História Sonhando acordada - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Aluna, Colégio, Literatura, Professor, Romance
Exibições 118
Palavras 501
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Conversa


Fanfic / Fanfiction Sonhando acordada - Capítulo 15 - Conversa

-eu sei... me perdi no caminho- ela disse rindo. Ela estava de cabelos meio presos e meio soltos, com uma blusa branca é uma saia azul com alguns desenhos e um casacão de frio.
-ok... vamos comer , não gosto de Cosme comida fria.
-você cozinhou para mim?
-sim, você gosta de omelete de arroz certo?
-sim,sim.- ela disse se sentando.
-começamos a comer , em silêncio . O que diabos estava acontecendo? Puxei assunto.
-então? Seus pais já voltaram? 
-não,meu irmão e minha cunhada estão para ganhará bebe então eles vão ficar lá até nascer.
-entendo. E você? Está gostando dessa ideia.?
-ainda não sei bem, acho que só vou entender realmente o que significa quando ele realmente nascer. Você parece tranquilo com a ideia , você pretende ter filhos?
Eu engasguei. Demorei um pouco para responder.
-quem é louca para que eu tenha filhos e a minha mãe, eu ainda não sei ... acho que só vou descobrir quando acontecer.
Ela fez uma cara pensativa.
-sobre o que você queria converse?
-bom... Anna , nós não estamos muito certos no quesito formal , entre professor e aluna, acho que devemos criar regras para que isso dê certo, se é isso que você quer.
-sim 
-vamos lá... eu peço que você me chame por professor na sala de aula, por mais que eu de liberdade para os alunos precisamos manter uma distância considerável. Não vamos falar do nosso relacionamento na escola ok?
-sim.
-e não podemos comentar com ninguém , temos que ser discretos.
-concordo plenamente.
-então estamos de acordo. 
Terminamos o nosso jantar conversando sobre vários assuntos, em alguns momentos eu me perdia naquele sorriso ou no decote ,o que era bastante divertido.Terminamos de jantar, e lavamos as louças. 
 O clima começou a ficar mais leve, nos nos sentamos no chão da sala e começamos a escutar música, não me lembro do momento exato mas nos começamos a nos beijar, quando me dei por mim já estava em cima da Anna com um beijo que era intenso, quente , mas tinha a delicadeza da Anna, eu estava começando a me perde nela, estava excitado demais para parar,beijei seu pescoço, até o mordi (o que vez ela gemer) , comecei a passar as minhas mãos no corpo dela, e a puxar mais para perto, quando vi , já estava na segunda base com ela, estava tocando seus seios(por cima da roupa)até que ...
~toc-toc~
Merda! Quem poderia ser?
Eu via a Anna se escondendo de vergonha e tomando fôlego, percebi que tinha que ir mais devagar com ela, ela não está preparada para isso, eu estava apressando demais tudo aquilo.
~toc-toc~
A porta continuou a bater.
Anna me olhou com um olhar de desespero, quem poderia ser a essa hora? O que eu faria se vissem a Anna?
-Namjoon, abra essa porta, anda, não demore não.
Merda! Não podia ser
-Namjoon! O que uma mãe tem que fazer para você obedecer? 
Por incrível que pareça a minha mãe tinha chegado 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...