História Somos irmãos? - Capítulo 60


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Rosalya, Violette
Tags Drama, Revelaçoes, Romance
Exibições 39
Palavras 2.433
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem por eu não ter postado semana que vem, foi porque meu pc quebrou. mas agora que to com um notbook e da pra postar os capítulos direitinho.

Capítulo 60 - A ligação


 

O nosso natal foi maravilhoso, foi o melhor natal que eu já vivi com a minha família e o primeiro também. Todos se lembraram do meu aniversario e do Kentin, e nos fizeram uma surpresa daquelas! Fiquei super contente com tudo fui meu primeiro aniversario junto da minha família e principalmente com o meu irmão, nossa como eu sonhava em te um irmão mais velho, uma família e agora eu tenho...

 

Meus aniversários no orfanato sempre foram comemorados do mesmo jeito, na hora do café da manhã a cozinheira trazia um pequeno bolinho com uma velinha em cima, ela cantava parabéns pra mim e depois quando eu ia comer Dake o pegava e saia correndo, e eu chorava. Mas com o tempo isso deixou de me importar

 

E o que dizer sobre a surpresa que o Castiel fez pra mim? Eu ainda não consigo acreditar que ele compôs aquela linda musica pra mim, foi tão lindo e agora eu sei o motivo de quando ele ficava trancado no quarto e não me deixava ver o que ele escondia. Nunca pensei que o Castiel seria capaz de fazer essas coisas tão fofas pra mim, isso não faz o tipo dele, pelo que eu sei ele sempre foi um garoto fechado que não demonstrava seus sentimentos mas quando nós nos conhecemos ele não foi indiferente comigo e eu me lembro muito bem do dia em que nós dois nos conhecemos. Era o meu primeiro dia de aula a Rosa nos apresentou e no jardim ele veio comer meu doritos

 

Ana, Mat e Jess vão ficar aqui mais dois dias, tomara que esses dias sejam o suficiente pra mim e as meninas juntarmos a Sara e o Mat, eles se gostam muito, mas nenhum dos dois tomam uma atitude. Já o Kentin esta dando sinais de que esta gostando da Ana, quando ela ta perto dele ele fica tenso e nervoso. Muito fofo

 

A cada dia que passa eu fico mais feliz, tudo na minha vida mudou e agora tudo esta bem, especialmente o meu bebe e toda a minha família e quando eu falo toda a família eu estou falando dos meus amigos, da família do Castiel e o próprio  e da minha família incluindo a Violette e o meu Pai Daniel. Agora eu tenho certeza que vou ser feliz e nada e nem ninguém vai tirar minha alegria e nem minha paz

 

O carro parou bem na frente da loja onde vendia coisas para bebes. Foi uma luta pra mim e minha mãe vir a essa loja por que o meu pai, o Kentin, meus Tios, o Vovô e o Castiel não queriam nos deixar vir, mas acabaram cedendo. Eles exageram no quesito repouso e proteção, parece ate que estamos doentes e não grávidas, nós duas sabemos que nossa gravidez é de risco mas também temos que sair e respirar novos ares

 

Entramos na loja pra comprar o enxoval da minha pequena irmãzinha Mirella, ou melhor, Ella. Compramos muitas coisas pra ela como as roupinhas, os sapatinhos, o berço, o guarda-roupa, as cômodas enfim tudo mesmo! E pedimos para que levassem as compras pra nossa casa, o quarto dela já esta quase pronto, ele esta com as paredes pintadas de rosa e no chão um carpe da cor rosa claro

 

Quando terminamos fomos para outra loja pra comprar o meu vestido de noiva e o vestido da minha daminha de honra que será a Teresa e também os vestidos das madrinhas do casamento que serão A Rosa, Violette, Sara, Ana e jess, eu chamei a Ambre, mas ela disse que não ia dar por que ia morar com sua Avó em Londres. Viemos quase todas as mulheres, minhas Avós saíram pra encontrar algumas amigas e de homem só veio o Alexy, ele fez questão de vir pra ajudar nas escolhas dos vestidos

 

Procurei, procurei e não tinha nenhum que eu gostasse. Nunca pensei que fosse tão difícil escolher um vestido de casamento

 

Alexy – Olha esse vestido aqui Isa, ele realça um pouco a sua barriga. O que acha? – O vestido é lindo, todo feito de renda e adornado com pedrinhas, também tinha uma linda manga longa que o deixava ainda mais delicado, só que eu não me vi vestida e muito menos casando com ele. Dei um sorriso torto – Você não gostou não é?

Eu – Não é isso Alexy, esse vestido é maravilhoso, mas eu não me imagino casando com ele... – eu realmente estava cansada de tanto andar pra lá e pra Ca dentro da loja então me sentei em uma das poltronas que tinha lá

Alexy – Não se preocupe amiga, nós vamos achar o vestido ideal pra você. – ele se ajoelhou na minha frente e sorriu pra mim – Olha a sua volta, - fiz o que ele pediu, olhei em volta – deve ter um vestido que te agrade entre tantos, só basta olhar direito

 

Alexy se levantou e foi ate as meninas, olhei mais uma vez por toda a extensão da loja e um vestido me chamou a atenção, me levantei e o peguei. O Vestido também era feito com rendas, era tomara que caia e muito lindo.

 

Rosa – Nossa esse vestido é lindo! – Sorri abertamente para a Rosa

Sara – É lindo mesmo, prova ele logo! – Ri e fui em direção ao provador, coloquei o vestido e sai do provador. As meninas estavam no lado de fora e assim que me viram me olharam surpresas

Mãe – Ele ficou maravilhoso em você... Oh minha bebe cresceu... – minha mãe me abraçou chorando

Ana – Parece que foi feito especialmente pra você Isa...

Eu – Será esse vestido. – falei sorrindo e me olhando no espelho – Me casarei com ele

 

Deixei o vestidos lá mesmo pra minha ultima prova. Voltamos pra casa, almoçamos e eu fui descansar. Entrei no meu quarto me despi e fui tomar um banho demorado e depois me deitei na cama, quando eu estava quase dormindo sinto um lado da cama afundar olho pro lado e vejo o Castiel todo suado e ofegante

 

Eu – O que aconteceu com você Castiel? – me sentei na cama para olhá-lo direito

Castiel - ... O Kentin... Me fez correr... Em volta de todo... O parque... – ele falou com dificuldades, pois ofegava muito, ele e o Kentin combinaram de treinar juntos, mas o Kentin leva o treinamento muito a serio. Comecei a ri do Catiel – Não tem... Graça!... Eu to quebrado...

Eu – Pois é melhor você se acostumar! – Castiel fez uma cara engraçada e eu ri mais ainda – Mais isso é bom pra saúde e assim você vai ficar em forma.

Castiel – Então... Quer dizer que eu... Não estou em forma?... Deixa eu me recuperar... E você vai ver!

Eu – Só quero ver... - ele me olhou de uma forma desafiadora e eu fiz o mesmo com ele

 

Bateram na porta

 

Eu – Pode entrar! – a porta foi aberta e um furacão chamado Kentin entrou no quarto

Kentin – Mas que moleza é essa Castiel?! Levanta logo daí! – ele puxou Castiel da cama o fazendo cair de cara no chão, eu gargalhei alto

Castiel – Ai!, Não, chega Kentin! Eu não agüento mais! – com muita dificuldades ele se levantou e ficou de pé

Kentin – Como assim não agüenta mais? Aquilo foi só o aquecimento! – Castiel caiu sentado na cama

Eu – Olha como ele esta Kentin, deixa ele descansar. Amanhã vocês treinam de novo – Kentin olhou pra mim e depois pro Castiel

Kentin – Ok! Mas amanhã não vai ter moleza! De cinco horas da manhã quero você acordado! – Kentin veio ate mim e me deu um beijo na testa, depois saiu do quarto

Castiel – Obrigado Bel, serio acho que não sinto mais as minhas pernas... – eu ri e ele acompanhou

Eu – Não me chama de Bel, você sabe que eu não gosto mais...

Castiel – Pois vai ter que começar a gostar! Por que você é a minha Bel, aquela menina linda e doce que logo quando vi eu me apaixonei. – ele se aproximou de mim e me beijou

 

Castiel foi tomar m banho enquanto eu fiquei conversando com a Violette por mensagens, ela me disse que o papai conheceu uma mulher e que agora vive suspirando pelos cantos, acho que isso é amor... Só espero que essa tal mulher seja boa o suficiente pra ele. Mas ai meu celular foi puxado da minha mão e antes de eu falar ou ter uma reação, lábios se tocaram no meu em um beijo intenso. Paramos o beijo pela falta de ar e depois ficamos nos encarando sorrindo um para o outro , só que uma coisa veio em minha cabeça

 

Eu – Castiel, você já conversou com o Nathaniel? – ele revirou os olhos

Castiel – Não vamos estragar o clima com isso não é? – ele veio me beijar de novo, mas eu recuei

Eu – To falando serio Castiel! Você já sabe o que a Debrah fez e sabe do que ela é capaz, ela poderia muito bem ter dado em cima do Nathaniel e quando você chegou, ela colocou a culpa nele! – Castiel bufou

Castiel – Você esta do lado de quem? De mim que sou seu noivo ou daquele representantezinho?! – ele aumentou seu tom de voz e se levantou e ficou de frente pra mim

Eu – Eu to do lado da verdade! E você esta sendo injusto com o Nathaniel! – também aumentei meu tom de voz e fiquei de pé encarando ele

Castiel – Injusto?! Nathaniel não é um santo Isabel! Ele pode ter dado em cima dela!

Eu – E porque você esta protegendo ela?! Nós dois sabemos muito bem que o Nahaniel nunca seria capaz de fazer isso! Você ainda ama ela né? Você ainda a Debrah! – meu coração se apertou por pensar isso. Fui pra cima dele e o empurrei, dei socos em seu peito – Admita que ainda ama ela! Admita! Admita!

Castiel – Olha o que você esta falando! – ele me segurou, impedindo de eu me mexer – Você sabe que eu a odeio, e que só amo você! Só você!

Eu – Então por que protege ela? – ele me segurava de uma forma que fazia nossos rostos ficarem próximos

Castiel – Não to protegendo ela é você que ta protegendo o Nathaniel! Eu só to tentando te mostrar que o Nathaniel não é o santo que você pensa! É quer saber? Chega de discussão! – eu ia retrucar, mas ele não deixou e me beijou

 

Depois daquela nossa pequena briga, que ainda não esta resolvida, mas eu vou resolver, nos deitamos e eu acabei pegando no sono

 

[...]

 

Acordei ainda com o maior sono e o Castiel ainda estava dormindo, soltei um pequeno risinho e olhei cada centímetro de seu rosto, ele é lindo parece que seu rosto foi esculpido por anjos. Passei minha mão por seus cabelos e depois me levantei, olhei as horas no celular e já era três da tarde, fui pro banheiro escovei meus dentes e me olhei no espelho, eu estava parecendo uma bruxa, meu cabelo estava praticamente todo pra cima tentei pentear, mas ele estava todo embaraçado. Mas eu to em casa né, não faz mal eu sair do quarto assim

 

Cheguei na sala e estavam o Kentin, o Mat,  Sara e o Vik assistindo tv

 

Mat – Nossa! – ele fingiu levar um susto colocando a mão no coração quando me viu e todos riram

Eu – Engraçadinho! Eu não to tão feia assim! – cruzei os braços fingindo esta brava

Vik – Eu não acredite muito nisso. – peguei uma almofada e joguei nele – Olha a violência!

Eu – Kentin você é meu irmão me defenda! – Kentin riu

Kentin – Ta bom chega gente, parem com isso a minha irmã é linda! – Kentin se levantou e me abraçou de lado – Só esta com o cabelo pra cima... – todos riram

Eu – Kentin!! – dei uma cotovelada nele

Kentin – To brincando irmãzinha você sabe que eu te amo – ele me abraçou, senti o cheiro do seu perfume e veio um enjôo

Eu – Ai Kentin o seu perfume fede! – escutei todos rirem

 

Corri pro banheiro do quarto, e de relance eu pude ver que o Castiel ainda dormia, entrei no banheiro e só deu tempo de me ajoelhar na frente do vaso sanitário. Parecia que as minhas tripas iriam sair, terminei de vomitar e peguei um pouco de creme dental e coloquei na boca. Me sentei na cama um pouco zonza

 

Castiel – Oh meu amor, você já acordou? – olhei pra traz e vi ele sentado na cama coçando os olhos, assim que me viu ele me olhou preocupado e rapidamente ficou do meu lado – Você esta pálida... Teve outro mal estar?

Eu – Sim... Mas dessa vez foi por causa do perfume do Kentin – soltei um risinho

Castiel – Esses enjôos são mesmo da gravidez? Você os sente constantemente, não é melhor irmos ao médico?

Eu – Os enjôos são normais Castiel, não se preocupe meu amor... – lhe dei um beijo na testa

Castiel – É impossível não me preocupar com você meu amor. – ele acariciou um lado do meu rosto – Daqui a três meses e cinco dias você será a senhora Collins, a minha senhora Collins. – sorri feito boba

Eu – Não vejo à hora de esta casada com você... – nos beijamos

 

O beijo foi se intensificando, mas fomos interrompidos pelo toque do meu celular

 

Eu – Castiel... – tentei falar entre o beijo – O celular...

Castiel – Deixa ele pra lá. – mas toque insistiu e ele parou o beijo bufando logo em seguida

 

Me levantei da cama e peguei meu celular em cima da cômoda e atendi o mesmo

 

Eu – Alô?

*** – Ola minha querida... – escutei uma voz grossa de um homem ele estava sendo falso em suas palavras. Senti um aperto em meu coração

Eu – Quem é? – minha voz saiu um pouco falha, nessa hora o Castiel se levantou e me olhou preocupado

*** – Não reconhece mais o seu Vovô? – meu coração acelerou, escutei uma gargalhada alta

 

O medo tomou conta do meu corpo, não quero que ninguém saiba dessa ligação. Sai do quarto rapidamente e me tranquei no escritório do meu pai

 

*** – Soube que a minha querida netinha vai se casar, é isso? – perdi minha voz e um no se formou em minha garganta – Não vai falar nada?... O gato comeu a sua língua? Pois bem eu falo por você. Sabe netinha, eu já preparei o seu presente de casamento e espero que goste.

Eu- V-você é um monstro... – falei com a voz carregada de ódio

*** – Oh, olha a boca em ou você pode se arrepender netinha...

Eu – Eu não sou sua neta! – aumentei meu tom de voz

 

*** – A você é, Você tem o meu sangue e anote minhas palavras netinha porque eu não vou repetir. Escute-me bem, você nunca iria se casar, nunca!

 

 

Continua........



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...