História Something's Gotta Gave - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Visualizações 19
Palavras 1.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Who inspires you?


[P.O.V] Michael

Acordei com a maldita ressaca que já era de se esperar. Do lado da cama da Ally, que estava vazia, mas toda bagunçada, o que denunciava que ela tinha dormido lá, estavam um copo d'água e uma aspirina. Tomei o remédio e bebi toda a água, percebendo que estava com sede.

Desci as escadas, todas sujas com copos e o chão todo manchado de bebida, chegando até a sala. Nela, America e Ashton dormiam em um sofá, enquanto Calum e Luke dormiam em outro. Tentei me movem sem fazer muito barulho, porque sabia como eles ficavam bravos quando eram acordados, mas acabei tropeçando nas latinhas de cerveja no chão. Todos acordaram assustados e resmungando.

-Que porra você pensa que está fazendo, Michael? -Luke reclamou esfregando os olhos.

-Não era a intenção, juro -respondi, me sentando numa cadeira perto deles -Alguém sabe onde a Ally está? Parece que ela dormiu no quarto, mas não a vi entrar ou sair -perguntei, olhando para America. Ela pegou o celular e pensou um pouco antes de responder.

-Hoje é domingo, ela deve ter saído bem cedo daqui -disse mais para ela do que para mim -Não se preocupe.

-Então você dormiu com a Ally? -Calum perguntou sorrindo maliciosos

-É, eu na cama de cima e ela na de baixo -revirei os olhos -Não enche, Calum, não fui eu quem dormi de conchinha com o Luke -me referi à posição que eles estavam.

Os dois fizeram cara feia e se levantaram, indo em direções opostas. Depois de acordarmos de verdade, resolvemos ir para casa, afinal hoje ainda tínhamos um show em um barzinho no centro da cidade. Deixamos America na casa dela e Calum foi o caminho todo falando da menina, sobre como ela era legal, enquanto Luke ficava de cara feia por algum motivo e Ashton permanecia quieto.

-Você é o único que não anda falando muita coisa, Ash -eu cutuquei, um pouco antes de chegarmos na casa dele, onde iríamos ensaiar.

-Quer que a gente fale sobre o seu PT? -ele respondeu, fazendo todos rirem, inclusive eu.

-Preferia o Ahston quieto, retiro o que eu disse -falei rapidamente.

Mandei uma mensagem para a minha mãe, dizendo que tinha dormido na casa do Ash e que estava tudo certo. Eram duas da tarde quando chegamos de verdade à casa dele. Comemos uma pizza que a mãe dele tinha pedido e descemos para a garagem. Nossa banda já tinha um ano e tínhamos várias músicas autorais, mas sempre hesitávamos em tocar algumas em nossos pequenos shows.

Ensaiamos alguns covers diferentes e alguns que já estávamos acostumados. Paramos quando eram quase seis da noite e cada um foi para a sua casa. Minhas bochechas doíam de tanto rir, pois sempre fazíamos alguma graça e tínhamos que recomeçar a música. Contei para minha mãe que passei a tarde ensaiando e ela sempre me apoiava quando o assunto era a banda.

Eu tinha mandado uma mensagem para a Ally convidando ela para ir, porque sabia que o Calum já tinha mandado para a Meri. Ela respondeu dizendo que não sabia onde era, então combinamos que ela passaria em casa para me dar uma carona e eu falaria o caminho.

Um pouco antes das oito, ela chegou. Seu carro preto combinava com seu vestido na mesma cor. Diferente de ontem, ela estava apenas com um batom vermelho claro, mas sem base ou rímel. Linda como sempre, claro.

-Achei que não fosse chegar nunca -Ash me entregou uma cerveja assim que entrei. O lugar estava cheio de gente.

-Isso aqui está lotado, estou começando a ficar nervoso -Luke comentou perto de nós seis.

-Ué, onde está toda a auto confiança de Luke Hemmings? -Calum perguntou num tom até meio arrogante.

-Vai tomar no seu cu, Calum. Pelo menos eu estou nervoso, mas não errei nada no ensaio -ele respondeu apertando sua mandíbula com força.

-Será que as moças podem se acalmar? -Ally inteveio. -Vocês estão prestes a fazer um puta de um show, se começarem a brigar agora eu vou ser obrigada a dar um soco na cara de cada um.

-Ela consegue ser mais macho que o Calum, gente. Cuidado com a menina -eu disse rindo e ela se virou séria para mim.

-Mais que você eu tenho certeza que sou, Michael -ela forçou um sorriso e voltou para seu lugar.

-O clima está bem tenso aqui, que tal irmos arrumar os instrumentos? -Ashton sugeriu e o seguimos, sem dizer uma palavra.

Quando tudo estava certo, subimos no palco. Dava para ver Meri e Ally encostadas no bar, com uma cerveja na mão e rindo de algo aleatório. Quando começamos a tocar, esquemos completamente do clima tenso anterior e tudo eram só flores. Na hora da última música, uma que Calum tinha escrito, ele parou para falar.

-Essa última música eu escrevi há uns dias e...-abaixou a cabeça e sorriu de leve -Eu queria dedicar ela a alguém. Alguém que sabe muito bem que é minha inspiração -ele encerrou rapidamente.

Antes que eu pudesse tentar captar para onde ele olhava, vi Ally sair do bar acompanhada de um cara. Se ela fosse embora, eu ficaria sem carona e sem a chave de casa, que estava no carro dela. Comecei a ficar bem nervoso, mas tinha que me concentrar na música.

Now I'm holding on for dear life

(Agora estou apenas por um fio)

There's no way that we could rewind

(Não há como voltar atrás)

Maybe there's nothing after midnight

(Talvez não exista nada depois da meia-noite)

That could make you stay

(Que possa fazer você ficar)

But now that I'm broken

(Mas agora que estou quebrado)

And now that you know it

(E agora que você sabe)

Caught up in a moment

(Preso em um momento)

Can you see inside?

(Você pode ver aqui dentro?)

Cause I've got a jet black heart

(Pois eu tenho um coração negro)

And there's a hurricane underneath it

(E há um furação abaixo)

Trying to keep us apart

(Tentando nos manter separados)

I write with a poison pen

(Eu escrevo com uma caneta venenosa)

But these chemicals moving between us

(Mas esta química se movendo entre nós)

Are the reasons to start again

(São motivos para começarmos de novo)

Quando Calum cantava, eu podia sentir que ele estava se segurando. Não era possível que tudo isso fosse apenas pela America. Não tinha como ele estar apaixonado dessa forma por ela, até porque começamos a ensaiar essa música no começo da semana. O que eu estava perdendo?

Quando descemos no palco, fui bem puto perguntar para a America onde diabos a amiguinha dela tinha se metido e ela me disse que Ally tinha indo embora, provavelmente com aquele cara.

-Aquela filha de uma puta... -eu cerrei os punhos -Minha bolsa estava na porra do carro dela, e agora?

-Amanhã ela te entrega, Michael -Ash disse, tentando me acalmar.

-Ela vai me pagar por me deixar sem carona e sem minhas coisas -comentei comigo mesmo, bebendo uma garrafinha inteira de água.

Se ela achava que podia me deixar para trás dessa forma, ela estava muito enganada.


Notas Finais


Queria declarar que CASALSINHO NOVO NA ÁREA E EU ESPERO MUITO QUE VOCÊS GOSTEM.
Enfim, a partir de agora a história começa de verdade, jájá vocês vão conhecer mais coisinhas sobre a Ally. Obrigada quem está favoritando e quero saber o que acharam.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...