História Sometimes I Hate You, But Love Is Greater!! - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Alfredo Flores, Jaxon Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Personagens Originais
Tags Jusemy, Shlg
Exibições 8
Palavras 1.159
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ooiiii amorecos depois de decadas voltei. .chega de blabla e vamos ler. 😘😘😘😌👏👏👏

Capítulo 9 - One Another day


Fanfic / Fanfiction Sometimes I Hate You, But Love Is Greater!! - Capítulo 9 - One Another day

Acordei  e  me  senti  em  paz  com  o  mundo  após virar  para  o  lado  e  ver  Justin  como  um  anjo  suspirando... Depois  de  longos  minutos  adimirando  aquela  pessoa  maravilhosa  me  enrrolei  nos  lensois e  fui  ao  banheiro me  despi  e  mergulhei  naquela  imensidão de banheira .

Logo  após sai  do  banho  vesti  uma  roupa  casual, e  decidi  ser a  hora  para  resolver minhas  diferenças  com meu  pai, porque  desde  intao  não havia  mais  falado  com  ele

-Amorr?...-disse  esfregando  os  olhos

-Justin? Eu  to  saindo...-disse simples

-E para onde posso saber?-disse  com  a  sombrancelha  arqueada

-Vou  resolver  alguns  assuntos  pendentes  com  meu  pai-disse  pegando  minhas  coisas

-Não,você so  vai  se  for  comigo- disse  se  impondo 

-Acho  melhor  não, se  vocês  se verem  não  vai  ser  nada  agradável- disse  simples

-Emy não acaba  com  meu  Humor  por  favor  ta, eu  vo  me  trocar  e  saimos  em  seguida-  disse  se  segurando  e  sem  me  deixar  falar  mais  nada

- Tá então ne ...-disse  e  me  sentei  em  cima  da  cômoda e  fiquei  balançando  oo  pés ritimadamente  ate  que  ele  voltou  lindo  como  sempre

-Swag Swag  !-.disse  batendo  palmas

-Obrigado kkkk , então vamos?- disse  me  tirando  de  cima  da  cômoda

—Sim, mas  muita  calma  nessa  hora, não fode  com  tudo  bieber-  disse  me  referindo  ao  meu  pai

—Ow  o  que  houve  com  aquela  menina  inocente  kkk—disse rindo

—Ela  foi  corrompida  por  um  Gângster gostoso  pra  caralho...—disse  o  beijando

—Gostei  kkkk—disse  convencido

—Mano   você é muito  convencido  kkkk-disse  dando   um  tapa  no  seu  braço 

[…]

Algum  tempo depois  chegamos  na  casa  dos  meus  pais, eu estava receosa  por  ter  certeza que daria merda  o  Justin estar  ali. Mas seria bom ter alguém do meu lado naquele  momento.

Uma  empregada  que  eu  nao  conhecia, e por  certo ela também não fazia  ideia  de quem  poderia  ser  eu, veio  dizer  algo  mas  eu  a  interrompi  antes  de  começar  a  falar

—Diga  aos  meus  pais  que  estou  aqui—disse  firme

—Sim  senhora —disse  sem  discutir

Minutos depois eles  apareceram  na  sala  onde  meu  pai  parecia  relutante  em  nos  ver  ainda  mais  depois  que  nos  viu  beijando.

—O  que  essa vagabunda  ta  fazendo  aqui?—disse  para  mamãe,  foi  ai  que  percebi que a incompetente  da  empregada  me  anunciou so  para  minha  mãe

—A  quem  está  se  referindo?—disse  Justin  ja  com  o  punho  fechado

—Calma  amor—disse  baixinho

—A  essta  vagabunda  do  seu  lado  que  um  dia  pude  chamar  de  filha—cuspiu  as  palavras

—Seu  desgraçado... Não sei como uma pessoa tão  maravilhosa pode ser filha de  um  lixo  como  você—faltava pouco  para  Justin  partir  para  cima  dele  ate  que  me  pronunciei 

—Calem  a  boca  todo  mundo!!! Quem  você pensa  que  é pra  falar  assim  comigo? Você  que  sempre  mentiu  para   benefício  próprio, sempre  usou  minha  mãe, e  ela  te  servindo  como  uma  escrava ...—disse  furiosa  apontando  o  dedo  para  ele

—Não aponte o dedo  para  mim sua  vagabunda... Como  você ousa  vir  na  minha  casa  depois  de  ter  nos  abandonado  por  ele? Que  não passa  de  de  um  merdinha, que  com  toda  certeza você deu  o  que  tinha  e  o  que  não tinha  para  dar  à ele —disse  furioso

—Quer saber? Dei  mesmo  e  foi  gostoso  pra  caralho, para você ele  pode  ser  ate  um  merdinha, mas  para mim  ele  é  um  homem  maravilhoso  que  fode  muito  bem  com  sua "filha"— disse  e  quando  dei  por  conta  meu  rosto  estava  formigando  pelo  efeito  do  seu  tapa

—Tire suas mãos imundas dela!—disse Justin o socando sem dó

—Amor, calma não perca seu tempo com ele—disse e abracei a cintura dele ate acalma-lo 

—SAIAM DA QUI—disse  minha  mãe levantando  meu  pai  todo  ensanguentado do  chão 

—E mais uma vez você vi ficar afavor dele, apesar de tudo não é mãe?

—Sim eu vou, sempre—disse e me retirei não suportaria olhar para ela

[…]

Eu  estava  sentada  no  sofá da sala, bebendo  chocolate quente, e  pensando no  que eu havia feito  de  errado para merecer àquilo...

—Amor?—disse Justin preocupado 

—oi?—era  nítido  minha voz de choro 

—Vem cá, não fica assim—disse  me  sentando  em  seu  colo 

—Eu  estou bem  amor, eu  so  tentando  entender  tudo...—falava enquando ele beijava minha nuca

—Justin não estou no clima...—disse rindo 

—Mas alguem disse que tinha um homem maravilhoso que fodia muito bem, e vai esperdiçar isso ?—disse apontando para ele mesmo

—Não claro que não kkkk—sorri safada

—Ufa pensei que iria kkkl—disse com aquele sorriso espontaneo maravilhoso 

Me  sentei  em  seu  colo  virada  para  ele  comecei a  beijar  aqueles  magníficos lábios, e  cada  vez  mais  desesperadamente. Ele  mordiscava minha  boca  me  arrepiando...

—Vamos  lá pra  cima?—disse  me  puxando 

—Não  vamos  pra  o  seu  escritório— ri  safada

—Claro  o  que  você quiser  baby —sorriu  me  desmontando

                           P. O. V  JUSTIN

Abri  porta  do  escritório, e  ja  podia  imaginar  o  que ela  queria. À  peguei  pela  cintura  e  coloquei  em  cima  da  mesa  e  taquei  tudo  que  continha  em  cima  no  chão.

Seu  sorriso  de  satisfação era  nítido, o que me  envolvia mais  e  mais, então tirei  seu  vestido  preto  justo  e  tive  mais  uma  vez  a  visão do  paraiso.

—Meu  Deus  como  pode  alguem  tao  linda  como  você—?disse  acariciando seus  seios  cobertos  pelo  sutiã

—São seus  olhos  meu  amor...— disse  com  os  olhos  brilhando

—Não são não, você é maravilhosa, e  gostosa  pra  caralho  kkk—disse  e  prosegui  o  que  havia  começado

Tirei  as  roupas  restantes  e deixando  ela completamente  nua, e  totalmente  a  minha  disposição. Comecei chupando  seu  pescoço e  ela  gemia  baixinho, desci  para  seus  seios  onde  a  chupei  e estimulei  enquanto  ela  arfava.

Introduzi meus  dedos  em  sua  intimidade, em movimentos  de "vai  e vem" enquanto  ela  me  olhava  com  um  sorriso  maravilhoso  esperando  por  mais, retirei  meus  dedos  e  comecei  a  chupa  ela  que  parecia  impossivel  de  se  satisfazer 

—uhhhh  que  deliciaaaaa  biebs, ahhh—gemia  decontroladamente

—nem comecei  amor...kkk—estava  satisfeito  por  vela  pedir  por  mim

Coloquei  meu  pênis entre  seus  seios  e comecei  a  entocar, ela  adorou  quilo  e  gemia  cada  vez  mais  auto.

—Vai  biebs  agora  vamos  foder  de  verdade..—disse  com  uma  voz  melosa  lembrando  voz  de  vadia

E  percibi  que quando  ela  estava  comigo  descia  o  nivel  sem  perceber, foi  otimo  saber  o  efeito  que  eu  tinha  sobre  ela. E  como  nem  eu  aguentava  mais  comecei a  entocar  primeiro  devagar... Logo  aumentei  o  ritimo gradativamente  o  que  a deixava  louca

—Ainnn  biebs  mais  rápido ahhhh  ahhhh—

—Calma  amor— disse  satisfeito

Fui  entocando  enquanto  ela movia a cintura  ritmadamente, e chegamos  ao  apice  juntos

—Meus  Deus  Justin  você  e  cada  vez  melhor, e  tem  um  oral  que  é  incrivel...— disse energica controlando a respiração

—Muitos anos praticando a comer danoninho sem colher. Kkkkkk—disse olhando pra ela que começou a rir

—kkkkkkk como vecê e besta amor ...—disse dando tapas

—Eu sou besta sou apixonado por você...— ela se calou na hora e ficou me olhando encantada 

 

 

 

 

Continuo?...

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


E ai amorecos continuo? Bjinhooosss. 😘😘😘😘😌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...