História Somos todos loucos ( Yoonkook - Jihope - Namjin ) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Hopemin, Jihope, Namjin, Sugakook, Sukook, Vkook, Yoonkook
Exibições 187
Palavras 2.973
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Festa
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura <3
PS: Não sei por que botei essa imagem :v

Capítulo 1 - Capitulo Único


Fanfic / Fanfiction Somos todos loucos ( Yoonkook - Jihope - Namjin ) - Capítulo 1 - Capitulo Único

Yoongi POV    

-ACORDA DESGRAÇA! – Ouvi um ser chamado Park Jimin.

-Me deixa dormir, pirralho.

-Ixi, filho. Ta achando que meu namorado é bagunça? Acha que pode falar assim com ele? Seu açúcar amargo. – Ouvi Hoseok dizer entrando pela porta do quarto.

-E quem disse que eu era doce? – Sorri sarcástico olhando para os dois.

-Monamour, levanta dessa cama. – Jungkook disse entrando no quarto também.

-Diz a pessoa que enquanto estava deitado comigo ontem não queria nem se sentar. – Ri fraco.

-Ontem foi ontem, e hoje é hoje! Só fiquei com você porque o Tae mozão e eu brigamos.

-Ah, que ótimo! Virei segunda opção. Beleza Jungkook, quando você vier implorar para ir pra cama comigo de novo, eu vou te lembrar disso.  – Falei já irritado.

Levantei da cama e fui até o banheiro. Entrei e fechei a porta batendo-a.

Não que eu me importe muito em ser uma segunda opção de Jungkook. – Na verdade me importo, e muito. – Mas desde que o Taehyung se declarou pra ele, Jungkook me esqueceu completamente.

Ah, quer saber? Foda-se Jungkook. Cansei.

Tomei um banho, fiz minha higiene e saí do banheiro.

Coloquei uma blusa branca, uma bermuda preta e saí do quarto, passando pelo corredor, indo em direção a cozinha.

Entrei e encontrei seis pessoas tomando café da manha.

-Aleluia, a bela adormecida! – Disse Namjoon.

-Me deixa em paz. – Disse me sentando.

-Yoongi, o que houve? – Perguntou Jin, me olhando meio preocupado.

-Nada, Jin... Só estou meio cansado de tudo.

-Você cansado? Que novidade! – Disse Taehyung rindo com todos os outros que começaram a rir junto.

-Ha, ha, ha. – Ri com cara de tédio.

 -Mas Yoongi, falando sério mesmo. O que aconteceu? – Perguntou Jin mais uma vez.

-A pessoa que está me fazendo cansar de tudo, sabe muito bem que é a culpada. E sinceramente? Não tenho mais nada pra falar. – Peguei uma maçã e saí da cozinha indo para a sala.

Sento-me no sofá e começo a ver TV. Vai que consigo me distrair um pouco.

Jimin POV

-Gente... Ele ta estranho hoje... – Falei meio triste.

Ver Yoongi hyung pra baixo é uma coisa normal de se ver, mas ver ele triste e bravo ao mesmo tempo e dizendo que está ‘’cansado de tudo’’ é realmente muito estranho.

-Pessoal, vamos tentar entender o lado do Yoongi. Ele está triste, bravo e cansado. E sabemos que foi alguém aqui que o deixou assim. Eu em particular acho que sei quem foi, mas eu não me meto na vida dos outros. A pessoa que está deixando ele assim deve conversar com ele... E rápido. – Disse Hoseok que esta do meu lado.

-Eu vou falar com ele. Posso não saber quem é, mas ele é meu melhor amigo. – Disse Namjoon se levantando e saindo pela porta.

Yoongi POV

Ouço passos em minha direção e vejo Namjoon. Ele sentou do meu lado e por alguns instantes ficou quieto.

-O que está acontecendo Yoongi? – Ele perguntou.

-Você quer mesmo saber? – Perguntei.

-Claro que sim.

-Eu sempre fui apaixonado pelo Jungkook. E, é claro, sempre fomos amigos. Estava tudo indo maravilhosamente bem... Até Taehyung se confessar. Depois que o Tae se confessou para ele, Jungkook me deixou de lado e deu total atenção para Taehyung e eu fiquei totalmente de lado. Ontem os dois brigaram e Jungkook veio tentar algo comigo. Eu não queria, pois sabia que eu estava sendo uma segunda opção, mas eu sou apaixonado por ele e não agüentei. Então nós transamos. Mas agora de manha, Jungkook fez questão de jogar na minha cara que nós só transamos por que ele e o ‘’Tae Mozão’’ – fiz cara de nojo – Tinham brigado. Sabe Nam... Eu cansei disso tudo. – Suspirei e joguei minha cabeça pra trás, apoiando-a no sofá.

-Hey, Yoongi... Sobre você e Jungkook... Eu meio que já sabia... Mas não deixe se abalar. Sério, vocês ainda vão ficar juntos. Acredite... Tudo ainda vai se resolver.

-Espero que sim...

-Cara... Só que você precisa se lembrar que nós não somos culpados. Não quero ofender, nem nada, mas você foi grosso com todos ali – ele apontou para a cozinha – E você mesmo sabe que só Jungkook é culpado.

-Eu sei Nam, desculpa. – Falei de cabeça baixa.

-Tudo bem... Agora vem, vamos voltar pra lá. – Ele disse se levantando e me puxando de volta para a cozinha.

Entramos lá e ele voltou a se sentar do lado do Jin e eu fui sentar no meu lugar.

-Resolveram? – Perguntou Jin.

-Digamos que sim... – Disse Namjoon.

Continuei comendo minha maçã em silêncio enquanto ouvia a conversa de todos ali.

Confesso que às vezes é meio chato, sabe? Sentar aqui toda manhã para tomar café com as mesmas seis pessoas e ouvir os mesmos assuntos. Sim, eles são meus melhores amigos e eu os considero minha família, mas às vezes é meio cansativo...

Jimin e Hoseok ficam conversando sobre os mesmos papos de casal, ou até se agarrando. Jin e Namjoon falam sobre o trabalho, sobre moda, sobre o próximo tipo de cabelo que vão usar, e por aí vai... Ah, e temos o casal grudado. Taehyung e Jungkook... O casal ‘‘fofinho’’. Sempre falando sobre coisas de namorados, sobre quando vão casar, e cor do quarto dos filhos etc.

Mas eu prefiro escutar eles conversando sobre isso, do que os dois se agarrando um ao outro no café da manhã... O que sempre acontece...

E eu como sempre, fico aqui, ouvindo tudo e sem ninguém pra conversar.

Ajeito-me na cadeira e começo a pensar... Algo não está certo.

Jungkook está vidrado em mim. Ele está me olhando e simplesmente não está desviando o olhar.

Começo a o olhar também... Mas é claro, tudo é bom demais para ser verdade.

-Vem amor... – Taehyung se levanta pegando Jungkook pela mão e o levantando.

Jungkook da uma última olhada em meus olhos antes de sair pela porta com Taehyung em direção ao corredor.

Obviamente, foram se comer em um dos quartos.

Dou leves piscadas e sinto uma lágrima solitária caindo pela minha bochecha direita...

Rapidamente a limpo e finjo que nada aconteceu. Mas infelizmente, Hoseok percebeu.

-Yoongi... Vocês ainda vão se resolver. – Hoseok disse me olhando.

-Que? – Falei.

-Você e o Jungkook. Espere... Tudo vai se resolver e vai ficar tudo certo. – Ele disse sorrindo.

-C-Como você sabe? – Perguntei.

-Bem, você ficou irritado com ele hoje de manhã. E agora, quando os dois saíram, você deixou uma lágrima cair. Yoongi, eu não sou cego. – Ele respondeu.

-É... Acho que agora todos vocês sabem... Que maravilha... – Apoiei minha testa na mesa.

-Eu já sabia! – Jimin exclamou sorrindo.

-Baleia, ninguém te perguntou. – Falei.

-Eu já havia dito e vou repetir: Ta achando que meu namorado é bagunça? – Disse Hoseok.

-Eu não sou gordo, eu sou gostoso. – Disse Jimin piscando pra mim.

-Okay, você até que é bonitinho. – Falei.

-Bonitinho é um feio arrumado! – Disse Jin.

-OKAY, JIMIN. VOCÊ É LINDO! – Gritei.

Mas bem na hora em que eu gritei Jungkook e Tae voltaram e Jungkook estava me olhando perplexo.

-Melhorou. – Disse Jimin com cara de convencido.

-Atrapalhamos? –Perguntou Tae.

-Claro que não. Mas já que vocês estão aqui, me deixa perguntar uma coisa... Foi tão rápido assim? – Perguntou Hoseok rindo.

-Nós não estávamos fazendo isso... Mas outra coisa aconteceu. – Disse Jungkook levantando a mão direita, mostrando um anel com uma mini pedra de diamante em cima.

-MINHA NOSSA SENHORA! PARABÉNS! – Jin gritou se levantando.

Tudo o que se passa pela minha cabeça agora é: Por quê?

Todos se levantaram para dar os parabéns ao casal.

Levantei-me da cadeira e passei reto pelas seis pessoas felizes ali. Saí da cozinha e caminhei em direção ao corredor.

-Não vai dar os parabéns Yoongi? – Jin falou fazendo-me virar para trás e olhar todas as pessoas ali presente.

-Parabéns casal perfeito. – Falei com meu melhor tom de sarcasmo e entrei em meu quarto fechando a porta com força.

Caminhei até minha cama e me deitei, a fim de descansar.

Sinto meus olhos pesarem e adormeço.

Jungkook POV

Sim, eu me sinto culpado. Eu sei a algum tempo que Yoongi é apaixonado por mim, e eu sou muito apaixonado por ele. Mas Tae apareceu e, porra, ele é lindo. Quando Tae se declarou pra mim, eu até chorei de emoção. E agora estamos aqui, comigo noivo de Kim Taehyung.

Talvez, eu fale com o Yoongi. Esclareça a situação e essas coisas. Mas no momento eu ainda não posso fazer isso.

Eu sei o quanto ele fica puto com tudo isso e tudo mais. Mas estamos em um ponto em que não dá para voltar atrás sem magoar o Tae.

Eu estou sendo injusto com todo mundo... Injusto com Yoongi, por estar fazendo isso com ele, injusto com Tae, por fingir que amo ele, mas na verdade amo o Yoongi, e injusto comigo mesmo... Por não me deixar ser feliz com a pessoa que eu realmente amo, sempre amei e sempre vou amar...

Taehyung me pegou de surpresa quando me levou ao nosso quarto e fez uma declaração fofa e em seguida fez o tão temido pedido. Mas o que eu poderia dizer?! ‘’Desculpe Tae, eu amo o Yoongi e não posso casar com você. ’’ Tenho certeza que isso não iria funcionar.

O que eu mais quero nesse momento é me acertar com Yoongi.

Porra, nós nos conhecemos desde quando tínhamos sete anos! E eu tinha dezesseis e ele vinte quando nós começamos a na...

-Nós temos que dar uma festa! Só nós sete! – Disse Namjoon interrompendo meus pensamentos.

-Eu topo! – Disse todos, menos eu.

 

Essa festa não vai ser legal...

 

Yoongi POV

 

Se eu queria estar nessa festa? Não. Eu preferia estar em casa dormindo, mas ao invés de apreciar o conforto da minha cama, to aqui, assistindo todos se divertirem e assistindo Jungkook beber em quanto está em cima da mesa.

Ele nunca foi forte pra bebida.

Jungkook e eu temos um passado meio cheio em relação à quantidade de histórias... Conhecemo-nos com sete anos. Somos melhores amigos até hoje. Ele foi a primeira pessoa pra quem eu contei que eu era gay, e eu fui a primeira pessoa pra quem ele contou também. Nós tivemos nosso primeiro beijo juntos... Nossa primeira vez também... Nós namoramos... Sim, eu amo Jeon Jungkook.

 -PESSOAL! VAMOS FAZER UM JOGO! – Ouvi Jungkook gritar e todos o olhamos. - Vocês me fazem uma pergunta pra mim. Se eu errar, eu vou lamber uma parte do corpo de vocês. Se eu fizer uma pergunta e vocês acertarem, vocês tiram uma peça de roupa minha.

Jungkook estava quase totalmente bêbado.

-Jeon Jungkook! Você não vai lamber o corpo de ninguém! E a única pessoa que vai tirar alguma peça de roupa sua, sou eu! – Taehyung gritou.

-Tae, deixa o garoto se divertir. – Jin disse. – EU COMEÇO! Em que dia eu e Namjoon começamos a namorar?

-Dia vinte e três de janeiro. – Jungkook respondeu.

-Errado! – Jin disse.

Jungkook desceu da mesa e lambeu o pescoço de Jin, o que causou um olhar reprovador de Tae e Namjoon. E meu.

E então ele subiu em cima da mesa de volta esperando a próxima pergunta.

-Do que eu chamo o Jimin quando estou bravo com ele? – Hoseok perguntou.

-De porco. – Jungkook disse.

-Errado! Eu chamo de idiota!

Jungkook desceu, e levantou um pouco a camiseta de Hoseok, dando uma lambida ali. E mais olhares reprovadores.

E então Jungkook subiu de volta em cima da mesa.

-Eu vou vencer você neste jogo e vou fazer você parar de lamber os outros. – Falei subindo em cima da mesa ficando de frente pra ele, o olhando nos olhos – Vai Jungkook, me pergunte qualquer coisa sobre você. Eu sei tudo mesmo.

-Qual meu super herói favorito desde criança? – Perguntou ele.

-Homem de ferro. Ah, vamos lá Jungkook. Essa é fácil demais, faz outra. – Falei.

-Quantas tatuagens eu tenho? Onde? E por quê?

Será que eu falo? Eu devo? Olho para Taehyung em forma de um mini pedido de desculpas e ele me olha confuso.

-Três. Uma borboleta no antebraço, você adora borboletas por que elas são livres e você diz que sua personalidade é como a de uma. A frase ‘’The most beautiful moment in life’’ Na sua nuca, você admira essa frase e quando pensa nela os momentos ruins vão embora. E tem a minha favorita. – Coloquei minha mão esquerda em sua cintura e puxei sua calça um pouco pra baixo, revelando ali sua terceira tatuagem – Eu tenho igual, no mesmo lugar. Essa é a data em que nós nos declaramos. A data em que dissemos um pro outro que nos amávamos.

Vejo Jungkook ficar paralisado olhando para mim. Sinto lágrimas preencherem meus olhos e desço da mesa.

Saio à procura de um banheiro, e acho. Entro, e sinto as lágrimas escorrerem pelo meu rosto sem parar.

Não vou sair daqui tão cedo...

 

Hoseok POV

 

Yoongi disse mesmo aquilo? Na frente de todos?! Droga!

Jungkook ainda está paralisado em cima da mesa, mas desta vez está de cabeça baixa, soluçando.

Tae já com aparência de irritado, sobe em cima da mesa encarando Jungkook.

-Então é por isso?! É por isso que o Yoongi tem raiva?! VOCÊ O AMA? E NUNCA ME CONTOU JUNGKOOK? EU DEVIA ESTAR SABENDO! – Tae gritava – Eu não posso continuar depois disso. – Taehyung agora olhava Jungkook com nojo. Retirou a aliança e jogou nos pés de Jungkook. – Aproveita e corre pro banheiro. O Yoongi ta sofrendo e só você pode acertar as coisas agora Jungkook. Se eu estou com raiva de você? Muita. Mas vocês têm um passado e vocês se amam, então eu vou respeitar. Mas fique sabendo... Eu nunca vou gostar de você como eu gostava antes.

Essa foi à última coisa que Taehyung disse antes de sair daquele cômodo.

Jungkook POV

 

Vejo Tae sair pela porta de cabeça baixa, e corro para o banheiro onde o Yoongi entrou.

-YOONGI! – Grito batendo na porta.

Só o que ouço são soluços e fungadas através da porta.

-Me deixa entrar, por favor! – Falei.

Ouvi os soluços pararem e as fungadas também. Então ouço a porta ser destrancada e vejo Yoongi. Ele está vermelho e com os olhos inchados.

Entro no banheiro e fecho a porta atrás de mim, trancando-a.

-O que você quer? – Ele pergunta.

-Eu quero esclarecer as coisas. –Digo olhando em seus olhos.

-E o que está esperando?

Dou uma risada fraca.

-Yoongi, a verdade, é que eu sinto por você a mesma coisa que você sente por mim. Quando o Tae me levou pro nosso quarto, eu ia contar a ele. Eu ia dizer que eu amo Min Yoongi e que com quem eu realmente queria ter um futuro é você. Mas aí, ele começou um discurso, ficou de joelhos e fez o pedido. Eu não sabia o que responder. Eu queria e ainda quero você, mas eu não queria magoar o Tae. Yoongi, eu te amo.

Sinto Yoongi me puxar e colar seus lábios nos meus, iniciando um beijo. Mas este beijo era diferente. Ele tem sentimento. Este é como o nosso primeiro beijo juntos... Como á oito anos atrás, quando começamos a namorar.

Separamos-nos por falta de ar e ficamos nos encarando por alguns segundos.

-Eu te amo tanto. – Ele diz acariciando minha bochecha.

-Eu também te amo... Hey, eles devem estar esperando lá fora. Vamos. – Peguei a mão do Yoongi e destranquei a porta, e a abrindo em seguida.

Estávamos saindo, mas de repente senti Yoongi me puxar para dentro do banheiro de volta.

-Mas... E o Taehyung? – Ele perguntou.

-Ele ficou bravo, gritou comigo, jogou a aliança no chão, mas disse que vai respeitar se a gente se ama e vamos ficar juntos. – Falei.

-Me desculpa por estragar tudo... – Ele diz de cabeça baixa.

-Hey, Yoongi... Você não estragou nada. E eu sei que o Tae vai te perdoar. Agora, vamos.

Abri a porta novamente e eu e Yoongi saímos, encontrando Jin, Namjoon, Jimin e Hoseok sentados em um sofá com cara de tédio.

-Finalmente saíram. – Hoseok comentou.

-É, pois é... – Falei.

-Gente, eu não quero culpar vocês, nem nada, mas vocês podiam ter contado antes. Vocês poderiam ter contado que se amavam e que já namoraram e assim ninguém sairia machucado. – Disse Jin.

-Eu sei, desculpa Jin... Eu não queria machucar ninguém. – Disse Yoongi.

-Nem eu. – Falei.

-Eu sei gente. Eu apoio vocês, mas não é pra mim que vocês têm que pedir desculpas.

(...)

 

Yoongi POV

 

Como eu me sinto? Por um lado, me sinto muito feliz por ter Jungkook só pra mim de novo. Mas pelo outro lado, me sinto um lixo por ter magoado Taehyung.

Neste momento estamos no carro indo em direção pra casa.

(...)

-Finalmente chegaram. – Disse Taehyung sentado no sofá – Sentem, vamos todos conversar.

Sentamos e Taehyung começou a falar.

-Primeiramente eu quero pedir desculpas por aquele showzinho que eu fiz na festa. Foi ridículo, eu sei, mas eu estava com raiva. Eu quero dar os parabéns pro Jungkook e pro Yoongi. – Eu e os outros nos entre olhamos assustados – Gente, eu não estou sendo sarcástico. Sabe neste tempo em que eu fiquei aqui sozinho esperando vocês voltarem, eu pensei em mil maneiras de ferras vocês dois. – Tae apontou pra mim e Jungkook – Mas eu decidi que não vou fazer nada. Ódio não leva a nada, e vocês se amam. Eu não vou estragar o relacionamento de vocês, eu vou até ajudar. Saibam que eu sempre estarei aqui. Quando vocês quiserem fazer alguma surpresa que o outro não pode saber, ou quando vocês brigarem eu sempre estarei aqui. Eu amo vocês dois.

Tae abriu os braços e todos nós fomos abraçar ele.

-É lindo de sua parte falar isso Tae. – Disse Jungkook.

-Eu sei, eu sou especial. – Disse Tae e todos nós sete rimos.

-Mas o mais legal de tudo, é que a cima de tudo, nós somos uma família. Mas não uma família normal, afinal somos todos loucos.


Notas Finais


Finalmente uma fic com um final feliz, né? <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...