História Somos realmente inimigos? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Tags Billdip
Exibições 169
Palavras 715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capitulo >~<

Capítulo 5 - Me desculpe!


Fanfic / Fanfiction Somos realmente inimigos? - Capítulo 5 - Me desculpe!

Dipper P.O.V.'s
   Eu corri atrás de Bill, ele estava triste e eu tinha sido um babaca, precisava me desculpar, eu o amava demais, mas eu também sentia alguma coisa pela Wendy, eu estava indeciso. Não queria vê-lo triste, afinal de contas, ele me fez sorrir outras vezes, mesmo sendo o maníaco que é. -Bill, me deixe explicar!- Eu segurei seu braço com força, mas ele me empurrou com força, me fazendo cair no chão, pude sentir meu sangue escorrendo por minha perna, era possível sentir uma dor imensa, mas fingi que estava tudo bem.-Foi ela que me beijou, eu juro!- Ele se aproximou de mim e me pegou no colo, dando um beijo na minha testa enquanto escorriam lágrimas de seus olhos.-M..m..me desculpe!Eu não queria te machucar, "Pine tree"!- Eu sorri para ele.-A culpa não foi sua...m..m..me perdoe.. Você sabe que eu não te odeio, muito pelo contrário, eu te amo!- Eu já não me lembrava mais da dor que sentia em minha perna, era aconchegante ser carregado por ele até a cabana do mistério. Eu estava hipnotizado com seus olhos, eram encantadores, não estava prestando atenção no que estava acontecendo em minha volta.

Bill P.O.V.'s
   Estava ainda chateado com o meu "Pine tree" por ter beijado aquela ruivinha, mas mesmo assim eu não podia deixá-lo daquele jeito, ele estava indefeso com aquela perna machucada, ele estava tão fofo assim...Como pude machucar uma coisinha dessas?...Comecei a carregá-lo no colo, muitas vezes dando beijos em sua testa, ele parecia estar gostando disso...
   Depois de alguns minutos caminhando, chegamos em frente à cabana do mistério. Abri a porta e a primeira figura que vi era o Ford...Não acredito que aquele velho estava lá... Eu estava torcendo para que ele não notasse a minha presença, mas a primeira coisa que ele veio fazer foi se aproximar de mim.. Ele provavelmente não estava gostando nem um pouco da minha presença, provavelmente ele estava me reconhecendo..-Oi!-Tentei pelo menos uma vez ser agradável, mas a minha vontade de esganar ele era enorme. Ele continuou a me olhar com uma cara feia, não que mude muita coisa..-Tivô Ford, esse é um amigo meu!- Dipper estava tentando disfarçar.- Eu estava andando por aí e acabei me machucando, mas por sorte ele me encontrou!- O sorriso do meu "Pine tree" era encantador, mesmo sabendo que ele só estava fingindo, isso me fazia feliz. O velho não parecia estar muito convencido disso, mas eu nem liguei, se ele descobrisse algo eu poderia arrumar um jeito de resolver as coisas.-Urgh.. oi..- Ele estava com a voz seca, parecia que não me queria por perto. Eu tento ser agradável e ele vem com isso para cima de mim..Carreguei meu "Pine tree" até o quarto e o coloquei na cama, aproveitei que aquela garota de aparelho irritante não estava lá e tranquei a porta. Subi em cima dele e comecei a beija-lo enquanto passava uma mão por debaixo de sua camisa, quando apertei o seu mamilo ele deixou um gemido escapar, o que me deixou mais excitado ainda, era possível sentir minha ereção. Então, coloquei a minha outra mão debaixo de suas calças e comecei a masturba-lo, o fazendo gozar em minha mão. Comecei a tirar nossas roupas, ele também estava duro e, logo, quando já estávamos completamente nus, introduzi meu membro nele, dessa vez resolvi ser gentil, comecei fazendo movimentos lentos e depois comecei a aumentar a velocidade, era bom sentir ele arranhando minhas costas. Depois de algum tempo chegamos ao ápice.-B...B... Bill, e..eu te amo!- Dei um beijo em sua testa, era bom escutar aquilo.-Dipper, me prometa nunca mais fazer aquilo!- Ele sorriu e abanou com a cabeça e, logo após isso dormimos juntos.
  
   Ford P.O.V.'s
   Eu estava preocupado depois de ver Dipper machucado daquele jeito, ainda mais por causa daquele "amigo". Parecia que eu já tinha o visto antes, até sua voz era familiar. Eu não sabia como agir, não tinha provas contra ele, mas algo me dizia que isso não era boa coisa, eu estava o reconhecendo de algum lugar, mas não lembrava de onde. Meu principal objetivo a partir daquele momento era vigia-lo, ele não parecia ser uma pessoa normal e, também podia trazer riscos para o garoto, era preciso tomar cuidado. Quando ele me olhou, eu senti que algo não estava certo..
   


Notas Finais


•w•


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...