História Something about Sewoon - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Wanna One
Personagens Personagens Originais
Tags Mnet, Produce 101, Romance Adolescente, Sewoon, Starship
Visualizações 4
Palavras 969
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Demorei mas voltei com um capítulo bem legal e amorzinho, espero que gostem ❤

Capítulo 6 - Melhores amigos


SH - Parece que é o destino mesmo nós sermos vizinhos - sorri para ele

SW - Sim, deve ser o destino. Toma
- Ele estendeu a mão até a altura dos meus olhos e eu pude ver que o que ele tanto mexia em suas mãos era um mini buquê de flores que fora preso com um caule de uma folha. Era simples porém lindo - Fiz pra você. Escolhi as melhores flores.

SH - Muito obrigada, Jung Sewoon, são lindas
.- Cheirei as flores e isso me trouxe uma nostalgia, lembrei-me de brincar com esse tipo de flores em minha infância.

SW - De nada, Hyun-ah e você pode me chamar apenas de Sewoon, não seja tão formal - acenti  e apenas continuamos andando.

Olhei para o cima e percebi que o tempo já não era mais tão bonito como mais cedo, o céu ganhava um tom acinzentado, foi então que disse para o garoto ao lado que deveríamos apertar o passo para chegar logo em casa e ele concordou. Já tínhamos andado dois quarteirões e meio, foi quando fechou mesmo e pude sentir os finos e gelados pingos de chuva em minha pele, Sewoon me puxou para a entrada de uma sorveteria que por sorte era coberta, ele mexeu em sua mochila e tirou um guarda chuva e pediu para que eu segurasse, ele tirou o blazer do uniforme que vestia e me usou para cobrir ainda mais meus ombros que já possuiam a proteção de meu uniforme mas claro que eu não recusei. Sewoon abriu o guarda chuva e continuamos nosso caminho em silêncio, bom, pelo menos sem falar um com outro porque minha mente estava bem barulhenta, meu coração estava acelerado pois ele segurava em minha mão para eu não escorregar e cair e é claro que eu já estava imaginado mil coisas de namoradinhos com ele e em como isso seria legal.

Chegamos em nosso quarteirão e logo avistei minha casa, quebrei o silêncio e perguntei ao príncipe sobre sua casa e ele logo apontou, ainda sem soltar minha mão, para a casa em frente a minha e eu sorri animada por morarmos tão próximo.

Alguns passos a mais e estávamos em frente ao meu portão:

SH - Bom, finalmente em casa, obrigada por ter me acompanhado até aqui - eu estava de costas para o portão e de frente para o garoto.

SW - Não foi nada, apenas o destino nos unindo novamente - novamente? Não consegui mais pensar sobre isso porque o garoto foi se aproximando de mim, tipo, estávamos MUITO próximos mesmo, eu estava  BEM nervosa e foi quando seus lábios encostaram no cantinho da minha boca. SIM, UM QUASE BEIJO ENTRE EU E MEU PRÍNCIPE DOS SONHOS. SERÁ QUE ISSO NÃO É MESMO UM SONHO. O garoto se aproximou de meu ouvido e sussurou - achou que eu não tinha notado seus lábios? - se afastou, virou de costas e atravessou a rua.

Eu queria ter ficado estática no portão por mais tempo mas a chuva não deixou, abri o portão de casa as pressas e quando abri a porta fui pega de supresa por um Kyul com um sorriso travesso:

KH - Então maninha, a vinda pra casa deve ter sido muito boa. E aí, o remelento da casa da frente beija bem? Já está até usando a roupa dele
- Kyul zombava de mim e só então percebi que ainda estava com o blazer de sewoon, meu pai entrou na sala bem na hora e meu coração acelerou.

Pai - Quem beija bem? - ele perguntou sério.

SH - ninguém pai - simplesmente falei enquanto corria para meu quarto, sobraria para Kyul explicar tudo.

Não demorou muito tempo para que minha mãe batesse na porta do quarto, ela me disse que nosso almoço seria mais tarde e que eu deveria me arrumar pois iríamos a um restaurante com alguns antigos amigos dela e de meu pai, eu só conseguia pensar em "é sério que vamos sair com esse clima?" Mas eu não poderia reclamar e ficar em casa, então apenas me conformei. Me arrumei com roupas simples mas confortáveis e ideais para esse clima chuvoso.

Desci a escadas e todos já estavam prontos, apenas me esperando. Já era bem tarde para um almoço, cerca de 14:00 horas mas meus pai disse que eu não deveria me preocupar pois eles já haviam feito o pedido antes, para que tudo fosse e mais rápido e disse que eu iria adorar o prato, isso me deixou bem ansiosa.

Entramos no carro e pude perceber que a chuva havia cessado mas o clima frio continuava lá e percebi isso da pior maneira, quando o vento gelado bateu em minha pele e eu percebi que havia esquecido meu casaco, ai, sou uma distraída mesmo. Chegamos ao restaurante e era um lugar incrível, renderia umas ótimas fotos, a entrada possuía um lindo jardim que estava um pouco molhado por conta da chuva mas mesmo assim não perdia sua beleza, tinha até uma mini ponte, eu estava maravilhada e Kyul ria de mim como se eu fosse uma criança boba.


Ssguimos até a porta principal, meu pai ficou falando com a recepcionista sobre suas reservas e tudo mais e eu só admirava o local, a mulher nos guiou até nossa mesa e os convidados de meus pais não estavam lá ainda. Eu e Kyul sentamos de frente um para o outro e meus pais se sentaram lado a lado. Havia três cadeiras vazias a meu lado oq ue me fez imaginar que os amigos não seriam um casal. Eu estava de costas para a porta quando meu pai cutucou minha mãe e eles levantaram animados para recepcionar seus amigos, também me levantei sendo seguida por Kyul e quando olhei, não acreditem em quem estava lá




Notas Finais


Capítulo ficou estanho mais vou trabalhar mais na edição do texto. Obrigada por lerem ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...