polícia deu como encerrado o envolvimento de Sophia.

A vida de Marco e Sophia parecia ter voltado ao normal até que um dia, o treino do Barcelona foi interrompido. Os jogadores treinavam taticamente no campo, quando dois homens se aproximaram de Luis Henrique e falaram com ele. Houve uma pequena discussão e então Luis se aproximou do gramado e chamou Marco. Ele deixou os colegas e veio atender ao treinador.

─ Marco, esses homens querem falar com você.

─ Pois não?

─ Sr. Reus, o senhor entende meu idioma?

─ Se vocês falarem com calma, perfeitamente.

─ Tem algum lugar aqui onde podemos falar com um pouco de privacidade?

Marco olhou para Luis Enrique sem entender e este disse que eles poderiam usar a sala dele. Foram até a sala e Marco estava curioso.

─ E quem é o senhor?

─ Inspetor Juan, polícia de Barcelona, e este é meu colega Pepe que trabalha para a polícia internacional.

Marco levantou a sobrancelha surpreso. O homem continuou comentando que tinha algumas perguntas:

─ O senhor namorou uma modelo alemã chamada Scarlett Gartmann, correto?

─ Não, não é verdade.

Foi a vez dos policiais se surpreenderem.

─ Não?

─ Não. Eu a conheci e sai para comer com ela uma vez, só isso, nunca namoramos e acredito que vocês já incomodaram minha namorada com esse tema.

O inspetor deu uma risada sarcástica:

─ Engraçado o senhor dizer isso, porque andamos investigando antes de falar com o senhor e consta que o senhor a buscou no aeroporto quando ela chegou em Barcelona, ela tinha o senhor na lista de contatos do celular dela e consta algumas conversas no período que ela estava aqui, vocês saíram para comer juntos e por coincidência foram flagrados pela imprensa, além dela ir numa festa que o senhor estava e ter ido até seu apartamento. São muitas coincidências não é mesmo?

Marco viu que sua situação estava complicada:

─ Eu não falo nada sem a presença de advogados.

─ O senhor quer assim? Ótimo então, o senhor está preso para averiguações.

O homem chamado Pepe que tinha ficado calado até agora, sacou uma algema e colocou em Marco e eles levaram Marco até o carro da polícia. Como sempre havia imprensa nos treinos do Barcelona, tudo foi devidamente filmado e fotografado.


Notas Finais


Será que esse plano do Robin vai separar o casal?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...