História Somos inimigos isso nunca daria certo...até agora - Capítulo 25


Escrita por: ~

Visualizações 65
Palavras 632
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


COÉÉÉÉE´RAPAZIADAAAAAAAAAAAAAAAAA
Sejam bem vindos a mais um capitulo.

Capítulo 25 - Open your eyes.


Fanfic / Fanfiction Somos inimigos isso nunca daria certo...até agora - Capítulo 25 - Open your eyes.

Rezende pov on

A chuva parece que não vai passar,cellbit está no quarto depois que ele subiu Pac foi logo atrás,estou com um presentimento ruim,eu e o pessoal estamos na sala,conversando um pouco.

Fran: quando será que essas buScas vão parar?Eu quero voltar pra cidade-ele falava encarando o chão.

Minguado: eu não sei, mais vai demorar-ele dizia cabisbaixo.

Luba: estou com saudades das minhas gatas,nunca fiquei tanto tempo sem ve-las-ele dizia triste.

Sinto meu celular vibrar em meu bolso,deve ser uma mensagem daquele número desconheçido,vou até a cozinha,não quero deixa-los mais preocupados,pego meu celular e abro a mensagem:

Mensagem on:

QUE DIA LINDO...

PRA LEVAR UM CHIFRE

abra seus olhos.

Você é a pessoa mais burra que já conheci Rezende

                                                                                          Eu: o que você quis dizer?

Vá até seu quarto e descubra ;)

Mensagem pov off

Por que estou ouvindo esse desconheçido? Quando dei por conta já estáva no corredor dos quarto,fui até a porta do meu quarto,olhei de relance dentro do quarto,e vi, Cellbit e Tarik estavam abraçados olhando a chuva pela janela, a minha vontade era de entrar e derrubar o Tarik no chão e soca-lo até sangrar,olha o jeito que os dois se abraçam!!!, não fiz nada apenas voltei as escadas e desçi correndo e fui beber água, fui até a cozinha e peguei um copo no armário,então escutei alguem descer as escadas,lemvrei dos dois e apertai o copo com raiva então ele quebrou na minha mão,ele caiu no chão,a minha mão tinha um corte,não muito grande mais sangrava um pouco,alguém entra na cozinha.

Cellbit: hey,rezende o que aconteceu?-ele me encarava.

Eu:nada Rafael-digo lavando minha mão na pia,eu paro e começo a catar os cacos de vidro.

 Cellbit: tem certeza?-ele me encarava e me ajudou com os cacos.

Eu:tenho-respondo seco.

 Cellbit: não é o que parece-ele aponta pra minha mão- vou pegar o kit de socorros-eleia sair da cozinha.

Eu: não precisa ok? O corte é pequeno,e não está saindo mais sangue-digo saindo da cozinha.

Como ele pode ser tão falso?

 Rezende pov off

Celbit pov on

O Rezende está estranho comigo, saio da cozinha o Rezende encarava Pac com raiva,me sentei no sofá do lado de Pac,Rezende me encarou com raiva.

Aruan: vamos assistir um filme?-dizia pegando um dvd na gaveta da estante.

21:00 pm

Nós ficamos assistindo vários filmes até as 21:00,quer dizer só eu, todo mundo já foi dormir até mesmo o  Rezende,levanto do sofá e desligo a tv,subo as escadas e vou até o corredor dos quartos,entro no meu,juh e Morimura dormiam,olhei na cama de Pac o mesmo não estáva ali,vi a porta do banheiro fechada,mais a luz estáva acesa,concerteza Pac está tomando banho,olho pra minha cama e Rezende estáva deitado mechendo no celular,me deito ao seu lado,o mesmo nem ligou,já não agueto mais.

Eu: rezende,você está bravo comigo?-eu falei inocente.

Rezende: não Rafael-ele não tirava os olhos do celular.

Eu: não está mesmo?-eu incisti.

Rezende: eu não estou bravo Rafael!!!-ele falou em um tom que me deu medo.

Me levanto da cama,pego meu travesseiro e minha coberta.

Rezende: aonde você vai?-ele parou de olhar no celular.

Eu: me deu vontade de dormir no sofá hoje sabia?-eu saio do quarto.

Rezende: rafael você pode dormir aqui-ele me encarava.

Eu: não quero-desço as escadas.

Vou até a sala e me deito no sofá,ouço alguem descer as escadas,pensei que era  Rezende mais era o Pac.

Pac: cellbit? O que você tá fazendo deitado ai?-ele se senta ao meu lado.

Eu: o Rezende esta´estranho comigo-digo  bocejando.

Cellbit pov off

Rezende pov on

Que merda agora eu vou dormir sozinho,eu sempre faço merda, eu não devia ter tratado ele desse jeito,ele é sensivel ele é meu gatinho,sinto meu celular vibrar na cama,era mais uma mensagem do desconhecido,abro a mensagem:

Mensagem on

Se eu fosse você iria até a sala.

 

 

 

 


 

 

 


Notas Finais


Então gostaram?
Bjjs da juh
Eu amo vcs não esqueçam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...