História Sometimes what we need most is love - Capítulo 70


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Avril Lavigne, Demi Lovato, Justin Bieber, One Direction, Selena Gomez
Personagens Ariana Grande, Avril Lavigne, Demi Lovato, Harry Styles, Justin Bieber, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Selena Gomez, Zayn Malik
Tags Diall, Jelena, Romance, Zariana, Zavril
Exibições 164
Palavras 1.872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura 😊

Capítulo 70 - Capítulo 70


Fanfic / Fanfiction Sometimes what we need most is love - Capítulo 70 - Capítulo 70

Zayn: Você não vai sair daqui. - Ele me deu um selinho nos lábios. - Vamos pra casa!

Ariana on:

Demi: Ari porque você bateu na Avril? Talvez ela estivesse mesmo falando a verdade. - Demi disse séria.

Ariana: Eu tenho certeza que ela queria fazer alguma coisa de mal para meu irmão, ela queria, e eu tenho certeza! - Disse irritada.

Pedro: Ali a mamãe. - Ele apontou para Ana que foi correndo pegar o filho no colo.

Ana: Graças a Deus eu te achei, menino. - Ela deu um beijo na bochecha de Pedrinho que a abraçou pelo pescoço.

Ariana: A escola é grande, Ana, você precisa tomar mais cuidado com ele.

Ana: Eu sei Ari... Muito obrigada - Ela acenou para mim e Demi e em seguida saiu sorridente.

Demi: Sabe o que eu vou fazer? - Neguei um pouco curiosa.

Ariana: Oque?

Demi: Eu não vou pra aula... Não quero ficar aqui nessa escola! Não quero ver Niall e muito menos a puta da Samantha.

Niall: A professora tá chamado pra aula de música, vai ter chamada e quem não for irá perder ponto.

Demi: A gente já está indo! - Demi disse irritada.

Ariana: Cadê o Zayn?

Niall: Ele só vai fazer a aula de música e vai embora com a Avril. - Niall disse me respondendo em quanto se aproximava se Demi.

Ariana: Ah, que droga! Eu preciso falar com ele... - Coloquei meu cabelo atrás da orelha.

Niall: Eu falo com ele, que você quer falar com ele.

Demi: Para de chegar perto de mim, seu traidor! - Demi disse o empurrando.

Niall: Não dá para ficar longe da minha baixinha. Eu te amo. - Niall a puxou pela cintura dando um selinho, mais Demi o empurrou limpando a boca.

Demi: Você não tinha esse direito! - Demi disse irritada.

Niall: Eu sei que você me ama. - Niall disse esperançoso.

Demi: Você é um idiota, Niall nada disso estaria acontecendo, se você... O cara que eu mais amava não tivesse feito isso comigo! Eu te entreguei meu coração para você fazer isso comigo? Agora já que você já me machucou, sai do meu caminho. - Demi me puxou e fomos na direção da sala de música, em quanto eu já via que Demi tentava segurar as lágrimas.

XxX: Bom, alunos e alunas eu sou a nova professora de música. Para quem não sabe, meu nome é Lídia, e como já está no fim do ano eu estou aqui para ensinar música a vocês! - Disse a professora toda animada. - A professora  Cátia deixou alguns alunos que ela sabe que tem uma voz incrível aqui... Mais eu gostaria de ver alguns novos talentos, como a Avril, Samantha, Bell, Juliana entre outros. Agora vamos ao que realmente interessa, que é nossa aula. A primeira que eu quero que cante aqui e a Ariana. - Ela disse olhando no caderno. - Quem é Ariana Grande?

Ariana: Sou eu mesma professora. - Me levantei e fui até lá na frente.

Lídia: Vamos lá, Ariana, não precisa ficar com vergonha só se solte. Você já sabe qual música irá cantar? E os meninos da banda já sabe? Olha durante uma semana inteira você ensaiou eu espero que esteja bom. - Apenas confirmei. - Então música por favor! - Ela gritou e eu comecei a cantar.

Ariana: [Break free] If you want it, take it I should've said it before Tried to hide it, fake it I can't pretend anymore [...] Assista o vídeo  (1) notas finais.

Lídia: Ual, você arrasou! - Ela disse contente batendo palmas. - Seu show foi incrível... Uma das melhores produções até agora! Fantástico Ariana. - Então voltei ao meu lugar abraçando Demi que me felicitou.

Avril on:

Lídia: A próxima a se apresentar será Avril Ramona Lavigne. - Eu estava muito nervosa porque meu show não teria tanta produção como a de Ariana, então eu não tinha certeza que seria bom. Então eu me levantei e foi até a frente, e ela repetiu as mesmas coisas que disse a Ariana. - Então música por favor!

Avril: [Nobody's Home]  I couldn't tell you  Why she felt that way She felt it everyday  And I couldn't help her  I just watched her make the same mistakes again  What's wrong, what's wrong now?  Too many, too many problems  Don't know where she belongs, where she belongs  [Música 2] [...]

Lídia: Foi até bom... Mais poderia ter ensaiado mais. - Então eu fui até o meu lugar me sentando. - Então a última a nossa aula de hoje, Demetria Devonne Lovato.

Demi: Estou aqui! - Demi disse e se levantou indo até a frente e professora fez o mesmo discurso outra vez.

Lídia: Música por favor! - Ela gritou.

Demi: [Confident] Are you ready? It's time for me to take it I'm the boss right now Not gonna fake it Not when you go down 'Cuz this is my game And you better come to play I used to hold my freak back (música 3) [...]

Lídia: Simplesmente incrível! Ótima apresentação, ótima música! Você tem ótimo potencial assim como a Ariana. - Ela me ignorou totalmente, mais eu já sabia o porque... Eu era pobre e todas as meninas dessa escola eram ricas, eu era uma das ovelhas negras nessa escola.

(...)

Demi on:

Demi: Graças a DEUS essa aula terminou! - Disse indo em direção ao recreio que já começava.

Ariana: Vou no banheiro, quer ir comigo? - Ariana perguntou e eu neguei. - Então eu tô indo. - Ela deu a volta indo em direção contrária à minha.

Niall: Me deixa falar com você, Demi... Por favor? - Niall me prendeu contra a parede me impedindo de passar.

Demi: Eu não falo com traidores! - Disse irritada tentando empurrar Niall.

Niall: Ah mais você vai falar sim! - Então ele me puxou para dentro da sala de limpeza e em seguida a trancou com a chave, assim que eu fui pegar a chave ele colocou dentro da cueca. - Você tem toda a liberdade para pegar.

Demi: Argh, eu não acredito que você tá fazendo isso! - Disse batendo na porta.

Niall: Enquanto você não me perdoar não vamos sair daqui! - Ele me desafiou.

Demi: Então vamos ficar o resto da vida aqui! - Disse dando um tapa em Niall. - Me entrega a merda dessa chave seu insuportável! - Niall segurou minhas mãos e me jogou contra a parede me beijando, e eu como sempre burra correspondi, assim que o ar nos faltou ele me olhou meio triste.

Niall: Eu não amo Samantha, nem nunca amei... Eu amo você, será que dá para me perdoar? - Ele disse passando a mão por meu rosto, mais o empurrei.

Demi: Não! Você traiu a minha confiança! Me deixa sair... - Disse já começando a chorar. - Por favor, Niall... Não dificulta mais as coisas.

Niall: Eu não posso abrir. - Ele veio até mim limpando as minhas lágrimas. - Não chora meu amor, eu te amo. - Me deu um selinho mais eu o empurrei.

Demi: Me solta! Eu não quero falar com você! - Disse irritada.

Niall: Já tá falando... - Ele riu agora tentando me beijar de novo mais eu virei meu rosto para a lado. - Para com isso, Demi!

Demi: Eu não beijo garotos que tem a saliva da Samantha vagabunda na boca.

Niall: Minha boca tá bem limpa dessa garota! Agora para com isso... - Então ele conseguiu me beijar em quanto eu tentava lutar para ele parar, no fim eu acabei o correspondendo.

Zayn on:

Eu já havia chegado em casa já havia um tempo. E eu havia percebido que desde o fim da aula de música, Avril estava triste... Porque assim como eu, todos nós percebemos que a professora Lídia não disse que ela foi bem por pura ignorância e preconceito por Avril ser pobre e empregada. Assim que cheguei até a cozinha vi que Avril terminava de finalizar o almoço.

Avril: Esta pronto! - Ela disse olhando para baixo.

Zayn: Você pode comer, se quiser.

Avril: Obrigada Zayn. - Ela pegou um prato logo colocando um pouco do almoço.

(...)

Desliguei a TV e fui até o quarto de Avril, assim que abri a porta eu a encontrei dormindo, estava tão linda, adoro aqueles cabelos loiros espalhados pelo travesseiro. E ela usava uma roupa bem curtinha deixando seu corpo ainda mais convidativo. Nesses últimos dias... Eu tenho ficado exitado so de vê-la. Então sem mais aguentar toda aquela visão fui em direção a ela, mais antes tirei toda a minha roupa e fui até ela me deitando ao seu lado da cama. Comecei a passar a mão por seu corpo e para a minha surpresa, Avril acordou gemendo. Antes que ela pudesse processar que era eu ali, eu a beijei e fui um beijo calmo e lento, assim que o beijo se cortou eu tirei a sua blusa deixando apenas o sutiã vermelho em seu corpo. Zayn desceu os beijos para a barriga de Avril, dando beijos pela barriga da mesma. Quando chegou na intimidade de Avril, começou a distribuir beijos pela coxa e virilha vendo que ela já gemia com o contato, até que eu voltei até a sua boca a beijando seu pescoço e desci para seus seios chupei   com vontade enquanto minha mão ainda trabalhava no outro seio. Avril gemeu mais alto quando mordi o bico rígido com cuidado para não machucá-la. Ela estava se entregando a mim cada vez mais, estava me envolvendo.  e rapidamente, me desfiz de sua calcinha. Avril que até agora se contorcia na cama gemendo meu nome, depressa ficou imóvel com os olhos assustados. Suas pernas fechadas mostraram o medo que ela sentia. E o medo era de mim.

Zayn: Não vou machucar você.

Avril: Você jura? - Eu concordei passando segurança.

Beijei sua virilha e mordi sua coxa acariciando sua intimidade com o polegar, vendo que ela voltou a gemer com esse contato. Comcei acariciar seu clitóris com minha língua e intensifiquei os movimentos, mantendo-os em ritmo constante até senti-la tremer sob meu corpo e um gemido auto, gritando o meu nome, então substitui minha língua  por meu dedo fazendo um vai e vem frenético, mantendo o ritmo acelerado até que ela gozou em meus dedos. Acariciei meu membro com uma de minhas mãos, posicionando em sua entrada, e com a outra mão peguei em sua mão para passar segurança. Rocei meu membro em seu clitóris repetidas vezes, e vi-a morder o lábio enquanto olhava pra mim. Então passei a invadir ela lentamente, olhei o rosto de Avril e vi-a e mordendo o lábio inferior, talvez numa tentativa de abafar o gemido de dor. Eu já estava quase na metade quando ela se contorceu na cama, então a penetrei por completo, fazendo com Avril gemesse a cada segundo é cada vez mais ia aumentando as investidas até que ambos gosamos.

Então eu a puxei para mim, fazendo um carinho em seu rosto vendo que ela sorria para mim.

Zayn: Eu gostei muito da sua apresentação, loirinha. - Disse dando um selinho em seus lábios.

Avril: Muito obrigada - Ela abriu ainda mais o sorriso para mim.

Continua...

   


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...