História Someone, Somewhere - Brustoff - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Asking Alexandria
Tags Ben, Boyxboy, Brustoff, Cam, Danny, Denis, James, Sam, Yaoi
Visualizações 12
Palavras 491
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Forever


- Se isso foi uma piada, sério, melhore o seu humor, porque não teve graça nenhuma.

- Não estou brincando.

Olhei para o criado-mudo. Peguei meu celular rapidamente, o desbloqueei e fui em direção ao calendário do mesmo. 27 de dezembro de 2018.

- Não, impossível. - Passei minhas mãos pelos meus cabelos.

- Desculpe, Benjamin.

- E o Denis?

- Ah, o garoto moreno? - Assenti. - Continua vindo todos os dias te ver. Está lá fora agora.

- Ele sabe que eu...?

- Que você saiu da coma? Não, ainda não.

- Oh... Certo. Pode chamar ele?

- Claro.

Ele se virou e saiu. Não demorou que alguém abrisse a porta. Mal olhei em seu rosto, apenas me levantei, cambaleando e me joguei em seus braços. Aquele cheiro...

- B-Ben?... V-Você...

Sorri triste. O mesmo me afastou um pouco, encarando minha feição, mas, logo, me abraçou com toda força que tinha.

- MEU DEUS, BEN! V-Você... acordo... Céus... 

Ele estava chorando. Não demorou para que eu também desabasse em lágrimas, o abraçando com todas minhas forças.

- Que saudades de v-você, Ben... T-Todo esse tempo sem... o-ouvir a sua voz... encarar teus belos olhos... Meu Deus, você está mesmo aqui... - Me apertou mais contra si. - A-Acho que estou sonhando...

- Não. - Escondi meu rosto na curva do seu pescoço, aspirando seu cheiro. - Eu estou mesmo aqui e... v-você também...

Me afastei dele para o fitar. Quem diria que aquele maldito teria a mesma cara que tinha no começo do ano passado?

Sorri e segurei seu rosto, lhe beijando. Eu só precisava ter certeza de que ele estava mesmo lá, como havia dito que faria para mim aquela noite... 

Flashback

"Soltei o grito mais alto que pude. Estava chorando. Droga, como eu odiava aquelas malditas lembranças. Não havia mesmo como remover da minha cabeça tudo que me aconteceu?

Passos rápidos. Logo, a porta foi aberta brutalmente.

- O que foi, Ben? - Denis devia ter achado que haviam invadido, pois estava com uma vassoura na mão. Céus, que idiota.

- Nada...

Ele olhou para todos os cantos do quarto, até mesmo embaixo da cama.

- Pesadelo? 

Neguei, me encolhendo contra o travesseiro.

- Lembranças...

Ele suspirou e apoiou a vassoura na parede, se deitando ao meu lado. Me abraçou e eu apenas devolvi o abraço. Seus braços eram quentes.

- Odeio me lembrar da minha vida antes de você, Denis...

- Ben... óbvio que não vai ajudar, mas... não vou deixar o passado te alcançar...

- Por que devo acreditar nisso? - Soltamos um ao outro, ficando somente deitados mesmo.

- Porque eu vou estar sempre do teu lado e não vou deixar ele chegar até você.

- Não acredito em "sempre".

- Então apenas acredite no nosso "sempre", que pode durar o quanto você quiser...

- Pode durar até o último dia da minha vida? - perguntei, segurando sua mão.

- Até mesmo depois disso..."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...